Comunicação

5

Nov

Cabo Telecom chega a Nova Cruz

A Cabo Telecom chega a Nova Cruz com o serviço de internet banda larga. Distante 115 km da capital do Rio Grande do Norte, a cidade entra para o grupo de municípios atendidos pela empresa referência no setor de telecomunicações potiguar. A partir deste mês de novembro, os nova-cruzenses poderão contar com a velocidade de conexão e o atendimento de excelência que são o grande diferencial da empresa.

A nova filial leva ao município todo o know-how construído ao longo de 21 anos de mercado, e o investimento faz parte do projeto de expansão e interiorização da empresa no RN. “Temos uma presença bastante consolidada em Natal, por isso, agora estamos olhando com mais atenção para o interior do Estado. Já expandimos os nossos serviços para a Grande Natal e agora buscamos ampliar ainda mais a nossa atuação”, explica Cláudio Alvarez, diretor-presidente da Cabo Telecom.

Além de Natal, a rede de fibra óptica da empresa já atende os municípios de São José de Mipibu, Nísia Floresta, Monte Alegre, Brejinho, Goianinha, Tibau do Sul, Canguaretama e Santo Antônio, fornecendo o serviço de internet banda larga. Segundo o diretor-presidente, a Cabo Telecom segue com planos de expansão para mais municípios: “estamos atentos a outras regiões que estejam em sinergia com o nosso crescimento”, pontua.

“Com a filial da cidade de Nova Cruz chegaremos a novos lares, levando tecnologia de ponta e o atendimento personalizado que já virou nossa marca. Pretendemos seguir crescendo e investindo na interiorização da empresa, queremos levar a Cabo Telecom a muitos outros potiguares”, planeja o diretor-presidente.

A Cabo Telecom (RN/PB) integra o Grupo Conexão, composto por outras empresas atuantes nas demais regiões do país, como Conexão Telecom (SP/MG), Direta (MG), Mega Sistemas (SP), Multiplay Telecom (CE), Tecnet (CE), Outcenter (MG e BA),Starweb (MG) e Webnet (MG) todas com serviços de internet banda larga, TV por assinatura e telefonia fixa. Por enquanto, as regiões agreste, metropolitana e as novas aquisições no interior do Estado seguem exclusivamente com os serviços de internet e telefonia.

5

Nov

Rede de influência: Especialista ajuda influenciadores a chamarem atenção das marcas

O mercado está em constante atualização e, cada vez mais, integrando os ambientes virtuais. As marcas sabem que precisam investir em estratégias de marketing digital, como também o poder da influência nas redes sociais. Por isso, surge a nova profissão da década: os influenciadores.

Com uma campanha publicitária bem bolada e a presença de um influenciador que abrace os valores da marca, o potencial de expansão dos clientes é enorme. Além da identificação e aproximá-los ainda mais, os clientes tendem a recomendar e se tornarem defensores da marca. Não é à toa que o mercado da influência vem crescendo tanto. Afinal, quem não é visto, não é lembrado!

Amanda Bonfim, especialista em gestão de influência, afirma que é indispensável se qualificar apropriadamente para se ter e manter relevância na área. Os anunciantes querem resultados reais. Conforme o número de influenciadores aumenta, maior a disputa por esses anunciantes. Considerando esse cenário, Amanda elaborou um treinamento voltado para ajudar as pessoas que desejam decolar na profissão.

Denominado de REDE INFLU, o treinamento consiste num manual prático, com linguagem simplificada, de como desenvolver sua influência nas redes. Quem já acompanha Amanda Bonfim no Instagram, deve estar familiarizado com algumas dicas, conteúdos sobre esse assunto e feedbacks dos serviços realizados por ela.

A consultora de marketing possui 13 anos de experiência no mercado e seus serviços vão desde assessoria, planejamento estratégico, diagnóstico e gestão empresarial até gestão de conteúdo e mídias sociais. A cada dica publicada, Amanda demonstra o quanto está antenada e afiada em relação a marketing digital e influência nas redes.

“Uma evidência fortíssima e irrefutável de que as trends provocam uma conexão emocional, é essa identificação entre o usuário e a marca que geram o comportamento seguinte: o engajamento.” - uma dica cirúrgica da Amanda Bonfim em seu perfil do Instagram, @amandabonfimbr

Isso é apenas uma parcela do que a especialista em estratégia, gestão de influência e design, vem preparando para o treinamento REDE INFLU, que também possui um grupo de Mentoria VIP exclusiva para alunas. O futuro da influência está logo aí, e Amanda Bonfim te convida para marcar presença nele e conquistar os corações das marcas!

4

Nov

Quase 60% das empresas investiram em meios digitais na pandemia

A plataforma de hospedagem de sites HostGator divulgou uma pesquisa que analisou os investimentos em presença digital na pandemia. A consulta, realizada dentro do próprio ambiente de hospedagem da multinacional no Brasil, envolveu mais de 5 mil empresas respondentes e mostrou que 58% delas passaram a investir mais em soluções digitais durante a pandemia da covid-19, sendo que, dentro dessa população, 64% perceberam um aumento de suas vendas.

Embora exista uma percepção generalizada de que o comportamento dos consumidores está mais voltado para o ambiente digital, o que tem demandado uma utilização crescente de ferramentas tecnológicas, a pesquisa Presença Digital teve como objetivo mensurar e entender a aplicação desse cenário virtual para realização de negócios por empresas brasileiras.

