Comunicação

21

Nov

Curso sobre Comunicação Corporativa e Gestão de crise começa em novembro na ESPM

Ministrado por uma das maiores autoridades em marketing do Brasil, Gabriel Rossi, as aulas trazem todas as novidades para quem atua no segmento de comunicação. Inscrições pelo sitehttps://www.espm.br/cursos/dynamic/atualizacao/cursos-de-ferias/comunicacao-corporativa-e-gestao-de-crise/

De acordo com o especialista, o curso visa capacitar os participantes a entenderem a comunicação corporativa de forma integrada alinhando todos os movimentos de comunicação (institucional, marketing, RH, redes sociais, relações com investidores e responsabilidade social) através do direcionamento da marca e da defesa da sua reputação. “As aulas são recomendadas para profissionais de Jornalismo, Relações Públicas, Administração, Marketing, Publicidade e Propaganda e Recursos Humanos”, enfatiza Gabriel.

O conteúdo é essencial para que gestores ou profissionais liberais, que também são marcas e por isso precisam ter cuidado redobrado com a sua imagem.

O programa busca apresentar aos participantes uma visão sólida e integrada da construção da reputação corporativa, assim como dar subsídios para que se sintam mais confortáveis e capacitados para atuarem na prevenção e gerenciamento de crises. “Vamos falar a respeito de comunicação institucional nas organizações empresariais; O papel da liderança, líderes comunicadores; Visão de canais x visão de públicos de relacionamento; Comunicação de RH com empregados e relações comunitárias; Responsabilidade Social; Comunicação mercadológica e redes sociais; Crise e Reputação: Crises e percepção de valor; Os alicerces de um plano de gestão de crise”, destaca o professor.

Além do conteúdo diferenciado e repleto de dicas para o dia a dia, a proposta traz mais uma novidade, que é a possibilidade de ter acesso a todo esse material a distância. “A plataforma EAD da ESPM traz uma metodologia moderna que facilita o estudo. Desta forma, o aluno pode adequar o melhor horário para as aulas não comprometendo a agenda, eliminando horas de trânsito o que também proporciona economia e menos stress”, destaca Rossi.

Gabriel também vai explorar como que as tendências são criadas e como se tornam virais em tempos de mídias sociais. “Vou analisar quais os agentes envolvidos neste processo, entender o mercado e principalmente como que deve ser a evolução dentro do próprio negócio, mudando de acordo com os moldes do cliente, mas sem perder a sua ideologia”, destaca o especialista.

20

Nov

Conheça seis aspectos tecnológicos que ficaram marcados na história da televisão no Brasil e no mundo

No próximo domingo, dia 21, é o Dia Internacional da Televisão. Uma data para celebrar os seus 71 anos e o papel importantíssimo que a TV aberta faz na comunicação e, inclusive, para a sociedade. Presente na cultura do brasileiro desde a década de 1950, a TV Aberta é responsável por conectar pessoas de todas as partes do mundo, com serviços gratuitos voltados a entretenimento, cultura e informação.

Mas, para chegar ao que é hoje, a televisão recebeu uma série de atualizações tecnológicas para que a população usufrua da melhor experiência com áudios e imagens de última geração. Pensando nisso, o Fórum do Sistema Brasileiro de TV Digital Terrestre (Fórum SBTVD), que trabalha intensamente na evolução da TV digital aberta, elencou seis curiosidades tecnológicas que envolvem a televisão. Confira: 

1- Primeira vez de um sinal broadcasting de TV

Há 71 anos, pela primeira vez, um sinal de broadcasting de TV passava pelo céu de São Paulo. Nesta época, iniciavam-se os testes do transmissor de televisão RCA da TV Tupi, Canal 3, direto de São Paulo. As transmissões anteriores haviam sido realizadas em circuito interno. 

2- Transmissão em cores

O P&B ganhou cores! No Brasil, a primeira transmissão em cores da TV aberta foi realizada em 1972, pela TV Difusora de Porto Alegre, durante a Festa da Uva de Caxias do Sul.

3- TV Digital e novas possibilidades de áudio

Com a chegada da TV Digital em 2007, a TV aberta passou a oferecer à população um áudio com muito mais qualidade. Enquanto a TV analógica aberta trabalhava com um canal (mono) ou dois canais (estéreo) de áudio, a TV Digital suporta até seis canais, o chamado Dolby Digital. Agora, em 2021, os televisores já estão se atualizando com a implantação do áudio imersivo.

4- Acessibilidade com Closed Caption ou Legenda Oculta

Você sabia que o Closed Caption (CC), conhecido também como legenda oculta, é usado para legendar o conteúdo audiovisual? Esse recurso torna o conteúdo da televisão acessível a pessoas surdas ou com algum grau de deficiência auditiva. O Closed Caption surgiu nos Estados Unidos, na década de 1970, com outros objetivos experimentais. Já no Brasil, em 2016, a prioridade foi a acessibilidade dos brasileiros. A obrigatoriedade da ABNT NBR 15290:2016 permitiu que essa parte da população (que representa 5%) tenha acesso à informação, entretenimento, cultura e lazer pelas telas da televisão. 


5- O inventor do controle remoto 

O controle remoto foi uma tecnologia pensada em complemento à televisão. E, claro, para o telespectador que está confortavelmente no sofá e gostaria de aumentar o volume ou mudar de canal, sem levantar. Perto de completar 60 anos, o primeiro controle remoto, ainda com fio, foi desenvolvido pelo engenheiro Eugene Polley, em 1950. Já o primeiro controle sem fio, foi criado em 1956, pela mesma empresa em que Polley trabalhava, a Zenith Radio Corporation. O controle remoto atual funciona com comunicação por infravermelha ou por bluetooth. No Brasil, o primeiro televisor com controle remoto foi lançado oficialmente em 1962.

