Educação

12

Ago

O papel dos pais no desenvolvimento das crianças e a evolução dessa relação na atualidade é tema de palestra na Maple Bear Natal

Você já observou como a presença paterna pode fazer a diferença na educação dos filhos e no bem-estar da família como um todo? E já teve a impressão que a forma de vínculo entre pais e filhos pode estar em mudança na sociedade atual? Para criar uma oportunidade de reflexão, aprendizado e debate sobre o tema e o desenvolvimento infantil em torno da figura paterna, a Maple Bear Natal vai reunir as famílias dos alunos da Educação Infantil para a palestra "O papel paterno" no próximo dia 16, às 18h, no auditório da escola.
 
Segundo a psicóloga e professora da Maple Bear Natal, Ms. Sheila Brito, que irá conduzir o encontro, há variadas pesquisas que revelam o quanto a presença da figura paterna é essencial na vida dos filhos. Elas indicam, por exemplo, que meninos com figuras paternas ausentes têm mais dificuldade em ter autocontrole, enquanto que meninas nessa mesma situação têm maior probabilidade de estabelecer relações amorosas tóxicas. 


 
Para a profissional, é muito importante se debater sobre isso. "É importante porque, embora o papel materno e paterno tenham o mesmo peso em grau de importância no desenvolvimento de uma criança, um deles ainda não é tão evidenciado como deveria: o paterno", declara Sheila.
 
Apesar disso, a psicóloga ressalta uma boa notícia: a de que os pais estão mais presentes nos últimos tempos. “Embora o papel paterno não esteja relacionado necessariamente à figura do pai, posso dizer que os pais de hoje estão em sua maioria mais presentes. Antigamente havia uma divisão social das funções familiares: as mães cuidavam e educavam os filhos e os pais tratavam de prover financeiramente a família. Mas hoje existem diversas composições familiares e isso facilitou a maior vinculação dos pais com a função paterna", diz a psicóloga.
 
Sheila Brito esclarece ainda que uma boa forma dos pais estarem mais presentes na educação dos filhos é, primeiramente, se colocando nos lugares deles enquanto seres humanos. Ela explica que relações mais próximas e “horizontais” favorecem a criação de vínculos. "Muitas vezes os pais assumem um lugar de fortaleza, de exemplo a ser seguido que pode dificultar, pois o filho passa a ver o pai como ídolo, e vamos pensar um pouco nesse lugar: o ídolo até recebe a adoração de seu fã, mas fica em cima do palco bem alto, e o fã lá embaixo. O vínculo é a ferramenta primordial das relações afetivas", aponta.
 
A psicóloga ressalta que essas análises pontuais estarão dentro da abordagem da palestra, cuja intenção é juntar as famílias, no mês em que se comemora o dia dos pais, para que possam pensar o tema. “Será um momento de reflexão e troca”, destaca. 
 
Metodologia Canadense
 
A Maple Bear Natal funciona há 12 anos na capital potiguar, oferecendo turmas de educação infantil, a partir de 1 ano de idade, até o ensino fundamental. A metodologia canadense de ensino estimula a observação, a resolução de problemas e a tomada de decisões. São atividades que contribuem para a formação de crianças independentes e com pensamento crítico.
 
No ensino fundamental, as crianças desenvolvem todas as competências de comunicação em Português e Inglês, incluindo compreensão, fala, leitura, escrita, visualização e representação. As aulas acontecem 50% em inglês e 50% em Português. Os conteúdos estudados em inglês incluem Língua Inglesa, Artes, Matemática e Ciências.

12

Ago

Institutos Federais lançam edital para publicação de livro

As Pró-Reitorias de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação dos Institutos Federais do Rio Grande do Norte, Paraíba e Pará publicaram, no dia 1º de agosto, o Edital nº 27/2022, que rege o processo para submissão, seleção e publicação de texto para a publicação do livro pelas editoras dessas três instituições. O intuito é identificar o desenvolvimento de atividades de ensino, pesquisa, extensão, inovação e cultura que tenham relação com a diversidade étnico-racial, de gênero, de sexualidade ou de necessidades educacionais específicas nas instituições que fazem parte da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (RFEPCT). 

Serão aceitos os gêneros textuais relato de experiência reflexivo, ensaio acadêmico e artigo científico para a composição do livro. Os textos serão organizados em três eixos: relações étnico-raciais, Deficiência e Inclusão e Gênero e Sexualidade.  Serão considerados elegíveis textos inéditos, ou seja, aqueles que não foram publicados antes em qualquer tipo de veiculação. As pessoas interessadas devem submeter o texto através do e-mail colecaodiversidade@gmail.com, colocando “Inscrição no edital 27/2022” no assunto. O prazo para submissão é até 16/10. 

