Tecnologia

16

Jul

Tecnologia

Consulta pública abre espaço para opiniões sobre economia digital

A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) abriu uma consulta pública para ouvir empresários, trabalhadores, pesquisadores e interessados sobre que políticas são necessárias para estimular a digitalização da economia brasileira. Este processo inclui o emprego de tecnologias da informação e da comunicação nas atividades econômicas, como na automação de processos ou vendas utilizando comércio eletrônico, entre outros.

As contribuições podem ser apresentadas até o dia 24 deste mês. Um formulário foi disponibilizado para que os interessados respondam a perguntas de modo a oferecer respostas a questões propostas pela ABDI. O questionário pode ser acessado na página especial criada para a consulta (veja aqui)

O órgão vem se reunindo com atores diversos para identificar os obstáculos à digitalização da economia brasileira. A partir desse diálogo, realizado em reuniões e eventos, a sondagem foi estruturada abrangendo uma série de temas, como: infraestrutura, capital humano, privacidade e segurança, tributação, regulação e tecnologia.

Em cada um desses tópicos os participantes são instados a indicar que tipo de políticas públicas são mais adequadas. Que tipo de leis, normas ou iniciativas de entes públicos podem facilitar a adoção de tecnologias digitais? Deve haver alguma tributação, e, caso sim, em que tipo de bem ou serviço? Temas como esses perpassam o debate sobre o desafio desse processo.

Segundo o coordenador de economia digital da ABDI, Rodrigo Rodrigues, o processo de digitalização envolve três movimentos. O primeiro está relacionado à infraestrutura (sejam as redes por cabo, rádio ou satélite). O segundo diz respeito à conectividade, necessária para tecnologias do futuro, como drones, carros autônomos e outros. O terceiro envolve a criação de novos modelos de negócios tanto na indústria quanto nos serviços.

Fonte: Agência Brasil

11

Jul

Tecnologia

Inteligência Artificial bate humanos em teste de compreensão de texto

Deu no Portal Olhar Digital: 

Um programa de Inteligência Artificial (IA) desenvolvido pelo Alibaba obteve uma pontuação recorde em um teste de compreensão de leitura, e o resultado mostra como as máquinas estão melhorando constantemente no processamento de texto e fala. O modelo da empresa superou as pontuações humanas quando testado pelo conjunto de dados Microsoft Machine Reading Comprehension (MS Marco), um dos mais desafiadores para a compreensão de leitura do mundo da IA.

Desenvolvido por cientistas da Academia DAMO - programa de pesquisa global da Alibaba -, o modelo obteve 0,54 na tarefa de responder perguntas do MS Marco, que avalia a capacidade de uma máquina de usar a linguagem natural - o modo como os humanos se comunicam - para responder questões reais. Isso superou a pontuação humana de 0,539, obtida em um benchmark fornecido pela Microsoft. Para que isso fosse possível, o programa precisou de um tempo para ser elaborado, uma vez que leu milhares de páginas da Web para saber responder o que estava sendo perguntado.

Essas habilidades estão se tornando cada vez mais importantes para máquinas graças à crescente popularidade de tecnologias inteligentes. Perguntas e respostas realistas ajudam os sistemas de treinamento a “lidar melhor com as nuances e complexidades que as pessoas comuns realmente fazem, incluindo aquelas que não têm uma resposta clara ou tem mais de uma possível”, disseram os desenvolvedores da MS Marco em um post no blog.

A equipe do Alibaba desenvolveu uma técnica que basicamente remove textos irrelevantes antes de tentar responder o que está sendo questionado. Com uma melhor compreensão da linguagem, a empresa consegue melhorar os chatbots e assistentes virtuais que oferecem suporte a pequenos varejistas, diz Lou Si, vice-presidente da DAMO e lider da equipe que desenvolveu o novo algoritmo.

Ela acrescenta que essa técnica será uma parte fundamental das ofertas da empresa e poderá até ajudar a derrubar as barreiras linguísticas entre os diferentes negócios. Embora tenha se saído bem nos testes, o novo algoritmo não oferece “melhor compreensão de leitura do que os humanos” em todos os aspectos.

