Mercado

17

Nov

Mercado

Brasileiros criam método para baratear produção de energia eólica

Apesar de a energia eólica ser renovável, limpa e gerada por uma fonte abundante e prontamente disponível, o custo de manutenção dos equipamentos utilizados em sua produção costuma ser bastante elevado – sem falar que apenas cerca de 30% da energia obtida pode ser convertida em eletricidade. No entanto, cientistas da Universidade Federal do ABC (UFABC), em São Paulo, anunciaram o desenvolvimento de um método que pode mudar esse panorama, uma vez que a técnica que eles criaram pode tornar as turbinas eólicas mais eficientes e econômicas.

Turbina eólicas convencionais

Um dos sistemas mais comuns para a obtenção de energia eólica em uso atualmente no mundo consiste em um gerador de indução de alimentação dupla composto por 2 eletroímãs que coletam informações do ambiente e as transmitem a um gerador. Esses dispositivos também são capazes de ajustar a frequência com a qual a energia é gerada dependendo da velocidade com a qual o vento atinge as hélices da turbina eólica e as faz girar.

Acontece que, para mudar a potência de corrente alternada para contínua, dependendo da velocidade exigida para isso, é necessário um conversor e, no caso de sistemas maiores, o custo de operação pode se tornar bastante elevado. Além disso, embora o processo de geração de energia seja composto por várias fases sucessivas que dependem umas das outras, o gerador conta com controles que regulam o funcionamento do sistema como um todo.

Assim, se, por exemplo, o vento passar a soprar mais forte e, consequentemente, as hélices da turbina passem a girar mais depressa, a conversão e a produção de energia serão ajustadas em conjunto. Trata-se de um sistema bastante estável, mas, o problema é que, além de exigir manutenção constante – e esta não ser barata, especialmente quando estamos falando de sistemas maiores –, e existe a questão da baixa eficiência na geração de eletricidade, fatores que contribuem para o encarecimento da produção de energia eólica.

Inovação

O que os pesquisadores brasileiros – liderados pelo engenheiro Juan Sebastián Solís-Chaves – fizeram foi “desconstruir” o sistema convencional e transformá-lo em 2 independentes: um para a produção de eletricidade e o outro para a resposta de energia, cada um com suas entradas e saídas próprias.

Segundo explicaram os cientistas, com essa nova configuração, além de permitir que se tenha maior controle sobre o sistema, resultando em maior eficiência, o tempo de resposta das turbinas é menor, assim como o desgaste de seus componentes, o que, por sua vez, se traduz em cortes em manutenção. Os pesquisadores pretendem continuar trabalhando no desenvolvimento de sua técnica e a expectativa é de que ocorra uma dramática queda nos custos de produção de energia eólica e todos se beneficiem com isso.

Fonte: Techtudo, disponível em: https://www.tecmundo.com.br/ciencia/147726-brasileiros-criam-metodo-baratear-producao-energia-eolica.htm

16

Nov

Mercado

Programa de Aceleração BrazilLAB tem inscrições abertas até 18 de novembro

Brasileiros empreendedores já podem comemorar: em 2019 acontecerá a quarta edição do Programa de Aceleração BrazilLAB. A iniciativa visa incentivar startups e conectá-las com o poder público para que suas soluções possam resolver os maiores problemas da sociedade.

As inscrições estão abertas e podem ser realizadas neste link até 18 de novembro de 2019. Quer saber mais a respeito do Programa de Aceleração BrazilLAB, da premiação e do que os empreendedores precisam fazer para inscrever suas startups? Então continue a ler.

O que é o BrazilLAB?

BrazilLAB é uma ONG que incentiva soluções de interesse dos brasileiros. Trata-se de um grupo de pessoas interessadas em conectar empreendedores com soluções com potencial para resolver os maiores problemas da sociedade com o poder público e fazer com que essa união produza frutos para a população.

