Educação

17

Set

Educação

Escolas de Mossoró e Assu selecionadas para projeto que vai apontar melhores práticas no país

As escolas municipais Professora Niná Ribeiro de Macedo Rebouças e Rotary, em Mossoró, e Nair Fernandes, em Assu, foram selecionadas para um estudo nacional que, ao final, vai mostrar as melhores experiências de educação pública do Brasil, nas redes de ensino fundamental (1º ao 9º ano). O levantamento está sendo realizado pelo Instituto Rui Barbosa (IRB) e o Interdisciplinaridade e Evidências no Debate Educacional (IEDE), organizações responsáveis pelo projeto “Educação que faz a Diferença”, iniciativa que conta com apoio dos Tribunais de Contas de todo o país.

O projeto visa reconhecer e dar visibilidade às redes de ensino que estão realizando um trabalho de destaque, além de identificar e documentar as práticas de gestão e de acompanhamento pedagógico e administrativo adotado por cada uma delas, de modo que possam servir de inspiração para outros municípios.  “Espera-se, com isso, contribuir para a melhoria da qualidade e da equidade na educação brasileira”, explicou o diretor da Escola de Contas do TCE-RN, conselheiro Tarcísio Costa, destacando a importância da iniciativa lembrando uma frase do mestre Paulo Freire, quando. “Educação não transforma o mundo. Educação muda as pessoas. Pessoas transformam o mundo”.

A ação, executada em várias etapas, começou com a análise de indicadores como os resultados do IDEB e Prova Brasil, selecionando assim as escolas participantes da pesquisa de campo.  A segunda etapa do processo consistiu na aplicação de questionários e entrevistas, realizadas por equipes dos Tribunais de Contas nas unidades de ensino. No Rio Grande do Norte, o trabalho foi realizado pelos auditores de controle externo Aleson Amaral e Luzenildo Morais da Silva, que passaram uma semana visitando as três escolas selecionadas, conferindo in loco os resultados apresentados.

As escolas analisadas poderão ser reconhecidas com base em três patamares: Redes de Excelência – integradas pelas unidades que, a despeito de todos os desafios que enfrentam, conseguiram atingir patamares de qualidade com equidade, garantindo o aprendizado de todos os alunos; Redes Bom Percurso – apresentam evolução consistente na aprendizagem dos alunos e no fluxo escolar, mas ainda não atingiram indicadores expressivos e; Destaque Regional, integradas pelas redes nos estados em que se encontram e respeitam critérios mínimos de qualidade.

Com o trabalho de coleta de dados encerrado, os resultados são encaminhados para o IRB e IEDE, que fazem a compilação final dos indicadores e definem, a partir de critérios previamente elaborados, as escolas selecionadas para receber um selo de qualidade, como referência do trabalho que executam. A pesquisa resulta numa publicação com boas práticas, difundida em todo o país, cujo resultado e lançamento ocorrerão em evento previsto para ser realizado até dezembro.

17

Set

Educação

Pós em Ciências Contábeis realiza seleção para mestrado na UFRN

O Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis (PPGCCon) realiza seleção para curso de Mestrado Acadêmico em Ciências Contábeis, na seguinte linha de pesquisa: Estudo dos impactos da contabilidade nas organizações e na sociedade, com ingresso em 2020.1. Serão disponibilizadas 21 vagas e as inscrições vão até o dia 13 de outubro.

O processo seletivo será dividido em duas fases: a primeira fase contará com prova de conhecimentos gerais e a segunda com a análise e avaliação de anteprojeto de dissertação de mestrado. O resultado final sairá no dia 2 de dezembro. As inscrições são feitas via Sigaa. Para mais informações, acesse o link

17

Set

Educação

Editora do IFRN abre seleção de propostas de livros

A Coordenação da Editora do IFRN divulgou, nesta segunda-feira (16), o Edital nº 17/2019, que tem por objetivo selecionar obras a serem publicadas pela Editora no ano de 2020. Ao todo, serão selecionadas 10 (dez) obras originais e inéditas para publicação, de autoria individual ou coletiva, as quais serão submetidas à avaliação e aprovação do Conselho Editorial da Editora IFRN. O período para submissão de originais segue até 3 de novembro com previsão de lançamento em outubro de 2020, conforme cronograma do Edital.

17

Set

Educação

Biofórum recebe na UFRN pesquisadores de Instituto Científico da Califórnia

O Programa de Pós-graduação em Ecologia realiza nesta quarta-feira (18) mais uma edição do Biofórum, com  convidados do Carnegie Institute for Science (Califórnia, Estados Unidos), organização americana criada para apoiar a investigação científica. 