“Ainda há uma longa jornada à nossa frente para que as máquinas usem a linguagem tão livremente quanto os humanos”, diz Li. “Na maioria das vezes, as máquinas respondem a perguntas baseadas em fatos recuperados dos documentos, mas não possuem habilidades de raciocínio ... Isso é diferente de como as pessoas usam a linguagem”.

Fonte disponível em: https://olhardigital.com.br/noticia/ia-da-alibaba-bate-humanos-em-teste-de-compreensao-de-leitura/87842

11

Jul

Tecnologia

Google Tradutor já faz tradução instantânea com a câmera em mais de 100 idiomas

A ferramenta de tradução via câmera do Google Tradutor acaba de ser aprimorada para suportar novos idiomas. A companhia anunciou ontem (10) que o recurso agora é capaz de traduzir mais de 100 línguas diferentes, resultando em inúmeras combinações. Foram 60 novos idiomas que entraram para a lista do recurso de tradução pela câmera.

Outra novidade anunciada pela empresa é que, pela primeira vez, o Google Tradutor começa a incorporar traduções de máquina neural (NMT) na sua câmera instantânea. A tecnologia, que já é usada na ferramenta Lens, será capaz de reduzir erros de tradução em cerca de 55% a 85% dos pares de idiomas utilizados. Este recurso pode ser usado offline, mas se mostra mais preciso quando está conectado.

Junto com a chegada dos novos idiomas, o Google Tradutor corrigiu um erro, reportado por alguns usuários, em que o texto traduzido aparecia piscando na tela do smartphone. A interface da câmera também passou por uma reformulação.

O Google Tradutor ainda faz traduções por texto, voz ou manuscrito, mas nem todo idioma, no entanto, conta com suporte para todos os estilos de traduções. Felizmente, a Google conta com uma lista completa no próprio site oficial do serviço mostrando as combinações possíveis. As novidades começam a ser lançadas hoje apenas para cerca de 1% dos usuários, sendo disponibilizado nas próximas semanas para todo o restante.

Fonte: Portal Canaltech, disponível em: https://canaltech.com.br/apps/google-tradutor-ja-faz-traducao-instantanea-com-a-camera-em-mais-de-100-idiomas-143765/

11

Jul

Tecnologia

Startup potiguar participa amanhã do programa Shark Tank no canal Sony

A Startup potiguar que tem sido destaque no mercado por seus produtos tecnológicos para cachorros, a BlinDog, empresa vinculada à incubadora Inova Metrópole, do Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN), será atração no programa Shark Tank, do canal Sony, nesta sexta-feira (12).

O programa, gravado em maio e que vai ao ar às 22h, contará com a participação das empresárias Luana Wandecy e Natália Dantas, CEO e CMO da BlinDog. Segundo elas, a experiência de participar da série de TV trouxe à empresa uma rica oportunidade de divulgação de seu trabalho.

“Mais do que os investimentos envolvidos no show, sabemos que aparecer em rede nacional é uma ótima oportunidade para nosso negócio. Além da divulgação em TV, o vídeo fica registrado no streaming e isso é muito bom para nossa publicidade”, avalia Luana Wandecy.

BlinDog

Empresa vinculada à Inova Metrópole desde 2017, a BlinDog é uma startup que tem ganhado visibilidade no cenário nacional e internacional. Dentre os produtos desenvolvidos pela empresa, se destaca a “coleira inteligente”, que ajuda cachorros cegos a desviarem de obstáculos.

Além disso, a BlinDog tem em mente um segundo produto, que segue a mesma lógica da coleira, mas que visa conduzir o comportamento do cachorro sobre os lugares em que ele pode ou não estar, como camas, sofás, entre outros.

9

Jul

Tecnologia

Aplicativo fiscalizará entregas do Programa Leite Potiguar

O Governo do RN, por meio da Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas), iniciou os testes do aplicativo que será utilizado para fiscalizar e monitorar as entregas do Programa Leite Potiguar. O novo sistema de controle já foi iniciado, de forma piloto, na comunidade tradicional quilombola, Capoeiras, em Macaíba, onde 64 famílias passaram a receber o benefício por meio do novo cartão com QR Code.

“O sistema de controle, desenvolvido pela equipe de TI da Secretaria de Administração (SEAD), consiste em um aplicativo de celular que faz a leitura do cartão do beneficiário que possui um QR Code de identificação. Assim cada usuário antes de receber o leite, deve entregar seu cartão para que a leitura seja efetuada. Dessa forma teremos o controle de que o benefício está sendo entregue”, explica o coordenador do Programa, Sandro Trigueiro.

