Tecnologia

18

Mar

Tecnologia

Roboeduc Social: projeto oferta bolsa de estudos para alunos da rede pública de ensino

A Roboeduc lançou, nesta segunda-feira (18), uma seleção voltada para alunos da rede pública de ensino. Trata-se do Roboeduc Social, projeto que visa ofertar vagas para estudantes carentes do Estado e, assim, possibilitar o acesso ao universo do ensino de programação e robótica a custo zero.

A seleção consiste no envio de um vídeo de 30 segundos, para o e-mail contato@roboeduc.com, no qual o candidato deve se apresentar e dizer porque merece participar do projeto Roboeduc Social. O período de envio é até a próxima sexta-feira (23). Os candidatos devem ser alunos matriculados em uma escola da rede pública e ter entre 03 e 17 anos.

Os melhores vídeos serão selecionados para participar de uma seletiva, que consiste numa prova de raciocínio lógico de acordo com idade do participante. Os oito melhores ganharão cada uma bolsa de estudo 100% para estudar no Complexo Tecnológico da Roboeduc, localizado na Rua da Saudade, 1051, Morro Branco. Outras informações podem ser conferidas nas redes sociais por meio do username @roboeduc.

Sobre Roboeduc

As aulas promovidas pela Roboeduc são indicadas para crianças a partir dos três anos de idade. Interdisciplinares, os encontros unem os conteúdos de montagem e programação de robôs às disciplinas curriculares presentes no ensino formal, como português, matemática, história e geografia.

15

Mar

Tecnologia

Aplicativo “Detran-RN” ultrapassa os 250 mil downloads

O aplicativo criado pelo Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) para levar comodidade, agilidade e melhoria da relação existente entre os usuários e os serviços oferecidos pelo Órgão de trânsito estadual alcançou a marca de 254 mil downloads. A ferramenta trata-se do aplicativo para smartphone denominado “Detran-RN”, que permite a acesso a várias demandas relacionadas a registro de veículos e de condutores.

O aplicativo leva de forma fácil e prática diversos tipos de serviços oferecidos pelo Detran, possibilitando que o usuário possa acessar e resolver parte de suas demandas diretamente pelo sistema, que pode ser baixado nos smartphones com sistemas operacionais Android ou iOS.  

Um ponto importante do aplicativo é a facilidade para gerar boletos digitais referentes as taxas de Licenciamento, IPVA, DPVAT e multas relacionadas a infrações de trânsito. O usuário conta com todas as informações do automóvel e pode quitar os débitos de casa mesmo, bastando ter disponível o aplicativo do seu banco.

Os serviços disponíveis no aplicativo Detran-RN vão desde agendamento online até acesso a informações relacionadas a documentação exigida para cada tipo de demanda atendida pelo Detran. Outra praticidade para o usuário são os agendamentos de vistoria veicular e o de serviços de habilitação de condutores, nesse último caso para atendimentos na unidade do Detran Natal Shopping. O processo permite que o cidadão escolha dia e horário para ser atendido, gerando dessa forma, menor tempo de espera e comodidade.

No aplicativo o usuário também tem acesso a relação de todos os serviços oferecidos pelo Detran, apontando informações úteis como a documentação exigida para a apresentação no ato da realização do serviço. O cidadão também pode cadastrar seu veículo e CNH e ter disponível no smartphone informações de infrações, impostos e taxas referentes ao automóvel, além de conseguir visualizar as informações relacionadas a sua CNH, a exemplo de pontuação, validade, consulta de exames e demais dados.

Na plataforma online do aplicativo também é possível visualizar os números de contatos do Detran e ainda tem acesso ao mapa com a localização das unidades de atendimento mais próximas do usuário.

13

Mar

Tecnologia

Google lança app que identifica objetos para deficientes visuais

Anunciado em maio de 2018, o Google Lockout finalmente foi lançado ao público. Ele utiliza inteligência artificial para identificar objetos e descrevê-los para deficientes visuais e estará disponível para download ainda nesta semana. A parte ruim da notícia boa é que, inicialmente, o Lookout estará disponível somente para os aparelhos Pixel e nos Estados Unidos.

