Comunicação, educação e tecnologia

Fale com a gente pelo e-mail blogdajuliska.news@gmail.com e nos siga no Instagram @blogdajuliska.

20

Out

O Facebook está trabalhando em políticas de segurança com foco na proteção de crianças. De acordo com Antigone Davis, chefe global de segurança da rede social, a empresa vem desenvolvendo maneiras de proteger os mais jovens contra ataques de pedófilos, além de avançar com seus planos de criptografia, anunciados por Mark Zuckerberg, no início deste ano.

Em entrevista ao Financial Times, Davis disse que o objetivo do Facebook é mudar seu foco para medidas preventivas - maneiras de impedir que predadores entrem em contato com as vítimas pretendidas - desde a sinalização e remoção de conteúdo. "Quando você encontra o conteúdo significa que o problema já foi causado. Então, temos que impedir que este tipo de coisa seja compartilhada ou, criada, em primeiro lugar. Portanto, como pensamos sobre isso, como podemos paramos essas conexões?", disse ela.

A rede social pode começar a acompanhar de perto as contas que fazem uma série de solicitações de bate-papo com menores com quem não estão conectados ou com parte de grupos suspeitos. O Facebook também pode implementar alertas para pessoas com grandes diferenças de idade que conversam em particular no Messenger, nas mensagens diretas do Instagram, ou para contas que tentam entrar em contato com menores de idade quando são bloqueadas por muitas outras pessoas.

Como a preparação pode começar na área pública do Facebook ou Instagram, a empresa pode começar a digitalizar fotos em busca de comentários para encontrar contas com padrões de mau comportamento. David disse, também, que a empresa está testando como tornar os relatórios mais acessíveis, sobretudo em momentos mais agudos, como quando alguém bloqueia usuários suspeitos.

Ainda não se sabe, porém, se essas medidas serão suficientes para proteger as crianças. O Facebook disse que está trabalhando em estreita colaboração com especialistas em segurança infantil antes de lançar a criptografia de ponta a ponta. Por outro lado, a ONG Internet Watch Foundation disse ao Financial Times que a rede social de Zuckerberg pode ter procurado apenas uma única organização nos EUA.

Fonte: Canaltech, disponível em: https://canaltech.com.br/redes-sociais/facebook-medidas-proteger-criancas-contra-pedofilia-152903/

19

Out

Deu no Portal Meio e Mensagem: 

Em sua vigésima edição, o ranking Marcas Globais mais Valiosas, desenvolvido pela Interbrand, continua com a liderança de Apple, Google e Amazon, respectivamente. Vale destacar que as duas primeiras mantém a posição há sete anos. Em relação à 2018, a Apple registrou um crescimento de 9% (US$ 234.241 bilhões), e o Google de 8%, enquanto a Amazon registrou um incremento de 24% (US$ 125.263 bilhões). Quem estreia este ano na lista é o Uber, já na 87ª posição e LinkedIn, na 98ª.

Nas primeiras dez colocações, vale apontar a volta da Disney, na décima posição, com um valor de US$ 44.352 bilhões. Além das marcas já citadas, integram as top 10: Microsoft na 4ª posição (US$ 108.847 bilhões), Coca-Cola em 5º (US$ 63.365 bilhões), Samsung em 6º (US$ 61.098 bilhões), Toyota em 7º (US$ 56.246 bilhões), Mercedes-Benz em 8º (US$ 50.832 bilhões) e McDonald’s na 9ª posição (US$ 45.362 bilhões).

Além destes movimentos, chama a atenção a queda do Facebook, que saiu das top 10, descendo da 9ª para a 14ª colocação. O Facebook entrou pela primeira vez no ranking Interbrand Marcas Globais Mais Valiosas em 2012, na 69ª posição, e registrou um crescimento constante nos cinco anos seguintes. Em seu auge, em 2017,  ficou em 8° lugar com um valor de marca de US$ 48.188 bilhões.

Em uma trajetória ascendente, a Mastercard destaca-se por seu crescimento: com um incremento de 25% no valor da marca, subiu oito posições, saindo da 70ª para a 62ª. Vale citar que, após seis anos de ausência, a Dell retorna à 63ª posição, com um valor de US$ 9.086 bilhões. O valor total do portfólio das 100 principais marcas é de US$ 2.130.929 trilhões, um crescimento de 5,7% em relação ao ano passado. O valor do ranking em 2018 foi de US$ 2.015.312 trilhões.

