Educação

1

Abr

Educação

Faculdade realiza doação de 30 mil EPI’s para combate ao Covid-19 em Natal

A Faculdade UNINASSAU Natal oficializou, na última terça-feira (31), a doação de mais de 30 mil Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s), dentre eles capotes descartáveis, luvas estéril, toucas descartáveis, propés e seringas à Secretaria de Saúde Pública do Estado do Rio Grande do Norte (Sesap). Os equipamentos têm o objetivo de colaborar com o governo no combate à pandemia do Covid-19.
 
Para o diretor da UNINASSAU Natal, André Lemos, “é muito gratificante poder colaborar com a melhoria na qualidade do serviço dos profissionais de saúde. É um período de união e faz parte da missão da Instituição estar presente junto com a comunidade”, destacou.
 
Na ocasião, também foi fortalecido o convênio para estágio, pesquisa e extensão dos graduandos dos cursos da área de Saúde da UNINASSAU, garantindo a prática e vivência do dia a dia hospitalar assim que o calendário de aulas seja retomado. “Parcerias como essa são sempre bem-vindas. Assim estreitamos laços e promovemos esse tipo de ação”, ressaltou o chefe de Educação Permanente, George Sillas Silva Gomes.
 
A UNINASSAU Natal oferece diversos cursos da área de Saúde, entre eles: Enfermagem, Fisioterapia, Biomedicina, Psicologia, Odontologia, Farmácia e Nutrição. Outras informações estão disponíveis no site: https://www.uninassau.edu.br.

1

Abr

Educação

Colégio Porto vai disponibilizar 100 aulas em vídeo na internet para estudantes do ensino médio do RN

Os professores do Colégio Porto gravaram 100 aulas em vídeo para oferecer a todos os estudantes do ensino médio do Rio Grande do Norte. Metade desse material já está disponível na internet. A iniciativa é um gesto de responsabilidade social da escola mediante a suspensão das aulas provocada pela pandemia do novo Coronavírus.

Os estudantes das redes pública estadual e municipal e da rede privada podem ter acesso às aulas gravadas em vídeo por meio do canal do Colégio Porto no Youtube. Lá, estão disponíveis conteúdos de todas as disciplinas das três séries do ensino médio.

“É uma forma de agirmos positivamente num momento que precisamos tanto de positividade, humanidade. Se temos aulas tão significativas, por que não disponibilizar? Nos reconhecemos como educadores e, como tais, temos que entender que educar também é isso: partilhar”, disse a diretora pedagógica do Colégio Porto, Ana Cristina Dias. A escola também se colocou à disposição da Secretaria Estadual de Educação para disponibilizar as videoaulas em outras ferramentas tecnológicas que vêm sendo utilizadas pelo Governo.

Os alunos do Colégio Porto têm acesso a esse material por meio de uma ferramenta do Google For Education, chamada de Google Sala de Aula. Os conteúdos dão continuidade ao que estava sendo ministrado antes da interrupção das atividades. Diariamente, os estudantes ainda assistem a cinco horas de aulas, ao vivo, por meio do Google Meet. 

“As aulas estão sendo ofertadas para dar sequência ao aprendizado até que seja possível se reestabelecer a normalidade na rotina dos estudantes, e tenha passado esse momento de extrema dificuldade que o Brasil e vários países enfrentam”, reforça, Ana Cristina. Todos os vídeos foram gravados dois dias depois da suspensão das aulas, em dois estúdios montados dentro da escola, em horários divididos por professor, para evitar aglomerações.

1

Abr

Educação

Sesap abre vagas de estágio remunerado para alunos de graduação, veja como se inscrever

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), por meio da Coordenadoria de Recursos Humanos (CRH), informa que estão abertas as inscrições para o Programa de Estágio Não Obrigatório, em parceria com a Escola de Governo do Rio Grande do Norte (EG) e a Secretaria Estadual da Administração dos Recursos Humanos (SEARH).

As vagas ofertadas para o exercício de 2020 são para alunos de graduação das seguintes áreas:  Administração; Arquitetura E Urbanismo; Biologia; Ciência Da Computação; Ciências Contábeis; Comunicação Social; Direito; Enfermagem; Engenharia Elétrica; Farmácia; Gestão Hospitalar; Saúde Coletiva; Sistema De Informação; Tecnologia Da Informação.