Relevância

Para o pró-reitor de Pesquisa e Inovação do IFRN, professor Avelino Lima Neto, a iniciativa é relevante pela temática, que coincide com o tema do Congresso Norte-Nordeste de Pesquisa e Inovação 2022, a ser realizado no Instituto Federal de Rondônia, em Porto Velho. “Essa coedição fortalece o trabalho em rede na RFEPCT e visibiliza produções sobre sujeitos centrais das políticas afirmativas e de inclusão na Educação Profissional”, acrescentou Rodrigo Pessoa, editor-chefe da Editora IFRN. Mais informações podem ser acessadas no edital ou através do e-mail colecaodiversidade@gmail.com

12

Ago

UFRN tem teses premiadas no Prêmio Capes 2022

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) teve três trabalhos premiados e três outros reconhecidos com a menção honrosa no Prêmio Capes de Tese 2022. A premiação consagra os melhores trabalhos de doutorado defendidos nos programas de pós-graduação do país, reconhecidos pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). A Instituição conseguiu ampliar o número de teses reconhecidas em relação ao ano anterior, quando cinco trabalhos foram destacados.

Os estudos premiados pela Capes, defendidos em 2021, são as teses de Cleitiane da Costa Nogueira, da Pós-Graduação em Engenharia Química, sob orientação do professor Everaldo Silvino dos Santos; de Evelyn Fernandes Erickson, do Programa de Pós-Graduação em Filosofia, orientada por Daniel Durante Pereira Alves e coorientada por Ole Thomassen Hjortland; e a de Florymar Escalona Duran, da Pós-Graduação em Química, com orientação de Carlos Alberto Martinez Huitle.

As teses que receberam a menção honrosa no Prêmio foram a de Mikhael Santos Cerqueira, da Pós-Graduação em Fisioterapia, sob orientação de Wouber Herickson de Brito Vieira; a de Allan Jedson Menezes de Araújo, da Pós-Graduação em Ciência e Engenharia de Materiais, orientada por Carlos Alberto Paskocimas; e a de Rayane Noronha Oliveira, da Pós-Graduação em Serviço Social, sob orientação de Antoinette de Brito Madureira.


No ano passado, a UFRN já havia conseguido o melhor desempenho das últimas quatro décadas, com cinco trabalhos reconhecidos. O pró-reitor de Pós-Graduação, Rubens Maribondo, considera que o Prêmio Capes de Tese é uma das mais importantes premiações que atestam a qualidade das teses desenvolvidas nos programas de pós-graduação no país. Este ano, ressalta ele, seis alunos de diferentes programas da UFRN, distribuídos em todas as três grandes áreas de conhecimento, tiveram suas teses reconhecidas. 

“Isso mostra a qualidade das teses que nós desenvolvemos na UFRN. Mostra a dedicação de cada docente e discente credenciado nos programas de pós-graduação e, ainda, o esforço institucional direcionado ao que efetivamente traz resultados para uma universidade do porte da UFRN, que é a qualidade acadêmica, de formação de recursos humanos e científica. Ficamos muito felizes por esses alunos”, expressa. 

O reitor em exercício, Henio Ferreira de Miranda, avalia que “ter a UFRN tão bem representada no Prêmio Capes de Tese comprova a qualidade das pesquisas produzidas na nossa instituição, bem como demonstra o esforço institucional para a consolidação da excelência acadêmica em diversas áreas do conhecimento e o nosso compromisso com o desenvolvimento do país por meio de educação, ciência, tecnologia e inovação”.

Prêmio 

O Prêmio Capes de Tese foi concedido para as melhores teses de doutorado defendidas em 2021, selecionadas em 49 áreas de avaliação reconhecidas pela Capes nos programas do Sistema Nacional de Pós-Graduação. A premiação de 2021 ocorre em parceria com a Fundação Carlos Chagas e com a Dimensions Sciences. O Prêmio é constituído pelo Prêmio Capes de Tese e o Grande Prêmio Capes de Tese (o resultado desta premiação será divulgado em dezembro deste ano). A solenidade de entrega do Prêmio está prevista para o dia 8 de dezembro.

Trabalhos destacados

Cleitiane da Costa Nogueira – Tese: Produção de etanol celulósico sob elevadas concentrações de polímeros à base de óxido de etileno.

Evelyn Fernandes Erickson – Tese: Revisão racional de teorias em lógica: além do abdutivismo.

Florymar Escalona Durán – Tese: Tratamento de emissões gasosas residuais utilizando tecnologias de eletroabsorção.

Allan Jedson Menezes de Araújo – Tese: Otimização de eletrólitos e eletrodos de oxigênio para células de óxido sólido reversíveis.

Mikhail Santos Cerqueira – Tese: Aplicações das modalidades de restrição de fluxo sanguíneo em diferentes desordens musculoesqueléticas: aspectos fisiológicos, metodológicos e clínicos.

Rayane Noronha Oliveira – Tese: Serviço social, classe, gênero e raça: tendências teórico-metodológicas e as possíveis contribuições da Teoria Unitária.