Para elaborar seu ranking, a Interbrand analisa três aspectos: desempenho financeiro dos produtos ou serviços da marca; papel que a marca desempenha nas decisões de compra, e  a força competitiva da marca e sua capacidade de criar lealdade e, portanto, demanda e lucro sustentáveis no futuro. A 20ª edição do ranking Interbrand Marcas Globais Mais Valiosas apresenta uma série de relatórios individuais voltados para os diversos setores. Neles, destaque para o segmento de Luxo, que registrou a maior valorização, passando de US$ 105.783 bilhões para US$ 117.785 bilhões, uma taxa de crescimento de 11%. Confira aqui o ranking completo e um relatório sobre os resultados. 

Fonte disponível em: https://www.meioemensagem.com.br/home/marketing/2019/10/17/apple-google-e-amazon-as-top-3-marcas-mais-valiosas.html

18

Out

Que tal incentivar crianças a conhecerem um pouco mais sobre a Constituição Brasileira, sobre os direitos e deveres do cidadão e ainda estimular valores como a solidariedade, a compaixão, a empatia e a generosidade? E tudo isso de forma lúdica e interativa. Essa é a proposta da exposição Casa da Cidinha – Cidadania para Crianças. A abertura acontece no dia 25 de outubro, às 08h30, no Solar Bela Vista, na Cidade Alta, em Natal. A exposição vai estar aberta à visitação de 28 de outubro a 03 de novembro. A entrada é gratuita.

A ação foi pensada para crianças de 8 a 12 anos de idade e montada em forma de circuito. Os pequenos vão visitar quatro salas com os temas da Empatia, Generosidade, Solidariedade e Compaixão. Em cada um desses espaços, um especialista na área de direito vai conversar sobre o assunto com as crianças. Elas também vão se deparar com painéis, esculturas, jogos e brincadeiras relacionadas ao tema.

Na última parte da exposição, os visitantes vão conhecer o Salão da Vida em Sociedade. “As crianças vão fazer uma gincana sobre o equilíbrio. Vamos ter uma grande balança com tijolinhos. Dentro dos tijolinhos estão escritos os direitos e deveres do cidadão. As crianças vão colocar de um lado da balança o que elas entendem como direito e do outro lado os deveres. A ideia é que elas compreendam o que significa o equilíbrio da vida em sociedade”, explicou a curadora da exposição, Tatiane Fernandes.

No Salão, também serão tratados temas como: o sentido de nação, por meio dos Jogos Olímpicos: civilização, usando os símbolos e significados das bandeiras; diversidade, por meio de etnias; além das temáticas da justiça, legalidade, igualdade, equidade e liberdade.

Durante a semana, a exposição começa às 08h30 e vai até às 16h. No fim de semana, a Casa da Cidinha estará aberta ao público das 10h às 17h. As escolas da rede pública a privada podem agendar visitas durante a semana pelo e-mail casadacidinha.cidadania@gmail.com ou pelo telefone (84) 9-9657-4466. A ação é promovida pelo Programa Brasileiro de Educação Cidadã, o Probec, com criação e produção da Mapa Realizações Culturais e patrocínio da Potigás. O projeto ainda conta com o apoio dos artistas visuais Jack Monteiro e Anderson Leão, responsáveis pelas artes e painéis da exposição.

18

Out

A proprietária do Snapchat, a Snap, anunciou ontem (17) uma plataforma de publicidade dinâmica que cria anúncios automaticamente e os direciona para o público-alvo em tempo real. Em um momento no qual duas gigantes da tecnologia, Google e Facebook, enfrentam grande pressão regulatória sobre seu controle de mercado, a Snap aumentou consideravelmente a receita base de usuários, e agora está apostando que a conveniência atrairá mais anunciantes.

As plataformas de anúncios dinâmicos selecionam itens dos catálogos de produtos dos anunciantes, e os segmentam de forma automática para pessoas com interesses compatíveis, sem a necessidade de anunciarem manualmente cada produto de maneira individual.