Uma das formas como o BrazilLAB incentiva o ecossistema de startups é com seu programa de aceleração. O objetivo é apoiar os empreendedores a validarem seus modelos de negócio e aproximarem suas soluções do setor público. Nas três primeiras edições do programa, 55 empresas foram aceleradas e muitas já estão vendendo diretamente para o governo.

Como funciona o Programa de Aceleração BrazilLAB?

O primeiro passo é se registrar no programa de aceleração. A inscrição pode ser realizada neste link até 18 de novembro de 2019.

Vale ressaltar que a startup em questão não precisa ter desenvolvido uma solução especificamente voltada para o setor público. O projeto pode ser selecionado se tiver potencial de impacto e se enquadrar em um dos três desafios propostos pelo BrazilLAB:

  • cidades inteligentes;
  • formação de profissionais na sociedade digital;
  • eficiência de processos no poder público.

Em 13 de dezembro, o BrazilLAB revelará quais são as 25 startups selecionadas para participar do programa. Ao fim de 3 meses de aceleração, os empreendedores serão avaliados por uma banca composta por líderes públicos, parceiros e especialistas. O objetivo é identificar as melhores soluções entre as opções para serem apresentadas a gestores de todo país.

Os três primeiros colocados ganharão horas de assessoria jurídica dedicada e poderão participar de eventos com gestores públicos. O grande vencedor ganhará um contrato de investimento de até R$ 250 mil e uma missão ao tão sonhado Vale do Silício, nos Estados Unidos.

Você tem uma startup com uma solução que se enquadra no perfil das empresas aceleradas pelo BrazilLAB? Então não perca tempo e se inscreva para fazer parte desse programa.

As inscrições estão abertas apenas até 18 de novembro de 2019.

Fonte: Techtudo, disponível em: https://www.tecmundo.com.br/mercado/147775-programa-aceleracao-brazillab-tem-inscricoes-abertas-18-novembro.htm

14

Nov

Mercado

Microsoft é a empresa mais ética dos EUA, revela estudo

Pelo segundo ano consecutivo, um estudo patrocinado pela Forbes e pela Just Capital, colocou a Microsoft como a empresa mais ética de capital aberto dos Estados Unidos. Os rankings são baseados em pesquisas com consumidores e analisam áreas como a forma de atender funcionários, clientes, comunidades, meio ambiente e acionistas.

Com a Microsoft na primeira colocação, a lista seguiu com NVIDIA, Apple, Intel e Salesforce.com. O Facebook ficou na posição de número 149. Nas últimas posições se encontram empresas populares como McDonald’s, Uber e Tesla.

Fonte: Olhar Digital, disponível em: https://olhardigital.com.br/noticia/microsoft-e-a-empresa-mais-etica-dos-eua-diz-estudo/92951

11

Nov

Mercado

Segurança: Exotic Blindados inaugura em Natal blindagem automotiva de alto padrão

A necessidade de garantir a segurança familiar e profissional tem levado cada vez mais pessoas a investirem em proteção pessoal, sem perder de vista a alta performance e um maior nível de exigência na qualidade dos serviços e materiais. É nesse contexto que Natal passa a contar, a partir deste mês, com a melhor tecnologia disponível para blindagem automotiva. A Exotic Blindados inicia suas atividades trazendo a expertise das melhores blindadoras de São Paulo, com 20 anos no mercado e mais de 5 mil carros blindados, alto padrão de qualidade e acabamento impecável.

“Há uma necessidade cada vez maior das pessoas investirem em segurança. Com isso, a blindagem passou a ser vista como uma garantia de maior tranquilidade para a família. Por outro lado, questões que preocupavam quem pretendia investir em blindagem - como a desvalorização e depreciação do veículo -  hoje ficaram para trás, diante da tecnologia oferecida”, afirma Rodrigo Nahas, diretor de produção da Exotic.



Para se ter ideia, somente nos primeiros quatro meses de 2019, Natal teve 2.300 veículos alvo de bandidos, sendo uma média de 19 carros roubados ou furtados por dia, de acordo com a Delegacia de Defesa e Propriedade de Veículos. O carro blindado protege o motorista e os passageiros de uma eventual troca de tiros, de uma ação mais violenta por parte dos bandidos.