6- Padrão de televisão atual do Brasil 

O padrão de televisão digital adotado no Brasil é o ISDB-TB, uma adaptação do ISDB-T (Integrated Services Digital Broadcasting Terrestrial), padrão japonês acrescido de tecnologias desenvolvidas no Brasil, como a interatividade Ginga.

A história da televisão continua! Com os avanços tecnológicos, a TV foi evoluindo e, hoje, o consumidor pode desfrutar, sem custos, da programação em alta definição, som surround, recepção móvel e os recursos de acessibilidade (linguagem de sinais, áudio descrição e closed caption). Ainda neste ano, com a chegada do DTV Play nos televisores, a TV aberta vai melhorar ainda mais a interatividade, com conteúdos em 4K, HDR e áudio imersivo, que eram recursos somente disponíveis em serviços de streaming pagos.

16

Nov

Clube de Permuta Natal terá Black Week com descontos e condições especiais

Uma semana inteira de descontos e promoções vai marcar a Black Week do Clube de Permuta Natal. As condições especiais vão estar disponíveis entre os dias 22 e 26 de novembro. 

Os associados do Clube tem até o dia 19 para lançarem as ofertas e vai ser possível adquirir uma grande variedade de produtos e serviços bem mais baratos em permuta do que em dinheiro. “É uma oportunidade única para quem já realiza negócios com a vantagem de não precisar mexer no caixa da sua empresa. É a possibilidade de se fazer permuta, adquirindo serviços e produtos sem desembolso, e com valores abaixo do mercado”, explica o diretor do Clube em Natal, Betinho Costa.  

A plataforma online de troca multilaterais oferece soluções em comunicação, marketing e mídia, opções para construir, reformar ou decorar sua casa ou escritório, gastronomia e bebidas para todos os gostos, além de serviços de saúde, bem-estar e qualidade de vida. 

Sobre o Clube de Permuta

O Clube de Permuta é uma alternativa para que empresários possam adquirir produtos e serviços sem mexer no seu caixa, por meio de permutas multilaterais realizadas em uma plataforma virtual. Para ingressar, é preciso ser indicado por uma das empresas participantes. Acessando www.clubedepermuta.com.br é possível ter acesso ao rol de empresas de cada cidade onde o clube atua.

15

Nov

Pesquisa mostra como os recursos visuais orientam o comportamento dos brasileiros em torno da sustentabilidade

Durante a cúpula da COP26, a Getty Images, líder mundial em comunicação visual, revelou uma nova pesquisa que revela que 86% das pessoas que vivem no Brasil praticariam um estilo de vida sustentável se custasse o mesmo ou menos do que custam hoje. A pesquisa também confirmou que a principal barreira para as pessoas que praticam a sustentabilidade no dia a dia é a despesa (22%), enquanto quase um quarto dos entrevistados disseram que precisam de mais informações sobre como viver de forma sustentável.

Os resultados são relatados na pesquisa para a plataforma de insights criativos da Getty Images, Visual GPS, concluída em conjunto com a empresa de pesquisa de mercado global MarketCast.

O público brasileiro também está usando seu poder de compra para enviar uma mensagem às empresas, com 74% das pessoas dizendo que só compram produtos de marcas que se esforçam para serem ecologicamente corretas. No entanto, a maioria das pessoas considera o governo o maior responsável em relação à ação climática e à sustentabilidade, seguido pelas empresas.

O relatório também descobriu que as ações mais comuns que as pessoas realizam em relação à ação climática e sustentabilidade são a reciclagem (70%), seguida de reutilização, reparo ou compra de segunda mão em vez de comprar itens novos (55%), usando produtos ecologicamente corretos (55%), fim do uso de produtos descartáveis (32%) e maior eficiência energética em suas residências (36%). No entanto, apenas 49% dos entrevistados dizem que fazem tudo o que podem para praticar um estilo de vida sustentável.

“A questão da ação climática nunca foi tão urgente e nossa pesquisa mostra que as pessoas no Reino Unido estão dispostas e prontas para fazer mais - mas elas precisam que o governo e as empresas quebrem as barreiras para a ação e mostrem como podem fazer a diferença ”, comenta a Dra. Rebecca Swift, Chefe Global de Insights Criativos da Getty Images.

“A pesquisa também demonstra como o uso repetitivo de recursos visuais em comunicações comerciais e governamentais, mostrando às pessoas os pequenos passos que podem dar em direção à sustentabilidade, pode ter um impacto positivo no meio ambiente”, continua Dr Swift. “Reciclagem, uso de produtos ecologicamente corretos e itens reutilizáveis são todos sinais visuais populares que já há algum tempo são usados para ilustrar uma vida sustentável.”

Tornando a sustentabilidade pessoal

Pesquisas de clientes em gettyimages.com mostram que as empresas estão expandindo como ilustram questões de ação climática e sustentabilidade, com pesquisas ano após ano por 'energia renovável' (+ 780%), 'painéis solares' (+ 342%), 'mudanças climáticas '(+ 438%) e' ecologia '(+ 257%), ao lado de mais representações mais generalizadas  como 'sustentabilidade’ (+ 442%) ou aquecimento global' (+ 188%).

