Educação

6

Out

Mestrado em Tecnologias Educacionais da UFRN seleciona novos alunos para 2022

O Mestrado Profissional em Inovação em Tecnologias Educacionais (MPITE), do Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN), abriu 33 vagas para novos alunos que deverão ingressar no semestre letivo de 2022.1. As inscrições estarão abertas até o dia 7 de novembro e devem ser feitas por meio do Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (Sigaa), na seção de Processos Seletivosopção Stricto Sensu.

Do total de vagas ofertadas, 24 são para demanda aberta de ampla concorrência. Outras três são destinadas para capacitação interna de servidores ativos da UFRN e o mesmo número para “pessoas pretas, pardas ou indígenas ou quilombolas”, conforme estabelecido no edital do processo seletivo. Mais três vagas são reservadas para concorrência de pessoas com deficiência.

Linhas de pesquisa

Vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Inovação em Tecnologias Educacionais (PPGITE), o mestrado é gratuito e possui duas linhas de pesquisa: Desenvolvimento de Tecnologias Educacionais e Práticas Educativas com Tecnologias Digitais.

A taxa de solicitação da inscrição é de R$ 180 e os candidatos deverão preencher, de maneira integral, o formulário disponibilizado, além de anexar, em formato PDF, todos os documentos exigidos no edital. O processo seletivo será composto de várias etapas, dentre as quais a homologação das inscrições, prova de conhecimentos específicos e avaliação da proposta de trabalho e do currículo Lattes.

Calendário

De acordo com o calendário do processo seletivo, a aplicação da prova de conhecimentos específicos será realizada em 3 de dezembro de 2021. Já as apresentações das propostas de trabalho ocorrerão de 1° a 4 de fevereiro de 2022. A divulgação do resultado final se dará no dia 21 de fevereiro e o período de matrículas será de 1° a 6 de abril de 2022.

As aulas do mestrado serão iniciadas em 8 de abril do próximo ano e vão ocorrer nas instalações do Instituto Metrópole Digital, exceto em caso de determinação da administração central da UFRN que exija ou recomende a manutenção do ensino online, por motivos como os ocasionados em razão da pandemia de covid-19.

Dúvidas ou mais informações sobre o processo seletivo ou a respeito do Mestrado Profissional em Inovação em Tecnologias Educacionais podem ser esclarecidas mediante este link para inscrições no Sigaa, no qual consta o edital que disciplina a seleção, a página do PPGITE ou ainda por meio do endereço ppgite@imd.ufrn.br.

6

Out

UFRN alcança melhores números anuais na concessão de patentes em sua história

Formulações farmacêuticas, alternativa para o diagnóstico do câncer, protetor para quadril, tecnologias inovadoras na área de petróleo e de energias renováveis, são exemplos de invenções com patenteamentos concedidos à Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) apenas em 2021. Esse cenário levou a Instituição a alcançar dois números significativos: o primeiro, com a concessão ocorrida neste terça-feira, 5, que fez a Universidade chegar a 16 no ano, melhor marca da história da UFRN, superando o ano de 2019; o segundo, que proporcionou, já na semana passada, suplantar a marca das 40 concessões ao todo.

O movimento de ascendência nos números de cartas-patente, iniciado em 2014, ano da primeira concessão, e havia alcançado o ápice em 2018 e 2019, com seis e 12 registros de propriedade intelectual dessa espécie. Para o diretor da Agência de Inovação (AGIR), Daniel de Lima Pontes, o resultado é fruto de um caminho iniciado em 2007, quando aconteceu a criação do Núcleo de Inovação Tecnológica, contexto intensificado em 2019 com a criação da AGIR. “Esses momentos são úteis para registrar ocasiões em que a Universidade insere, como estratégico para a instituição, o incentivo às pesquisas voltadas para a inovação, nas quais projetos com potencialidades comerciais possam ser transformados em benefício à sociedade, por meio de novos produtos ou patentes”, defende o gestor.

Outro momento diferenciador aconteceu em 2020, quando da aprovação do Plano de Desenvolvimento Institucional para este decênio. No documento, a instituição assume como visão de futuro sua consolidação como uma Universidade inovadora e inclusiva, socialmente referenciada. “Sabemos que a inovação é fundamental para o desenvolvimento socioeconômico do nosso país, portanto acreditamos que deve ser cada vez mais incentivada. É por isso que o novo PDI da UFRN inclui uma política de inovação e o Plano de Gestão 2019-2023 a insere como fator estratégico, em que o desenvolvimento acadêmico passa pela excelência no ensino, na pesquisa, na extensão e na inovação. Os resultados observados são fruto da valorização da inovação no planejamento institucional ao longo dos anos”, considera o reitor da UFRN, José Daniel Diniz Melo.