Mais resistência e menor peso

A Exotic Blindados trabalha com a Blindagem Nível III A, que é a maior resistência autorizada pelo Exército para o uso civil. “Nosso diferencial é a tecnologia dos produtos como os vidros, que são mais leves. A nossa blindagem é 95% em manta balística de Aramida impermeável, o mesmo material utilizado em coletes à prova de balas, e é feita sob medida”, explica Rodrigo. Ele complementa, explicando que a manta apresenta mais resistência do que outros compostos do mercado e o vidro utilizado pela Exotic é 20% mais leve do que os vidros convencionais. Com isso, a Exotic já nasce tornando-se referência para os mercados do Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco.

Além da blindagem de carros dos mais variados modelos, a Exotic oferece o serviço de manutenção de veículos blindados com qualquer tecnologia, garantindo a segurança e a valorização do carro. A revisão de blindagem visa avaliar pontos estratégicos do veículos – como vidros, portas, amortecedores – e, se necessário, realizar ajustes fundamentais para o prolongamento da vida útil do veículo e da blindagem.  “Além de garantir a efetividade da blindagem”, explica Rodrigo.

8

Nov

Mercado

Empresas poderão abrir filiais em outros estados instantaneamente

A abertura de filiais de empresas em estados fora da sede passou a ser instantânea. Por meio da integração digital das juntas comerciais, o registro de outras unidades em outros estados pode ser feito diretamente da mesma Junta Comercial da matriz, em minutos.

Até recentemente, a abertura de filiais em outros estados demorava várias semanas. O empresário que precisasse abrir uma filial em outro estado tinha de ir à Junta Comercial da matriz e fazer uma alteração contratual. Depois de esperar o pedido ser deferido (aprovado), o empresário tinha de ir à Junta Comercial da cidade da filial para fazer o registro.

No caso de empresas que abrem várias filiais ao mesmo tempo, era necessário ir às juntas comerciais de várias cidades para fazer o registro, o que gerava custos com processos, deslocamentos, despachantes e logística. Agora, bastará o empresário esperar a aprovação do registro na matriz para ter o registro liberado em todas as localidades das filiais. O processo também passa a ser automático para alterações no registro, transferências de sede e extinções em âmbito interestadual.

A troca de informações entre as juntas comerciais e os órgãos públicos se dará por meio da modernização da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim). O procedimento foi regulamentado com a Instrução Normativa nº 66, publicada em 7 de agosto no Diário Oficial da União.

Além das juntas comerciais, a modernização envolve a Receita Federal, principal gestora do Portal Redesim; o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), responsável por criar a infraestrutura para a integração dos dados, e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), que deu apoio financeiro e entrou com conhecimento no processo de abertura de empresas.

Fonte: Agência Brasil

8

Nov

Mercado

Detran reforça que cidadão não precisa de terceiros para acessar serviços

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) está reforçando junto aos usuários a dispensabilidade de atravessadores para que o cidadão seja atendido nas suas demandas junto às coordenadorias de Registro de Condutores, de Veículos e na Coordenadoria Médica. O plano do Detran é também de alertar aos cidadãos que fazem uso de terceiros para efetivar serviços, que não esqueçam de verificar se aquele profissional é credenciado pelo Detran para atuar como despachante.

O coordenador de Habilitação do Detran, Jonas Godeiro, explicou que o órgão vem facilitando e agilizando cada vez mais os processos de atendimento ao usuário. Dessa maneira, fica bem mais simples e rápido que o próprio cidadão venha ao Detran e solicite seu serviço diretamente ao setor competente.

Outro ponto lembrado pelo coordenador é que vários serviços de competência do Departamento podem ser solicitados via internet, pelo site do Detran, ou mesmo pelo aplicativo para smartphone, “Detran RN”.