Foto: Cícero Oliveira – Agecom/UFRN


12

Ago

Inscrições para o Fies do segundo semestre terminam hoje

Terminam hoje (12) as inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do segundo semestre de 2022. Os estudantes interessados devem acessar o Portal Único de Acesso ao Ensino Superior, do Ministério da Educação (MEC).

O resultado será divulgado na próxima terça-feira (16) e as matrículas acontecem de 17 a 19 de agosto.

Para participar, o candidato precisa ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a partir da edição de 2010, ter obtido média nas provas igual ou superior a 450 pontos e não ter zerado a redação. Também é necessário possuir renda familiar mensal bruta, por pessoa, de até três salários mínimos.

Quem é bolsista parcial do Programa Universidade Para Todos (Prouni) também pode participar do processo seletivo do Fies e financiar a parte da mensalidade que não é coberta pela bolsa, desde que se enquadre nas condições previstas no edital.

O Fies é o programa do governo federal que tem o objetivo de facilitar o acesso ao crédito para financiamento de cursos de ensino superior oferecidos por instituições privadas aderentes ao programa. Criado em 1999, ele é ofertado em duas modalidades desde 2018, com juros zero a quem tem menor renda e em uma escala de financiamento que varia conforme a renda familiar do candidato.

Fonte: Agência Brasil

11

Ago

Associação brasileira de superdotados tem mais de 2 mil membros

O Brasil detém a trigésima posição no ranking mundial de superdotados, embora seja o líder na América do Sul. Os Estados Unidos ocupam a primeira colocação, com 52 mil pessoas de QI elevado, seguidos do Reino Unido, com 19 mil, e pela Alemanha, com 16 mil.

Agora são 2.090 os membros da Associação Mensa Brasil, entidade que reúne pessoas superinteligentes ou com altas capacidades intelectuais no país e é a representante oficial da Mensa Internacional, principal organização de alto quociente de inteligência (QI) do mundo, reunindo 150 mil membros. A palavra mensa significa “mesa” em latim. A marca foi criada de forma a demonstrar a natureza de mesa-redonda da organização, que visa a união de iguais.

De acordo com mapeamento da Mensa Brasil, São Paulo lidera o total de pessoas identificadas no Brasil como superdotadas, com 984 superinteligentes. Em seguida, estão Rio de Janeiro, com 229 pessoas, Distrito Federal, com 135, Paraná, com 134, e Rio Grande do Sul, com 94. Em contrapartida, Acre, Rondônia e Amapá não têm nenhum superdotado.

A Mensa Brasil completou 20 anos no último mês de julho. Ela congrega pessoas com altas capacidades intelectuais, tendo como único requisito de ingresso possuir QI acima de 98% da população em geral, comprovado por teste referendado de inteligência. A entidade tem três objetivos principais, que são identificar e promover a inteligência humana em benefício da humanidade; estimular pesquisas sobre a natureza, características e usos da inteligência; e prover um ambiente intelectual e socialmente estimulante para seus associados.

Testes

O vice-presidente da Associação Mensa Brasil, Carlos Eduardo Fonseca, disse hoje (10) à Agência Brasil que a entidade busca identificar os brasileiros com alto QI com testes periódicos, que foram introduzidos no país pela própria entidade. Para saber se tem um QI elevado, a pessoa deve procurar um psicólogo com formação nessa área. Somente profissionais com registro nos conselhos de psicologia podem aplicar uma bateria de testes que medem o QI e mensuram a inteligência da pessoa. De acordo com a neuropsicóloga Leninha Wargas, “quando uma pessoa se submete à testagem de QI e alcança resultado entre 115 e 129, ela está acima da média. Superdotado, de 130 a 144 pontos e, gênio, acima de 144 pontos”. 

Fonseca informou que os testes têm valores que podem superar R$ 1 mil. Como a Mensa Brasil trouxe esses testes para o país, ela conseguiu baratear o custo para R$ 98, que é o valor dos testes destinados a pessoas com 16 anos ou 17 anos. Os testes são realizados a cada dois meses. Ao identificar as pessoas superinteligentes, a entidade busca trazê-las para um ambiente social e intelectual estimulante, ajudando a ciência nas descobertas.

Na Mensa Brasil, 163 brasileiros de QI muito acima da média foram admitidos pela instituição antes de completar 18 anos de idade. Segundo o levantamento da associação, a primeira criança entrou na entidade em setembro de 2006, quando tinha 9 anos. Já em setembro de 2011, ingressou na associação um membro ainda mais novo, com 7 anos de idade. A partir de maio deste ano até agora, a associação ganhou 79 membros menores de idade. O mais novo tem 4 anos, disse Carlos Eduardo Fonseca.

Do total de superinteligentes identificados pela entidade no Brasil, 70% têm entre 19 e 36 anos. As pessoas entre 13 e 18 anos correspondem a 10%, mesmo patamar verificado para a faixa etária entre 37 e 45 anos. Apenas 5% possuem mais de 45 anos de idade. Já o membro mais idoso foi identificado pela Mensa Brasil aos 72 anos de idade. O vice-presidente disse que a Mensa Brasil teve aprovação nos instrumentos de testes para aplicar no Brasil e descobrir potencialidades em crianças a partir de 2,5 anos de idade.