O aplicativo conta com uma tecnologia semelhante à do Google Lens, portanto, basta mirar a câmera do celular ao redor e aguardar alguns instantes até que o aparelho tenha identificado os objetos capturados.

Google informa que veio aprimorando e ajustando as funcionalidades do Google Lockout desde o ano passado, quando ele foi anunciado ao mundo, e que o serviço foi criado para uso em situações nas quais os deficientes visuais ou pessoas com graves problemas de visão normalmente teriam que pedir ajuda.

“Desenvolvemos o Lookout para funcionar em situações nas quais as pessoas normalmente teria que pedir auxílio — como descobrir um novo espaço pela primeira vez, ler textos e documentos e completar tarefas diárias como cozinhar, limpar e fazer compras”, escreveo diretor de produto de engenharia de acessibilidade da Google Patrick Clary.

A companhia diz que espera levar o Lookout para mais locais e dispositivos em breve, mas não dá qualquer pista de quando isso deve acontecer. Quem usa o Pixel nos EUA já pode baixá-lo na Play Store.

Foto: Divulgação/Fonte: Portal TechMundo

12

Mar

Tecnologia

Apple confirma evento dia 25 de março e pode lançar 'rival' da Netflix ou plataforma de combate às fake news

Deu no Portal Tech Tudo:

A Apple divulgou, ontem, segunda-feira (11), convites para um evento a ser realizado no próximo dia 25 de março. A aposta é de que, na data, a empresa revele seu serviço de streaming para concorrer com plataformas como Netflix e Amazon Prime Video. O convite para o evento vem acompanhado de um GIF que traz a frase “It’s show time!” (“é hora do show!”, em tradução livre) e faz alusão a uma câmera prestes a começar a filmar. Vale lembrar que rumores relacionados sobre um serviço de streaming oficial da Apple circulam há algum tempo na Internet.

De acordo com os rumores, a nova plataforma de streaming iria pelo caminho já trilhado por Netflix e Amazon Prime. Além de filmes, séries e conteúdo de redes de TV e outros provedores, o serviço da Apple também investiria em material exclusivo para cativar o público.

Embora os boatos sobre a possibilidade de uma “Netflix da Apple” circulem há um bom tempo, há divergência quanto à disponibilidade da plataforma: enquanto uns apostam no lançamento até maio deste ano, outros ventilam a possibilidade de que a plataforma só chegue ao consumidor em 2020.

Além do possível lançamento da plataforma de vídeos, filmes e séries, espera-se que a Apple revele um serviço de assinatura para consumo de notícias. A iniciativa teria o intuito de combater as fake news e fazer com o mercado de mídia algo parecido com que o iTunes fez com o de música, no começo dos anos 2000.

Fonte: Portal Tech Tudo, disponível em: https://www.techtudo.com.br/noticias/2019/03/apple-confirma-evento-dia-25-de-marco-e-pode-lancar-rival-da-netflix.ghtml

11

Mar

Tecnologia

Evento irá discutir inovação e startups no RN

Com o objetivo de fortalecer o network da inovação em Mossoró, hoje, segunda-feira (11), uma equipe do Núcleo de Apoio à Gestão da Inovação (NAGI), da FIERN, estará na cidade para divulgar editais de inovação para startups e discutir o cenário da inovação no Rio Grande do Norte.

O evento é coordenado pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) e Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (FIERN) e será realizado no auditório da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da UFERSA (PROPPG/UFERSA).

A programação tem início às 19h, com mesa-redonda com o tema “O Cenário da Inovação e das Startups no Rio Grande do Norte”, coordenada pelo pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UERN, Prof. Dr. José Rodolfo Lopes de Paiva Cavalcanti.

Durante o evento também serão apresentadas as chamadas abertas na Categoria “C” (Empreendedorismo industrial) do Edital de Inovação para a Indústria, que tem como objetivo conectar médias e grandes empresas, e também investidores, a startups de base tecnológica, microempreendedor individual (MEI) ou micro e pequenas empresas (MPE).

As empresas de maior porte (instituições âncoras) apresentam desafios industriais para que as empresas menores desenvolvam soluções inovadoras, compartilhando os riscos financeiros e tecnológicos.