Resultados da pesquisa Presença Digital da HostGator

Após abordar quatro dimensões (Impacto da Pandemia, Investimento, Planos de Investimento e Realidade do Negócio pré e pós-covid), o levantamento mostrou que, atualmente, 97% das empresas brasileiras têm seu modelo de negócio funcionando no ambiente online, sendo que 65% se autodeclararam totalmente digitais, enquanto os restantes 32% descreveram sua atuação tanto física quanto online.

A principal responsável pela migração para o digital, para 28% dos entrevistados, foi a pandemia. E, embora 7% desses comerciantes planejem reduzir seus investimentos no ambiente online após o fim do distanciamento social, 64% afirmaram que pretendem apostar ainda mais no meio, pois percebem uma mudança no pensamento e no comportamento dos consumidores. Desses empresários, 34% iniciaram suas empresas durante o período da pandemia.

Conforme o vice-presidente de Marketing da HostGator Américas, Ricardo Melo, entre as formas de assegurar uma boa presença digital estão construção de um site e blog informativo da empresa, cadastro no Google Meu Negócio, presença nas principais redes sociais (Instagram, Facebook, LinkedIn e Twitter), elaboração de campanhas digitais e uso de e-mail marketing.

“A presença digital permite que as empresas possam garantir cada vez mais clientes, com uma abrangência muito maior e com menos despesas em materiais ou deslocamento de pessoas" assegura Melo.

Fonte: Tecmundo, disponível em: https://www.tecmundo.com.br/mercado/228066-60-empresas-investiram-meios-digitais-pandemia.htm

2

Nov

Cursos do SENAI-RN avançam no interior e aumentam ‘sonhos de emprego’ em setores como o de energia

Dentro de um caminhão estacionado em Pedro Avelino – cidade potiguar a 154 quilômetros da capital, Natal – Usiel Florentino Leandro segura a máquina de solda e vê seus “sonhos” crescerem “de olho em um emprego”.

“Há indústrias de fabricação de peças que precisam de soldagem ou soldagem de tubulação”, diz ele. “Mas já pensei também em parque eólico. Ter carteira assinada, todos os benefícios que a empresa dá”, faz planos.

O homem de 28 anos fala sobre possibilidades de futuro no mesmo dia em que completa o primeiro curso de Soldagem Básica do Centro de Tecnologias do Gás e Energias Renováveis (CTGAS-ER), do SENAI-RN, no município, em um programa de capacitação profissional financiado pela prefeitura – e oferecido à população de forma gratuita.

De acordo com dados divulgados na sexta-feira passada (29), entre janeiro e setembro deste ano, os serviços do SENAI-RN alcançaram 152 municípios do Rio Grande do Norte, o que corresponde a 91% do território potiguar.

O total de matrículas em cursos profissionalizantes superou a marca das 19 mil, no período, desempenho 10% além da meta prevista. Os números mostram uma expansão que seguiu em outubro, com a estreia do CTGAS-ER, por exemplo, em Pedro Avelino.

“Essa interiorização das nossas capacitações e cursos é uma missão colocada nos últimos anos pelo presidente do Sistema FIERN, Amaro Sales. O objetivo é atender as demandas das indústrias em todas as regiões, fazendo chegar, anualmente, aos 167 municípios do Estado, a capacitação disponível nos nossos centros de ensino”, diz Emerson Batista, diretor regional do SENAI-RN, parte do Sistema FIERN, junto com o IEL e o SESI no estado. “Levamos oportunidade a essa população que muitas vezes não tem condições de realizar os cursos face aos deslocamentos necessários”, acrescenta.

Os caminhos da qualificação
Em Pedro Avelino, o curso de Soldagem Básica chegou a bordo de uma das 14 unidades móveis do SENAI no estado. São caminhões especialmente equipados como sala de aula que saem da capital para formar profissionais onde a necessidade chama.

Usiel já foi ajudante de pedreiro, trabalhou em pastelaria, foi auxiliar de serralheiro e, em 2020, montou o próprio negócio. Aprendeu a arte da soldagem no dia a dia, e, agora, com a formação oficialmente de soldador, quer ajudar a fazer parques eólicos.

O Rio Grande do Norte tem atualmente 34 cidades produtoras de energia eólica. É, segundo a Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica), o estado com a maior potência instalada (5.574,8 Megawatts) e com a maior quantidade de aerogeradores, os equipamentos gigantes com formatos que lembram cataventos e se espalham pelo estado convertendo a energia do vento em energia elétrica.

Parque eólico no RN: estado é o maior produtor nacional de energia eólica. Projetos e oportunidades estão em dezenas de municípios

Um novo currículo
Em Pedro Avelino, oito projetos do setor estão em andamento – classificados como “em construção ou com construção não iniciada” – e totalizam a segunda maior potência outorgada no estado, atrás apenas do município de Lajes, segundo o Mapa das Energias Renováveis do Sistema FIERN, a partir de dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).

Usiel só viu os parques eólicos até agora em outros municípios, de longe. Os planos profissionais que traça, porém, já passeiam entre as torres que enxerga erguidas no horizonte. E, agora, só aumentam.

“Eu já coloquei currículos para auxiliar de serviços gerais (ASG) em alguns parques, mas não fui chamado”, diz ele. “Geralmente outras vagas só pegam quando se tem curso e agora, quando receber o certificado, vou fazer outro currículo, vou tentar de soldador”.

Usiel já buscou vaga como ASG em parques eólicos. Agora, mira oportunidade como soldador

Onde está o emprego
O soldador é o profissional que executa operações de soldagem manuais ou semiautomáticas. Une e corta peças de ligas metálicas usando processos de soldagem e corte específicos.