O sistema ainda está funcionando de forma experimental e após a fase de testes será expandido para todo os postos de distribuição do leite, visando ampliar a fiscalização e controle sobre a distribuição aos beneficiários. A empresa que entrega o leite também fará uso do sistema para comprovar que a quantidade contratada está sendo entregue nos postos.

9

Jul

Tecnologia

Brasileiros estão mais interessados por tecnologias vestíveis, mostra pesquisa

Já está nas estatísticas: as tecnologias vestíveis caíram no gosto dos brasileiros. As vendas de wearables chegaram a 87.974 unidades no primeiro trimestre deste ano no Brasil, o que significa um salto e tanto de 51,6% em relação ao mesmo período do ano passado. A informação vem de uma pesquisa realizada pelo IDC, empresa de inteligência de mercado e consultoria, o "IDC Tracker Brazil Wearables".

O resultado mostra que o mercado de dispositivos móveis e smartphones vem ganhando alta projeção no Brasil, com lançamentos de grandes fabricantes para um público que está a cada vez mais interessado em produtos vestíveis.

O analista de mercado do setor mobile da IDC, Renato Meireles, conta que 241,3 mil unidades foram vendidas somente em 2018, sendo um aumento de 44,2% em comparação com o ano anterior, 2017. "O mercado está ficando mais estruturado, e os dispositivos com funções mais inteligentes estão ganhando participação em relação aos gadgets mais básicos, como fit bands", comenta.

A pesquisa mostra ainda que os dispositivos dedicados para o uso fitness e de saúde, com funções como monitoramento do sono e contagem de passos, por exemplo, estão conquistando mais usuários. Estes aparelhos ainda são capazes de baixar aplicativos de terceiros, emitir notificações e realizar chamadas, além de funcionalidades ainda mais aprimoradas, como controle de glicemia, batimento cardíaco e melhor GPS.

Somente no ano passado, segundo a IDC, 110,4 mil unidades de dispositivos básicos foram vendidas, apresentando aumento de 7,2% em relação a 2017, enquanto os aparelhos mais inteligentes contaram com 130,9 mil unidades vendidas, crescimento de 103,3%. Já no primeiro trimestre deste ano, houve um crescimento de 19,5% na venda de dispositivos básicos (39.360 unidades), e 93,7% na categoria mais inteligente (48.614 unidades).

Ainda de acordo com o estudo, o ticket médio para dispositivos básicos foi de R$ 1.069 no primeiro trimestre de 2019, e de R$ 2.156 para os smartwatches catalogados como topo de linha. Segundo Meireles, a tendência do mercado está direcionada a uma massificação gradual de segmentos premium, e redução do ticket médio.

"Enquanto no primeiro trimestre do ano passado os dispositivos wearables de marcas desconhecidas correspondiam a 44% das vendas, neste ano essa participação caiu para 4%. Os consumidores estão dando preferência a produtos com mais qualidade, garantia e suporte", completa o analista da IDC.

A previsão para o restante de 2019 é em um crescimento de 91% nas vendas em relação ao ano passado, chegando a um total de 461,7 mil unidades vendidas, sendo 208,5 mil wearables básicos e 253,2 mil smart.

Fonte: Portal Canaltech, disponível em: https://canaltech.com.br/mercado/brasileiros-estao-mais-interessados-por-wearables-mostra-pesquisa-143605/

9

Jul

Tecnologia

Evento sobre conectividade, comunicação e empreendedorismo - Digital Experience Day - cresce e tem edição no Ceará

O maior evento de marketing digital do Norte/Nordeste chega com muitas novidades em sua terceira edição. Tendo como sede o Centro de Convenções, o Digital Experience Day (DED) agora também envereda pelo mundo do empreendedorismo e startups. Terá ainda uma grande feira de negócios, com mais de 30 stands ocupados. O primeiro lote de inscrição se encerra esta semana. 
 
