O Ecossistema articulado no Rio Grande do Norte entre entidades empresariais, órgãos públicos e instituições acadêmicas, com o objetivo de estimular iniciativas inovadora,  concorre ao Prêmio Nacional de Inovação, uma iniciativa realizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), com edições a cada dois anos.

Na edição 2021/2022, foi inserida a categoria “Ecossistema de Inovação” no Prêmio, que também tem Gestão da Inovação e Inovação — com as subcategorias, Produto, Processo e Sustentabilidade.

Os trabalhos foram desenvolvidos pelo NAGI (Núcleo de Apoio à Gestão da Inovação do RN), instituído em 2011, pelo Comitê de Lideranças Empresariais pela Inovação e o pelo Comitê de Inovação, Ciência e Tecnologia, que têm a participação da iniciativa privada, academia e governos, as entidades e instituições parceiras identificaram que essa experiência poderia ser submetida nessa categoria.

“O time formado pela FIERN, Sebrae, UFRN/IMD, Sempla/Comcit, Sedec e a empresa Água Mineral Cristalina, envolvendo seus parceiros IEL-RN, SENAI-RN, SESI-RN, ISI-ER, IFRN, Fapern, Apec, Seahub Coworking, Repin e BQMIL, organizou uma força tarefa para apresentar suas atividades e ações, bem como, alguns resultados que hoje são alcançados, buscando o enquadramento na categoria Ecossistema de Inovação em desenvolvimento”, destacou a gestora do NAGI-RN, Susie Macêdo.

Ela acrescenta que “um dos motivadores para se abraçar esse desafio de candidatura ao prêmio, destacando suas experiências, é o fato de que cada candidato receberá um relatório de avaliação personalizado de todas as instituições inscritas, com feedbacks, identificação de pontos fortes e oportunidades de melhorias, além do comparativo entre as candidatas da mesma modalidade”.

Outro aspecto, diz a gestora do NAGI, são os prêmios que irão oportunizar experiências de Imersão em Ecossistema de Inovação, Acesso a tecnologias, Infraestrutura para Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) e modelos de negócio e gestão, em parceria com instituições do Brasil e do mundo, por fim oportunidade de formação no Master in Business Innovation (MBI) do SENAI.

Igualmente relevante, o prêmio oferece ampla divulgação na mídia dos finalistas e vencedores em mídias digitais e impressas (jornais e revistas) de relevância empresarial e alcance nacional.

As inscrições para a atual edição do Prêmio Nacional de Inovação encerram nesta quarta-feira, 16, e o Ecossistema do RN já está inscrito, com o encaminhamento da apresentação de todas suas atividades.

Prêmio

O Prêmio Nacional de Inovação tem edições a cada dois anos. Trata-se de uma iniciativa uma iniciativa da Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI), realizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), com patrocínio da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP).

O RN, ao longo destas edições, obteve reconhecimentos expressivos, dos quais podemos citar a Empresa BQMIL – Brasil Química que na edição 2019 2020, na categoria empresas de médio porte em processos inovadores, foi reconhecida nacionalmente.

De acordo com o Regulamento do Prêmio, um “Ecossistema de Inovação (EI) se caracteriza por ser um ambiente composto por diferentes atores que promove articulação, interação e cooperação entre eles, estimulando iniciativas e redes de relacionamento que fomentam ações visando o benefício mútuo e tendo a inovação como elo e foco principal.”

Conheça as categorias do Prêmio Nacional de Inovação:

Ecossistemas de Inovação (E.I.) – É um ambiente composto por diferentes atores que promove articulação, interação e cooperação entre eles, estimulando iniciativas e redes de relacionamento de benefício mútuo e tendo a inovação como foco principal. A avaliação contempla o fortalecimento do E.I. por meio da demonstração de esforço realizado, resultados obtidos, impactos gerados e a evolução obtida nos últimos dois anos.

Gestão da Inovação – Premia empresas que, por meio da implementação de processos, métodos, técnicas e ferramentas de gestão produziram um ambiente propício à geração de inovações. A categoria identifica o nível da capacidade de inovação, em função da aderência a um conjunto de fundamentos, e o grau de resultados efetivos obtidos pela organização.

Inovação –  Contempla organizações que tiveram resultados expressivos em suas inovações. A avaliação mensura os efeitos de desempenho decorrentes das inovações lançadas pelas empresas.

Subcategorias Inovação:

Produto, avalia os impactos positivos que bens ou serviços inovadores geraram ao negócio; Inovação em Processo, analisa métodos de distribuição ou de produção novos ou melhorados; Inovação em Sustentabilidade, premia inovações que preservam o meio ambiente e/ou que geram benefícios sociais.