Segundo Kergivaldo Medeiros, professor nos cursos de Soldagem do CTGAS-ER, entre as possibilidades de atuação no mercado estão setores como petróleo-petroquímico, naval, construção civil, metalúrgico e energia eólica – onde o trabalho se dá na soldagem de fôrmas metálicas para base e coluna de torres de sustentação de aerogeradores, assim como na soldagem de torres metálicas, por exemplo.

Dependendo do segmento, entretanto, para conseguir ocupação no mercado, cursos complementares, a exemplo de trabalho em altura, podem ser obrigatórios, diz o professor.

Além de Usiel, outras 19 pessoas, entre homens e mulheres, fizeram o curso de Soldagem Básica na primeira turma do SENAI-RN em Pedro Avelino. Outro curso, o de Tecnologia e Instalações de Sistemas Fotovoltaicos, tem realização prevista ainda neste ano.

“A Região Central do estado está com olhos voltados às energias renováveis e Pedro Avelino não é diferente, então áreas como essa estão necessitando de mão de obra e por isso estão sendo escolhidas pelo Município para qualificação”, disse a prefeitura, por meio da assessoria de comunicação.

E acrescentou: “Estamos com uma usina solar fotovoltaica sendo construída no município, temos perspectivas de maiores projetos no setor eólico e acreditamos que essa mão de obra qualificada deverá suprir parte da demanda”.

Não há um estudo de quantos habitantes poderão ser empregados nos projetos, mas o Município se diz confiante no aquecimento do setor. “Acreditamos que muita mão de obra será necessária e boa parte das pessoas no curso busca se inserir no mercado”.

Usiel faz parte dessa lista e afirma que no caminhão onde mergulhou no “mundo da soldagem”, também começou a construir novos sonhos.

 

2

Nov

Começa na próxima sexta-feira edição de 26 anos da Brasil Mostra Brasil na Arena das Dunas

A Multifeira Brasil Mostra Brasil volta a Natal com a 26ª edição do evento, com início na próxima sexta-feira, 05, até a segunda-feira, 15, na Arena das Dunas. Atraindo milhares de potiguares, a mostra sempre foi sinônimo de sucesso na cidade, e neste ano ocupará cerca de 12.000m² de área de exposição com cerca de 400 empresas participantes.

“Mesmo diante das dificuldades relacionadas à pandemia, estamos muito entusiasmados com nossa 26ª edição. Nosso intuito é contribuir com o reaquecimento da economia potiguar, fazendo uma feira focada nos empresários e no mercado local, mas também com algumas atrações regionais, com muita diversidade, programação cultural, enfim, trazendo para o evento os mais variados segmentos, com destaque para as novas tendências de moda, artesanato, móveis, decoração, entre vários outros”, afirma o diretor da Brasil Mostra Brasil, Wilson Martinez.

Como novidade este ano, entre os dias 6 e 8 de novembro, acontece também, de forma paralela à Mostra Brasil – ocupando 2.000 m2 de área –, dois grandes eventos: a 21ª edição da Natal Hair – Feira Regional de Saúde & Beleza, que é considerada uma das maiores do Nordeste no segmento, reunindo profissionais dos salões de beleza, clínicas de estética, indústrias, fornecedores, distribuidores e público em geral, com exposições, cursos profissionalizantes, palestras, campeonato de barbeiros e preços promocionais em toda a exposição; e o evento de lançamento da Feira Regional de Saúde e Bem Estar Summer Healthque trará para o público presente muitas novidades na área esportiva, de saúde e bem-estar, com aulas e atividades de jump, fitdance, hiit, kangoo, além de diversos shows e workshops com profissionais e artistas da terra.

A Multifeira é consagrada pelas diversas opções de produtos expostos. Com expositores nacionais e locais, são inúmeros segmentos representados, entre eles móveis, roupas, eletrônicos, artigos de decoração, utilidades domésticas, calçados, artesanato, dentre outros, além de uma extensa programação cultural.

A Brasil Mostra Brasil espera receber milhares de pessoas em seus dez dias de evento. Os visitantes poderão contar ainda com estacionamento rotativo de três mil vagas e praça de alimentação. A Brasil Mostra Brasil deve gerar cerca de 700 empregos diretos e indiretos.

O evento respeitará todas as medidas e protocolos de prevenção e distanciamento, incorporando medidas de saúde e segurança, com uso obrigatório de máscara, medição de temperatura, disponibilização de álcool em gel em diversos pontos, controle do número de pessoas que acessam o evento e a exigência do comprovante de vacinação.

Histórico

O evento acontece em Natal desde o ano de 1995 e insere a capital potiguar no contexto das feiras de âmbito nacional. Tem no seu público consumidor o maior destaque, pela fidelidade à Multifeira. Diversas instituições apoiam sua realização que impressiona em visitação. É o maior evento do segmento na capital potiguar.

A Multifeira já possui mais de 80 edições quando somadas as edições dos Estados do Rio Grande do Norte, Bahia, Piauí, Espírito Santo, Alagoas, Sergipe, Pernambuco, Ceará, Pará, Maranhão e Mato Grosso. Na linha do tempo desse evento, uma infinidade de negócios, curiosidades, atrações e momentos marcantes, além do incontestável fomento à economia, turismo e geração de emprego e renda.

