A exposição Confluências apresenta vários caminhos que apontam para um único ponto: o rio Potengi. Com o objetivo de enaltecer a importância do rio como parte da história, da vida e das experiências da população potiguar, a professora Estrela Santos, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), orientou os 13 alunos do curso de Artes Visuais que, nesta quinta-feira, 13, a partir das 19h, exibirão seus trabalhos no Museu Câmara Cascudo (MCC) da UFRN. A exposição funciona, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 12h e das 13h às 17h, e nos sábados, domingos e feriados, das 12h30 às 18h.

Inspirada na interação do ser humano com o seu entorno, especificamente como parte do meio ambiente, a professora Estrela uniu pesquisas realizadas na área ambiental com um desejo pessoal de lançar um olhar afetuoso para o rio Potengi. As obras expostas são fotografias, vídeos e performances, percebidas desde o olhar até a sensibilidade do toque. A intenção é resgatar qualquer recordação afetiva que sirva como alerta para a poluição e o abandono que agora são a realidade do rio.