A seleção ocorrerá mediante cadastro no site da Escola de Governo. Os interessados devem se cadastrar através do endereço: http://sistemas.searh.rn.gov.br/escoladegoverno/estagio/escolhacad.asp

1

Abr

Educação

Curso online: ‘Excelência no Atendimento’ é oferecido pela Escola da Assembleia

O ensino a distância se tornou uma forte ferramenta para a educação, especialmente em períodos como os que estamos passando. Dentre os 29 cursos que a Escola da Assembleia está ofertando, em parceria com o Instituto Legislativo Brasileiro, hoje destacamos o curso on line “Excelência no Atendimento”.

Disponível para toda a comunidade, o curso é gratuito, tem carga horária de 20h e duração de até 60 dias. Com ele, você poderá aprender sobre o atendimento ao público com a perspectiva da excelência e qualidade do trabalho. Essa é uma ótima maneira de otimizar seu tempo para desenvolver habilidades pessoais. Para se inscrever acesse o link: https://saberes.senado.leg.br/login/index.php

 

1

Abr

Educação

Cem cursos livres gratuitos estão disponíveis para o RN; confira

Para aproveitar com qualidade o período de quarentena, cursos on-line gratuitos são uma opção para a população que deseja se qualificar. No Rio Grande do Norte, a UnP – integrante da rede Laureate – está com inscrições abertas para 100 opções de cursos livres.
 
Qualquer pessoa, aluno da UnP ou não, pode fazer a inscrição e aproveitar a oportunidade gratuitamente. O interessado poderá escolher um curso livre e terá até 30 dias para concluir os estudos na plataforma on-line.
 
Além disso, ele terá acesso automaticamente a: mais 2 cursos preparatórios para o mercado de trabalho; uma ferramenta com conteúdos de mais de 200 especialistas internacionais; mais 1 curso sobre a pandemia declarada pela Organização Mundial da Saúde.
 
Todos os 100 cursos livres oferecem certificado permitindo que o participante transforme seu currículo e cresça na sua carreira. As inscrições podem ser feitas  no link https://lp.unp.br/unpcontraovirus.

1

Abr

Educação

UERN suspende calendário universitário

A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) suspendeu, por tempo indeterminado, o calendário universitário 2020, previsto para ter início no próximo dia 6 de abril. A decisão ocorreu durante reunião realizada por videoconferência, nesta terça-feira (31), conduzida pela reitora em exercício Fátima Raquel e com participação de pró-reitores, diretores de unidades acadêmicas, representante do Fórum dos Chefes de Departamento, e o Diretório Central dos Estudantes.

A proposta da suspensão foi apresentada pela reitora em exercício Fátima Raquel, na abertura da reunião, e endossada pelos participantes que haviam feito consulta aos departamentos e categoria estudantil, que também se posicionaram pela suspensão do calendário.

A decisão levou em consideração o estado de pandemia do novo coronavírus e as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e decretos federais e estaduais sobre as medidas de prevenção ao contágio pelo vírus, bem como a portaria da FUERN que estabeleceu orientações acadêmicas e administrativas quanto às medidas de proteção para o enfrentamento da pandemia.

Nesta terça-feira (31), o Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus da UERN orientou a suspensão do calendário universitário, levando em consideração a expectativa do pico de contaminação no Brasil ser esperado para os meses de abril e maio, e a dificuldade de acesso às tecnologias educacionais por grande parte dos estudantes da UERN.

“Em todas as nossas decisões, nossa principal preocupação é com os nossos estudantes. Sabemos da realidade em que a maioria de nossos estudantes só têm acesso à internet pelo celular e um grande número mora em regiões de difícil acesso a uma rede de internet, o que inviabiliza a possibilidade de aulas on-line. Não sabemos quanto tempo essa pandemia vai durar, o que sabemos é que precisamos preservar nossa comunidade e dar condições para que nossos estudantes recebam uma educação superior de qualidade, que é o compromisso maior da UERN”, afirmou a reitora Fátima Raquel.

1

Abr

Educação

Um terço dos candidatos às universidades não têm acesso à EAD, revelam dados

Um em cada três estudantes (33,5%) que tentaram vaga no curso superior, nos últimos cinco anos, por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), não tem acesso à internet e a dispositivos, como computador ou celular, que permitam, por exemplo, aprender por meio de educação a distância (EAD). Em tempos da pandemia de covid-19, recursos de teleaula em aplicativos fornecidos por faculdades têm sido estratégicos para manter o semestre letivo e viabilizar a aprendizagem.