Dessa forma, a Snap poderia, por exemplo, mostrar um violão automaticamente para os usuários interessados em música. A empresa disse que anunciantes globais podem usar a plataforma de anúncios dinâmica imediatamente, mas suas campanhas inicialmente atingirão apenas usuários do Snapchat dos EUA, com lançamento global agendado posteriormente.

A Snap segue sendo um pequeno player no mercado global de anúncios digitais com participação de receita de 0,5%, comparado com os 21% do Facebook e com os 32% do Google, de acordo com a empresa de pesquisa eMarketer.

Fonte: Olhar Digital, disponível em: https://olhardigital.com.br/noticia/snap-lanca-plataforma-que-cria-anuncios-automaticamente/91740

18

Out

Considerado a maior rede profissional do mundo, o LinkedIn está dando um próximo passo no seu crescimento com uma novidade: o recurso Eventos. A funcionalidade foi apresentada na última quarta-feira (16), mostrando que a construção de uma comunidade offline é essencial para relacionamentos profissionais de alta qualidade. Segundo dados obtidos pelo próprio LinkedIn, as chances de aceitação de uma conexão na página sobem de 20% a 80% com as reuniões presenciais.

A novidade começou a ser disponibilizada no LinkedIn a partir desta quinta-feira (17), inicialmente aos mercados da língua inglesa, chegando no restante do mundo nos próximos meses. A ferramenta poderá ser acessada tanto na versão web e mobile da página, quanto pelo aplicativo para Android e iOS.

Ricardo Wright, gerente sênior de desenvolvimento de negócio para a América Latina do LinkedIn, diz que o objetivo da plataforma sempre foi criar e desenvolver relacionamentos profissionais, e que a empresa tem todos os elementos necessários para tornar essa conexão possível.

"Desde reuniões de ex-alunos, happy hours, eventos de equipe, workshops de empresas, incentivamos nossos usuários a usar os Eventos do LinkedIn para estender conversas online para o mundo real", diz o executivo.

Assim que o recurso Eventos chegar ao Brasil e em português, poderá ser acessado diretamente do painel "Comunidade", que estará localizado ao lado esquerdo do feed de notícias. Então, acima da função "Grupos", será preciso apenas clicar em um sinal de "+" e inserir a descrição do evento, como nome, localidade, data, hora, fuso horário e uma URL externa.

Fonte: Canaltech, disponível: https://canaltech.com.br/mercado/linkedin-anuncia-ferramenta-eventos-para-encontros-profissionais-offline-152805/

18

Out

A Câmara Municipal de Natal abraça a Campanha Outubro Rosa e realiza neste mês uma série de eventos alusivos à prevenção e tratamento do câncer de mama. Depois de uma solenidade realizada na última quinta-feira (10), que homenageou entidades e voluntários atuantes na prevenção e no apoio às mulheres, vítimas de câncer, a Casa promoverá um mutirão para exames de mamografia, junto a uma série de serviços voltados para as servidoras da instituição. A iniciativa faz parte da política de valorização e qualidade de vida dos servidores da CMN, sendo neste mês de outubro focada na saúde da mulher.

Na próxima segunda-feira, dia 21, em parceria com o Grupo Reviver, a unidade móvel de exames, com profissionais especializados, permanecerá no estacionamento do Palácio Frei Miguelinho, sede do Poder Legislativo Municipal, até o dia 23, para realizar 210 exames de mamografia. As inscritas na ação serão acolhidas por uma equipe multidisciplinar, que auxiliará no direcionamento às atividades que serão oferecidas ao longo da programação.

As ações da Câmara no Outubro Rosa contam com distribuição de brindes e serviços de estética, como maquiagem e cuidados da pele realizados pela empresa Mary Kay. Equipes da Faculdade Estácio de Sá vão realizar exercícios laborais com relaxamento e estética corporal e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) oferecerá serviços de manicure, corte de cabelo e design de sobrancelhas. Já no dia 24, a Associação Brasileira das Mulheres da Carreira Jurídica (ABMCJ) será responsável pelas palestras direcionadas ao público da campanha e voltadas para temáticas como direitos e garantias das mulheres com câncer.