2

Nov

Especialista dá dicas de planejamento tributário para 2022, mesmo com indefinição da reforma

As incertezas em torno do projeto de reforma que altera o Imposto de Renda impõem desafios para as empresas iniciarem o planejamento tributário para 2022. Mesmo diante da indefinição quanto ao andamento do Projeto de Lei nº 2.337/21 no Congresso Nacional, e também do PL 3.887/21, estratégias podem ser definidas desde já – independentemente de as mudanças serem aprovadas a tempo, ou não, de entrarem em vigor no ano que vem.

Orientações nesse sentido foram compartilhadas com gestores e executivos em edição recente do “Tech & Tax”, série de encontros técnicos promovidos pela AiTAX - empresa de consultoria tributária com inteligência humana e artificial, integrante do grupo ROIT BANK. A CEO e sócia da AiTAX, Caroline Souza, fez uma apresentação sobre aspectos da reforma tributária e seu contexto, alertando para a importância de se acompanhar os desdobramentos das discussões.

“Vimos, nestes três últimos meses, uma proposta de reforma tributária – que modifica a cobrança do Imposto de Renda [tanto para pessoa jurídica como para pessoa física] – evoluir na Câmara dos Deputados o que não evolui em anos. Agora, está no Senado, e o presidente da Casa, Rodrigo Pacheco, já declarou que não vai apressar a análise, mesmo sob pressão. Mas, a qualquer momento, isso pode mudar”, afirma Caroline Souza, demonstrando o cenário de indefinição.

Lucros e dividendos

Ainda assim, assinala a especialista, algumas providências podem ser tomadas pelas empresas, em preparação para o próximo exercício. A primeira dica enfatizada por Caroline é a seguinte: realizar a distribuição de lucros e dividendos. O projeto em tramitação fixa alíquota de 15% de Imposto de Renda para essa operação, atualmente isenta. Portanto, priorizar a distribuição, para antes da vigência da nova regra, significará alívio na carga tributária.

Caso a empresa não disponha de caixa, neste momento, para realizar a distribuição de lucros e dividendos, a orientação da especialista é buscar financiamento. “A recomendação é avaliar a possibilidade de captar recursos, isto porque, mesmo com as taxas de juros, estas serão seguramente menores que os 15% de tributação que estão fixados na reforma”, compara Caroline Souza.

Uma dica de captação são as linhas de antecipação de recebíveis, exemplificou a executiva. Caroline Souza aponta a alternativa estratégica de capitalizar a empresa via FIDC (Fundos de Investimento em Direitos Creditórios), que pela legislação são isentos de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), como alternativa de crédito mais em conta. “Com os recentes aumentos do IOF e da taxa Selic, o crédito está mais caro. Então, o FIDC, sem a incidência de IOF, se torna vantajoso”, indica, lembrando que o ROIT BANK anunciou R$ 100 milhões disponíveis para antecipação de recebíveis.

Por fim, Caroline Souza destaca outras orientações, válidas independentemente do andamento que a reforma tributária em torno do Imposto de Renda e da CBS (Contribuição sobre Bens e Serviços) venha a ter nas próximas semanas. Importante avaliar a aplicação dos juros sobre capital próprio e da dedução oriunda do incentivo fiscal do Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT); cálculo das subvenções, resultante de incentivos fiscais dos quais a empresa seja contemplada; e utilização de retidos (saldo de PIS/Cofins/IR/CS) estão entre as dicas fornecidas pela especialista.

Averiguar detalhes de incentivos fiscais promovidos por unidades da federação e municípios também é uma medida de planejamento tributário que pode levar à desoneração. "Uma das estratégias pode ser reavaliar os métodos de compra, por exemplo, entender por qual localidade a empresa está importando, ou adquirindo mercadorias nacionais, pois o ICMS, o diferencial de alíquotas (DIFAL) e o ICMS ST, costumam impactar diretamente no fluxo de caixa da empresa, e também na carga tributária efetiva”, ilustra Caroline Souza.

1

Nov

02 de Novembro: Vila prepara programação especial para celebrar Dia da Memória

A empresa Vila promove programação especial para a passagem do Dia da Memória, tradicionalmente conhecido como Dia de Finados. Na próxima terça-feira (02), em Natal a data será marcada por celebrações religiosas, apresentação musical e feira de adoção de animais. E em Caicó, uma missa presencial será realizada.

A programação em Natal será iniciada, às 8h, no Cemitério Vila Memorial Zona Norte, com uma missa celebrada pelo Monsenhor Lucas Batista. Na oportunidade, ainda acontecerão outras celebrações litúrgicas, culto, palestra espírita, atendimento do Plano Sempre, serviço de floricultura e um pocket show com Grupo Musical Harmonium.



Os eventos no Cemitério Vila Memorial Zona Norte terão transmissão simultânea pelas redes sociais da empresa Vila (@vilaoficial_ e no Canal do Youtube Memorial Vila).

Feira de Adoção PET

Como parte do Dia da Memória, a empresa Vila fará nas proximidades do Crematório Vila Pet uma feira de adoção de animais, em parceria com a Associação de Proteção aos Animais - ASPAN. O momento contará com a exposição de cães, cadastramento para interessados em adotar algum dos animais e a instalação de ponto de arrecadação de ração para cães e gatos e ou material de higiene, a quem desejar contribuir com a ASPAN. O Crematório Vila Pet fica localizado no Cemitério Vila Memorial Zona Norte BR -101, Km 79, s/n - Nossa Senhora da Apresentação.