“O que fica claro em nossa pesquisa é que quando as comunicações visuais - seja um anúncio na TV ou no site do conselho local - tornam a sustentabilidade pessoal e mostram as ações que uma pessoa comum pode realizar, isso impulsiona o comportamento real do consumidor. Com as pessoas dizendo que precisam de mais informações sobre como viver de forma sustentável, este é um claro apelo à ação do governo e das empresas para expandir as pistas visuais que estão usando e encorajar mais comportamentos sustentáveis”, conclui a Dr. Swift.

Metodologia de pesquisa: os dados da pesquisa Visual GPS da Getty Images foram coletados de 16 de julho a 11 de agosto de 2021. O estudo teve como alvo uma amostra nacionalmente representativa de consumidores com 18 anos ou mais com base na idade, sexo e região. O tamanho da amostra do Brasil foi de 500 entrevistados.

Para a mídia:

75% - Fico desapontado quando vejo imagens na publicidade e na comunicação de uma marca que não são ecologicamente corretas (por exemplo, canudos de plástico, copos de café descartáveis, sacolas plásticas, etc.) 

87% - Eu prefiro comprar de empresas que participam ativamente e retribuem às comunidades em que atuam

Embora as empresas estejam fazendo mais para expandir sua linguagem visual em torno da sustentabilidade, elas ainda dependem de antigos tropos - retratando vistas aéreas ou de alto ângulo em vez de focar nas pessoas que trabalham com ou com a tecnologia. Nosso teste de imagem nos diz que os consumidores não se identificam com esse tipo de imagem. A próxima etapa é garantir que o conteúdo dos recursos visuais corresponda às demandas crescentes dos consumidores por ação e represente uma visão centrada no ser humano, seja em uma escala pequena ou industrial.

 

11

Nov

Chapa apresenta candidatura de Hudson Tourinho à CRCRN

As eleições no Conselho Regional de Contabilidade do Rio Grande do Norte, marcadas para os dias 23 e 24 de novembro, podem trazer transformações para a classe contabilista do estado. O processo eleitoral será responsável pela renovação de 2/3 do quadro de conselheiros. A chapa 2 “Reconstruir e avançar com respeito”, que tem a frente o jovem contabilista Hudson Tourinho, de 32 anos, quer mostrar sua oposição ao atual cenário de lentidão e regresso nos processos da entidade.

A chapa 2 construiu um plano de reestruturação para o CRCRN, com foco na valorização e reconhecimento dos profissionais da Contabilidade, buscando processos e fiscalizações mais humanizadas. Uma das metas é o reembolso da anuidade de cada profissional.

Uma das ações será a retomada dos grandes eventos para esse novo momento de reconstrução da classe contabilista. Outra proposta é o fortalecimento do CRCRN Jovem em parceria com as Instituições de Ensino Superior (IEs), assim como a recriação das comissões de assuntos profissionais (CPCs, Sped, Simples).

“Nossa proposição quer humanizar a gestão do CRCRN, trazendo mais identidade para essa importante entidade do nosso estado. Nossa classe contabilista passa por um momento de estagnação, sem propostas ativas e sem a presença dos profissionais envolvidos nas atuações do Conselho. Queremos otimizar os processos, resgatar eventos, promover novas parcerias e democratizar a participação de novos agentes nessa função de conselheiro”, planeja Hudson Tourinho, candidato à eleição pela Chapa 2 “Reconstruir e avançar com respeito”.

Com uma composição de 20 profissionais da Contabilidade que vivenciam o dia a dia dos escritórios contábeis e com boas propostas, a Chapa 2 é composta por um quadro de mulheres (55%) e homens (45%), mostrando a representatividade feminina na classe. Desse grupo, 18 profissionais nunca foram conselheiros, o que representa a maior renovação já vista no CRCRN. A chapa 2 é composta por especialistas em Tributação, Contadores Públicos, Analistas em SPED, Auditores, Peritos, Consultores de Finanças e Investimentos, dentre outros.

11

Nov

Orla da praia de Camapum em Macau vai passar por obras de revitalização

Foi assinada nesta quinta-feira (11) pelo prefeito de Macau, José Antônio de Menezes, a ordem de serviço que autoriza o início das obras de revitalização e construção de um novo calçadão na orla da Praia de Camapum. O investimento chega próximo dos R$ 500 mil reais.

O ato solene aconteceu no Gabinete do Palácio João Melo com a presença de representantes da empresa que venceu a licitação da obra, do Secretário de Esporte e Juventude, Rodrigo Menezes e o adjunto da pasta de Infraestrutura, Júlio Sena.

A orla irá ganhar serviços de reconstrução de calçadão, jardinagem, iluminação, academia popular, chuveiros, guarda corpo e outras melhorias. Com previsão de inauguração em fevereiro de 2022, a obra inclui a revitalização do trecho que compreende da Barraca de Jacaré até o final do calçadão.

“É uma obra que Macau precisa. O calçadão será refeito e iremos revitalizar toda a orla. Com isso, toda extensão urbanizada da Praia vai receber benfeitorias na sua infraestrutura”, lembrou o prefeito José Antônio Menezes.

9

Nov

iStock anuncia Bolsa de 5 mil dólares para fotógrafos comerciais, videógrafos e ilustradores da América Latina

A iStock, líder em comunicações visuais acessíveis para as comunidades criativas, empreendedores, estudantes, e pequenas e médias empresas, anuncia hoje o lançamento de sua Bolsa de Inclusão inaugural, projetada para promover o trabalho de artistas comerciais criativos emergentes que buscam chamar a atenção para comunidades sub-representadas por meio de seu trabalho. A bolsa está aberta a fotógrafos comerciais, videomakers e ilustradores baseados nos Estados Unidos, Reino Unido, América Latina e Austrália.