Conforme análise dos dados colhidos nas respostas do questionário socioeconômico aplicado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anisio Teixeira (Inep), vinculado ao Ministério da Educação (MEC), na inscrição para o exame nos últimos cinco anos, 65,9% dos egressos desse nível de ensino declararam acessar internet e celular; 61,9% tinham computador e celular; e 54,81% tinham os dois dispositivos e acessavam a rede mundial de computadores. Quase 98% declararam ter celular.

Os dados foram levantados pela plataforma interativa Quero Bolsa, criada para estudantes buscarem auxílio e descontos para inscrição em faculdades particulares. Pedro Balerine, diretor de Inteligência Educacional da plataforma, ressalta que os dados são colhidos antes do ingresso universitário, mas assinala que “se um terço dos egressos [do nível médio] não dispõe dos meios necessários para a EAD, é improvável que esse número caia a zero quando esses alunos entrarem na faculdade.”

Conforme o especialista, “as instituições precisam se preocupar com esse assunto, senão correrão o risco de lidar com evasão e baixo desempenho acadêmico”. Para ele, “as instituições de ensino superior, principalmente aquelas que ficam em regiões mais pobres ou remotas, precisam ficar atentas ao fato de que possivelmente uma boa parte de seu corpo discente não tem infraestrutrura doméstica adequada para o aprendizado a distância, então a migração intempestiva para o EAD em tempos de covid-19 pode vir com alguns riscos”.

O quadro, no entanto, “não invalida nem tira o mérito do EAD, que de fato veio para ficar e cujo crescimento é inegável”, opina. “[A] EAD tem tido um papel importante em combater essa desigualdade, pois além de baratear muito o curso - tornando-o, assim, acessível para mais gente -, ele traz uma novidade ao setor, que é o uso intensivo de inovação tecnológica e recursos tecnológicos para personalizar a experiência de aprendizado do aluno e garantir resultados melhores”, reforça Pedro Balerine.

Conforme nota distribuída à imprensa pela Quero Bolsa, “em nove estados, mais da metade dos estudantes não têm estrutura básica para cursar ensino superior a distância. O Amapá é o estado com menor proporção de estudantes com estrutura mínima para cursar o ensino superior a distância, com apenas 36,5%. Além dele, nos estados do Pará, Maranhão, Acre, Amazonas, Piauí, Roraima, Ceará e Tocantins, menos da metade dos estudantes responderam que tem internet em casa e computador ou celular. O estado com maior proporção é Santa Catarina, com 82,9%”.

“O Brasil é um país bastante heterogêneo e desigual”, ressalta o diretor da plataforma. “Muitos estados têm amplo acesso a dispositivos eletrônicos (computadores e celulares) e internet, mas em vários outros, nem tanto. Isso é fruto principalmente da desigualdade de renda e, em menor grau, da infraestrutura de telecomunicações limitada no interior de vários estados.”

Fonte: Agência Brasil

31

Mar

Educação

Prefeitura do Natal vai garantir alimentação escolar durante suspensão das aulas

A Prefeitura do Natal vai garantir a alimentação escolar para os estudantes matriculados nas 146 unidades de ensino durante o período de suspensão das aulas em decorrência da pandemia do coronavírus. O anúncio foi feito na última segunda-feira (30), pelo prefeito Álvaro Dias. Cerca de 58 mil alunos serão beneficiados.

O kit alimentação foi elaborado pelas nutricionistas do Setor de Alimentação Escolar da Secretaria Municipal de Educação, e vai ser composto de açúcar, arroz, biscoito salgado, laranja, farinha de mandioca, feijão carioca e preto, flocos de milho, leite em pó integral, macarrão espaguete, óleo de soja, sal e peito de frango. Importante destacar que os alunos com algum tipo de restrição alimentar, como por exemplo, diabéticos, celíacos ou intolerância à proteína do leite receberão seu kit alimentação de maneira diferenciada e de acordo com sua restrição alimentar. O kit alimentação foi elaborado de acordo com o valor nutricional por aluno para um período de um mês.