No caso de Habilitação de Condutores, há diversos serviços já disponíveis ao cidadão pelo sistema online do Órgão, a exemplo de agendamento de teste prático de direção veicular, solicitação de segunda via de CNH, renovação de CNH, pedido de Permissão Internacional para Dirigir (PID), CNH Digital, além de outros tipos de abertura de processos onde, inclusive, o usuário pode gerar o boleto de pagamento, pagar e chegar ao Detran com essa etapa do serviço já concluída.

O coordenador de Registro de Veículos do Detran, Carlos Silvestre, lembrou que em último caso o cidadão pode constituir procuradores para atuar por terceiros. Essa situação é de duas naturezas, sendo uma pessoa física qualquer, onde o interessado deve constituir uma procuração pública se dirigindo ao Detran e especificando o serviço autorizado. “Já no outro caso, é quando for um advogado ou despachante credenciado, que a procuração pode ser particular”, completou.

No uso de terceiro que se apresenta como despachante é importante que o cidadão verifique a veracidade da informação conferindo os dados no sistema do Detran por meio do link: Despachantes Credenciados.

7

Nov

Mercado

Seis em cada 10 empresários querem investir, mostra pesquisa do Sebrae

O Estudo Sondagem Conjuntural, do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), com dados de setembro, mostra a retomada do otimismo entre os donos de micro e pequenas empresas. O percentual daqueles que acreditam na melhoria do cenário econômico cresceu de 56% em agosto para 59% em setembro. Ainda segundo o levantamento, seis em cada 10 empresários (58%) têm planos de investir no próprio negócio em 12 meses. A pesquisa ouviu quase 3 mil empreendedores entre os dias 11 e 18 de setembro.

Os dados mostram que 79% dos entrevistados que têm dificuldades em contratar mão de obra especializada optam por contratar pessoas inexperientes e capacitam no próprio estabelecimento. De acordo com o Sebrae, isso comprova que as micro e pequenas empresas têm sido responsáveis não apenas pela geração de postos de trabalho, mas também pela formação de mão de obra no país.

“A Sondagem Conjuntural mostra que 62% dos empreendedores entrevistados estão na expectativa de aumentar o faturamento e 93% dos que estão otimistas acreditam que o crescimento dos negócios se dará com o governo atual”, diz nota do Sebrae. Entre os setores mais otimistas destacam-se a construção civil (65%) e empresas de pequeno porte. Para o presidente do Sebrae, Carlos Melles, os pequenos negócios têm sido um dos alavancadores da economia no Brasil, pois são eles que estão gerando mais emprego e renda.

"Os donos de micro e pequenas empresas estão confiantes no futuro do país”, afirmou. “Somente este ano, foram mais de 670 mil vagas criadas pelas micro e pequenas empresas, o que representou cerca de 90% do total de postos de trabalho com carteira assinada, superando todo o saldo de 2018”, acrescentou.

Confira os números da pesquisa

- Total recorde de empresários (35%) quer contratar funcionários nos próximos 12 meses; - O percentual de empresários otimistas com o futuro da economia aumentou de 56% para 59%.; - Este percentual é o terceiro maior da série iniciada em 2017, e superou em 55% o do mesmo mês de 2018; - O total de empreendedores otimistas em relação ao faturamento de suas empresas subiu para 62%; - 93% dos otimistas com a economia acreditam que o país irá crescer mais com o governo atual; - O otimismo é mais expressivo entre as EPP e os que atuam na Construção Civil; - Cerca de 6 em cada 10 empresários (58%) querem investir nos próximos 12 meses; - Mais da metade dos entrevistados (51%) disseram ter dificuldades em contratar mão de obra; - 79% dos empresários têm optado por contratar pessoas inexperientes, capacitando-as no dia a dia da empresa.

7

Nov

Mercado

Mercado imobiliário do RN também adere à Black Friday

Antes voltada apenas para produtos eletrônicos, móveis e roupas, a Black Friday expande a sua realização para outros setores no Rio Grande do Norte. O mercado imobiliário potiguar é um dos que vai aproveitar a data este ano, que acontece em 29 de novembro em todo o Brasil, com oportunidades para quem deseja investir em imóveis.
 