“A iStock está empenhada em apoiar diversos criadores em todo o mundo, lançando esta bolsa para dar-lhes o apoio, exposição e apoio financeiro necessários para ajudar a elevar suas carreiras, ao mesmo tempo que incentiva a criação de imagens, vídeos e ilustrações tão necessários”, disse Claudia Marks, diretora de arte sênior, iStock. “Com nossos parceiros de prestígio, estamos convocando criadores de comunidades sub-representadas para aproveitar esta oportunidade de receber apoio significativo e compartilhar seu conteúdo com o mundo.”

Quatro prêmios de primeiro lugar no valor de US $ 5.000 serão concedidos aos beneficiários de cada uma das bolsas, em parceria com a organização Black Women Photographers, dos Estados Unidos; Creative Access, do Reino Unido; Fotografas Latam; e o Australia Council for the ArtsCada parceiro estabeleceu seu próprio conjunto de critérios para a concessão, a fim de garantir ainda mais que os criativos sub-representados que trabalham em suas próprias comunidades sejam incentivados a se inscrever.

“Considerando que a fotografia ainda é uma indústria dominada por brancos e homens e o fato de que há muito poucas bolsas destinadas a servir mulheres negras na fotografia comercial, é seguro dizer que esta é uma oportunidade única”, disse Polly Irungu, fundadora da Black Women Photographers. “É por isso que, em conjunto com a iStock, estamos nos aliando para nivelar o campo de jogo e apoiar fotógrafas mulheres negras, bem como aqueles em outros grupos sub-representados, fornecendo fundos e recursos.”

Cada uma das quatro bolsas será julgada de forma independente pelos seguintes jurados, em parceria com a equipe de arte da iStock:

  • Estados Unidos — Polly Irungu, fundadora da Black Women Photographers, e Barbara DuMetz, pioneira na fotografia comercial
  • Reino Unido — Josie Dobrin, CEO e cofundadora da Creative Access, e Vanessa Martins, fotógrafa freelance
  • América Latina — Lorena Velasco e Fernanda Pitaño, cofundadoras do Fotografas Latam, e Cristina Otero, fotógrafa comercial e de belas-artes
  • Austrália - Franchesca Cubillo, Diretora Executiva de Artes e Cultura das Primeiras Nações, e Patricia Adjei, Chefe do Desenvolvimento do Setor de Artes e Cultura das Primeiras Nações, ambos do Australia Council.

Os candidatos podem se inscrever aqui a partir de hoje e têm até 23h59 do dia 6 de dezembro, para enviar propostas. Os candidatos devem enviar um projeto existente ou novo com um portfólio de seu trabalho e um pequeno ensaio descrevendo sua intenção e inspiração e devem atender a todos os requisitos de elegibilidade. Além das concessões, todos os quatro destinatários terão a oportunidade de licenciar seus trabalhos vencedores no site da iStock a uma taxa de royalties de 100%.

8

Nov

ABIH Nacional comemora 85 anos em sessão solene no Senado Federal

A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio Grande do Norte - ABIH/RN, participa na próxima terça-feira (9) da celebração dos 85 anos de atuação da ABIH Nacional. A sessão solene acontece no plenário do Senado Federal, em Brasília, e vai reunir mais de 300 personalidade do setor hotelaria e turismo de todo país.

A solenidade faz parte das comemorações de aniversário  da entidede e incluem o lançamento da edição especial do livro “ABIH Nacional: 85 anos” e do selo postal comemorativo da ABIH Nacional.

Para Manoel Linhares, presidente nacional da entidade, a intenção é marcar a importância e a representatividade do steror de hotéis, numa data em que, não por acaso,  também se comemora o Dia do Hoteleiro.

“A história da ABIH Nacional é a história da hotelaria nacional e uma demonstração de como o trabalho coletivo e a união de um setor pode ajudá-lo a conquistar mais espaço no cenário econômico no país. Desde sua fundação, a meta sempre foi mostrar às autoridades a importância da hotelaria e do turismo e apresentar sugestões de medidas que pudessem estimular sua expansão”, afirmou Manoel Linhares. 

Para o presidente da ABIH-RN, Abdon Gosson, o momento é de congratular com as demais associações. "Fazer parte deste momento é muito especial para nós. O turismo vem se recuperando e aqui podemos comemorar juntos aos colegas. A ABIH Nacional está de parabéns pelas ações realizadas em todo o Brasil e pelo apoio que tem nos dado", disse Gosson.

Para o presidente da ABIH Nacional, o lançamento do livro, do selo postal e do carimbo comemorativo, celebram o sucesso do associativismo na defesa das pautas relacionadas ao turismo e à hotelaria. “Nesses 85 anos, como está registrado no livro, nosso principal foco foi mostrar às autoridades o potencial do setor e apresentar as soluções para sua expansão. Sempre procuramos ressaltar que a hotelaria e o turismo geram emprego e renda por destinos espalhados por todas as regiões, estimulando o crescimento econômico, principalmente, em menores destinos. E essa história precisava ser registrada para que todos pudessem conhecer melhor nossa entidade e o setor de hotelaria brasileiro”, afirmou o presidente da ABIH Nacional.