Reunindo os melhores nomes da área, entre os dias 30 de novembro e 1º de dezembro, o DED tem lay-out inovador em 2019 apresentando conteúdo em três palcos simultâneos. São mais de 20 palestras com nomes e cases nacionais como Branding Lab, Rodrigo Noll, Ronny Sarah, Erickson Monteiro, Renan Ramos (Voe Azul), Nayara Ruiz (Bradesco) e Vitinho Carvalheira ( Case do carvalheira na ladeira / Olinda ) 
 
“O nosso objetivo anual é de superação, é fazer um evento maior e melhor que referencie Natal na área de conhecimento digital. A cada edição queremos proporcionar novas experiências, não só através do conteúdo, mas também na maneira de sentir e assimilar o evento”,comentou Manoel Filho, CEO da Três1. O DED 2019 é fortificado pela realização compartilhada com a San Martin, Niklas, Incubatech e Luciana Fontes Eventos, que trarão novas experiências para o público. 
 
Além disso um evento coligado o dedtalks Ceará ocorre no dia em 03 de agosto, em Juazeiro do Norte, com palestra do consultor de marketing digital, André Damasceno. As inscrições e outras informações sobre o Digital Experience Day 2019 podem ser obtidas pelo site www.dednordeste.com.br

8

Jul

Tecnologia

Empresa ítalo-britânica planeja construir esse ano cidade inteligente em Natal

De olho no Brasil como um mercado amplo para a implantação de cidades inteligentes sociais, a empresa ítalo-britânica Planet pretende construir 10 megaprojetos no Brasil até 2022. O cenário no país proporciona espaço para isso: levantamento da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV) aponta 7,78 milhões de déficit em unidades habitacionais em 2017. Estamos entre os cinco países com maior déficit habitacional no planeta. 

Natal/RN: Nova Smart City: A primeira cidade inteligente social do mundo foi inaugurada em janeiro, nas proximidades de Fortaleza (CE), e já conta com moradores. Recentemente o Grupo Planet iniciou as obras para o segundo local, na cidade de São Gonçalo do Amarante (RN), próximo à Natal. O projeto recebe o nome de Smart City Natal, conta com aportes de R$ 140 milhões e deverá abrigar 15 mil pessoas. Segundo Susanna Marchionni, co-fundadora da empresa, o objetivo é iniciar a construção de mais duas cidades inteligentes ainda em 2019. 

“Minha Casa, Minha Vida”: sustentabilidade acessível: Com planejamento cuidadoso, estratégias para sustentabilidade e tecnologia avançada, os projetos da empresa ítalo-britânica têm como um dos principais alvos o segmento da população no perfil do “Minha Casa, Minha Vida”. É o oposto das construções similares já realizadas no Brasil, que miram os mais ricos.

8

Jul

Tecnologia

Uber vai verificar informações dos passageiros na Serasa

Na última quinta-feira (4), a Uber começou a testar a ferramenta U-Check, criada pelo Centro de Desenvolvimento Tecnológico (Tech Center) da empresa instalado no Brasil. A plataforma fará a verificação das informações dos passageiros na base de dados da Serasa.

A verificação terá início ainda este mês, em São PauloCom ela, a empresa de caronas terá acesso a informações adicionais via Interface de Programação de Aplicativos (API), a partir de dados pessoais fornecidos pelos usuários, como CPF.

Todos os novos clientes que optarem por não adicionar um cartão de crédito no momento do registro devem passar pela apuração. "O compromisso com a segurança é a prioridade da empresa. Por isso, a Uber está permanentemente desenvolvendo e aprimorando soluções para tornar as viagens cada vez mais seguras e confiáveis", explica Marcello Azambuja, diretor do Tech Center da Uber no Brasil.

A empresa também tem um projeto, em parceria com o Serpro, que vai permitir analisar informações de motoristas parceiros em tempo real. Além disso, recentemente foi criado um processo de detecção automática de linguagem imprópria nas mensagens enviadas no bate-papo do aplicativo.

Fonte: Olhar Digital, disponível em: https://olhardigital.com.br/noticia/uber-vai-verificar-informacoes-dos-passageiros-na-serasa/87659

8

Jul

Tecnologia

Netflix agora produz faixas de comentário de seus filmes em forma de podcast

No tocante ao streaming, o entusiasta mais ardoroso da mídia física sempre carregou certo ressentimento com o novo meio por não trazer nenhum tipo de extra dos filmes em seu catálogo. Não deixa de ser uma reclamação justa: por anos o principal diferencial no mercado de DVDs foram os conteúdos inéditos que expandiam a “experiência do cinema” com vídeos de bastidores, entrevistas e cenas deletadas, e agora com NetflixPrime Video e afins estes conteúdos praticamente perderam seu espaço de importância.