Com o intuito de ampliar a descoberta de pessoas com altas habilidades/superdotação, a entidade tem realizado periodicamente rodadas de testes em diversas cidades brasileiras. A última rodada aconteceu no dia 30 de julho, em 13 cidades de nove estados brasileiros diferentes, de forma simultânea. A próxima rodada está prevista para o final de setembro.

Motivação e criatividade

Os superdotados, além de possuírem um QI elevado, acima da média, devem reunir ainda motivação e criatividade. Fonseca recomendou que os pais suspeitem que o filho tem super potencialidades, que se desenvolvem além do esperado para faixa etária da criança, devem buscar um diagnóstico de QI e um diagnóstico diferenciado de motivação e criatividade “para que o poder público possa oferecer a ele uma educação especial. Esse aluno tem turnos normais de aulas na escola e, no contra turno, tem a sala de recursos, onde ele trabalha suas habilidades”. Entre elas, destacou música e literatura.

A Mensa Brasil aceita, atualmente, cinco testes para mensurar o QI, cada um para uma faixa etária: WAIS III – Escala de Inteligência Wechsler para Adultos; WASI – Escala de Inteligência Wechsler Abreviada, WISC IV – Escala Wechsler de Inteligência para Crianças, SON-R – Teste Não-Verbal de Inteligência e RAPM – Matrizes Progressivas Avançadas de Raven.

Na avaliação de Rodrigo Lopes Sauaia, presidente da Mensa Brasil, o país é uma potência intelectual ainda adormecida e subaproveitada. “Temos uma das maiores populações do planeta. Cerca de 2% dos habitantes do Brasil podem apresentar sinais de altas habilidades, com um QI muito acima da média. Porém, ainda não há um mapeamento abrangente destes indivíduos”, apontou. 

Carlos Eduardo Fonseca ressalta que a Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 3% a 5% da população mundial sejam superdotados. Olhando a população brasileira, ele estimou em torno de 4 milhões de pessoas o total de superdotados. Para confirmar a estimativa, é preciso, em primeiro lugar, identificar as pessoas com alto QI para que possam reivindicar a educação especial, “como têm direito constitucional”, recomendou.

Fonte: Agência Brasil 

10

Ago

Inep divulga versão preliminar de gabarito do Revalida 2022/2

Nesta quarta-feira também começa o período para interpor recursos. O prazo vai até o dia 16 deste mês.

Pelo calendário do Edital do Exame, no dia 13 de setembro, o Inep divulgará o resultado definitivo da prova objetiva e o provisório da prova discursiva.

O período para interpor recurso referente à correção desta última vai até 19 de setembro. Já o resultado final das provas será publicado no dia 7 de outubro.

Segundo o Inep, o Revalida busca subsidiar a revalidação, no Brasil, do diploma de graduação em medicina expedido no exterior. As referências são os atendimentos no contexto de atenção primária, ambulatorial, hospitalar, de urgência, de emergência e comunitária, com base na Diretriz Curricular Nacional do Curso de Medicina, nas normativas associadas e na legislação profissional.

O exame é composto por duas etapas (teórica e prática) que abordam, de forma interdisciplinar, as cinco grandes áreas da medicina: clínica médica, cirurgia, ginecologia e obstetrícia, pediatria e medicina da família e comunidade (saúde coletiva). A participação na segunda etapa depende da aprovação na primeira.

Na primeira etapa do Revalida 2022/2, que foi a parte teórica aplicada no último domingo (7), houve 93% (7.145) e 92,5% (7.111) de participação no primeiro e no segundo turnos de prova, respectivamente provas objetivas e discursivas.

Os exames foram realizados em oito cidades brasileiras: Brasília, Campo Grande, Curitiba, Porto Alegre, Recife, Rio Branco, Salvador e São Paulo. Ao todo, 7.682 participantes se inscreveram.

Fonte: Agência Brasil

9

Ago

Aluno da UFRN é campeão geral da primeira etapa do Circuito Potiguar de Xadrez

O aluno da UFRN, Davi Alves foi o campeão geral da primeira etapa do Circuito Potiguar de Xadrez (CPX), realizado no último final de semana, no CEPE, em Nova Parnamirim. O veterano Máximo Macedo conquistou o segundo lugar, enquanto Cássio Calafange ficou com a medalha de bronze. No feminino, o ouro ficou com Renee Brambilla, a prata com Cibele Florêncio e o bronze com Maria Gabriele.

Davi Alves também ganhou o título na categoria universitário, com Márcio Jordão em segundo e Antônio Murilo em terceiro, todos da UFRN. No feminino, Cibele Florêncio (Uninassau) foi primeiro lugar, com Maria Gabriele (UNP) em segundo e  Raissa Crispim (UFRN) em terceiro. Na categoria Sub-18, o campeão foi João Vitor Rodrigues (Contemporâneo), Giovanni Brandão (São Gonçalo) ficou com a prata, enquanto Mateus César (Over) ganhou o bronze.