Caicó

A Região Seridó também vai contar com programação para o Dia da Memória, celebrado em 02 de novembro. A empresa Vila realizará, às 17h, uma missa presencial no Cemitério Vila Memorial Caicó. A celebração será conduzida pelo Padre Joaquim Oliveira. Além das celebrações, estão permitidas as visitas aos jazigos.

Campanha Dia da Memória

Motivada em buscar novos sentidos para ajudar com situações delicadas da vida, a empresa Vila promove este momento como uma forma de refletir sobre o Dia da Memória, para tanto, criou a campanha multiplataformas “Sinta, Toque o Coração e Viva a Recordação". O objetivo é sensibilizar para que situações difíceis, como o luto pela partida de pessoas queridas, possam ser vividas a partir do ponto de vista de valorização da memória afetiva como parte do contexto.

Confira a programação:
8h – 1ª Missa com Monsenhor Lucas Batista
9h30 – 2ª Missa com Padre Bianor
11h30 – Culto com Pastor. André Feitosa
13h30 – Palestra Espírita com Hércules Bruno
15h30 – Pocket Show com Grupo Musical Harmonium
16h – 3ª Missa com Padre Dalmário
17h – Missa no Vila Memorial Caicó com Padre Joaquim Oliveira
8h às 17h - Feira de Adoção Pet

Acompanhe também pelas nossas plataformas digitais:
Instagram: @vilaoficial_
Canal do Youtube: Memorial Vila

Sobre a empresa Vila

Responsáveis por uma história de excelência, sucesso e serviços prestados, Magno Vila e Nilo Vila, dirigem o grupo que é sinônimo de tradição, credibilidade, inovação, respeito aos clientes, parceiros e colaboradores, há 73 anos, oferecendo os seguintes serviços à sociedade:

•Plano Sempre de Assistência Funeral, em todo o RN e região do Seridó paraibano;

•Centro de Velório São José, em Natal-RN;

•Funerárias e Velórios Sempre, em todo o RN e região do Seridó paraibano

•Cemitério e Crematório Vila Memorial;

•Cemitério Vila Memorial Caicó;

•Cemitério Vila Memorial Mossoró (em construção);

• Crematório Vila Pet (em breve cemitério).

Foto: Joyce Santos

1

Nov

Programa do Sebrae e IMD incentiva a internacionalização de startups

Uma empresa de base tecnológica que apresenta soluções para problemas vividos, por exemplo, em qualquer cidade urbana do Brasil e de mundo tem um grande potencial de entrar no mercado estrangeiro. Mas, em muitos casos, só escalabilidade não basta. Para apresentar as fases necessárias para uma startup se consolidar no cenário internacional, o Sebrae no Rio Grande do Norte e o Parque Tecnológico do Instituto Metrópole Digital (IMD) criaram o Programa de Internacionalização de Empresas de Tecnologia do RN (RN>Mundo).

Trata-se de um programa pioneiro no Rio Grande do Norte para facilitar a vida das empresas de tecnologia que querem internacionalizar os negócios. A iniciativa criará oportunidades em todas as fases necessárias para uma startup se expandir para o mercado exterior. As inscrições prosseguem até o dia 5 de novembro. Mais detalhes no link https://bit.ly/RNMUNDO.

O Programa de Internacionalização de Empresas de Tecnologia do RN – ou Programa RN>Mundo – será iniciado em novembro e é constituído de três pilares: a realização de workshops (prelanding), a criação de uma comunidade de interesse em internacionalização e a conexão direta (softlanding e contexto local) com o Parque Madan, principal parque tecnológico e referência no ecossistema de inovação de Lisboa, Portugal.

As inscrições para participar do programa podem ser feitas por meio do preenchimento de formulário de interesse online. A iniciativa conta com a parceria da empresa Werkbund, Câmara Brasil-Portugal (PE), além do próprio Parque Madan.

O Programa RN>Mundo contará com um primeiro encontro aberto ao público e divulgado aos inscritos no formulário de interesse, no dia 3 de novembro, ocasião em que serão apresentadas as entidades que participam da iniciativa e realizada uma Masterclass intitulada “Internacionalização: da Ideia ao IPO”, ministrada por Natália Grizzi, da Martorelli Advogados, mostrando o caminho da internacionalização para empresas de tecnologia.

Temas

Ao todo, serão feitos oito workshops, com temas como “Design Estratégico para Inovação”, “Fazendo Negócios em Portugal” e “Mecanismo de Financiamento de Startups: local e internacional”. Para além dos workshops, o RN>Mundo também vai oferecer espaços específicos para debates de temáticas com especialistas do mercado e o acompanhamento das empresas no que diz respeito a discussões acerca de seus próprios projetos.

Já no campo da conexão, a participação do Parque Madan, de Portugal, será de vital importância. "Além de responsável por alguns workshops, o Parque Madan vai mostrar às empresas de TI locais que existe uma forma de chegar ao mercado europeu de maneira suave e fácil”, afirma o administrador Marcelo Pelicano, da equipe do Parque Metrópole e um dos organizadores do RN>Mundo.

Novos mercados

Ele ainda conta que “o próprio Parque Madan possui um programa de recebimento de empresas, e que Portugal também pode ser pensado como um ponto de apoio para as empresas chegarem ao mercado de outros países da Europa”. A metodologia por trás da formulação do RN>Mundo visa a preparação e expansão facilitada para o mercado externo, também conhecida, no jargão dos negócios e da inovação, como “pre-landing” e “soft-landing”.