7

Nov

Sete dicas para formar sociedades vencedoras

A formação de uma sociedade empresarial é sempre um assunto delicado no mundo do empreendedorismo. No melhor dos cenários, uma sociedade pode dar muito certo – sem conflitos, com ótimos resultados operacionais e com ganhos financeiros para todos os envolvidos. No pior, pode dar tudo errado, com desdobramentos que incluem problemas de relacionamento, retorno abaixo do esperado e prejuízos econômicos, culminando com brigas e até disputas judiciais.

                Para evitar que uma parceria que começou com um sonho acabe se tornando um pesadelo, o empreendedor precisa tomar alguns cuidados. Segundo o empresário Leonardo Castelo, vencedor da categoria Emerging na 21ª edição do Prêmio Empreendedor do Ano, considerado o Oscar do empreendedorismo, realizado pela Ernst & Young (EY), uma das líderes globais de serviços de consultoria empresarial, e Presidente da 300 Franchising, a maior aceleradora de franquias do País, a análise do perfil do potencial sócio deve ser feita com muita atenção. Sócio em mais de 80 franqueadoras, Castelo conhece bem os caminhos para a construção de uma sociedade duradoura e de sucesso.

 “A gente tem que evitar de errar na escolha das pessoas”, explica o empresário. “Não existe pessoa ruim. Existe pessoa errada no momento errado, pessoa errada na empresa errada. Ou seja, são ‘pessoas erradas’ por não acreditarem nas mesmas coisas e nos mesmos valores que os sócios”.

  Castelo enumera sete dicas para garantir que uma sociedade seja bem-sucedida, trazendo frutos positivos para os envolvidos no negócio. Confira:

Alinhamento de propósito e valores

Não há problema em os sócios terem visões diferentes sobre o negócio. “O importante é ambos estarem olhando para o mesmo lado”, diz Castelo. Entretanto, os sócios precisam estar alinhados em relação a propósitos e valores como velocidade, humildade e resiliência, essenciais para o desenvolvimento e amadurecimento de um empreendimento.

Definição clara de responsabilidades, direitos e deveres

O acordo dos acionistas e o contrato social devem ter todos os papeis descritos de forma muito clara. “Não é perda de tempo, é investir tempo”, comenta Castelo. “O Abílio Diniz tem uma frase: ‘prefiro brigar antes de assinar um contrato do que brigar depois’. E faz todo sentido.”

Alinhamento de expectativas

Além das questões formais, os sócios também precisam estar de acordo em relação ao que esperam um do outro, em aspectos como previsão de resultados, expansão do negócio, capacidade de investimento financeiro etc.

Complementariedade

Sócios que têm competências diferentes e complementares somam mais ao negócio do que sócios com características semelhantes. “Todo empresário tem de ter visão estratégica”, explica Castelo. “É importante que o sócio tenha sua própria visão estratégica e seja melhor do que eu em algum aspecto. Não adianta entrar em sociedade se, do lado de lá, o sócio tem o mesmo tipo de visão do que eu.”

Alinhamento comportamental

Parceiros de negócios têm de estar alinhados em relação ao comportamento que esperam de quem está do outro lado. Neste aspecto, ganham importância temas como dedicação de tempo ao negócio e modo de comunicação e relacionamento interpessoal. “São essas variáveis que, no longo prazo, fazem com que se construa uma relação equilibrada”, diz Castelo.

Admiração recíproca

Uma relação entre sócios funciona melhor quando os componentes de uma sociedade nutrem admiração um pelo outro. Com isso, eventuais erros são melhor entendidos como parte do processo de amadurecimento do negócio, sem que as relações sejam estremecidas. “Ninguém joga na cara quando o outro erra. Toda vez que se erra é tentando acertar”, comenta Castelo. “A gente faz muito teste rápido. E mais erra do que acerta. A cada 10 erros, temos um acerto. Mas, quando algo dá certo, você já sabe as outras nove coisas que não dão certo. E fica mais fácil para corrigir rumos.”

Contratação de pessoas alinhadas com os mesmos propósitos

Não adianta os sócios estarem plenamente alinhados em todos os aspectos se as pessoas que formarão as equipes de trabalho não estiverem também alinhadas. “Devemos procurar contratar pessoas que estejam alinhadas com o nosso propósito e os nossos sonhos”, argumenta o CEO da 300 Franchising. “A coisa mais errada que pode acontecer é, depois de 60 dias na equipe, a pessoa dizer que não acredita no projeto ou não acredita no mesmo sonho dos empreendedores”.

5

Nov

Natal receberá, em breve, a ORATHÓRIA - Fale Bem em Público

Medo de falar em público? Dificuldade de se posicionar em uma reunião importante? Acha que tem perdido oportunidades em função da timidez? Se é o seu caso, saiba que está chegando a Natal/RN uma escola que poderá mudar a sua vida!

A partir de fevereiro/22, a capital potiguar contará com a franquia ORATHÓRIA, uma instituição de ensino especializada em cursos de como falar em público e extrair o melhor do seu potencial. Ao longo de três módulos, você receberá todas as informações, orientações e técnicas de como se posicionar diante de plateias, salas de aula, congressos, seminários, reuniões ou qualquer outro ambiente onde você queira mostrar o quão bom você é! 

A ORATHÓRIA – Fale Bem em Público é mais um empreendimento do Miranda Jr. Negócios, grupo empresarial potiguar de grande credibilidade em nosso mercado. A Orathória estará sob o comando do empresário Etevaldo de Miranda Jr. e a treinadora comportamental Katarina Alcântara. 
Se é sucesso que você busca, logo mais o microfone estará à sua disposição e estaremos prontos para aplaudi-lo de pé. Em breve, divulgaremos novas informações.