 “A Campanha Outubro Rosa deste ano tem como público-alvo as servidoras da Casa e dos gabinetes, como forma de acolhimento e valorização da saúde física e emocional das mulheres. A Câmara cumpre seu papel chamando a atenção para a relevância da prevenção ao câncer de mama e em parceria com entidades responsáveis, oferece serviços diretos às mulheres, contribuindo para a redução da mortalidade”, destaca o presidente da Casa, vereador Paulinho Freire (PSDB).

A Câmara Municipal de Natal também é um dos pontos de arrecadação de lenços, que visam ajudar a melhorar a autoestima de mulheres que estão na luta contra o câncer. O material arrecadado até o próximo dia 23/10 será destinado ao Grupo Reviver.

18

Out

Deu no Portal Meio e Mensagem:

O Conselho Executivo das Normas-Padrão (Cenp) cumpriu o planejamento de aumentar o painel das agências participantes do Cenp-Meios, projeto que visa mapear o investimento em mídia no mercado brasileiro. O painel, que teve início em 2017 com a participação de 75 agências – e que em 2018 conseguiu a obtenção de informações de 78 agências – agora, apresenta o primeiro panorama de 2019 com a participação de 214 agências de publicidade.

Com essa ampliação da amostra, o Conselho pretende tornar o Cenp-Meios um retrato mais fiel da movimentação financeira da indústria de publicidade do País. O Cenp coletou as informações de compra de mídia de todas essas agências e, nesta quinta-feira, 17, divulgou o painel relativo à compra de mídia no Brasil no primeiro trimestre do ano.

De acordo com os dados do Cenp-Meios, os investimentos feitos nos veículos de comunicação nos meses de janeiro, fevereiro e março de 2019 totalizaram R$ 3.792,174 bilhões. Pela diferença da amostra de agências participantes – e pelo fato de o Cenp-Meios não ter fornecido uma análise do primeiro trimestre de 2018, não há como fazer um comparativo direto entre o volume de compra de mídia do primeiro três meses de 2019 com o mesmo período do ano anterior.

Em relação aos meios que mais angariam verbas publicitárias, A TV aberta segue da liderança, recebendo 54,7% do total de investimentos direcionados aos meios no início de 2019. Na sequência vem a Internet, com 19,1% do total das verbas. Pela primeira vez, o Cenp-Meios destrinchou o montante direcionado ao meio e subdividiu os investimentos em cinco diferentes formatos, para fornecer uma melhor compreensão acerca da distribuição das verbas no ambiente online (veja no gráfico).

Depois da internet, os meios que mais receberam verbas dos anunciantes no período foram a Mídia Exterior/out-of-home (11,4%); TV por assinatura (6,6%); Rádio (4,6%), Jornal (2,6%); Revista (0.8%) e Cinema (0,3%). Em 2018, quando o painel era construído com base nas informações de 78 agências, o Cenp-Meios reportou uma compra de mídia no total de R$ 16,5 bilhões, o que representava uma oscilação positiva de 0,57% em relação ao ano de 2017.

Fonte disponível em: https://www.meioemensagem.com.br/home/midia/2019/10/17/cenp-meios-compra-de-midia-alcancou-r-38-bi-no-inicio-de-2019.html

18

Out

A estudante Laila Cristina de Paiva Soares, 18 anos, aluna do Centro Estadual de Educação Profissional Professor Francisco de Assis Pedrosa, localizado em Mossoró (RN), foi classificada como a vencedora estadual da 12ª edição do programa Jovem Senador, iniciativa do Senado Federal que tem por objetivo possibilitar aos estudantes das escolas públicas a vivência do trabalho dos senadores na capital brasileira. 

Ao todo, 27 alunos de cada estado da federação participarão do programa, que acontece entre os dias 25 e 30 de novembro em Brasília (DF), sendo Laila Cristina a representante potiguar desta edição. Para ela, sua participação no programa representará uma experiência única, que a possibilitará não apenas conhecer na prática o funcionamento do sistema legislativo, mas compartilhar o conhecimento adquirido.

“Espero aprender sobre o sistema de leis no nosso país e conhecer os estudantes de cada estado, compartilhando experiências e aprendizados com a pluralidade dos 26 jovens. Além disso, espero trazer o que aprendi à minha comunidade escolar”, destaca a estudante. Quem também está feliz com o resultado é a professora Elaine Cristina, que irá acompanhar Laila na viagem. Para a educadora, aprovação no programa foi de grande importância para escola, e reflete o emprenho da aluna.