Manoela Romanó de Orte e David A. Koweek vão debater sobre temas relacionados ao ambiente marinho.  Manoela Romanó atua na área de Oceanografia e vai abordar  “O efeito das mudanças climáticas na calcificação de recifes de corais”.  David  Koweek vai falar sobre “Downwelling: uma solução para reduzir hipoxia em ambientes costeiros”. 

As apresentações acontecem na sala Didático I do Departamento de Ecologia, no Centro de Biociência, às 16h. Para mais informações, acesse: Instagram: https://www.instagram.com/bioforum_cb_ufrn/ ou Facebook: https://www.facebook.com/bioforumufrn/

16

Set

Educação

Ufersa entra no ranking mundial das melhores universidades do mundo

Pela primeira vez na história, a Ufersa conseguiu entrar no ranking mundial de universidades da Times Higher Education – THE, uma instituição britânica que produz uma das principais avaliações educacionais do mundo. A Universidade do Semi-Árido foi uma das onze instituições brasileiras que constam pela primeira vez neste ranking, que em 2019 reúne 1396 universidades de 92 países.

O ranking avalia os critérios de ensino, pesquisa, extensão, citação e visibilidade internacional. E nesse contexto, o destaque da Ufersa foi no quesito ensino, ficando na posição de número 533 do mundo. Outro destaque excepcional desse resultado é que a exceção das regiões Sul e Sudeste, a Ufersa foi a única universidade do interior do Brasil a aparecer no ranking.

O balanço foi divulgado nesta quarta, dia 11, e mesmo com a comunidade acadêmica em recesso, o resultado foi bastante comemorado e compartilhado nas redes sociais. O nome da Ufersa também foi destaque nos grandes portais e sites de notícias do Brasil e do mundo. Para o Reitor em exercício, o professor José Domingues Fontenele Neto, esse resultado é fruto de um trabalho que vem sendo plantado nos últimos anos com governança, transparência e gestão.

“Estamos orgulhosos em ver que a Ufersa apareceu nesse ranking que para nós é um  grande divisor de águas. Toda a comunidade está de parabéns, professores, técnicos e alunos. A conquista é de todos e ela não para aqui. Temos outras metas e desafios a conquistar”, comentou Domingues. Além de estar dentro do ranking mundial, a Ufersa também já conquistou lugar, nos últimos anos, em outros dois rankings internacionais promovidos pela THE: no ranking da América Latina e no ranking de impacto.

16

Set

Educação

Concurso fotográfico da UFRN tem inscrições abertas para materiais que expõem a fauna e flora nativa potiguar

Já pensou em ter alguma fotografia de sua autoria reconhecida por um concurso? Bom, se você já fotografou animais ou plantas, isso pode ser possível com a sua participação no Primeiro Concurso Fotográfico da Mata dos Saguis. E se não fotografou, ainda dá tempo. Sob a perspectiva do tema Fauna e Flora Nativa Potiguar, o concurso procura incentivar o contato das pessoas com o meio ambiente no Rio Grande do Norte e está aberto para todos os públicos, com inscrições até 18 de outubro. Organizado pelo projeto de extensão Laboratório Natural Mata dos Saguis, do Departamento de Ecologia do Centro de Biociências, a iniciativa provoca a consciência ambiental e o sentimento de preservação.

Os interessados podem concorrer com até duas fotos, coloridas ou em preto e branco, em formato JPEG. As fotos precisam ser assinadas e conter informações como data da produção, município do RN onde foi tirada e o nome científico da espécie fotografada. Os candidatos também devem informar nome completo, CPF, escolaridade, formação acadêmica/profissão ou curso e instituição onde estudam (caso sejam estudantes), além de telefone para contato pelo e-mail: <florestinha.ufrn@gmail.com>. As fotografias inscritas passarão por três fases de seleção. Na primeira fase, os próprios integrantes do Laboratório Natural vão selecionar as 70% melhores fotografias válidas.

Na segunda, as imagens selecionadas passarão por uma nova avaliação, com apreciação de membros da organização, fotógrafos profissionais convidados e pelo público, que terá acesso pelo meio virtual. Com o resultado da segunda fase, serão escolhidas para a terceira as 15 melhores fotografias, que serão impressas e expostas no Centro de Biociências da UFRN. A exposição contará com uma votação local e final, exclusiva para o público visitante.  O cálculo para o resultado final do concurso será obtido por meio da média das pontuações obtidas na segunda e na terceira fases.