O Circuito Potiguar de Xadrez também incentiva as categorias de base do Sub-14 e Sub-10. Rodrigo Macedo (Over) ganhou o ouro no Sub-14, Miguel Ian Barros (Neves) ficou na segunda colocação e Natan Felipe dos Santos (Contemporâneo) na terceira posição, enquanto que o feminino, Sofia Macedo (Neves) foi primeiro lugar. Já no Sub-10, Heitor Covacevich (Neves) conquistou o ouro, Máximo Ian Macedo (Neves) ficou com a prata e Renan dos Santos (Contemporâneo) com o bronze.

Maíce Bárbara, diretora de competição da Federação Norte-rio-grandense de Xadrez (FNX), disse que a volta do Circuito Potiguar de Xadrez foi fundamental para a evolução técnica dos atletas e o crescimento da modalidade no Rio Grande do Norte. "O retorno do circuito com a realização da primeira etapa foi importante para movimentar e promover o crescimento do xadrez no estado, servindo também como treinamento, evolução técnica e intercâmbio entre os jogadores mais experientes com as novas gerações", comentou.

9

Ago

MEC divulga hoje resultado da 1ª chamada do ProUni 2022/2

O Ministério da Educação divulga nesta terça-feira (9) o resultado da primeira chamada do Progama Univesidade para Todos, o ProUni 2022/2 . Tanto a lista com os selecionados quanto o resultado individual ficarão disponíveis para consulta no Portal Único de Acesso.

Os selecionados terão até o dia 17 deste mês para comprovarem as informações enviadas no ato da inscrição. Já o resultado da segunda chamada será divulgado em 22 de agosto, com matrículas entre 22 e 31 de agosto.

Para aqueles que não forem selecionados nas chamadas regulares, o programa oferece ainda a oportunidade de participar da lista de espera. Para isso, o estudante deve manifestar o interesse nos dias 5 e 6 de setembro. A divulgação do resultado da lista de espera sai no dia 9 de setembro e as matrículas deverão ser realizadas entre 10 e 16 de setembro.

ProUni

O ProUni é o programa do governo federal que oferece bolsas de estudo, integrais e parciais (50%), em instituições particulares de educação superior. Nesta edição, mais de 190 mil bolsas serão ofertadas. É preciso que o candidato tenha feito as edições de 2021 ou de 2020, ou ambas, do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), e tenha alcançado, no mínimo, 450 pontos de média das notas e não tenha tirado zero na redação. Outra exigência é não ter participado do Enem na condição de treineiro. Será considerada a edição do Enem com a melhor média de notas.

Para ter acesso à bolsa integral, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal de até 1,5 salário mínimo por pessoa. Para a bolsa parcial, a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa.

O público-alvo do programa é o estudante sem diploma de nível superior. Professores da rede pública de ensino também podem disputar uma bolsa exclusiva para os cursos de licenciatura e pedagogia, destinados à formação do magistério da educação básica. Nesse caso, não se aplica o limite de renda exigido dos demais candidatos.

Fonte: Agência Brasil 

9

Ago

Segunda edição do Fies 2022 abre inscrições hoje

As inscrições devem ser feitas no Portal Acesso Único entre 9 e 12 de agosto, e os resultados serão divulgados em chamada única, no dia 16 próximo. Os inscritos que não forem selecionados na chamada serão automaticamente incluídos na lista de espera.

“Podem concorrer a um financiamento todos os estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), de qualquer edição desde 2010, e obtido média mínima de 450 pontos nas provas do exame, além de nota superior a zero na redação”, informa o MEC.

Acrescentou que “é vedada a inscrição para quem tiver feito o Enem como treineiro”. Para obter o financiamento, “é necessário comprovar renda mensal familiar per capita (por cabeça) de até três salários mínimos”.

Voltado a conceder financiamento para acesso a cursos superiores, o Fies é realizado duas vezes por ano. Segundo o MEC, as duas edições deste ano vão ofertar  110.925 vagas.

Roteiro

Cronograma da segunda edição de 2022 do Fies:

- De 9 a 12 de agosto: inscrição

- Dia 16 de agosto: resultado da chamada única e lista de espera

- De 17 a 19 de agosto: prazo para complementação das inscrições dos pré-selecionados na chamada regular

- De 22 de agosto a 22 de setembro: prazo para convocação dos pré-selecionados por meio da lista de espera

Fonte: Agência Brasil 

8

Ago

Semana de Humanidades do Colégio Porto vai promover projetos, cultura Maker e discussão de fatos históricos

O ano de 2022 celebra a marca histórica de dois fatos que mudaram os destinos do país: o bicentenário da Independência do Brasil, em 1822; e o centenário da Semana de Arte Moderna, de 1922. Por isso, esses foram os temas escolhidos para a Humanitas – Semana de Humanidades do Colégio Porto. A exposição final acontece no dia 11 de agosto. 
 
