Há uma tendência de queda no número de usuários do Facebook, indica recente pesquisa do Datafolha. Em levantamento realizado pelo instituto nos dias 2 e 3 de abril, 56% dos entrevistados disseram ter conta no Facebook, uma queda de cinco pontos percentuais em 17 meses, desde novembro de 2017, quando 61% afirmaram estar na rede social de Mark Zuckerberg.

Entre os entrevistados pelo instituto, 71% estão em ao menos uma rede social. O aplicativo de mensagens WhatsApp, pertencente ao Facebook, mantém a liderança e está no celular de 69% dos entrevistados. Depois, estão Facebook, Instagram (35%), também de Zuckerberg, e Twitter (14%). Os índices do WhatsApp e Instagram se mantiveram próximos da série histórica das últimas pesquisas. O Twitter caiu de 18% para 14%, entre 2017 e 2018, e segue estável.

Alessandro Janoni, diretor de pesquisas do Datafolha, confirma que o levantamento indica uma tendência de encolhimento no número de contas do Facebook no Brasil. "Não é uma queda consolidada, por causa da margem de erro [dois pontos percentuais para mais ou para menos], mas mostra uma tendência de queda", diz. Ele aponta para a sequência de escândalos envolvendo a rede social, entre elas vazamentos de dados privados de usuários, como um dos fatores para a redução de contas.

Janoni diz que a alta taxa de desconfiança nas redes sociais, também medida pelo instituto, é outra razão que explica o número menor de contas brasileiras na rede social. Mesmo assim, o Brasil é um dos cinco maiores mercados para a companhia. No mundo, o Facebook tem 2,2 bilhões de usuários mensais, segundo a empresa. Em julho passado, a rede social divulgou que havia atingido a marca de 127 milhões de usuários ativos mensais no país no primeiro trimestre de 2018. Em novembro de 2016, eram 111 milhões.

Fonte: ANJ, disponível em: https://www.anj.org.br/site/component/k2/73-jornal-anj-online/18622-numero-de-usuarios-do-facebook-esta-em-queda-no-brasil-diz-datafolha.html