A Netflix, aliás, já vem tentando corrigir isso desde o ano passado quando lançou o “You Can’t Make This Up”, um podcast de entrevistas com os realizadores por trás de suas produções originais. Agora, porém, o serviço de streaming resolveu tomar mais um passo nessa direção e vai começar a produzir faixas de comentários dos diretores de seus filmes e séries… com mais um podcast.

O programa no caso é o “Watching With…”, que por enquanto está disponibilizado no Apple Podcasts e no Spotify. Os episódios aparentemente servem como faixas de comentários tradicionais e contam com a mesma duração das produções, só que ao invés de você selecionar como opção de áudio na própria Netflix você precisa dar o play em outro aparelho (computador, smartphone) para ouvir o “capítulo” enquanto vê o filme.

No momento da publicação desta nota, a Netflix disponibilizou apenas duas faixas, ambas de comédias românticas de seu catálogo. O primeiro é de “Alguém Especial” e conta com a participação da diretora Jennifer Kaytin Robinson, enquanto o segundo é uma faixa de comentários de “Meu Eterno Talvez” (a famosa recente comédia romântica com participação especial de Keanu Reeves) estrelada pela diretora Nahnatchka Khan e o ator Randall Park.

Esta já é a terceira incursão da Netflix pelo meio dos podcasts para fomentar a cultura em torno de seu imenso catálogo de originais. Além do “You Can’t Make This Up” e o “Watching With…”, a plataforma também mantém no Apple Podcasts o “The Human Algorithm”, programa que é basicamente uma rodada mensal de divulgação dos novos lançamentos da empresa.

Fonte: Portal B9, disponível em: https://www.b9.com.br/110874/netflix-agora-produz-faixas-de-comentario-de-seus-filmes-em-forma-de-podcast/

8

Jul

Tecnologia

Mais de 60% dos jovens usam celular para pagamentos, indica pesquisa

A maioria dos jovens brasileiros utiliza seu dispositivo móvel para realizar pagamentos, indica pesquisa realizada pela Kantar e encomendada por uma bandeira de cartões. De acordo com o levantamento, 64% dos jovens realizam frequentemente ou ocasionalmente pagamentos por meio de aplicativos, enquanto 57% fazem essas operações em navegadores móveis. "Os brasileiros são cautelosamente confiantes, 50% dos brasileiros aceitam todo o tipo de tecnologia, 37% gostam de serviços com tecnologia mais modernas e 63% dizem que a tecnologia facilita sua vida. Na América Latina, o brasileiro é o que mais gosta de tecnologia e o que mais gosta de ser visto usando novas tecnologias", afirmou a executiva da bandeira de cartões, Sarah Buchwitz.

O estudo revelou as atitudes e comportamentos dos jovens entre 18 e 35 anos na América Latina (Peru, Brasil, Argentina, Chile e Colômbia), e mapeou especialmente sua relação com a tecnologia e o dinheiro. Segundo Sarah, a pesquisa foi realizada com esta faixa etária porque "são os Millennials [também conhecidos como a geração Y, aqueles nascidos entre meados de 1980 e 2000], onde está a nossa maior força de trabalho, é a geração que mais influencia a geração seguinte e a anterior, é a geração que está trabalhando e fazendo o dinheiro acontecer".

A pesquisa revelou que os jovens brasileiros estão entusiasticamente adotando novas tecnologias, impulsionando os avanços nos pagamentos e criando uma demanda por maior disponibilidade e confiabilidade. Eles veem cada vez mais seus smartphones como uma valiosa ferramenta para a vida financeira, valorizando o controle oferecido pelos pagamentos por dispositivos móveis. Mais da metade dos entrevistados acredita que a transferência e confirmação imediatas são um dos benefícios mais importantes desse método de pagamento, enquanto 47% destacam a facilidade do uso “em movimento” e 42% afirmam que as plataformas móveis oferecem uma importante alternativa nos momentos em que não estão com a carteira.