Atualmente existem 3 chamadas abertas:

-Chamada da ENEL – inscrições abertas até dia 29/3 com os desafios:  Acesso à água, Emissão de particulado e gestão de resíduos sólidos;
-Chamada da ENGIE – inscrições abertas até dia 29/3, com os temas: Inteligência Operacional/Monitoramento SLA, Análise de perfil e desagregação de carga, Saúde e Segurança do Trabalho em atividades descentralizadas;
-Chamada da TERNIUM – inscrições abertas até dia 15/3, com os temas: Eficiência Operacional, Mobilidade com Segurança e Sustentabilidade.

7

Mar

Tecnologia

Startup brasileira de mediação digital vence prêmio Conciliar é Legal 2018

Mais de R$ 55 milhões foram movimentados em acordos extrajudiciais realizados por meio de videoconferências digitais promovidos por uma pequena startup de pouco mais de três anos de vida, liderada por duas empreendedoras que não chegaram nem aos 40 anos.

Juntas a uma equipe que hoje soma 40 mediadores digitais, a legaltech Mediação Online, também conhecida como MOL, já tratou de mais de 2.500 casos, gerando uma economia de R$ 16,5 milhões às empresas parceiras. Os resultados que chamam a atenção renderam à startup o prêmio Conciliar é Legal 2018, na categoria Mediação e Conciliação Extrajudicial.

“Nossa missão é trazer eficiência para o mundo jurídico, popularizando a mediação, em especial na versão online”, contou a advogada Melissa Felipe Gava, fundadora da MOL, a primeira plataforma de mediação on-line do Brasil. A legaltech possui mediadores que atuam em todo o Brasil na solução amigável de conflitos jurídicos.

O serviço é oferecido para pessoas físicas e jurídicas, resolvendo disputas de forma mais rápida e com validade jurídica. De acordo com Melissa Gava, usando o serviço da MOL, um caso que demoraria de três a quatro meses para ser agendado na Justiça é resolvido em apenas uma semana.

No case vencedor, a MOL promoveu acordos entre empresas com pendências financeiras e o banco Itaú, credor dos valores. Mediadores da startup reuniram os dois lados em reuniões pela internet e estimularam um encontro de interesses para criar a melhor solução possível para todos. Entre maio de 2017 e setembro de 2018, participaram das sessões 1.066 empresas de todo o Brasil - além de uma companhia da Flórida, nos Estados Unidos.

No caso do Itaú com a MOL, entre maio de 2017 e setembro de 2018, foram realizadas mais de mil sessões com empresas de todo o Brasil. No total, foram fechados 243 acordos, que resultaram no encerramento de 612 processos que tramitavam na Justiça. Além disso, 360 casos não chegaram a se tornar processo judicial porque as partes se entenderam durante a mediação.

Todas as sessões foram realizadas 100% online. Os acordos firmados pela plataforma da startup são formalizados em uma minuta, que é posteriormente enviada para assinatura digital das partes. Este documento passa a ser um título executivo extrajudicial - reconhecido como compromisso pela Justiça. Se algum dos lados descumprir o acordo, a parte prejudicada tem caminho facilitado na Justiça para garantir seus direitos, porque poderá ir diretamente para a fase de execução.

Foto: Divulgação MOL / Fonte: CNJ, disponível em: http://www.cnj.jus.br/noticias/cnj/88527-startup-brasileira-de-mediacao-digital-vence-premio-conciliar-e-legal-2018

7

Mar

Tecnologia

Robô virtual do TSE nas mídias sociais é finalista de prêmio de tecnologia

O robô virtual ou bot do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no Facebook, no Twitter e no Google Assistant é um dos finalistas do Bots Brasil Awards 2018/2019. O prêmio busca reconhecer as melhores aplicações da tecnologia na área. A votação, que vai até o dia 17 de março, é aberta ao público e deve ser feita no link http://bit.ly/vote-bba18-19.

chatbot da Corte Eleitoral foi criado em 2017 e, de lá para cá, já atendeu a cerca de 300 mil usuários em mais de 501 mil conversas virtuais. Por meio da ferramenta, os interessados podem acessar, entre outras, informações sobre situação eleitoral, local de votação e número do título, além de serviços como emissão da Certidão de Quitação Eleitoral, aplicativo e-Título, biometria, prazos e procedimentos eleitorais.