5

Nov

Cabo Telecom chega a Nova Cruz

A Cabo Telecom chega a Nova Cruz com o serviço de internet banda larga. Distante 115 km da capital do Rio Grande do Norte, a cidade entra para o grupo de municípios atendidos pela empresa referência no setor de telecomunicações potiguar. A partir deste mês de novembro, os nova-cruzenses poderão contar com a velocidade de conexão e o atendimento de excelência que são o grande diferencial da empresa.

A nova filial leva ao município todo o know-how construído ao longo de 21 anos de mercado, e o investimento faz parte do projeto de expansão e interiorização da empresa no RN. “Temos uma presença bastante consolidada em Natal, por isso, agora estamos olhando com mais atenção para o interior do Estado. Já expandimos os nossos serviços para a Grande Natal e agora buscamos ampliar ainda mais a nossa atuação”, explica Cláudio Alvarez, diretor-presidente da Cabo Telecom.

Além de Natal, a rede de fibra óptica da empresa já atende os municípios de São José de Mipibu, Nísia Floresta, Monte Alegre, Brejinho, Goianinha, Tibau do Sul, Canguaretama e Santo Antônio, fornecendo o serviço de internet banda larga. Segundo o diretor-presidente, a Cabo Telecom segue com planos de expansão para mais municípios: “estamos atentos a outras regiões que estejam em sinergia com o nosso crescimento”, pontua.

“Com a filial da cidade de Nova Cruz chegaremos a novos lares, levando tecnologia de ponta e o atendimento personalizado que já virou nossa marca. Pretendemos seguir crescendo e investindo na interiorização da empresa, queremos levar a Cabo Telecom a muitos outros potiguares”, planeja o diretor-presidente.

A Cabo Telecom (RN/PB) integra o Grupo Conexão, composto por outras empresas atuantes nas demais regiões do país, como Conexão Telecom (SP/MG), Direta (MG), Mega Sistemas (SP), Multiplay Telecom (CE), Tecnet (CE), Outcenter (MG e BA),Starweb (MG) e Webnet (MG) todas com serviços de internet banda larga, TV por assinatura e telefonia fixa. Por enquanto, as regiões agreste, metropolitana e as novas aquisições no interior do Estado seguem exclusivamente com os serviços de internet e telefonia.

5

Nov

Rede de influência: Especialista ajuda influenciadores a chamarem atenção das marcas

O mercado está em constante atualização e, cada vez mais, integrando os ambientes virtuais. As marcas sabem que precisam investir em estratégias de marketing digital, como também o poder da influência nas redes sociais. Por isso, surge a nova profissão da década: os influenciadores.

Com uma campanha publicitária bem bolada e a presença de um influenciador que abrace os valores da marca, o potencial de expansão dos clientes é enorme. Além da identificação e aproximá-los ainda mais, os clientes tendem a recomendar e se tornarem defensores da marca. Não é à toa que o mercado da influência vem crescendo tanto. Afinal, quem não é visto, não é lembrado!

Amanda Bonfim, especialista em gestão de influência, afirma que é indispensável se qualificar apropriadamente para se ter e manter relevância na área. Os anunciantes querem resultados reais. Conforme o número de influenciadores aumenta, maior a disputa por esses anunciantes. Considerando esse cenário, Amanda elaborou um treinamento voltado para ajudar as pessoas que desejam decolar na profissão.

Denominado de REDE INFLU, o treinamento consiste num manual prático, com linguagem simplificada, de como desenvolver sua influência nas redes. Quem já acompanha Amanda Bonfim no Instagram, deve estar familiarizado com algumas dicas, conteúdos sobre esse assunto e feedbacks dos serviços realizados por ela.

A consultora de marketing possui 13 anos de experiência no mercado e seus serviços vão desde assessoria, planejamento estratégico, diagnóstico e gestão empresarial até gestão de conteúdo e mídias sociais. A cada dica publicada, Amanda demonstra o quanto está antenada e afiada em relação a marketing digital e influência nas redes.

“Uma evidência fortíssima e irrefutável de que as trends provocam uma conexão emocional, é essa identificação entre o usuário e a marca que geram o comportamento seguinte: o engajamento.” - uma dica cirúrgica da Amanda Bonfim em seu perfil do Instagram, @amandabonfimbr

Isso é apenas uma parcela do que a especialista em estratégia, gestão de influência e design, vem preparando para o treinamento REDE INFLU, que também possui um grupo de Mentoria VIP exclusiva para alunas. O futuro da influência está logo aí, e Amanda Bonfim te convida para marcar presença nele e conquistar os corações das marcas!

4

Nov

Quase 60% das empresas investiram em meios digitais na pandemia

A plataforma de hospedagem de sites HostGator divulgou uma pesquisa que analisou os investimentos em presença digital na pandemia. A consulta, realizada dentro do próprio ambiente de hospedagem da multinacional no Brasil, envolveu mais de 5 mil empresas respondentes e mostrou que 58% delas passaram a investir mais em soluções digitais durante a pandemia da covid-19, sendo que, dentro dessa população, 64% perceberam um aumento de suas vendas.

Embora exista uma percepção generalizada de que o comportamento dos consumidores está mais voltado para o ambiente digital, o que tem demandado uma utilização crescente de ferramentas tecnológicas, a pesquisa Presença Digital teve como objetivo mensurar e entender a aplicação desse cenário virtual para realização de negócios por empresas brasileiras.