A Smart City Natal (www.smartcitynatal.com.br), que está sendo construída pela Planet Smart City, em parceria com a Habitax Urbanismo, está com oferta para a Black Friday.
 
O consumidor pode contar com entrada facilitada e bônus de R$ 10 mil na compra de lotes na segunda cidade inteligente inclusiva do mundo, que está sendo construída em São Gonçalo do Amarante, na região metropolitana de Natal. As unidades poderão ser financiadas com parcelas a partir de R$ 399, que serão corrigidas anualmente pelo IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado). A promoção é válida até 30 de novembro de 2019.
 
Black Friday 2019
 
Uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostra que seis em cada dez consumidores têm a intenção de fazer compras durante a Black Friday 2019.
 
Com 170 hectares e capacidade para 15 mil moradores, a Smart City Natal traduz um novo jeito de viver: conectado, seguro, sustentável e colaborativo para oferecer mais qualidade de vida aos seus moradores, por meio de mais de 50 soluções inteligentes.
 
Sobre a Planet Smart City
 
A Planet Smart City projeta e constrói cidades e bairros inteligentes a preços acessíveis. A empresa integra soluções inovadoras em quatro áreas-chave - arquitetura e planejamento urbanístico, tecnologia, meio ambiente e práticas de inovação social - para oferecer residências de alta qualidade. O Planet App, aplicativo desenvolvido pela empresa, funciona como painel de controle das soluções implantadas e garante acesso a serviços e atividades sociais.
 
A missão da Planet é democratizar o acesso a moradia em países com alto déficit habitacional e transformar a forma de morar integrando tecnologia, sustentabilidade e serviços para oferecer qualidade de vida superior aos seus moradores. Com sede em Londres, a Planet tem escritórios na Itália e no Brasil, onde está construindo também a Smart City Laguna, no Ceará, e a Smart City Natal, no Rio Grande do Norte. Mais informações sobre a Black Friday da Smart City Natal: (85) 99870-0138

6

Nov

Mercado

Especialista vai mostrar a empresários como crise pode se transformar em oportunidade

Enxergar a crise como uma oportunidade. Esse é o objetivo de uma palestra voltada para empresários e empreendedores que será ministrada pelo consultor empresarial e especialista em liderança e análise comportamental, Fábio San Martin. O evento vai acontecer no próximo dia 13 de novembro, a partir das 19h, no Tirol Office, na avenida Afonso Pena, 1206. As inscrições são gratuitas e as vagas são limitadas.

A palestra “Crise: oportunidade à vista” vai apresentar uma síntese do contexto 2019 e a projeção para 2020, do ponto de vista econômico e empresarial. Serão analisados dados e pesquisas da atualidade, apontando as alternativas para transformar escassez em oportunidade, alavancando desempenho e promovendo mais resultados, baseado nas práticas das melhores empresas.

“Os empresários vão compreender de maneira realista o que está acontecendo no cenário econômico, sem fantasia e sem movimento político. Eles vão conhecer cases de negócios que acertaram nas estratégias e estão conseguindo prosperar. Nossa intenção é despertar na cabeça do empresário que 2020 pode ser um ano de boas oportunidades”, sintetizou Fábio San Martin, que tem 20 anos de experiencia na área empresarial e já atendeu 500 empresas no Brasil e no exterior.

As inscrições podem ser feitas pelos telefones (84) 9-9177-4013 (Whastapp) ou (84) 3081-6567. A realização da palestra é uma parceria do centro empresarial Tirol Office com a San Martin & Niklas Desenvolvimento Humano, NOV4 Gestão Empresarial e All BPO Financeiro.