O assistente virtual do TSE nas mídias sociais concorre com outros quatro finalistas na categoria “Inovação”, que avaliará funcionalidades tecnológicas desenvolvidas para resolver problemas de negócios via bot. A premiação ainda reúne outras sete categorias: Assistentes Pessoais, Ação Social, Campanhas, e-Commerce, Entretenimento, Outsiders e Serviços.

Além do bot da Corte Eleitoral, outros 100 serviços de tecnologia brasileiros participam do prêmio. A seleção dos finalistas ficou a cargo de um comitê formado por 37 especialistas de diversas empresas que atuam na indústria de inteligência artificial.

O Bots Brasil Awards 2018/2019 é realizado pelo coletivo Bots Brasil, um grupo de profissionais e pesquisadores da área que buscam identificar práticas empresariais envolvendo chatbots, bem como proporcionar uma troca de experiências, tomando por base cases bem-sucedidos que sirvam de inspiração para os profissionais.

Conheça mais sobre o projeto e os finalistas da edição deste ano.

7

Mar

Tecnologia

Mercado musical: CDs e vinis vendem mais que músicas no iTunes em 2018

Pelo terceiro ano consecutivo, as receitas de serviços de assinatura paga, incluindo Spotify, Apple Music, Tidal e outros, impulsionaram o crescimento da indústria musical nos Estados Unidos. Em 2018, a receita de música gravada no país cresceu 12%, atingindo US$ 9,8 bilhões de faturamento, de acordo com um relatório divulgado pela Associação Americana da Indústria de Gravação (RIAA).

As assinaturas de streaming atingiram em 2018 a marca de 50 milhões de usuários, com um crescimento de 42% em relação ao ano anterior, o que representou ainda um aumento de 33% no faturamento. Em média, mais de um milhão de novas assinaturas foram adicionadas mensalmente. Por outro lado, as vendas de downloads digitais e discos físicos caíram 25,1% e 40%, respectivamente.

As receitas de plataformas de streaming contribuíram com 75% da receita total para 2018 e representaram praticamente todo o crescimento de receita do ano. A categoria de streaming inclui tanto os serviços pagos de assinatura premium quanto os suportados por anúncios (como YouTube, Vevo e Spotify), além de rádios na internet, como Pandora, SiriusXM e outros.

As receitas de músicas e álbuns digitais, como o iTunes, diminuíram pelo sexto ano consecutivo. Os downloads, que representavam 42% das receitas em 2013, hoje representam apenas 11% do mercado. No varejo, os CDs caíram 34% para US$ 698 milhões — pela primeira vez renderam menos de um bilhão de dólares desde 1986. Os discos de vinil vão na contramão dessa tendência e aumentaram 8% suas vendas, atingindo US$ 419 milhões de receita, o nível mais alto desde 1988. Juntos, CDs e vinis hoje são responsáveis por 12% de todo o mercado.

Foto: Divulgação / Fonte: Riaa, via Canal Tech, disponível em: https://canaltech.com.br/musica/cds-e-vinis-venderam-mais-que-musicas-no-itunes-nos-eua-em-2018-134003/

7

Mar

Tecnologia

Programa de Educação Tutorial de Ciência da Computação promove “Meet up! Experiências no Mercado”

O Departamento de Informática da UERN, através do PET de Ciência da Computação, irá realizar no dia 8 de março o “Meet up! Experiências no Mercado”.

Voltado para os alunos do curso, o evento terá como objetivo apresentar casos de egressos que estão se destacando no mercado de trabalho, além de apontar as principais ferramentas e tecnologias hoje utilizadas no setor.

O encontro acontecerá no auditório do PRODEPE, às 8h30.O evento contará com a participação dos seguintes egressos: Álvaro Oliveira, Claudivan Barreto, Daniel Lopes, Giovana Andrade e Wilton Júnior.

Foto: Divulgação

1

Mar

Tecnologia

Amazon registra patente de robô que busca e faz entregas

Amazon não quer "cuidar da sua vida" apenas com a Alexasua assistente virtual. A gigante varejista agora tem planos para enviar robôs para as nossas casas.