3

A distribuição vai beneficiar todos os estudantes da Educação Infantil e Ensino Fundamental, além dos estudantes da modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA). O kit alimentação vai ser distribuído por aluno, e não por família. Ou seja, se quatro alunos são de uma mesma família, os quatro irão receber individualmente o kit alimentação

A Secretaria Municipal de Educação está finalizando a fase preparatória para contratação e a distribuição deve ocorrer a partir da próxima semana com um cronograma estabelecido por escola pela própria SME, evitando assim, aglomerações no ambiente escolar como medida de segurança sanitária. O cronograma de distribuição vai ser anunciado publicamente com antecedência para todos os estudantes da Rede Municipal de Ensino.

31

Mar

Educação

Inep publica editais do Enem 2020; confira

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou hoje (31) os editais das versões impressa e digital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. O período de inscrição será de 11 a 22 de maio. O participante que optar por fazer o Enem impresso não poderá se inscrever na edição digital e, após concluir o processo, não poderá alterar sua opção. Os editais foram publicadas no Diário Oficial da União desta terça-feira e também estão disponíveis na página do Enem.

A autarquia vinculada ao Ministério da Educação também informou que, a partir do dia 6 de abril, os estudantes poderão fazer a solicitação de isenção da taxa de inscrição do Enem. Os requerimentos e as justificativas de ausência na edição anterior devem ser feitas pela internet, na Página do Participante, com acesso pelo computador ou celular.

Pode solicitar a isenção da taxa quem está cursando a última série do ensino médio, em 2020, em escola da rede pública declarada ao Censo Escolar; quem cursou todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada, além de ter renda, por pessoa, igual ou menor que um salário mínimo e meio, e quem está em situação de vulnerabilidade socioeconômica por ser membro de família de baixa renda, devendo informar o número de identificação social (NIS), único e válido, além de ter renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos.

Os participantes que solicitaram isenção em 2019, não realizaram os dois dias de prova e querem solicitar nova isenção para 2020, devem fazer a justificativa de ausência. O resultado dos pedidos deve ser divulgado em 24 de abril. Entre 27 de abril e 1º de maio será aberto prazo para apresentação de recursos e os resultados finais estarão disponíveis em 7 de maio. As regras valem para a versão impressa e digital. O Inep ressalta que a aprovação da justificativa de ausência no Enem 2019 e da solicitação de isenção da taxa de inscrição não significa que a inscrição foi realizada. Portanto, os participantes deverão acessar o Sistema Enem e se inscrever para esta edição do exame.

Inscrições

Neste ano, será obrigatória a inclusão de foto atual do participante no sistema de inscrição, que deverá ser utilizada para procedimento de identificação no momento da prova. O valor da taxa de inscrição permaneceu o mesmo da edição de 2019: R$ 85, que deverá ser pago até 28 de maio.

De acordo com o Inep, a estrutura do exame não foi alterada e será mantida a aplicação de quatro provas objetivas, constituídas por 45 questões cada, e uma redação em língua portuguesa. Durante o processo de inscrição, o participante deverá selecionar uma opção de língua estrangeira - inglês ou espanhol.

Fonte: Agência Brasil

30

Mar

Educação

Escoteiros lançam plataforma online com atividades educativas

Com base na lei escoteira que busca ajudar a construir um mundo melhor, a organização Escoteiros do Brasil lançou o projeto Escoteiros Online, plataforma com atividades educativas para que pais de associados e de não escoteiros possam preencher o dia dos filhos em suas casas, nesse período de isolamento social provocado pela pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Com essa ferramenta, são oferecidas novas iniciativas de educação não formal para crianças e jovens. O presidente do Escoteiros do Brasil, Rafael Macedo, disse à Agência Brasil, que a ideia surgiu com base no que os escoteiros fazem há mais de 100 anos. “Todas as vezes que acontece uma crise humanitária, períodos de guerra, de alguma maneira o movimento dos escoteiros se mobiliza para contribuir com a sociedade. Nesse momento, não foi diferente”.

Como os escoteiros têm por norma o hábito de fazer boas ações, o movimento decidiu beneficiar as mais de cem mil famílias ligadas à entidade e a sociedade de modo geral, oferecendo opções para esse período de quarentena.

“A gente sabe que a grande maioria das pessoas está vivendo esse tipo de dificuldade pela primeira vez e não sabe como será a reação. Por isso, a gente resolveu criar uma plataforma que pudesse não somente engajar os nossos associados, mas também as famílias para que tenham à sua disposição e de seus filhos opções de atividades”, disse Rafael.