Todos as fotografias classificadas serão publicadas no site oficial do Laboratório Natural Mata dos Saguis, ao final do concurso, e receberão certificado de participação. Os autores das 10 melhores fotografias terão em seus certificados a ordem de classificação, e os cinco primeiros colocados serão premiados, cada um, com um livro que doado por professores da UFRN. O resultado final será divulgado no dia 19 de novembro. Para mais informações, confira o edital.

13

Set

Educação

IFRN é considerada a quinta melhor instituição federal de ensino do país

De acordo com o último relatório do índice integrado de governança (iGG), divulgado no final de agosto pelo Tribunal de Contas da União (TCU), o IFRN aparece na segunda posição de toda a Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica e na quinta geral, dentre todas as instituições federais de ensino do país, que também engloba as universidades. Os resultados foram obtidos com base em levantamento de dados feito em 2017 sobre governança e gestão na administração pública federal (APF), de maneira a identificar os pontos mais vulneráveis e induzir melhorias nas quatro aéreas analisadas: gestão em tecnologia da informação (TI), contratações, gestão de pessoas e resultados.

A governança na APF refere-se à capacidade que as instituições têm de produzir e entregar valor, isto é, a entrega de resultados, de forma eficiente e com riscos bem geridos. Em geral, em uma instituição pública, o valor costuma ser percebido como benefícios para a sociedade. Quanto mais valor se entrega, melhor costuma ser a governança. No entanto, os resultados sugerem que as boas práticas de governança pública corporativa ainda são um desafio para maior parte das 488 organizações relacionadas. O levantamento apontou que 58% delas se encontram em estágio inicial no iGG; 39% em estágio intermediário e somente 3% em estágio mais avançado. 

Para o Pró-Reitor de Planejamento e Desenvolvimento Institucional, professor Marcos Oliveira, o IFRN está no rumo certo, implementando os mecanismos necessários para continuar avançando. “Trabalhamos na perspectiva de realizar as entregas que a sociedade espera, a partir da otimização do fazer institucional em todas as áreas de atuação, com responsabilidade de transparência. Demos início à implantação do novo PDI 2019-2026, com agenda de visitas a todos os campi, iniciada desde o mês de agosto deste ano, possibilitando a construção de instrumentos para acompanhamento de desempenho tanto por parte da comunidade acadêmica quanto da sociedade em geral”, afirma.

13

Set

Educação

CEI Romualdo participa de Encontro Nacional de Escolas Associadas da Unesco

Membro do Programa das Escolas Associadas da Unesco (PEA), o CEI Romualdo está presente do Encontro Nacional da PEA em Ouro Preto-MG que ocorre até esta sexta-feira (13). O objetivo do encontro é proporcionar um ambiente de trocas de experiências entre os educadores da Rede, bem como promover a formação sobre os temas centrais de trabalho da UNESCO. Participam do encontro a diretora adjunta, Flávia Nóbrega e as orientadoras pedagógicas, Fabiana Reis, Suseli Ferreira Christiane Duarte e Ana Catarina.

13

Set

Educação

Colégio Porto inaugura espaço no Midway Mall

Colégio Porto, instituição lançada por um grupo de experientes professores e empreendedores da educação, inaugura, neste sábado (14), um espaço de atendimento no Shopping Midway Mall para prestar informações aos alunos e apresentar detalhes do projeto inovador, como material didático e metodologia de ensino. Os interessados já poderão fazer sua pré-reserva. A instituição educacional funcionará na Avenida Senador Salgado Filho, vizinho à UnP.

Fazem parte do Conselho fundadores da escola os empresários Paulo de Paula (Fundador da UnP: maior universidade privada do Norte-Nordeste), André Cury (Professor de Matemática campeão de aprovação Enem), Eduardo Bezerra e Marcelo Freitas (Fundadores da escola canadense bilíngue de Natal).

Através de metodologia de trabalho que junta a família e a escola, incorporando novas tecnologias e disciplinas, a proposta do Colégio Porto é preparar os seus alunos para conquistarem resultados acima da média. O Colégio Porto atenderá, inicialmente, turmas de 1ª, 2ª e 3ª séries do ensino médio.

13

Set

Educação

Jornada Interdisciplinar capacita estudantes para a prevenção do suicídio

Futuros profissionais de Psicologia e Enfermagem estarão juntos discutindo e aprendendo mais sobre os mecanismos de identificação e tratamento para pessoas com comportamento suicida. Em alusão à campanha Setembro Amarelo, que visa conscientizar à população sobre a prevenção de suicídios, a faculdade Estácio de Natal, unidade Ponta Negra, promove a I Jornada Interdisciplinar de Valorização à Vida. O evento ocorrerá de 17 a 20 de setembro, na própria instituição.