Pensando em promover uma atividade científica de caráter interativo e interdisciplinar, estes dois temas sustentarão cinco eixos temáticos: a construção do feminino; a busca pela imparcialidade na construção da realidade social ontem e hoje; independência ou morte; o melhor do Brasil é o brasileiro; e o trem do Progresso. Os eixos vão promover o diálogo e provocar a realização de projetos entre os estudantes de todas as séries, do Fundamental Anos Finais ao Ensino Médio. 
 
Além de promover a interação de toda a escola, projetos como a Humanitas têm um papel de destaque na construção da educação do século XXI. Neste evento, os alunos se tornam de fato protagonistas dos seus processos de ensino e aprendizagem, os professores orientadores norteiam as ações e os estudantes as desenvolvem de fato. 


 
“O Colégio Porto tem como uma das suas propostas pedagógicas a formação integral e integrada dos estudantes, por isso a Semana de Humanidades foi pensada considerando o caráter interdisciplinar e colaborativo que se estabelece no intercâmbio dos objetos do conhecimento que norteiam as Ciências Humanas e as Linguagens. A proposta é demonstrar, através de projetos, que essas áreas do conhecimento produzem saberes científicos necessários à vida em sociedade”, explicou a professora Kennia ísis, coordenadora de Ciências Humanas da escola. 
 
“Esta postura estimula a ‘cultura maker’, isto é, os pilares da educação – aprender a conhecer e aprender a fazer – são amplamente contemplados. Os alunos colocam a mão na massa de verdade. E ainda vale salientar que no dia da exposição do evento teremos um show de talentos e uma feira de garagem que oportunizam os momentos de socialização e que fortalecem a construção socioemocional dos envolvidos, contemplando assim os demais pilares da educação: aprender a ser e aprender a conviver”, finalizou a professora.

8

Ago

Dia do Estudante: evento online e gratuito ensina como se desenvolver ao máximo na faculdade

Como porta de entrada para inúmeras oportunidades, o ensino superior possui grande relevância na vida profissional e pessoal do aluno. Pensando nisso, e em comemoração ao Dia do Estudante que acontece no dia 11 de agosto, a Academia do Universitário - HR Tech de processo seletivo e desenvolvimento - em parceria com a instituição de ensino superior Estácio, realiza evento com foco no desenvolvimento pessoal e profissional dos universitários.

O ciclo de palestras, promovido pela Academia do Universitário e pela área de carreiras da Estácio, além de 100% gratuito e online, com transmissão pelo YouTube, é aberto ao público de todas as regiões do país e tem como intenção conectar universitários a profissionais com sólida atuação no mercado de trabalho, e que podem, pela sua experiência, auxiliá-los em temas relacionados a capacitação, soft skills e gestão de tempo. Disponível para todas as pessoas, estudantes ou não, que tenham interesse em participar, as palestras acontecerão no período da manhã e da tarde, às 11h, 13h e 17 horas.

Os principais pontos que serão abordados são o aprendizado com atividades extracurriculares, como se transformar em um aluno ativo no curso, a importância da capacitação na carreira, como trazer os resultados obtidos na faculdade para a rotina, além de quais são as soft skills mais admiradas pelo mercado, métodos para o aumento da produtividade, o poder do hábito na rotina e como conciliar faculdade e atividades extracurriculare.

As lives do Dia do Estudante terão a presença de especialistas de grandes marcas, como: Gabriela Amâncio, Global Tech Sourcer  - Nubank; Mira Noronha, Global Talent Acquisition Manager - Vale; Lucas Fonseca, HR Business Partner - TikTok; Gabriela Arroyo, Research Supervisor - The Wall Disney Company e Karuna Lopes, Head de comunicação para América Latina e Ibéria - LinkedIn. Ainda terão benefícios e prêmios para os participantes do evento, que conta com a mediação de Diego Cidade, CEO & Fundador da Academia do Universitário.

Diego Cidade enfatiza a relevância de debates abertos sobre tópicos como esses, e valoriza a troca que ocorrerá entre profissionais e estudantes. "As palestras terão espaço para interação e dúvidas ao vivo, o que vai permitir que os participantes tenham seus questionamentos respondidos por líderes do mercado", comenta. O CEO ressalta, ainda, que o evento permitirá que estudantes tenham acesso gratuito a materiais complementares após as palestras. "O objetivo é capacitar ao máximo os inscritos no evento, para que a jornada deles na universidade seja facilitada".

Para Cláudia Romano, vice-presidente de Relações Governamentais, Comunicação e ESG da Estácio e presidente do Instituto Yduqs, o evento é mais uma oportunidade para que os alunos adquiram conhecimentos e aumentem as chances individuais de trabalho ainda durante a graduação. “A iniciativa fará com que cada participante possa conferir as tendências, inovações e as soft skills mais importantes para o mercado de trabalho”, comenta.       