Não só entidades podem contribuir com o banco de dados da plataforma 'online', mas pessoas físicas também.”Podem contribuir e participar visitando o 'site' ou postando coisas”. Basta fazer o login no endereço www.escoteirosonline.org.br/ e interagir. “Pode ser qualquer pessoa. Não só escoteiros”.

Fonte: Agência Brasil

30

Mar

Educação

UFRN fará atendimento psicológico remoto para estudantes

A Escola Multicampi de Ciências Médicas (EMCM/UFRN) informa aos estudantes usuários do Serviço de Psicologia que irá manter o atendimento psicológico, por via remota,  enquanto perdurar a suspensão de atendimentos presenciais. A suspensão na modalidade presencial ocorreu em decorrência das medidas sanitárias adotadas no âmbito da UFRN,  por causa da Covid-19.

A ECMC ressalta a importância e compromisso com o cuidado em saúde mental da comunidade discente, sobretudo dadas as circunstâncias ímpares desse período de resguardo e isolamento social. O atendimento psicológico continuará disponível através do teleatendimento (por chamadas de vídeo via Hangouts ou chamadas telefônicas). 

Para agendar o atendimento on-line, o estudante deverá encaminhar e-mail ao endereço psicologia.emcm@gmail.com, informando nome completo, número de matrícula e contatos telefônico e de e-mail (preferencialmente com o aplicativo Hangouts).  Após isso, o estudante será contatado para receber informações sobre os horários disponíveis para o atendimento, considerando como expediente remoto do servidor os dias de segunda à sexta e os seguintes horários: das 8h às 12h, pela manhã, e das 13h às 17h, à tarde. Mensagens e/ou chamadas de vídeo ou telefônicas poderão não ser respondidas ou atendidas fora desses horários.

Após o primeiro contato, será enviado ao estudante um Termo de Ciência sobre a modalidade de atendimento não-presencial, o qual deverá ser assinado pelo estudante e encaminhado via e-mail para o psicólogo, que também assinará o documento. O Serviço de Psicologia recomenda que no horário agendado para o atendimento, o estudante deverá se encontrar em ambiente privado e silencioso, com acesso à internet banda larga ou rede de telefonia celular.

Os atendimentos serão realizados preferencialmente por videoconferência no Hangouts e, na impossibilidade disso, poderá ser utilizada a chamada telefônica e, nesse caso, os custos da chamada telefônica ficarão a cargo do estudante, caso não seja realizada via internet. Outras dúvidas, orientações e questões não colocadas aqui poderão ser encaminhadas ao e-mail: psicologia.emcm@gmail.com

30

Mar

Educação

Escola de futebol de Natal realiza série de videoaulas durante isolamento social

Praticar exercício e manter a forma em quarentena não está sendo fácil para muitas pessoas. O isolamento social para evitar a propagação do coronavírus (COVID-19) mudou a rotina do mundo. Pensando nisso, os professores da PSG Academy Natal estão realizando videoaulas para repassar as atividades aos amantes do futebol.

Os vídeos estão sendo publicados nas redes sociais da escola. O primeiro episódio foi gravado pelo professor Severo Júnior, um dos responsáveis pelas atividades com a garotada. O material pode ser acompanhado pelo link https://www.instagram.com/p/B-IlUemF0bo/.

O professor ensina as técnicas para manter a boa forma aos alunos, pais e amigos. Os trabalhos passam pela parte aeróbica, com polichinelos e pulos. Em seguida, são feitos exercícios com o uso de bolas de futebol ou com meiões. A proposta é simular o controle da bola durante um jogo.

“São atividades de caráter preventivo, para a manutenção da boa forma. Nos vídeos, passamos alguns exercícios que realizamos com os alunos na PSG Academy Natal, para trabalhos físicos e com simulação de posse de bola”, explica.

A cada semana, um professor será o responsável por gravar sua videoaula eo conteúdo será divulgado nas redes sociais e no aplicativo da escola, disponível apenas para os alunos, que terá ainda conteúdos exclusivos.

29

Mar

Educação

Escola canadense em Natal adota plataforma virtual de aprendizagem durante suspensão das aulas

Para enfrentar o período de suspensão das aulas e de isolamento social, provocados pela pandemia do novo Coronavírus, a Maple Bear Natal vai utilizar, a partir do dia 2 de abril, a Maple Bear Digital Learning Community, uma plataforma virtual de aprendizagem baseada nas melhores práticas do ensino canadense.

