O Facebook divulgou seu balanço financeiro do último trimestre de 2018. A plataforma bateu recorde de lucro no período, atingindo a marca de US$ 6,8 bilhões e um crescimento de 30% na receita. Os resultados positivos vêm na contramão da crise vivida pela empresa após os casos de uso indevido de dados e falta de transparência. As informações são do Portal Meio & Mensagem.

 De acordo com o site, o relatório apontou, ainda, um crescimento anual de 9% no número de usuários ativos da rede concentrados fora do eixo Europa – América do Norte, que manteve o público estável. Instagram, WhatsApp e Messenger assinalaram uma estimativa de 2,7 bilhões de usuários por mês. Depois da divulgação do balanço, as ações da companhia subiram mais de 11% no mercado de valores.

O último ano foi marcado por escândalos na companhia. A rede reportou três incidentes de violação à proteção de dados pessoais e o CEO da empresa, Mark Zuckerberg, chegou a ser pressionado para deixar o conselho da companhia depois de depor sobre o uso de informações privadas na campanha do presidente americano Donald Trump.

Ainda nessa semana, a companhia se envolveu em uma nova polêmica. Segundo o site TechCrunch, a rede estaria usando um aplicativo de pesquisa e rastreamento de iPhones para ter acesso aos dados de adolescentes americanos. Em resposta, a Apple baniu o Facebook do programa que tem fins corporativos.

Fonte: Portal Meio & Mensagem, disponível em: http://www.meioemensagem.com.br/home/midia/2019/01/31/facebook-bate-recorde-de-lucro-no-final-de-2018.htm