Resultados da pesquisa Presença Digital da HostGator

Após abordar quatro dimensões (Impacto da Pandemia, Investimento, Planos de Investimento e Realidade do Negócio pré e pós-covid), o levantamento mostrou que, atualmente, 97% das empresas brasileiras têm seu modelo de negócio funcionando no ambiente online, sendo que 65% se autodeclararam totalmente digitais, enquanto os restantes 32% descreveram sua atuação tanto física quanto online.

A principal responsável pela migração para o digital, para 28% dos entrevistados, foi a pandemia. E, embora 7% desses comerciantes planejem reduzir seus investimentos no ambiente online após o fim do distanciamento social, 64% afirmaram que pretendem apostar ainda mais no meio, pois percebem uma mudança no pensamento e no comportamento dos consumidores. Desses empresários, 34% iniciaram suas empresas durante o período da pandemia.

Conforme o vice-presidente de Marketing da HostGator Américas, Ricardo Melo, entre as formas de assegurar uma boa presença digital estão construção de um site e blog informativo da empresa, cadastro no Google Meu Negócio, presença nas principais redes sociais (Instagram, Facebook, LinkedIn e Twitter), elaboração de campanhas digitais e uso de e-mail marketing.

“A presença digital permite que as empresas possam garantir cada vez mais clientes, com uma abrangência muito maior e com menos despesas em materiais ou deslocamento de pessoas" assegura Melo.

Fonte: Tecmundo, disponível em: https://www.tecmundo.com.br/mercado/228066-60-empresas-investiram-meios-digitais-pandemia.htm

2

Nov

Cursos do SENAI-RN avançam no interior e aumentam ‘sonhos de emprego’ em setores como o de energia

Dentro de um caminhão estacionado em Pedro Avelino – cidade potiguar a 154 quilômetros da capital, Natal – Usiel Florentino Leandro segura a máquina de solda e vê seus “sonhos” crescerem “de olho em um emprego”.

“Há indústrias de fabricação de peças que precisam de soldagem ou soldagem de tubulação”, diz ele. “Mas já pensei também em parque eólico. Ter carteira assinada, todos os benefícios que a empresa dá”, faz planos.

O homem de 28 anos fala sobre possibilidades de futuro no mesmo dia em que completa o primeiro curso de Soldagem Básica do Centro de Tecnologias do Gás e Energias Renováveis (CTGAS-ER), do SENAI-RN, no município, em um programa de capacitação profissional financiado pela prefeitura – e oferecido à população de forma gratuita.

De acordo com dados divulgados na sexta-feira passada (29), entre janeiro e setembro deste ano, os serviços do SENAI-RN alcançaram 152 municípios do Rio Grande do Norte, o que corresponde a 91% do território potiguar.

O total de matrículas em cursos profissionalizantes superou a marca das 19 mil, no período, desempenho 10% além da meta prevista. Os números mostram uma expansão que seguiu em outubro, com a estreia do CTGAS-ER, por exemplo, em Pedro Avelino.

“Essa interiorização das nossas capacitações e cursos é uma missão colocada nos últimos anos pelo presidente do Sistema FIERN, Amaro Sales. O objetivo é atender as demandas das indústrias em todas as regiões, fazendo chegar, anualmente, aos 167 municípios do Estado, a capacitação disponível nos nossos centros de ensino”, diz Emerson Batista, diretor regional do SENAI-RN, parte do Sistema FIERN, junto com o IEL e o SESI no estado. “Levamos oportunidade a essa população que muitas vezes não tem condições de realizar os cursos face aos deslocamentos necessários”, acrescenta.

Os caminhos da qualificação
Em Pedro Avelino, o curso de Soldagem Básica chegou a bordo de uma das 14 unidades móveis do SENAI no estado. São caminhões especialmente equipados como sala de aula que saem da capital para formar profissionais onde a necessidade chama.

Usiel já foi ajudante de pedreiro, trabalhou em pastelaria, foi auxiliar de serralheiro e, em 2020, montou o próprio negócio. Aprendeu a arte da soldagem no dia a dia, e, agora, com a formação oficialmente de soldador, quer ajudar a fazer parques eólicos.

O Rio Grande do Norte tem atualmente 34 cidades produtoras de energia eólica. É, segundo a Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica), o estado com a maior potência instalada (5.574,8 Megawatts) e com a maior quantidade de aerogeradores, os equipamentos gigantes com formatos que lembram cataventos e se espalham pelo estado convertendo a energia do vento em energia elétrica.

Parque eólico no RN: estado é o maior produtor nacional de energia eólica. Projetos e oportunidades estão em dezenas de municípios

Um novo currículo
Em Pedro Avelino, oito projetos do setor estão em andamento – classificados como “em construção ou com construção não iniciada” – e totalizam a segunda maior potência outorgada no estado, atrás apenas do município de Lajes, segundo o Mapa das Energias Renováveis do Sistema FIERN, a partir de dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).

Usiel só viu os parques eólicos até agora em outros municípios, de longe. Os planos profissionais que traça, porém, já passeiam entre as torres que enxerga erguidas no horizonte. E, agora, só aumentam.

“Eu já coloquei currículos para auxiliar de serviços gerais (ASG) em alguns parques, mas não fui chamado”, diz ele. “Geralmente outras vagas só pegam quando se tem curso e agora, quando receber o certificado, vou fazer outro currículo, vou tentar de soldador”.