De acordo com o gerente da Unidade de Mercado, Inovação e Tecnologia do Sebrae-RN, David Góis, o processo de acesso a novos mercados é estratégico para as empresas e deve ser constante, principalmente no mundo das empresas de TI, que possuem maior facilidade na diversificação de mercados, ao mesmo tempo que sofrem também, uma maior concorrência das soluções internacionais.

Informações sobre o programa podem ser obtidas via os e-mails: adriana@rn.sebrae.com.br e david@rn.sebrae.com.br

31

Out

Halloween: Confira 5 e-books para curtir a data em boa companhia

Muitas pessoas gostam de combinar suas leituras com datas comemorativas para uma experiência mais imersiva. Pensando nisso, o Skeelo, plataforma de e-books e audiobooks, separou 5 livros temáticos disponíveis no aplicativo para que essa data seja celebrada da melhor forma possível. As obras reúnem grandes nomes da literatura de terror e suspense para criar uma atmosfera assombrosa. Confira as indicações abaixo!

  • Branca dos Mortos e os Sete Zumbis

Neste e-book, que reúne 12 contos, o brasileiro Fábio Yabu faz uma releitura dos clássicos infantis dos irmãos Grimm e de Hans Christian Andersen para moldar o caráter das crianças principalmente pelo medo. Personagens charmosas já muito conhecidas como Branca de Neve, Cinderela e Rapunzel mostram lados antes nunca revelados de suas personalidades. Assim, a história é a opção perfeita para quem curte um conto de fadas, mas também procura uma leitura aterrorizante.

  • O Corvo

Publicado em 1845, O Corvo, com edição em inglês e português no Skeelo, é considerado uma obra prima de Edgar Allan Poe. No poema, um homem é atormentado pelo barulho constante de um corvo após a morte de sua amada. Grande sucesso da crítica, a obra apresenta toda a genialidade do autor e, por isso, é indispensável para qualquer amante da literatura.

  • Frankenstein

Um clássico nunca morre. Publicada em 1818, obra de estreia da britânica Mary Shelley, Frankenstein deu vida ao gênero de terror e marcou gerações desde então. A história acompanha o estudante de ciências naturais Victor que, em meio a uma experiência, acaba por dar vida a um homem em seu laboratório. Afinal, quão humano pode ser um monstro e quão monstro pode ser um humano?

  • A Garota do Lago

Em Summit Lake, uma cidade pequena entre montanhas, a estudante de Direito Becca Eckersley foi brutalmente assassinada em sua casa de veraneio. O livro best-seller de Charlie Donlea é um suspense policial que se desenrola quando a repórter Kelsey Castle decide investigar a morte prematura. Mas, conforme mergulha nessa história, ela fica cada vez mais convencida de que o que aconteceu com Becca pode ajudá-la a superar seu próprio passado.

  • Drácula

A mais celebrada narrativa sobre vampiros é capaz de assombrar o seu Halloween. Neste livro, escrito através de cartas e notícias, acompanhamos os ataques feitos pelo famoso Conde Drácula aos humanos, que lutam para sobreviver. Após mais de 120 anos de sua primeira publicação, o estereótipo de vampiro criado por Bram Stoker continua vivo na literatura e no cinema até os dias de hoje.

Já está com medo? É possível encontrar esses e muitos outros e-books no aplicativo Skeelo, disponível nas lojas Apple Store e Google Play para ler onde quer que esteja.

28

Out

Dia da Memória: Vila prepara celebração especial em Caicó para 02 de novembro

A Região do Seridó vai contar com programação especial para o Dia da Memória, celebrado em 02 de novembro. A empresa Vila realizará, às 17h, uma missa presencial no Cemitério Vila Memorial Caicó. A celebração será conduzida pelo Padre Joaquim Oliveira.

Além da celebração litúrgica presencial, estão permitidas as visitas aos jazigos. Para o acesso ao Vila Memorial Caicó é preciso manter o uso de máscaras e realizar a higienização das mãos. Durante todo o dia, os colaboradores do Vila Memorial Caicó estarão orientando o público no interior do cemitério.

Campanha Dia da Memória

Motivada em buscar novos sentidos para ajudar com situações delicadas da vida, a empresa Vila promove este momento como uma forma de refletir sobre o tradicional Dia de Finados promovendo a reflexão de um Dia da Memória, e para tanto, criou a campanha multiplataformas “Sinta, Toque o Coração e Viva a Recordação".

O objetivo é sensibilizar para que situações difíceis, como o luto pela partida de pessoas queridas, possam ser vividas a partir do ponto de vista de valorização da memória afetiva como parte do contexto.

28

Out

Prefeita Marina Marinho é convidada para participar da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, na Escócia

A Prefeita de Jandaíra, Marina Marinho, é uma das integrantes da delegação brasileira que vai viajar com o Instituto Alziras para a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP26). O evento será realizado em Glasgow, na Escócia, entre os dias 31 de outubro e 12 de novembro. Na ocasião, a Chefe do Executivo vai falar sobre os impactos causados pelas instalações das usinas eólicas em Jandaíra. As despesas da viagem estão sendo custeadas pela organização.

O convite à Marina foi realizado no último dia 1º de outubro, pelo Instituto Alziras, organização sem fins lucrativos que visa a ampliar e fortalecer a presença de mulheres na política e na gestão pública. Procurada pelo Instituto, Marina foi uma das palestrantes do painel Mulheres na Vanguarda da Transição Energética, que aconteceu na Conferência Brasileira de Mudança do Clima, no final de setembro. Sua participação gerou uma repercussão positiva, o que originou o convite para integrar a delegação do Alziras à COP26.

