O Instagram anunciou ontem (13) a chegada de novas ferramentas para facilitar a organização e realização de lives. Agora, os criadores de conteúdo poderão trabalhar melhor suas transmissões ao vivo e gerar expectativa com o agendamento prévio de até 90 dias, o compartilhamento de novidades sobre a live e a configuração de lembretes para o usuário.

Essa novidade finalmente coloca o Instagram ao nível de igualdade com o YouTube e o Tiktok, concorrentes que já tem o recurso há algum tempo. Na plataforma de vídeos do Google, por exemplos, existe a possibilidade de promover tais eventos pelo Google Ads e até usar materiais pré-gravados como se fossem ao vivo por meio do recurso chamado Estreias.

Já o Facebook também possibilita o agendamento prévio há bastante tempo, além de trazer ferramentas específicas para os criadores como divulgações antecipadas, compartilhamento em tempo real e salas experimentais pré-transmissão. O TikTok, principal rival do Instagram na atualidade, lançou as lives em 2021 e trouxe com elas a capacidade de agendamento prévio e lembretes.

Segundo o Instagram, o agendamento de lives será disponibilizado para todos os perfis do mundo a partir de hoje, embora a entrega seja feita de forma gradual ao longo dos próximos dias. Feito o agendamento, será possível compartilhar o conteúdo diretamente com os seguidores nos Stories e como posts no feed.

Outra adição é o chamado Pratice Mode (Modo de treino, em tradução livre) que deve permitir a realização de testes do criador e seus convidados antes do início do evento para testar a conexão, iluminação, som ou qualquer outra preparação necessária antes do ao vivo. Essa é uma adição muito aguardada pelos usuários, porque permite uma familiarização melhor para aqueles que nunca transmitiram via Instagram ou quer checar detalhes técnicos do celular.

Lives em alta, menos no Insta

Apesar de bem-vindos, os recursos podem ter chegado um pouco atrasados à plataforma, já que houve uma queda considerável na quantidade de lives no Instagram desde o início da pandemia — basta comparar o app atualmente com um ano antes e ver como há bem menos transmissões. Por outro lado, plataformas como o YouTube, a Twitch e o Facebook Gaming têm crescimento considerável de visualizações graças a conteúdos voltados para o entretenimento e jogos online.

Vale lembrar que a popular rede social de Adam Mosseri passa por um processo de redefinição de estratégias: a chegada dos Reels, o fim do IGTV, a migração de fotos para vídeos no Feed e, é claro, a aposta nas lives com até quatro pessoas simultâneas.

Fonte: Tecmundo, disponível em: https://canaltech.com.br/redes-sociais/instagram-vai-permitir-lives-agendadas-e-treinos-antes-da-transmissao-ir-ao-ar-198720/