5

Nov

Mercado

Detran cumpre cronograma de testes monitorados de direção no interior

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) iniciou o cumprimento do cronograma de avaliações práticas monitoradas de direção veicular que acontecem durante todo este mês de novembro nas cidades do interior do Estado. No total, 27 municípios distribuídos em todas as regiões do Rio Grande do Norte estarão recebendo a visita dos examinadores do Detran para avaliar os candidatos a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Os municípios que receberão as equipes de examinadores do Detran são: Nova Cruz (04); Passa e Fica (05); Goianinha e São José do Mipibu (06); São Paulo do Potengi (07); Ceará Mirim e Extremoz (08); São Miguel (11); Alexandria e Caraúbas (12); Assú e Angicos (13); Alto dos Rodrigues e Macau (14); Parelhas e Acari (18); Caicó e Jardim do Seridó (19); Currais Novos e Lagoa Nova (20); Jaçanã e Santa Cruz (25); Jucurutu e Patu (26); Umarizal (27); Apodi (28); e Pau dos Ferros (29).

Os examinadores analisam o conhecimento prático de volante dos alunos que já foram considerados aptos nos exames médico e psicológico, e que também já concluíram a carga horária de aulas prática e teórica ministradas pelo centro de formação de condutor de sua escolha.

Para que o candidato seja aprovado no teste é necessário que ele não cometa nenhuma falta eliminatória e que a soma dos pontos negativos seja menor do que três. No caso de reprovação o candidato só poderá repetir o exame decorrido 15 dias da divulgação do resultado.

De acordo com informações coletadas no setor de Estatística do Detran, em 2018 foram realizados no Estado 57.390 testes práticos de direção veicular, correspondendo a uma média mensal de 4.782 avaliações. Desse total de teste realizados durante o ano passado, cerca de 79% dos candidatos foram aprovados e 21% foram considerados inaptos.

4

Nov

Mercado

Especialista explica como planejamento financeiro é essencial para garantir futuro dos negócios

O ano de 2019 está indo embora e com isso chega o momento de avaliar o que deu certo e o que deu errado nos negócios. Contudo, mais importante do que esse balanço, é criar um plano de ação para o ano que está chegando. Todo bom empreendedor sabe que sem um planejamento financeiro não é possível garantir uma vida longa à sua empresa. E nada melhor do que fazer isso agora para não passar perrengue depois.

Um planejamento financeiro serve para fazer a previsão de receitas e despesas de um negócio, buscando reduzir aquelas que são transitórias ou dispensáveis. Assim, o empreendedor vai saber quanto ele poderá faturar, gastar, investir e lucrar.

Para o contador e CEO da Way Contabilidade, Péricles Medeiros, um bom planejamento passa pelo conhecimento do empreendedor sobre o seu negócio. “É preciso ter conhecimento real da situação financeira, inclusive de todas as despesas da empresa. Muitos empresários só se concentram nas suas receitas, mas existe um fator importante e escondido em suas organizações que são as despesas invisíveis, provocadas por processos ineficientes, etapas desnecessárias que encarecem a produção, excesso de burocracia, falta de tecnologia, entre outros”, explicou.  

Cuidar desse plano de ação sozinho não é tarefa fácil. Por isso, o empreendedor precisa da ajuda de bons profissionais. Ele também deve contar com a sua equipe, principalmente com aqueles colaboradores que são as peças-chave nos setores estratégicos da empresa. “Buscar ajuda de um profissional que tenha conhecimento de gestão estratégica é essencial.  Tanto a elaboração quanto a execução do planejamento devem ser acompanhadas. Não adianta ter um bom plano se a execução não será aplicada. Ainda é necessária uma ampla discussão com a equipe da empresa para que todos tenham consciência das metas de faturamento e de gastos”, alertou.

Conjuntura Econômica

Todo o histórico econômico do negócio servirá como experiência para a construção de uma nova realidade a ser enfrentada. É importante analisar a conjuntura econômica nacional e regional para tomar as melhores decisões e não cair em situações de risco. Péricles Medeiros explica que o empresário deve levar em consideração todos os cenários, mas pelo menos três devem ser projetados:  um ideal, um ruim e outro péssimo.