Para Marina, essa é uma oportunidade única para divulgar o tema, que possui extrema importância para a cidade e para o Rio Grande do Norte, que é o estado que possui o maior número de usinas eólicas no país. Em Jandaíra, há, atualmente, 95 aerogeradores instalados em dois complexos e 58 em fase de instalação em outros três. “É uma grande alegria poder ser uma das vozes que vão representar o RN num evento de tamanha proporção. Além disso, vamos ter a chance de mostrar Jandaíra e suas potencialidades para representantes de governos no mundo inteiro, em especial sobre um tema que é tão presente no dia a dia da nossa cidade”, afirmou a prefeita.

26

Out

Pesquisa mostra preocupação de estudantes com mercado de trabalho

Pesquisa inédita do Serviço Social da Indústria (Sesi) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) divulgada nesta terça-feira (26) aponta que a grande maioria dos estudantes do ensino médio (91%) têm interesse em cursar ensino superior e (84%) têm interesse na educação profissional. O levantamento ouviu mil alunos de escolas da rede pública de São Paulo e do Mato Grosso do Sul e da rede Sesi, que já estão inseridos no currículo do novo ensino médio. Também foram ouvidos mil estudantes do currículo tradicional. 

“Os jovens que estão no novo ensino médio têm uma relação mais positiva, mais favorável com a escola. Eles têm um maior otimismo com o futuro profissional. Nos dois grupos de estudantes, sejam os que estão no ensino médio tradicional ou no novo ensino médio o desejo de cursar o itinerário técnico profissional é dominante para esses dois grupos, demonstrando claramente que os jovens têm uma preocupação significativa sobre alcançar o primeiro emprego e a sua inserção profissional", avaliou o diretor-geral do Senai e diretor-superintendente do Sesi, Rafael Lucchesi.

A pesquisa mostrou ainda que estudantes do novo ensino médio avaliam o modelo como positivo, estão mais satisfeitos com a escola e otimistas com o futuro profissional. 

"Essa pesquisa é interessante e inédita porque ela vai conversar com jovens, os estudantes que estão no ensino médio, seja ele tradicional ou o novo ensino médio. A avaliação desse novo ensino médio, qual a relação que eles têm com a escola e como eles enxergam o seu futuro profissional", explicou Lucchesi. A pesquisa foi realizada pelo Instituto FSB Pesquisa.

Instalações da Escola Sesc de Ensino Médio na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio.

Entre as mudanças estabelecidas na reforma, a integração da Formação Técnica e Profissional (FTP) e a inclusão de atividades voltadas para o projeto de vida do estudante são as mais bem avaliadas. Para 73% desses estudantes, o potencial do novo ensino médio para melhorar a qualificação profissional do Brasil é grande ou muito grande.

Mercado de trabalho

O levantamento mostrou ainda que a preocupação dos estudantes com a necessidade de trabalhar e a falta de interesse ameaçam a continuidade dos estudos. Para boa parte dos entrevistados, o trabalho informal é realidade. Por outro lado, os estudantes do ensino médio tradicional, a insatisfação com a metodologia de ensino seria um motivo para sair da escola, problema que não foi reportado pelos estudantes do novo ensino médio.

“Hoje a escola prepara exclusivamente para os exames de ingresso na universidade, sendo que o acesso dos jovens de 18 a 24 anos ao ensino superior ainda é muito restrito, apenas 23,8% dessa faixa etária. O novo ensino médio e a formação profissional surgem nesse contexto para dar identidade social e oportunidades ao estudante que não ingressa direto no ensino superior, deseja ou precisa entrar no mercado de trabalho e não consegue por não ter qualificação”, apontou Lucchesi.

Precisar trabalhar é o principal motivo para cerca de um terço dos estudantes cogitarem deixar a escola. A insatisfação com a metodologia de ensino (6%), aparece apenas para os estudantes do modelo tradicional. Dos estudantes ouvidos, 17% dos alunos do modelo tradicional já consideraram deixar a escola, enquanto, entre os estudantes do novo ensino médio, o percentual é de 13%.

Para 35% dos estudantes ouvidos empreender será mais atraente no mercado de trabalho no Brasil. Metade dos alunos (50%) indica que ter emprego formal registrado em carteira é outro ponto relevante. Segundo 28% dos alunos entrevistados, a falta de experiência, a  falta  de qualificação (17%)  e a falta de oportunidade (12%) são os principais obstáculos para um jovem conseguir emprego no Brasil.

Fonte: Agência Brasil / Foto: Tomaz Silva

25

Out

Projeto lança edital em busca de incentivar startups a produzirem tecnologias na área da saúde

Incentivar ideias e soluções inovadoras para a área da Saúde em todo o país. Este é o objetivo do Conexão Startup Saúde 2021 que lançou edital, em Natal, em busca de parceiros estratégicos para o fornecimento de produtos e serviços na área da saúde. O edital completo está disponível no site https://conexaostartup.com/. As inscrições seguem até o dia 07 de novembro.  

A 1ª edição do projeto Conexão Startup foi lançada, em 2019, e resultou em três projetos com soluções tecnológicas para otimizar os processos e aumentar a segurança das equipes de saúde no enfrentamento do Covid–19, entre eles, o PAR (Plataforma de Assistência Remota) desenvolvido pela startup NUT para UTIs que consiste em uma solução computacional com o objetivo promover o monitoramento inteligente, remoto (à distância) e em tempo real, dos sinais vitais e de pacientes em situações críticas sem a necessidade de exposição frequente das equipes de saúde às doenças infectocontagiosas. O outro é o da Corps Technology, que ajudou a Unimed Natal a mapear a disponibilidade de leitos Covid-19 nos 7 hospitais da sua rede credenciada, através da solução Flymed, permitindo ações concretas para oferecer o melhor atendimento aos seus clientes.