Acesse a programação completa do Dia do Estudante: https://bit.ly/DiadoEstudante22

8

Ago

Instituto do Cérebro oferta disciplinas para graduandos

Até 11 de agosto, estão abertas as matrículas para os alunos interessados em cursar disciplinas no Instituto do Cérebro (ICe) da UFRN. No total, são oferecidas 24 disciplinas que cobrem diversos aspectos das neurociências, desde as mais básicas, como Introdução à Neurociência e Neurobiologia Celular, até as avançadas, como Técnicas Experimentais em Neurociências.

De acordo com o coordenador de Graduação do ICe, professor Claudio Queiroz, as aulas estão disponíveis para todos os cursos da UFRN, mas podem interessar especialmente aos alunos dos cursos de Ciência & Tecnologia, Biologia, Ciências da Saúde (Biomedicina, Medicina, Fonoaudiologia, Enfermagem), além de Física, Química, Matemática e Pedagogia.

A maioria das disciplinas não tem pré-requisitos e podem ser cursadas por qualquer aluno, dentro do limite de carga horária de disciplinas eletivas e optativas. São oferecidas entre 20 e 40 vagas por disciplina, mas algumas contam com um número menor. Para mais informações, acesse a página do Instituto do Cérebro.

5

Ago

Professor de engenharia elétrica da UFRN transforma exercício de matemática em jogo on-line

Por Aryela Souza e Freed de Araújo – CT/UFRN

O professor Allan de Medeiros, do Departamento de Engenharia Elétrica (DEE) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), familiarizado com as dificuldades de seus alunos em matemática avançada, decidiu criar um jogo interativo com o objetivo de ajudá-los a exercitar conhecimentos das disciplinas do curso. É um jogo simples, totalmente gratuito e disponível on-line para todos os dispositivos. Ele apostou em um design lúdico com interface amigável, planejado para divertir enquanto ensina, de modo que até pessoas que não sejam da área possam jogar.

De acordo com Allan, o ensino médio não providencia a base necessária para os estudantes da área de exatas, que se deparam com uma quantidade inesperada de matemática quando entram na universidade. “Quando chega aqui é um bombardeio muito grande. Do mesmo jeito que vocês [de humanas] são bombardeados com a parte de literatura, filosofia e sociologia, é a mesma coisa aqui com cálculo. Então, pro aluno não é tão trivial. É pesado. Tem que fazer Pré-Cálculo justamente pra ter uma transição suave porque o negócio vai apertar. Então, qualquer coisa que venha a facilitar ou ajudar a ligação dessa matemática abstrata com o mundo real é super mega útil e esse aqui é um exemplo”, justifica.


O professor observou, em algumas das disciplinas que ministra, como Controle I, Redes Neurais e Machine Learning (estudos em Inteligência Artificial), assim como em várias outras dos cursos de Engenharia, que é comum a necessidade de compreensão de um tema específico. “Espaço de Estados é uma parte matemática bem específica. E é o cálculo de vetores, é um negócio pesado. Quando a gente entende mesmo nota que é difícil, mas que tem uma fundamentação ilustrativa”, exemplifica. Tal revelação foi a base do docente para a criação do jogo, transformando, assim, a matemática em entretenimento. 

A proposta funciona de maneira relativamente simples. O único controle é a barra lateral que movimenta o personagem na tela, movendo-o de acordo com as setas. De modo geral, só há um objetivo no jogo: orientar o avatar até que ele atinja o alvo, representando o problema matemático que precisa ser resolvido na disciplina e que não é fácil de compreender na maioria das vezes. Assim, a lógica por trás dos elementos da brincadeira acelera esse processo. 


Cada fase do jogo é um tipo diferente de sistema de Espaço de Estados, com características distintas. Na fase dois, por exemplo, não basta observar a direção das setas, pois o personagem só se movimenta em círculos.

A aplicação conta ainda com um sistema de bônus e punições. No primeiro caso, se o avatar chegar até as caixas recebe pontos extras. Já no segundo, se atingir uma das caveiras morre uma vez, porém isso não acontece nas primeira fases. Além disso, o jogo é dividido em mundos, como Super Mário, popularmente conhecido entre todas as idades, com o intuito de causar uma sensação de nostalgia. Afinal, as mesmas pessoas que se lembram até hoje da Vanilla Land (Terra da Baunilha) provavelmente não esquecerão da Linear Land (Terra Linear) nem de seus atributos específicos, o que ajudará a exercitar os conhecimentos antes das avaliações.

Can U Control possui ainda uma característica única. Ao apertar no botão player, o jogador é convidado a selecionar um personagem para controlar, porém, cada um dos avatares representa uma referência à matéria de eletricidade. Por exemplo, o resistor, que é o mais comum, foi desenhado fumando um charuto porque pode esquentar e até produzir fumaça quando colocado em um circuito, enquanto o fusível é um super-herói de capa porque exerce a função de queimar para salvar a corrente quando entra em curto-circuito.