Segundo o levantamento, a barreira mais relevante para a realização de pagamentos com dispositivo móvel é a taxa de aceitação, 41% afirmaram que “não existem lojas suficientes que aceitam pagamentos com dispositivos móveis”. Outros obstáculos significativos ao uso de pagamentos com dispositivos móveis são questões relacionadas ao dispositivo: 40% estavam preocupados com o que aconteceria se perdessem o telefone e 38% afirmaram que a duração da bateria poderia ser uma barreira potencial para o uso.

Fonte: Agência Brasil

8

Jul

Tecnologia

Maior startup de logística e e-commerce do Brasil realiza evento no Instituto Metrópole Digital

A empresa Loggi, a maior startup de logística e e-commerce do Brasil, realiza, no dia 1º de agosto, na sede do Instituto Metrópole Digital (IMD), palestra sobre o impacto de suas ações para o varejo online no Brasil, com enfoque em tecnologia.

O evento – cujas inscrições são gratuitas e já estão abertas, por meio deste site – é voltado para profissionais empreendedores de e-commerce e estudantes de Tecnologia da Informação (TI),  e acontece no Auditório B205 do IMD. A palestra terá início às 14h. 

Oportunidades de trabalho

O momento será uma oportunidade para os alunos dos últimos períodos e recém-formados em cursos de graduação e pós-graduação que estejam procurando colocação no mercado para trabalhar com desenvolvimento de software. No próprio endereço eletrônico para fazer a inscrição no evento, é possível conhecer as vagas de trabalho disponíveis para contratação e informações sobre envio de currículo.

Para pós-graduando, a Loggi atualmente conta com um número expressivo de desenvolvedores que são mestres e doutores, existindo oportunidades de trabalho para pesquisa aplicada e um programa de seleção diferenciado para alunos com um elevado background acadêmico.

Convidados

Para participarem das discussões, foram convidados os representantes da Loggi, André Paim (Head of Reserch) e Guilherme Ribeiro (Employer Branding Coordinator), e os engenheiros de software, Akio Nakamura e Rodrigo Soares.

Na ocasião, os profissionais falarão sobre como a empresa tem atuado na área do comércio online, pontuando os desafios tecnológicos já enfrentados e mostrando todo o caminho trilhado pela equipe para fazer da Loggi uma empresa bilionária.

5

Jul

Tecnologia

Fundadora do Girlboss lança Linkedin profissional para mulheres

Sophia Amoruso, CEO da Girlboss, que tem o objetivo de inspirar e educar mulheres em suas carreiras e estilo de vida, lançou nesta semana uma plataforma similar ao LinkedIn, mas dedicada apenas ao público feminino. "É um lugar para quem tem ou não uma carreira tradicional, que talvez não tenha um título corporativo, mas que pode estar subindo. Há pouquíssimos lugares para ela representar seu currículo ou a vida hoje", contou Amoruso em entrevista ao Business Insider.

A executiva descreve o lançamento, que também carrega o nome de Girlboss, como uma plataforma que não tem foco apenas no profissional, mas também oferece às mulheres a chance de trazer mais personalidade em suas páginas. "Esperam que nós sejamos quem nós somos no LinkedIn de segunda à sexta e quem nós somos no Instagram no sábado e domingo. Mas não é bem assim que o mundo funciona hoje. Agora, nós estamos negociando com as nossas personalidades, quem nós somos como pessoas e com nossos níveis de interesse. Isso é muito mais do que um currículo antiquado", diz Amoruso.

Como funciona

O acesso à plataforma é gratuito e, além de poder compartilhar a sua experiência profissional, a usuária pode participar de fóruns sobre qualquer coisa relacionada a trabalho, produtividade ou bem estar, por exemplo, e aguardar resposta de profissionais da área. Assim como o LinkedIn, é possível adicionar contatos, mas limitado a apenas uma pessoa por dia e com a chance de escrever uma mensagem sobre o motivo de querer se conectar com ela, o que pode gerar mais conversação.

Sophia Amoruso começou a sua carreira abrindo a loja Nasty Gal, na Califórnia, que inicialmente comprava roupas de brechó para uma total reformulação. Depois de muito sucesso, começou a fazer as suas próprias roupas e não parou de crescer. A história da empresária rendeu um livro chamado Girlboss e, depois de um tempo, uma série na Netflix de mesmo nome. Pouco depois, a Nasty Gal precisou ser vendida após decretar falência. Amoruso, então, criou a empresa Girlboss. A plataforma profissional está disponível, inicialmente, apenas para usuárias dos Estados Unidos em versão beta.