Assim como na 1ª edição, o projeto busca incentivar nas Startups a produção de tecnologias, processos e soluções que colaborem na prevenção, no diagnóstico ou no tratamento das diversas doenças, como também alternativas que promovam a reabilitação de pacientes e otimizem o andamento e a entrega dos diversos serviços em saúde. 

O programa está dividido em seis fases e os vencedores terão a oportunidade de trabalhar junto com três das principais empresas de saúde do estado, a Unimed Natal, a Liga Contra o Câncer e o Hospital Rio Grande - ganhando visibilidade nacional.  

24

Out

Pesquisa aponta que cerca de 47% das brasileiras deixaram de se consultar com ginecologistas ou mastologistas durante a pandemia

Uma pesquisa conduzida pela Inteligência em Pesquisa e Consultoria (Ipec), divulgada esta semana, apontou que cerca de 47% das mulheres no Brasil deixaram de marcar consultas com ginecologistas ou mastologistas por conta da pandemia da Covid-19. O estudo foi realizado de forma online entre os dias 7 e 23 de setembro de 2021, com a participação de 1.400 pessoas com pelo menos 20 anos de idade, de diferentes cidades do Brasil.

No mês que tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância da prevenção do câncer de mama e de colo do útero com a campanha Outubro Rosa, a professora do curso de Enfermagem da Estácio, Alana Correa, faz um alerta. "Precisamos sim tomar todos os cuidados de prevenção ao Coronavírus, respeitando todos os protocolos de segurança e tomando a vacina, mas de forma alguma as mulheres devem esquecer das outras doenças que não deixaram de existir e vem crescendo devido à baixa prevenção durante toda a pandemia", diz.

Alana revela que o câncer de mama é o mais incidente em mulheres em todo o mundo, com aproximadamente 2,3 milhões de casos novos estimados em 2020 de acordo com a Agência Internacional de Pesquisa em Câncer. E quanto mais cedo detectado, melhores as expectativas para o tratamento. "Nódulos mamários, quando detectados precocemente, têm chance de 90% de cura; e toda lesão no colo do útero, quando também descoberta em fase inicial, é tratada para que não se torne uma doença mais grave, incluindo o câncer cervical", adverte a especialista.

A enfermeira obstetra explica que, de acordo com o Ministério da Saúde, toda mulher de 25 a 64 anos de idade com atividade sexual ativa deve realizar o exame preventivo de câncer de colo de útero anualmente. E a Sociedade Brasileira de Mastologia indica que toda mulher com mais de 40 anos de idade deve fazer a mamografia anualmente.

"São exames muitos simples, rápidos e que podem salvar a vida de muitas mulheres. Precisamos cada vez mais falar sobre a prevenção e destacar que toda mulher deve anualmente consultar um ginecologista uma vez ao ano, pelo menos", reforça Alana.

21

Out

Advogado explica efeitos da decisão do STF que derrubou artigos da reforma trabalhista sobre a justiça gratuita

Os trabalhadores com direito à justiça gratuita não devem mais pagar honorários sobre valores de pedidos negados pelos juízes (a chamada sucumbência). A maioria dos ministros (6 a 4) do Supremo Tribunal Federal votou, nessa quarta-feira (20), pela inconstitucionalidade dos dispositivos da reforma trabalhista (na Consolidação das Leis do Trabalho - CLT) – Lei nº 13.467/2017, que fazia com que o trabalhador pagasse honorários periciais e os advocatícios sucumbenciais, caso fosse a parte vencida, mesmo que fosse beneficiário da justiça gratuita. 

Segundo explica o advogado potiguar especialista da área trabalhista, Rodrigo Menezes, permanece apenas a cobrança do pagamento das custas processuais em caso de arquivamento injustificado por ausência em audiência. “Porém, é válido ressalvarmos que é melhor aguardarmos a publicação da decisão para que haja uma melhor análise de seus efeitos”, observa. E alerta, ainda, que um dos efeitos deve ser o aumento do número de demandas trabalhistas, vez que após a reforma, muitos trabalhadores tinham receio de ajuizar ações em razão do risco de pagarem honorários sucumbenciais, em caso de perda.

Esta é mais uma da série de ações que questionam a reforma trabalhista, sancionada pelo governo de Michel Temer. O STF ainda tem importantes itens da reforma trabalhista a serem julgados, como o trabalho intermitente; se as cláusulas de acordos coletivos podem integrar os contratos individuais de trabalho; teto indenizatório por danos morais e extrapatrimoniais nas ações perante a Justiça do Trabalho; e a prevalência do acordado sobre o legislado. "Isso não garante, porém, que o STF se posicionará contra a reforma trabalhista em todos os itens. Acredito que a análise será feita caso a caso", enfatiza.

Entendendo melhor

Com a lei da reforma trabalhista que estava vigente até agora, o trabalhador estava pagando de 5% a 15% sobre as verbas não concedidas pela Justiça e alguns defensores alegavam que, dessa forma, evitavam “processos aventureiros”. Já representantes dos trabalhadores defendiam o modelo anterior, que agora passa a vigorar novamente, justificando que essa cobrança inibe o acesso à justiça, principalmente dos mais pobres.