Em uma patente aprovada na terça-feira (26), a Amazon pretende buscar todas as suas encomendas de forma mais simples e rápida. Ela idealiza um "robô de recuperação" que permaneceria em sua casa e encontraria caminhões de entrega na rua para pegar seus pedidos. Sim, isso significa que o robô viveria em sua casa, pronto para pegar os pacotes assim que notificado.

Quem aqui se lembra do Amazon Scout, o carro de entrega autônomo? Este novo projeto é algo parecido, porém, com a necessidade de se deslocar menos do que veículos autônomos tradicionais. Em vez disso, eles cortam caminho de algum local físico, com uma base, diretamente para o caminhão ou van em que está a sua entrega. Seria o fim dos entregadores?

Na patente, a Amazon prevê que os robôs estejam em casas individuais, atendendo a um bairro inteiro ou complexo de apartamentos. Como é apenas um documento, então ainda há muito o que se ver e fazer sobre o projeto — uma alternativa aos drones da empresa, talvez?

Fonte: Canal Tech, disponível em: https://canaltech.com.br/casa-conectada/amazon-registra-patente-de-robo-que-busca-e-faz-entregas-133843/

1

Mar

Tecnologia

Evento online e gratuito debaterá transformação digital nas empresas

TD Web Conference é a primeira conferência online sobre transformação digital no Brasil. O evento, promovido pelo TransformaçãoDigital.com em parceria com o Canaltech, tem como principal objetivo simplificar o processo de adoção das novas tecnologias nas empresas. Totalmente gratuito, ele acontece entre 22 e 26 de abril, das 09h às 21h. Serão mais de 70 palestrantes nacionais e internacionais que serão distribuídos em 14 trilhas temáticas. As apresentações ocorrerão em horários pré-determinados ao longo dessa semana e o inscrito poderá escolher as palestras que deseja participar. A expectativa de público é de 50 mil pessoas, que poderão tirar as suas dúvidas em tempo real.

A conferência online é voltada para líderes, empreendedores e gestores de empresas que buscam a transformação digital nos negócios e necessitam de entendimento claro e caminhos práticos para as ações necessárias. “A Transformação Digital é considerada o principal movimento estratégico a ser realizado pelas organizações. Conteúdos atuais sobre o tema ainda estão fragmentados e muito teóricos. Portanto, a nossa ideia com o TD Web Conference é criar um norte para empresas começarem o seu processo de digitalização na prática”, comenta Tiago Magnus, CEO & Founder do TransformaçãoDigita l.com.

Entre os confirmados estão Jesper Rhode, consultor da Hyper Island no Brasil, Bibop Gresta, cofundador da Hyperloop TT, Daniel Hoe, diretor de marketing da Salesforcepara América Latina, Stephany Mazon, Developer Advocate na IBM Brasil, Felipe Hoffmann, coordenador da transformação digital no Grupo Boticário, Jean Christian Mies, Presidente da Adyen para América Latina e Ricardo Gonçalves, Head Of Business Development da Pollux Automation America. “Reuniremos os maiores especialistas e entusiastas da transformação digital em uma semana de conferências online para oferecer um programa de conteúdos práticos e objetivos auxiliando as empresas em sua jornada de transformação”, comenta Magnus.

Fonte: Canal Tech, disponível em: https://canaltech.com.br/eventos/evento-online-e-gratuito-debatera-transformacao-digital-nas-empresas-133633/

27

Fev

Tecnologia

Mais de 3,8 bilhões de pessoas não possuem internet, aponta estudo

Um estudo encomendado pelo Facebook Connectivity à The Economist Intelligence Unit trouxe dados de extrema importância sobre a conectividade mundial. Segundo o documento, ainda há cerca de 3,8 bilhões de pessoas ao redor do mundo sem acesso a uma internet rápida e confiável.

O Índice de Internet Inclusiva (3i) que avalia o nível de inclusão na internet de um país é dividido em quatro categorias: disponibilidade, acessibilidade, relevância e rapidez. Este ano, o índice foi expandido para incluir 100 países, representando 94% da população mundial e 96% do PIB mundial. Além disso, o estudo 3i traz informações do Value of the Internet Survey, que entrevistou 5.069 pessoas de 99 países para medir as percepções sobre como o uso da internet afeta o modo de vida das pessoas.