A proposta, segundo o professor de Psicologia, Zacarias Ramalho, um dos coordenadores do evento, é trazer à academia novas informações de saúde sobre a temática - como as novas tecnologias utilizadas para identificação e tratamento do comportamento que pode levar ao suicídio - além de prepará-los aos cuidados com os pacientes acometido por algum tipo de transtorno mental.

“É muito importante esta integração entre a Enfermagem e a Psicologia, pois para o cuidado com o paciente é preciso uma ação conjunta e interdisciplinar”, frisa. A preocupação é internacional: a Organização Mundial da Saúde (OMS) estabeleceu a meta de reduzir em 10% os casos de mortes por suicídio até 2020.

Além das orientações aos estudantes, a Jornada irá expor a situação atual do sistema de saúde. “Ainda há muita dificuldade para o tratamento de pessoas com comportamento suicida, principalmente na atenção básica. Muitas vezes o profissional de saúde identifica a necessidade de um tratamento, mas não há como encaminhar por falta de vagas para consultas psicológicas”, comenta a professora do curso de Enfermagem da Estácio, Romeika Sena, também coordenadora do evento.

Na programação haverá palestras sobre a promoção de saúde mental a partir do desenvolvimento de atividades artísticas, a produção de cuidado interdisciplinar e multiprofissional na atenção básica. Terá ainda orientações sobre a estratégia de manejo e cuidado com o usuário com transtorno mental, e uma exposição sobre a complexidade da notificação compulsória em tentativas de suicídio e automutilação.

12

Set

Educação

Docente potiguar é selecionada para curso de aperfeiçoamento nos EUA

Professora da rede estadual de ensino do Rio Grande do Norte foi selecionada para participar do programa Fulbright Distinguished Awards in Teaching Program for International Teachers 2019-2020 (Fulbright DAI), iniciativa internacional de aperfeiçoamento para professores de língua inglesa das redes públicas de ensino. Aprovada com o status de Finalist, a docente potiguar realizará um curso de aprimoramento em um período de cinco meses nos Estados Unidos da América (EUA).

Docente de língua inglesa da Escola Estadual Mascarenhas Homem, localizada no bairro de Lagoa Seca, em Natal, Alana Rocha foi aprovada na seleção que envolve docentes efetivos das redes públicas de ensino de 15 países. Durante o período de janeiro a maio de 2020, a professora participará, junto com os demais selecionados, de um curso de aperfeiçoamento em língua inglesa, que acontecerá em uma universidade norte-americana.

Com duração de um semestre acadêmico, o programa oferece atividades como aulas e treinamento intensivo sobre metodologias e estratégias de ensino, planejamento de aula, liderança, bem como o uso de tecnologias em educação. Além disso, as atividades também incluem um estágio supervisionado em uma escola americana de ensino médio, na qual os participantes do Fulbright DAI terão a oportunidade não só de praticar os novos conhecimentos adquiridos, mas também de entrar em contato com a cultura local.

Para Alana, participar de programas de aperfeiçoamento em sua área e que promovam intercâmbio cultural e acadêmico são de grande importância para vida do educador. “Considero muito importante que meus alunos entendam que estou sempre buscando aprimoramento para poder oferecer o melhor como professora e que nunca, nunca mesmo, devemos parar de buscar e levar conhecimento. Quero que eles saibam que levo cada um deles para os EUA”, relata a educadora.

12

Set

Educação

Universidade Federal do RN define quadro de vagas para 2020

O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFRN (Consepe) aprovou na última terça-feira, 10, o quadro de vagas para ingresso de novos estudantes em 2020. Serão oferecidas 8.141 vagas no total, destas 6.933 por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para o qual é mantido o mesmo número de 2019, com distribuição entre 4.649 vagas para o 1º semestre e 2.284 para o 2º semestre. 

As demais vagas se destinam às outras formas de ingresso na UFRN, sendo 229 para as graduações com Processo Seletivo Específico (PSE), que incluem os cursos de Dança, Teatro, Música e Libras; 70 vagas para mobilidade interna, em que os estudantes são transferidos para o mesmo curso de outro campus da UFRN; 101 vagas para o Programa de Estudantes-Convênio de Graduação (PEC-G), voltado aos estudantes de países em desenvolvimento que mantêm acordo com o Brasil, além de 58 vagas para o convênio com instituições do Timor Leste.

A UFRN ainda dispõe de 750 vagas para os cursos de 2º ciclo, que recebem estudantes graduados em primeiro ciclo. Entre eles estão as engenharias de Materiais, do Petróleo, Mecatrônica e Ambiental, além das graduações em Ciência da Computação e Engenharia de Software. 