“Compreendendo o quanto é importante o jovem ter claro seu projeto de vida e lutar para alcançá-lo. Laila é exemplo de quem tem metas a curto, médio e longo prazo e para alcançar essas metas. Esse resultado consolida também o esforço da própria aluna que servirá de exemplo para os demais”, avalia a professora. No âmbito estadual o programa Jovem Senador é realizado pela Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer através da Subcoordenadoria de Educação Profissional.

18

Out

A Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) do Senado aprovou na última quarta-feira (16) o projeto de lei que permite a abertura de ações civis públicas contra autores e disseminadores de fake news que ataquem interesses coletivos. A proposição tem como intuito acelerar o andamento de processos judiciais, simplificar o combate às mentiras danosas à reputação dos grupos e garantir a aplicação de multas e pedidos de retirada de conteúdo, quando necessário.

O texto é de autoria da senadora Mara Gabrilli (PSDB-SP) e é substitutivo ao Projeto de Lei do Senado 246/2018. Na visão dela, a ideia de diferenciar as fake news individuais, que atingem indivíduos específicos, das que atacam interesses coletivos foi necessária uma vez que grupos, organizações ou demandas gerais precisam de legitimidade para a abertura de processos, algo que não existia antes.

A necessidade de mudança também veio como uma forma de reduzir o processo burocrático, afinal de contas, se cada indivíduo atingido por uma fake news coletiva movesse uma ação, a justiça seria incapaz de trabalhar com tantos processos. Assim, a abertura desse tipo de procedimento passa a ficar por conta de associações consolidadas ou órgãos oficiais como o Ministério Público ou a Defensoria Pública.

A matéria, agora, segue para análise pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), também do Senado, antes de avançar para os demais trâmites de aprovação. O texto original é oriundo do Projeto Jovem Senador 2017 e acabou alterado pela proposição de Gabrilli.

Fonte: Canaltech, disponível em: https://canaltech.com.br/governo/comissao-do-senado-aprova-projeto-que-permite-acao-publica-contra-fake-news-152785/

18

Out

A falta de atendimento, a briga judicial por garantias de direitos e o bem-estar da população com autismo foram alguns dos temas discutidos na Assembleia Legislativa durante audiência pública realizada na tarde desta quinta-feira (17). Proposto pela deputada Cristiane Dantas (Solidariedade), o debate reuniu juristas, pais e mães de pessoas com autismo, representante de plano de Saúde, além de representantes do Judiciário, Ministério Público e Defensoria Pública. O objetivo do debate foi alcançar um consenso sobre uma medida para reduzir as ações judiciais individuais para garantir atendimento a autistas que têm cobertura pelos planos de Saúde.

"Esta audiência pública é realizada para suscitar o diálogo sobre um dos importantes aspectos que envolvem a plena garantia do acesso à saúde pelas pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) e o constante embate jurídico que as famílias travam com os planos de saúde para o acesso contínuo aos tratamentos multidisciplinares", explicou a deputada Cristiane Dantas, na abertura da discussão.

De acordo com a parlamentar, a lei 9.656/98, que dispõe sobre planos e seguros saúde, determina cobertura obrigatória para as doenças listadas na CID 10 – Classificação Estatística Internacional de Doenças e de Problemas Relacionados à Saúde.  A CID 10 prevê todos os tipos de Transtornos do Desenvolvimento Psicológico. Um destes é o Transtorno Global do Desenvolvimento, do qual o autismo é um subtipo. Da mesma forma, a parlamentar explicou que a lei 12.764/12, que instituiu a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista, prevê a obrigatoriedade do fornecimento de atendimento multiprofissional ao paciente diagnosticado com autismo.

Mesmo assim, não é uma tarefa simples conseguir atendimento custeado pelos planos. "A legislação atual garante cobertura dos tratamentos indicados a diversos transtornos do desenvolvimento, inclusive ao autismo. No entanto, as operadoras e seguradoras de saúde limitam o acesso do beneficiário a apenas algumas sessões multidisciplinares anuais. Mas como já citei, o tratamento para quem tem TEA é longo e contínuo e pela legislação em vigor essas restrições são consideradas abusivas", disse a deputada.