Resultados mistos

Como no índice do ano passado, que concluiu que apesar de haver motivos para o otimismo, ainda estávamos longe de atingir uma total inclusão na internet, o estudo deste ano mostra um resultado misto.

Este ano foi revelada uma estagnação no progresso para superar as barreiras digitais. Em contraste com anos anteriores, a diferença entre os países com menor e maior renda aumentou. Apesar da diferença geral entre aqueles com acesso à internet e aqueles sem restrições — por conta do progresso no acesso, qualidade da cobertura e acessibilidade de preço —, os países com menor renda ficaram para trás, pois a melhora foi inferior a de outros países e muito mais lenta que a do último ano. As conexões de internet nos países de baixa renda aumentaram apenas 0,8% em comparação com 65,1% no ano passado.

No lado Positivo, o estudo 3i deste ano mostrou que houve melhora na inclusão de mulheres e deficientes, com países de baixa renda e média-baixa renda impulsionando o progresso. No entanto, a acessibilidade do preço está diminuindo em relação à renda mensal em muitos países, afetando desproporcionalmente mulheres e pessoas no geral em países de baixa renda, os quais são mais dependentes de dispositivos móveis como principal meio de acesso à internet.

O índice deste ano e a pesquisa apontaram o seguinte:

- Progresso estacionado e crescimento lento da conectividade em países de baixa renda:

Embora a porcentagem global de residências conectadas à internet tenha aumentado de 53,1% para 54,8%, a taxa de crescimento das conexões de internet desacelerou para 2,9% em 2019, de 7,7% em 2018. Os maiores aumentos anuais foram de Camarões (106,7%), Quênia (34,3%) e Kuwait (28,3%).

- Os serviços de internet móvel melhoraram, mas muitos países de baixa renda consideram o progresso lento:

Em alguns países, o acesso à internet por linha fixa é muito caro ou inacessível — é por isso que os serviços móveis são primordiais. Enquanto os países de média-baixa renda tiveram uma melhora significativa de 66% na cobertura 4G, os países de baixa renda tiveram uma melhora moderada de 22%.

- Os padrões de acessibilidade na Web melhoraram globalmente, liderados por países de renda baixa e média-baixa:

Problemas de acessibilidade impediram que muitas pessoas com deficiência acessassem a internet. Contudo, as barreiras de acessibilidade, medidas pelo padrão global da W3C Web Content Accessibility Guidelines (WCAG), estão diminuindo. A pontuação média de acessibilidade na web melhorou 9,7% em comparação a 2018. Nos países de renda baixa e média-baixa, a pontuação melhorou 29,4% e 23,5%, respectivamente.

- Países de renda baixa e média baixa reduziram a lacuna entre gêneros:

Os homens estão mais propensos a ter acesso à internet do que as mulheres em 84% dos países analisados. No entanto, seguindo uma tendência positiva de 2018, países de baixa renda e média-baixa renda progrediram, reduzindo a lacuna entre os gêneros. Embora ainda exista muito a ser feito, foram demonstrados benefícios de políticas que envolvem a inclusão digital feminina, programas de habilidades digitais e metas para mulheres e meninas estudarem ciências, tecnologia, engenharia e matemática. O Reino Unido, a Namíbia e a Irlanda, seguidos pela Áustria, Chile e África do Sul, estão entre os países com melhor desempenho do ano, todos com planos de treinamento de habilidades digitais para mulheres.

- Apesar de preocupações com a privacidade, a internet é crucial para a geração de emprego e melhoria na qualidade de vida:

Com base nas conclusões do ano passado, mais da metade dos entrevistados (52,2%) disse não estar confiante sobre sua privacidade na internet. Por outro lado, a maioria dos entrevistados (74,4%) acha que a internet tem sido a ferramenta mais eficaz para encontrar emprego. Além disso, 60,2% dos pesquisados dizem que as plataformas de educação online e as tecnologias de educação digital os ajudaram a buscar uma educação, e 76,5% usaram a internet para melhorar suas habilidades em meio a um mercado de trabalho dinâmico. Empreendedores, subempregados e pessoas vivendo em países de baixa renda são limitados pela falta de conectividade de qualidade, o que os prejudicará ainda mais.