Propriedade Intelectual

De acordo com o INPI, a propriedade intelectual decorre diretamente da capacidade inventiva ou criadora do intelecto humano (conhecimento, tecnologia e saberes) de seus criadores. Em geral, entende-se que o Sistema de Propriedade Intelectual compreende direitos relativos aos direitos de autor e conexos, à propriedade industrial e aos direitos sui generis, cada com suas especificidades. Entretanto, o instituto frisa que a propriedade intelectual não é o único meio de proteção aos conhecimentos gerados pelo ser humano e que a sociedade pode se utilizar. Outros instrumentos são know how, segredo de negócio e tempo de liderança sobre competidores. Assim, o INPI sempre pontua a recomendação de analisar as diversas circunstâncias de uma invenção para uma gestão eficiente dos instrumentos de proteção de propriedade intelectual e dos demais instrumentos, com a finalidade de promover a atividade econômica e estimular a inovação tecnológica.

5

Out

Com essência potiguar, rede de escolas de SP chega à Natal com ensino inovador a preços acessíveis

Uma instituição de ensino criada em um dos maiores centros educacionais do país que agora passa a contar com a experiência de educadores potiguares reconhecidos: essa é a Escola Luminova, que chega a Natal a partir de 2022. A instituição faz parte de uma rede educacional de São Paulo e desembarca no Rio Grande do Norte com a missão de oferecer um ensino de qualidade, com preços acessíveis, em uma localização privilegiada, no conjunto Mirassol, na zona sul da capital. 

A Escola Luminova vai oferecer turmas do 1º ao 9º ano do ensino fundamental, com tecnologia e material didático inovador, inglês todos os dias e uma excelente estrutura de ensino. O diferencial é ter isso tudo por mensalidades a partir de R$ 790. Para celebrar a chegada à Cidade do Sol, a escola está oferecendo um desconto de 10%. Em 2023, as turmas serão ampliadas para o ensino médio. 

“Luminova significa conhecimento com inovação. E é isso que a gente está trazendo para Natal. Uma escola onde seu filho pode mais. Vamos usar a nossa experiência de anos dedicados à educação para implantar aqui uma metodologia desenvolvida num dos melhores centros educacionais do país, mas com a essência potiguar”, resumiu Eduardo Bezerra, um dos sócios da escola, que tem à frente também o educador Marcelo Freitas e o professor André Cury. 

O material didático desenvolvido pela Rede Luminova é fruto de uma experiência pedagógica preparada com muito cuidado para acolher o estudante em sua jornada escolar desde o início. Muito mais do que apenas livros didáticos, são aplicativos cuidadosamente escolhidos que se conectam aos livros digitais, complementando-se em um ecossistema desenvolvido para o aluno ser o centro do processo pedagógico.

Um outro grande diferencial da escola é a parceria com o Hospital Albert Einstein, considerado um dos melhores do mundo, no desenvolvimento de protocolos de segurança sanitária contra a covid-19. 

Rede Luminova

A Escola Luminova faz parte de uma rede com cinco unidades em São Paulo, capital, que existe há 3 anos. A instituição está reinventando a educação brasileira com ensino de qualidade e acessível e com conteúdos relacionados ao aprendizado no ambiente escolar e nos relacionamentos familiares. 

Na Luminova, os estudantes desenvolvem suas potencialidades de forma criativa e autônoma, reconhecendo-se como um indivíduo único, capaz de interagir, criticar, formar conceito, influenciar e relacionar-se com o mundo de forma positiva. 

Todo o plano de aprendizagem desenvolvido para o estudante é subsidiado com recursos em diversas mídias do mesmo tema, abordagens contextualizadas e com possibilidades de produção de conteúdo por meio digital. A proposta educacional está baseada em 5 pilares: metodologias ativas, inglês todos os dias, tecnologia aplicada, professor influenciador e estrutura e segurança. 

Na capital do RN, a Escola Luminova terá à frente a experiência de três grandes nomes da educação natalense, reconhecidos pelo trabalho que desenvolvem há vários anos: o professor André Cury (sócio do Colégio Porto) e os educadores Eduardo Bezerra e Marcelo Freitas (sócios do Colégio Porto e da Maple Bear Natal).