 “As empresas que dependem de clientes que recebem seus salários de órgãos públicos, por exemplo. Já deve estar previsto no planejamento que, em caso de atraso dos salários dos servidores, a empresa perderá receitas. Como consequência, deve pensar na alternativa de retomada do faturamento”, ensinou.

Para finalizar, o especialista dá uma dica valiosa para quem não quer deixar seu negócio sair dos trilhos. “Um dos segredos de um bom planejamento financeiro é medir o que está gerenciando. Tem uma frase que grandes estudiosos sempre mencionam quando se fala em gestão: ‘Não é possível gerenciar o que não se mede’. Depois, é só colocar a mão na massa e trabalhar muito para garantir o sucesso da sua empresa”.

4

Nov

Mercado

Comércio e serviço empregam mais de 70% dos trabalhadores potiguares

Nos nove primeiros meses do ano, as empresas do setor de serviços no Rio Grande do Norte acumulam um estoque de 45% das pessoas empregadas com carteira assinada em todo o estado. Isso significa uma massa de trabalhadores composta por 192.063 potiguares. Já o comércio é o segundo segmento com mais gente empregada, com 110.162 pessoas contratadas formalmente. Juntos, esses dois setores respondem por 70,7% do estoque de empregos no Rio Grande do Norte, que, em setembro, chegou a 427,3 mil vagas ocupadas.

Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregado s (Caged), do Ministério da Economia, e constam na edição 45 do Boletim dos Pequenos Negócios do RN, um informativo trimestral elaborado pelo Sebrae no Rio Grande do Norte que traz os principais indicadores da economia potiguar e os reflexos para o segmento das micro e pequenas empresas. A publicação foi divulgada nesta quinta-feira (24) e traz, entre outros assuntos, uma análise completa do mercado de trabalho no Rio Grande do Norte.

O informativo pode ser conferido na íntegra no Portal do Sebrae (www.rn.sebrae.com.br), na seção 'Estudos e Pesquisas’. De acordo com o estudo, o setor de serviços continua na liderança da abertura de novas frentes de trabalho no RN durante os nove primeiros meses de 2019. As empresas ligadas à prestação de serviço foram responsáveis por trazer para o mercado de trabalho formal um contingente de 2.986 potiguares.

O aquecimento o mercado de trabalho formal no RN foi o sétimo melhor da região Nordeste no acumulado do ano. Isso porque os estados de Alagoas e Sergipe apresentaram saldos negativos, em 2.240 e 1.065 vagas encerradas respectivamente, e a Bahia foi recordista em contratações, com um saldo de 38.002 vagas, seguida do Maranhão (9.418 vagas), Pernambuco (5.895 vagas), Ceará (5.090 vagas), Paraíba (4.674 vagas) e Piauí (3.299 vagas).

Segundo o estudo, as microempresas até agora têm segurado as baixas registradas no mercado de trabalho formal e foram as que mais abriram novas vagas até o terceiro trimestre do ano. As organizações desse porte criaram 4.987 novas vagas no RN e foram as únicas a ter um número maior de contratações frente às demissões. As empresas de demais porte todas tiveram baixas de empregados no acumulado do ano.

1

Nov

Mercado

Startups disputam vaga no concurso Go Unicórnio

O GO Unicórnio!, concurso de startups do Fórum Negócios, promove nesta segunda-feira (4/11), às 19h, no SebraLab (Sebrae/RN), o Meet Up. Empresas inovadoras disputam quatro vagas no concurso que será realizado no dia 9 de novembro (sábado), no palco principal do maior evento de empreendedorismo do Norte/Nordeste, na Arena das Dunas. Uma curadoria, no dia seguinte, definirá as empresas que vão apresentar seus pitches (apresentações de 5 minutos) no Fórum Negócios.