De acordo com a pró-reitora de Graduação da UFRN, Maria das Vitórias Vieira, o quadro de vagas foi elaborado de acordo com as propostas enviadas pelos cursos. Em relação ao quadro de 2019, foram adicionadas três vagas no curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, que serão ofertadas via PSE.

12

Set

Educação

Brasil é o 7º país em ranking internacional de melhores universidades

O Brasil superou Itália e Espanha e subiu da 9ª para a 7ª posição entre os países com mais representantes no ranking de melhores universidades da revista britânica Times Higher Education (THE), uma das mais importantes em avaliação do ensino superior do mundo. Os Estados Unidos dominam a lista, com 172, e o Brasil tem 46. A melhor colocada – também líder na América Latina – é a Universidade de São Paulo (USP). 

Os dados deste levantamento, que inclui 1396 universidades de 92 países e regiões, foram divulgados nesta quarta-feira, 11. A líder é a Universidade de Oxford, do Reino Unido, que já ocupava o topo no ano anterior. A USP está na posição 251-300 (após o 200º lugar, as instituições são classificadas em faixas), a mesma do ano passado. A segunda brasileira melhor classificada é a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), que ficou na faixa 501-600, mas recuou em relação ao ranking anterior, em que estava no bloco 401-500. Entre as outras brasileiras listadas, a maioria são instituições públicas.

O Chile, segundo melhor país latino-americano no levantamento, tem 18 representantes. Já entre as nações emergentes, o destaque vai para a China. Segundo a revista, a Ásia tem aumentado sua relevância no ranking, ameaçando a predominância dos Estados Unidos e da Europa. O levantamento THE é construído com base em 13 indicadores de desempenho, que consideram fatores como ensino, pesquisa, citações em revistas científicas, registro de patentes e internacionalização.

A editora do ranking da THE Ellie Bothwell classificou como “conquista” o fato de o Brasil ter avançado em relação ao ano anterior em número de representantes. “No entanto, é lamentável que todos os novos registros (as instituições que entraram na lista) do Brasil estejam fora do top 1000 e que várias outras estejam fora da tabela. As constantes questões de financiamento e a falta de uma estratégia de ensino superior não ajudam a solucionar este problema”, afirmou.

“O ensino superior global está se tornando um campo cada vez mais competitivo, à medida que as instituições asiáticas continuam a crescer e o Brasil terá de trabalhar mais para fazer avanços positivos na tabela. Para tal, a crescente hostilidade do governo atual em relação à educação superior inspira pouca confiança”, destacou Ellie.

Fonte: O Estadão, disponível em: https://educacao.estadao.com.br/noticias/geral,brasil-sobe-e-e-o-7-pais-em-ranking-internacional-de-melhores-universidades,70003006137

12

Set

Educação

Professora da UERN é premiada como autora de uma das melhores teses do país

A professora Dra. Ariana Lima Costa foi premiada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) como autora de uma das melhores teses do país. Ariana é docente do Departamento de História do Campus Central da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e recebeu a menção honrosa, equivalente a uma medalha de prata, pelo trabalho “De um Curso D’água a Outro: memória e disciplinarização do saber histórico na formação dos primeiros professores do curso de história da USP”.

Em janeiro, a tese dela já tinha sido vencedora do Prêmio Manuel Salgado de Melhor Tese como o melhor trabalho do Programa de Pós-graduação em História Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro (PPGHIS/UFRJ) onde Ariana foi aluna sob orientação da professora Marieta de Morais Ferreira. “A minha pós-graduação indicou a minha tese para o prêmio nacional e o resultado saiu na sexta-feira. Isso significa que concorri com as melhores teses do país em história”, explicou Ariana. A premiação da Capes está prevista para dezembro, em Brasília.

12

Set

Educação

UFRN recebe evento nacional sobre projeções demográficas adotadas pelas Nações Unidas

O Centro de Ciências Exatas da UFRN realiza em dezembro um workshop sobre projeções populacionais com metodologia das Nações Unidas. O evento tem como objetivo central conhecer detalhadamente a metodologia de projeção adotada pelas Nações Unidas e dialogar com pesquisadores brasileiros que trabalham com projeções e estimativas demográficas.

As inscrições são gratuitas e estão abertas até o dia 24 de setembro. O evento também contará com sessões temáticas para apresentação de trabalhos científicos seguindo as regras do Comitê de Projeções e Estimativas Demográficas da Associação Brasileira de Estudos Populacionais (ABEP). Mais informações sobre período de inscrições e para submissão de trabalhos podem ser encontradas no site da ABEP.