Como a Value of the Internet Survey constatou benefícios extremamente positivos do uso da internet, particularmente por melhorar a qualidade de vida, as implicações dos países de renda mais baixa ficarem para trás em termos de conectividade são preocupantes. A falta de conectividade de qualidade pode prejudicar ainda mais a capacidade dos países de baixa e média renda de melhorar suas economias em relação aos seus vizinhos.

Fonte: Facebook Newsroom, via Canal Tech, disponível em: https://canaltech.com.br/telecom/mais-de-38-bilhoes-de-pessoas-nao-possuem-internet-aponta-estudo-133629/

25

Fev

Tecnologia

Mais da metade dos internautas brasileiros afirma que não consegue ficar um dia longe do celular

Uma recente pesquisa realizada pelo Ibope Conecta mostrou que 52% dos brasileiros não conseguem ficar um dia inteiro sem estarem em contato com o celular — os que conseguem somam 18% e pouco mais de 30% conseguem mais de um dia.

Dentre os que pouco conseguem ficar sem o aparelho, 8% dizem que aguentam no máximo uma hora, 11% citam entre 2 e 3 horas, mesmo percentual dos que mencionam até 6 horas, e 7% aguentam até 12 horas. Dos entrevistados, 15% revelam que não conseguem ficar sem smartphone em momento algum.

A pesquisa também tentou identificar o comportamento dos usuários por meio de outras variantes, como a influência do celular na vida das pessoas. Pouco mais de 30% dos internautas disse não ter impacto negativo do gadget no dia a dia, ante 27% que informaram que se sentem afetados pelo dispositivo na hora de dormir e 23% que indicaram que o aparelho afeta o relacionamento com as pessoas, mesmo percentual dos que indicam distração com as tarefas diárias.

A pesquisa mostra, também, que 16% dos entrevistados apontam que o uso do smartphone atrapalha no âmbito profissional, quantidade similar de internautas que relata que o relacionamento com a família é afetado.

Há também 12% que revelam ser afetados quando estão dirigindo e recebem ligações ou mensagens, 9% que dizem que sua saúde é afetada de maneira negativa, 8% que se sentem afetados no ambiente escolar e 6% apontam que o smartphone atrapalha na vida sexual. A pesquisa foi realizada de 18 a 22 de outubro de 2018, com 2.000 internautas das classes A, B e C de todas as regiões do Brasil.

25

Fev

Tecnologia

Área de TI do Judiciário potiguar inova com monitoramento de serviços via celular

A Secretaria de Tecnologia da Informação do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (Setic) desenvolveu um sistema de monitoramento dos serviços de informática em funcionamento na Justiça Estadual. A iniciativa é um avanço porque até o ano passado, sempre que havia alguma indisponibilidade em sistemas de TI do Poder Judiciário potiguar, o acompanhamento era feito pelos computadores da Secretaria e um servidor notificava o titular da Setic, Gerânio Gomes, sobre qualquer eventual falha, quando este não estava fisicamente no prédio da unidade.

Durante um mês, o novo sistema, que avisa o secretário da queda de serviço em qualquer comarca, esteve em fase experimental e desde 14 de fevereiro passou a funcionar oficialmente.

A novidade é que agora, através do serviço de mensagens instantâneas do “Telegram”, o secretário Gerânio Gomes é notificado, diretamente pelo celular, caso haja algum problema em sistemas, como o Processo Judicial Eletrônico (PJe), por exemplo, e sobre o local em que ocorreu a queda, o que permite a comunicação direta com a unidade judiciária envolvida com o problema ou ocorrência.

Segundo Gerânio, “tudo foi desenvolvido de forma gratuita, a gente não teve custo nenhum, a nossa ideia é em breve lançar muitos outros indicadores de visualização pelo celular e alguns deles vão ser de interesse de outros setores do Tribunal”.