Fonte: Portal Canaltech, disponível em: https://canaltech.com.br/internet/fundadora-do-girlboss-lanca-plataforma-profissional-para-mulheres-143359/

5

Jul

Tecnologia

Mercado de apps movimenta quase US$ 40 bilhões no primeiro semestre de 2019

Ainda que, em nível mundial, a procura por novos smartphones esteja aos poucos desacelerando, o mercado de aplicativos nunca esteve tão bem. É o que mostra o relatório da SensorTower, que revela que apenas no primeiro semestre de 2019 já foram gastos quase US$ 40 bilhões em compras de aplicativos para smartphones.

Essa quantia, que soma os gastos feitos tanto na App Store quanto na Play Store, significa um gasto 15% maior do que o do mesmo período no ano passado, o que significa que, se as coisas se manterem neste ritmo, 2019 baterá novamente o recorde de valores gastos em aplicativos.

Apenas na App Store foram gastos US$ 25,5 bilhões durante o primeiro semestre deste ano, um aumento de 13% quando comparado ao mesmo período do ano passado. Já na Play Store a receita foi de US$ 14,2 bilhões — um crescimento de quase 20% comparado a 2018.

Como sempre, os maiores gastos aconteceram em jogos. A categoria arrecadou como um todo (somando-se as duas lojas) US$ 29,6 bilhões — mais da metade de toda a receita gerada com apps no primeiro semestre. O jogo com maior arrecadação foi Arena of Valor (também conhecido por Honor of Kings), da Tencent. Sozinho, ele faturou US$ 728 milhões na soma de iOS e Android. Em segundo lugar ficou Fate/Grand Order, com arrecadação de US$ 628 milhões, e em terceiro Monster Strike, com US$ 566 milhões.

Já entre os aplicativos que não são jogos, a maior arrecadação do período foi do Tinder, com US$ 497 milhões, seguido pela Netflix, com US$ 399 milhões, e pelo Tencent Video, que arrecadou US$ 278 milhões.

No tota, 56,7 bilhões de apps foram baixados durante o primeiro semestre deste ano — um aumento de 11% no número de downloads em relação ao mesmo período do ano passado. 42 bilhões desses downloads foram feitos em aparelhos Android, enquanto 14,2 bilhões foram em equipamentos iOS — o que mostra que, apesar de ter apenas um terço da base de usuários do Android, as receitas da Apple com aplicativos são duas vezes maiores. Entre os apps mais baixados estão o trio imbatível WhatsApp, Facebook e Messenger, com o Instagram e o TikTok completando o top 5.

Fonte: Portal Canaltech, disponível em: https://canaltech.com.br/resultados-financeiros/mercado-de-apps-movimenta-quase-us-40-bilhoes-no-primeiro-semestre-de-2019-143419/

5

Jul

Tecnologia

TSE vai comprar 180 mil urnas eletrônicas para eleições de 2020

municipais do ano que vem, quando serão escolhidos novos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores. As novas urnas vão substituir as mais antigas, que entraram em funcionamento em 2006 e 2008. O custo da aquisição ainda não foi definido. 

Nesta semana, o TSE realizou audiência pública para colher sugestões das empresas interessadas. O TSE também tirou dúvidas sobre especificações técnicas, segurança e manutenção da urna. Está prevista para a próxima terça-feira (9) a divulgação  de um parecer técnico sobre as propostas recebidas pelo tribunal.

Segundo o secretário de Tenologia da Informação do TSE, Giuseppe Janino, a substituição dos equipamentos é necessária para melhorar a tecnologia utilizada nas urnas. De acordo com o secretário, o Brasil realiza a maior eleição informatizada do mundo. 

"Saímos de um processo eleitoral manual, com baixos índices de credibilidade, até alcançarmos alto nível de confiança junto ao cidadão, utilizando os atributos de integridade e de segurança que só o paradigma digital proporciona", disse Janino.  As urnas eletrônicas começaram a ser utilizadas nas eleições municipais de 1996. Segundo o TSE, nunca houve qualquer espécie de fraude no sistema eletrônico de votação. 

Fonte: Agência Brasil