Cabe lembrar que toda a parte estética e técnica, inclusive os personagens, foram desenvolvidos pelo professor Allan de Medeiros, que planeja disponibilizar a aplicação para iOS em um futuro próximo. Até as músicas foram matematicamente geradas por um aplicativo do software Wolfram. “Você coloca um número como uma semente e ele gera, com uma equação específica, o tom da música. Então, em todas as fases, as músicas foram eletronicamente geradas”, explica Allan.

Até então, a repercussão tem sido, no mínimo, encorajadora: alunos da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), e do Instituto Federal de Ciência, Tecnologia e Inovação (IFRN), já usufruíram da ferramenta, além de pessoas da Grécia, Japão, Estados Unidos e Europa, que encontraram o jogo pelo blog do docente. Esse resultado já era esperado. Há alguns anos, o professor Allan criou um aplicativo semelhante, sobre o mesmo tema, e a distribuição de downloads na Play Store e na Apple Store ultrapassou as proporções, recebendo uma aceitação considerável. Até mesmo pesquisadores de uma universidade na base do deserto da Algéria baixaram o jogo na época. 

 Foto 1: Freed Medeiros – CT/UFRN - Foto: Divulgação

4

Ago

Em novo livro, Paulo de Paula propõe ressignificação dos sentimentos em direção a uma vida próspera

Todos nós, em algum momento da vida, nos sentimos rejeitados, incompreendidos e não pertencentes ao grupo ou ao local em que estamos. Apesar de serem cada vez mais comuns, esses sentimentos nos impedem de enxergar soluções e oportunidades nos nossos dias. Mas como sair desse ciclo negativo e enfrentar a vida com mais leveza? Será possível? 

No seu novo livro, “Diamantes Invisíveis”, o empresário Paulo de Paula afirma que sim. Fundador e chanceler da Universidade Potiguar, a maior instituição privada de ensino superior do Norte e Nordeste, e empreendedor com diversas iniciativas na Educação e em outras áreas, Paulo de Paula lançou seu primeiro livro “Eu sou, eu posso!” em 2019, tornando-se um best seller no país. 

Após o primeiro sucesso editorial, o autor decidiu escrever um novo livro para se aprofundar nos conceitos de alguns dos sentimentos mais presentes no dia a dia das pessoas: rejeição e não pertencimento, impotência e egoísmo, generosidade e gratidão, além de funções psíquicas, como o hábito. 


Com Diamantes invisíveis, o autor deseja auxiliar seus leitores a ressignificar seus sentimentos e sensações e guiá-los em direção a uma vida próspera em que a realização de sonhos seja frequente. Trazendo relatos de sua experiência pessoal com alguns desses sentimentos, Paulo de Paula mostra que não estamos sozinhos na busca pelo entendimento e aceitação de nós mesmos. 

Entre os conceitos trabalhados, estão: os pensamentos positivos e o exercício da gratidão podem, sim, mudar sua realidade e sua visão do mundo; a ressignificação dos seus sentimentos é o segredo para uma vida com realizações positivas; os hábitos, negativos ou positivos, são um padrão de funcionamento da mente, você pode mudá-los; e a neuroplastia é uma aliada para a mudança de vida e o alcance de metas. 

O livro está com a pré-venda disponível na Amazon.com até o dia 20 de agosto, com o preço de capa de R$ 49,90.

4

Ago

Inscrições para vagas remanescentes ProEJA começam nesta quinta (4)

A Pró-Reitoria de Ensino do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (Proen/IFRN) publicou, nesta terça-feira (2), o Edital nº 35/2022, referente ao processo seletivo para o preenchimento de vagas remanescentes no Curso Técnico Integrado em Edificações na modalidade Educação de Jovens e Adultos.

Ao todo, são 35 vagas, ofertadas pelo Campus Mossoró, com ingresso no segundo semestre letivo de 2022. A classificação para o preenchimento das vagas ocorrerá por meio de sorteio eletrônico.

Inscrições

Os interessados devem realizar as inscrições de forma on-line, na Área do Candidato, a partir das 14h do dia 4 de agosto até as 17h do dia 29 do mesmo mês.

Para se inscrever no processo seletivo, os candidatos devem possuir cadastro no Sistema Gestor de Concursos (SGC) do IFRN (caso ainda não possua cadastro, veja o passo a passo no Edital). No ato de inscrição, o candidato deve realizar a seguinte operação:

    • Escolher, no menu superior do SGC, a opção “Entrar”;
    • Preencher corretamente o CPF e senha e confirmar, clicando em “Submeter”;
    • Na caixa “Inscrições”, selecionar o concurso ao qual deseja concorrer clicando em “Acesse”;
    • Escolher uma das ofertas de curso listados na caixa “Ofertas”;
    • Uma vez escolhido o curso/Campus/turno, iniciar a inscrição escolhendo a opção “Realizar inscrição”; e
    • Preencher corretamente os dados solicitados e enviar o questionário, clicando em “Enviar”.