Em 2018, a Click Pão foi a empresa vencedora do concurso GO Unicórnio!. O Fórum Negócios gerou dez milhões de reais em negócios. Foram mais de 40 palestras, 600 profissionais envolvidos diretamente, 45 empresas expositoras, 30 horas de conteúdo rico para 3,6 mil pessoas e 36 rodadas de negócios. Os números mostram a grandeza do evento, que, este ano, deve ter um crescimento superior aos 50%. "Os números estão aí para provar que, realmente, conseguimos fazer um trabalho diferenciado, com muito carinho, para atender um público qualificado", comentou o empresário André de Paula, um dos sócios do evento, ao lado de Jean Valério, Jeanny Damas e Vitor Ribeiro. 

1

Nov

Mercado

Informalidade no mercado de trabalho é recorde, divulga IBGE

Houve discreto aumento no número de pessoas ocupadas no país, que chegou a 93,8 milhões no trimestre encerrado em setembro, um aumento de 0,5% na comparação com o trimestre encerrado em junho deste ano, equivalente a 459 mil pessoas, e de 1,6% na comparação anual.

Porém, o contingente de pessoas que conseguiu trabalho no período está em condição de informalidade, que atingiu um recorde da série histórica, iniciada em 2012, chegando a 41,4% da força de trabalho ocupada no Brasil. É o que apontam os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua (Pnad Contínua), divulgada nesta quinta-feira (31), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A taxa de desocupação caiu de 12% para 11,8% na comparação entre o trimestre terminado em junho e o terminado em setembro, somando 12,5 milhões de pessoas. No terceiro trimestre de 2018 a taxa ficou em 11,9%. A gerente da Pnad, Adriana Beringuy, destaca que essas pessoas estão se inserindo no mercado na condição de trabalhadores por conta própria e de empregados no setor privado sem carteira assinada.

“A gente ressalta que estamos diante de uma melhora quantitativa desse mercado de trabalho, ou seja, de fato há mais pessoas trabalhando. Mas a forma de inserção que esses trabalhadores estão tendo nesse mercado é mais aderente a postos de trabalho associados à informalidade e com todas as repercussões que isso causa no mercado”, disse Adriana. 

Ocupação

O número de empregados que trabalham no setor privado sem a carteira assinada chegou a 11,8 milhões de pessoas no trimestre encerrado em setembro, um aumento de 2,9% na comparação com o trimestre anterior e de 3,4% em relação ao terceiro trimestre de 2018.

A categoria trabalhadores por conta própria também apresentou recorde na série histórica, com 24,4 milhões de pessoas nesta condição, um aumento de 1,2% em relação ao trimestre anterior e de 4,3% no mesmo período do ano passado. Desse total, 4,9 milhões tem CNPJ, ou seja, registro como empresa, e 19,5 milhões não têm.

Fonte: Agência Brasil

1

Nov

Mercado

Lei: Empresas terão que informar dados de funcionários ao consumidor

A Câmara Municipal de Natal aprovou, na tarde desta quinta-feira (31), Projeto de Lei 017/2019, de autoria do vereador Kleber Fernandes (PDT), que obriga empresas prestadoras de serviço a informar previamente aos seus clientes dados dos funcionários que executarão os serviços demandados em suas residências ou sedes.

De acordo com o projeto, a empresa fica obrigada a em até o mínimo de uma hora antes do horário agendado para a realização do serviço solicitado pelo consumidor, enviar mensagens ao celular e e-mail informando nomes e números do documento de identidade das pessoas que irão executar o atendimento. 

O projeto também coloca a recomendação de envio adicional de foto, sempre que possível. Serão impactadas pela futura lei empresas de telefonia e internet, televisão a cabo, satélite e digital, concessionárias de energia elétrica, empresas de seguro, entre outras.

Para o autor do projeto a ideia da futura lei (que segue para sanção do Executivo) se é dar mais segurança aos clientes na hora de receber estas visitas técnicas. “Nós sabemos que muitos assaltos a residências ocorrem no contexto de situações facilitadoras para as ações criminosas. Com esta Lei, o consumidor ficará mais tranquilo em saber que a pessoa que irá receber em sua casa ou empresa é, de fato, enviada pela empresa”, ressaltou o vereador Kleber Fernandes.