Agilidade

Muitas vezes, a Comarca em que o sistema falhava, perdia tempo e agilidade na prestação de serviço por não saber o momento exato em que o sistema voltaria a funcionar normalmente. O que não ocorre mais, graças ao contato direto com o juiz responsável, que é avisado quando o sistema cai e quando ele volta a funcionar.

“Nós já tínhamos esse acompanhamento dos alertas, sempre que havia uma indisponibilidade, uma queda do sistema, a gente já tinha esse acompanhamento pela tela. Eu não achava muito prático porque eu ando muito, eu queria ter isso pelo celular. Além do mais, eu recebia a informação de um servidor, uma pessoa, quando essa pessoa falhava, eu não tinha essa informação”, explica Gerânio.

Com informações do TJRN

22

Fev

Tecnologia

Rio Grande do Norte é destaque na Campus Party Brasil

Um grupo de 50 potiguares estiveram entre os dias 11 - 17 de fevereiro na cidade de São Paulo para a Campus Party Brasil - o maior evento de tecnologia do mundo. A caravana do Jerimum Valley, uma comunidade de empreendedores do Rio Grande do Norte, chamou a atenção e obteve destaque de grandes portais de notícia, grandes empresas, investidores e público de todo o Brasil. Além do Jerimum, comunidades do RN como a Liga de Empreendedorismo Potiguar, WiE, Pyladies Natal, Jerimum Hackerspace e Potilivre também estiveram presentes.

O Jerimum Valley

O grupo foi criado em 2012 durante uma roda de conversa na praça de alimentação de um shopping, quando empresários potiguares notaram que faltava aos empreendedores do estado uma comunidade e uma plataforma em que pudessem trocar experiências, compartilhar oportunidades e até mesmo atrair investidores.

"O Jerimum Valley começou com algo entre cinco a dez startups, e hoje já são mais de 100 no nosso radar", diz Monnaliza Medeiros, líder da comunidade do Jerimum Valley e empreendedora. "Queremos dar visibilidade à inovação que também vem acontecendo no Rio Grande do Norte."

Monnaliza, que tem 20 anos, foi uma das integrantes do Jerimum a palestrar na Campus Party, com os temas "Como ser uma criança self-made rica" e “Empreendedorismo Jovem - Oportunidades Tem Deadline” onde explorou os motivos pelos quais os jovens devem começar a empreender desde cedo. Ela trabalha na startup de venda de ingressos Outgo, e também é embaixadora de iniciativas de empreendedorismo no Rio Grande do Norte, atuando junto a iniciativas como a InovAtiva Brasil, do SEBRAE.

Caravana e palestras

O Jerimum Valley foi a única comunidade de startups contemplada com uma bancada especial no evento, um espaço onde o grupo expôs seu conteúdo dentro da Campus Party. 18 empreendedores potiguares ministraram palestras nesse espaço, impactando centenas de pessoas. Além da bancada, também tiveram palestrantes nos palcos principais, empreendedores como: Fred Alecrim, Glebe Duarte, Ravi Brito, Monnaliza Medeiros, Clara Nobre, Allythy Rennan, Yolanda Rodrigues, entre outros.

Exposição

Com o apoio do SEBRAE, através do Sebrae Lab, 7 empresas do Jerimum Valley foram à Campus Party para expor no espaço “Startups & Makers”, uma oportunidade para divulgar, atrair clientes e investidores, e fechar novos negócios. As empresas selecionadas para esse momento também receberam mentorias de grandes empresários do cenário nacional.

Conquistas

Concorrendo com dezenas de empresas no evento, a startup potiguar Blindog, uma solução que auxilia cachorros cegos por meio de uma coleira que emite vibrações, foi vencedora da competição “Like a Boss”, promovida pelo SEBRAE na Campus Party e representará o estado na final em Florianópolis, durante o evento Sebrae Startup Summit.

Campus Party Natal

Com bastante animação, também foi revelada na Campus Party Brasil a tão esperada data da Campus Party Natal! A primeira edição na cidade ocorreu em Abril de 2018 e movimentou mais de 60.000 participantes. Foi uma das edições mais impactantes, e a expectativa é que esse número cresça ainda mais este ano. Salve os dias 11 - 15 de setembro na sua agenda, o encontro será no Centro de Convenções de Natal!