A comunidade colaborativa tem eficiência comprovada e adequa-se bem à realidade da escola. “Serão disponibilizados conteúdos e atividades todos os dias para todos os alunos da Maple Bear Natal, além de lives com os professores e momentos individuais, de forma virtual, com os pais e os estudantes. A equipe de coordenadoras da escola está fazendo um trabalho muito dedicado de planejamento em cima disso, estão trabalhando com muito zelo para que funcione com excelência”, explicou a diretora da unidade de ensino fundamental da Maple Bear Natal, Carolina Bezerra.

O uso da plataforma faz parte do plano de ação da Maple Bear Brasil para enfrentar essa pausa no calendário escolar, necessária para preservar a saúde de crianças, familiares, professores e colaboradores.

Nesta sexta-feira (27), os pais dos estudantes vão participar de uma videoconferência onde serão repassados todos os detalhes sobre o funcionamento da comunidade digital de aprendizagem. Os professores estão participando de um novo treinamento, ministrado pela equipe da Google For Education, plataforma pedagógica que já é utilizada na escola.

“Nós acreditamos que o uso da Maple Bear Learning Community vai cumprir o papel de continuar levando aos nossos alunos a excelência do ensino canadense, sem prejuízos para o aprendizado e para o desenvolvimento dos estudantes”, disse Julyana Freitas, que é diretora da unidade de ensino infantil da Maple Bear Natal.

27

Mar

Educação

IFRN tem dez equipes na final da Feira Brasileira de Ciência e Engenharia

Entre 23 de março e 4 de abril, um grupo de dez equipes do IFRN integra a fase final da edição 2020 da Feira Brasileira de Ciência e Engenharia (Febrace). Os campi Caicó, Ceará-Mirim, Ipanguaçu, Lajes, Mossoró, Natal-Central, Natal-Zona Norte e Santa Cruz têm projetos nas áreas Biomédica, Ciência e Tecnologia de Alimentos, Economia Doméstica, Eletrônica, Eletrotécnica, Fisioterapia e Terapia Ocupacional, Materiais e Metalúrgica e Química. 

Com 345 equipes finalistas, os projetos concorrem ao Prêmio Votação Popular até 04 de abril. Para votar, os interessados podem clicar no link de cada projeto: https://portal.ifrn.edu.br/campus/reitoria/noticias/ifrn-tem-onze-equipes-na-final-da-feira-brasileira-de-ciencia-e-engenharia

Febrace

Feira Brasileira de Ciências e Engenharia é um movimento nacional de estímulo ao jovem cientista, que todo ano realiza na Universidade de São Paulo uma grande mostra de projetos. Desde 2003, a FEBRACE tem descoberto novos talentos e gerado oportunidades. Sua história é composta por alunos, professores, pais e escolas que juntos mostram à sociedade brasileira que aprendem a aprender, que podem querer e que podem fazer. O evento, realizado desde 2003, acontece online pela primeira vez: em virtude da pandemia do Covid-19, a organização cancelou as atividades presenciais, que aconteceriam de 16 a 20 de março.

Entre os objetivos do evento, a Febrace busca estimular novas vocações em Ciências e Engenharia através do desenvolvimento de projetos criativos e inovadores ao mesmo tempo em que tenta aproximar as escolas públicas e privadas das universidades, criando oportunidades de interação entre os estudantes e professores destas comunidades acadêmicas.

27

Mar

Educação

UERN faz questionário para traçar perfil digital dos estudantes

 Diretoria de Ensino a Distância da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (DEaD/UERN) está disponibilizando um questionário para os estudantes com o objetivo de traçar o perfil tecnológico dos discentes. O questionário poderá ser respondido até o dia 31 de março. O semestre 2020.1 está previsto para retornar no dia 6 de abril. Acesse o questionário AQUI.

“Esse trabalho foi um esforço conjunto entre a DEaD/UERN e PROEG. Agradeço imensamente a colaboração de Regina Young, coordenadora pedagógica da DEaD/UERN; Heitor Liberalino, assessor da PROEG; e a Profª. Dra. Verônica Pontes, aposentada da UERN e hoje professora do IFRN – Campus Ipanguaçu”, afirma o Prof. Dr. Giann Mendes Ribeiro, diretor de ensino a distância da UERN.