Usiel já buscou vaga como ASG em parques eólicos. Agora, mira oportunidade como soldador

Onde está o emprego
O soldador é o profissional que executa operações de soldagem manuais ou semiautomáticas. Une e corta peças de ligas metálicas usando processos de soldagem e corte específicos.

Segundo Kergivaldo Medeiros, professor nos cursos de Soldagem do CTGAS-ER, entre as possibilidades de atuação no mercado estão setores como petróleo-petroquímico, naval, construção civil, metalúrgico e energia eólica – onde o trabalho se dá na soldagem de fôrmas metálicas para base e coluna de torres de sustentação de aerogeradores, assim como na soldagem de torres metálicas, por exemplo.

Dependendo do segmento, entretanto, para conseguir ocupação no mercado, cursos complementares, a exemplo de trabalho em altura, podem ser obrigatórios, diz o professor.

Além de Usiel, outras 19 pessoas, entre homens e mulheres, fizeram o curso de Soldagem Básica na primeira turma do SENAI-RN em Pedro Avelino. Outro curso, o de Tecnologia e Instalações de Sistemas Fotovoltaicos, tem realização prevista ainda neste ano.

“A Região Central do estado está com olhos voltados às energias renováveis e Pedro Avelino não é diferente, então áreas como essa estão necessitando de mão de obra e por isso estão sendo escolhidas pelo Município para qualificação”, disse a prefeitura, por meio da assessoria de comunicação.

E acrescentou: “Estamos com uma usina solar fotovoltaica sendo construída no município, temos perspectivas de maiores projetos no setor eólico e acreditamos que essa mão de obra qualificada deverá suprir parte da demanda”.

Não há um estudo de quantos habitantes poderão ser empregados nos projetos, mas o Município se diz confiante no aquecimento do setor. “Acreditamos que muita mão de obra será necessária e boa parte das pessoas no curso busca se inserir no mercado”.

Usiel faz parte dessa lista e afirma que no caminhão onde mergulhou no “mundo da soldagem”, também começou a construir novos sonhos.

 

2

Nov

Começa na próxima sexta-feira edição de 26 anos da Brasil Mostra Brasil na Arena das Dunas

A Multifeira Brasil Mostra Brasil volta a Natal com a 26ª edição do evento, com início na próxima sexta-feira, 05, até a segunda-feira, 15, na Arena das Dunas. Atraindo milhares de potiguares, a mostra sempre foi sinônimo de sucesso na cidade, e neste ano ocupará cerca de 12.000m² de área de exposição com cerca de 400 empresas participantes.

“Mesmo diante das dificuldades relacionadas à pandemia, estamos muito entusiasmados com nossa 26ª edição. Nosso intuito é contribuir com o reaquecimento da economia potiguar, fazendo uma feira focada nos empresários e no mercado local, mas também com algumas atrações regionais, com muita diversidade, programação cultural, enfim, trazendo para o evento os mais variados segmentos, com destaque para as novas tendências de moda, artesanato, móveis, decoração, entre vários outros”, afirma o diretor da Brasil Mostra Brasil, Wilson Martinez.

Como novidade este ano, entre os dias 6 e 8 de novembro, acontece também, de forma paralela à Mostra Brasil – ocupando 2.000 m2 de área –, dois grandes eventos: a 21ª edição da Natal Hair – Feira Regional de Saúde & Beleza, que é considerada uma das maiores do Nordeste no segmento, reunindo profissionais dos salões de beleza, clínicas de estética, indústrias, fornecedores, distribuidores e público em geral, com exposições, cursos profissionalizantes, palestras, campeonato de barbeiros e preços promocionais em toda a exposição; e o evento de lançamento da Feira Regional de Saúde e Bem Estar Summer Healthque trará para o público presente muitas novidades na área esportiva, de saúde e bem-estar, com aulas e atividades de jump, fitdance, hiit, kangoo, além de diversos shows e workshops com profissionais e artistas da terra.

A Multifeira é consagrada pelas diversas opções de produtos expostos. Com expositores nacionais e locais, são inúmeros segmentos representados, entre eles móveis, roupas, eletrônicos, artigos de decoração, utilidades domésticas, calçados, artesanato, dentre outros, além de uma extensa programação cultural.

A Brasil Mostra Brasil espera receber milhares de pessoas em seus dez dias de evento. Os visitantes poderão contar ainda com estacionamento rotativo de três mil vagas e praça de alimentação. A Brasil Mostra Brasil deve gerar cerca de 700 empregos diretos e indiretos.

O evento respeitará todas as medidas e protocolos de prevenção e distanciamento, incorporando medidas de saúde e segurança, com uso obrigatório de máscara, medição de temperatura, disponibilização de álcool em gel em diversos pontos, controle do número de pessoas que acessam o evento e a exigência do comprovante de vacinação.

Histórico

O evento acontece em Natal desde o ano de 1995 e insere a capital potiguar no contexto das feiras de âmbito nacional. Tem no seu público consumidor o maior destaque, pela fidelidade à Multifeira. Diversas instituições apoiam sua realização que impressiona em visitação. É o maior evento do segmento na capital potiguar.

A Multifeira já possui mais de 80 edições quando somadas as edições dos Estados do Rio Grande do Norte, Bahia, Piauí, Espírito Santo, Alagoas, Sergipe, Pernambuco, Ceará, Pará, Maranhão e Mato Grosso. Na linha do tempo desse evento, uma infinidade de negócios, curiosidades, atrações e momentos marcantes, além do incontestável fomento à economia, turismo e geração de emprego e renda.