5

Out

UFRN abre inscrições para doutorado em Enfermagem

O Programa de Pós-graduação em Enfermagem (PPgEnf) do Centro de Ciências da Saúde (CCS/UFRN) está com inscrições abertas para o processo seletivo do doutorado em Enfermagem. São oferecidas 19 vagas, sendo 12 destinadas à ampla concorrência, duas para demanda de ações afirmativas, duas para pessoas com deficiência, uma para candidatos estrangeiros e duas para a capacitação interna de servidores ativos da UFRN. A taxa de inscrição é de R$ 100,00. As inscrições podem ser feitas até 5 de novembro, exclusivamente online, pelo Sistema Integrado de Gestão das Atividades Acadêmicas (Sigaa).

As vagas são direcionadas para a área de concentração Enfermagem na Atenção à Saúde. A seleção dos candidatos será feita em seis etapas realizadas na seguinte ordem: homologação das inscrições solicitadas, avaliação do currículo Lattes/CNPq, avaliação do projeto de pesquisa, arguição sobre o projeto de pesquisa, avaliação de heteroidentificação (etapa obrigatória exclusiva para candidatos optantes às vagas de ações afirmativas) e divulgação do resultado final (previsto para acontecer dia 31 de janeiro de 2022).

Outras informações podem ser consultadas no edital, obtidas pelo e-mail posenfermagemufrn@gmail.com ou pelo telefone (84) 99193 6162.

4

Out

Estudantes conhecem registros históricos e geográficos do RN em visita a sítio arqueológico no Seridó

O fim de semana foi de muitas descobertas para cerca de 50 alunos do 6º ao 8º ano do ensino fundamental da Maple Bear Natal. Eles conheceram de perto registros históricos e geográficos do Rio Grande do Norte, em um passeio pela região do Seridó, no Sítio Arqueológico Serra Verde, em Cerro Corá. O objetivo principal foi promover a interação dos estudantes com os conteúdos fora da sala de aula.

A visita, que aconteceu sexta-feira (01) e sábado (02), permitiu a visualização de pinturas rupestres e de geoformas características da região, que são: a Pedra do Caju, a Pedra da Baleia, a Pedra do Nariz e Cabeça de Cachorro/Dinossauro. Eles também conheceram um tanque natural, que é periodicamente preenchido por água, no qual foram encontrados fósseis de megafauna pleistocênica, período em que uma enorme diversidade de animais gigantes conviveu com o homem.

“Todas estas evidências destacam os interesses geomorfológico, paleontológico e arqueológico que possuem valor nacional e internacional. Foram realizadas atividades interdisciplinares, que englobam língua portuguesa, geografia, história e matemática. Os alunos também vão produzir um documento colaborativo com as suas próprias impressões”, explicou o professor de geografia da Maple Bear Natal, Olavo Vitorino, que acompanhou os estudantes na aula de campo.

“Eu gostei muito do passeio. A gente explorou bastante a natureza e os momentos em grupo. Foi muito legal”, disse o aluno do 8º ano, Gabriel Diniz.

Outro ponto forte foi a visita ao local onde nasce o Rio Potengi, um importante marco para o RN. O principal curso de água do estado foi descoberto pelos colonizadores portugueses no século XVI e percorre 176 quilômetros, até chegar a sua foz, em Natal.

“Eu aprendi que a nascente não é formada apenas por uma bacia de água gigante, mas, sim, por lençóis hidrográficos. Além do aprendizado, a gente também se divertiu bastante”, recordou a estudante Luane Gianasi, do 6º ano.

A equipe da Maple Bear Natal avaliou de forma positiva a viagem ao município de Cerro Corá. Para eles, a atividade fora da sala de aula cumpriu o seu papel pedagógico. “Não foi um simples roteiro com um diário de bordo. Foi algo construído em conjunto com os estudantes, que são os verdadeiros protagonistas no processo de ensino-aprendizagem, um preceito da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), o documento normativo no qual nos baseamos”, avaliou o professor Olavo.

4

Out

Maior aulão de matemática do país para o Enem acontece nesta quinta (07), no Teatro Riachuelo

Começou a contagem regressiva para um dos maiores eventos preparatórios do Enem 2021. O Aulão André Cury – Lidere seu Futuro, com conteúdos de matemática, acontece nesta quinta-feira dia 07 de outubro, no Teatro Riachuelo, das 13h às 21h. Os últimos ingressos estão à venda.  

“Vai ser uma experiência única. Estamos preparando um aulão show, com conteúdo de excelência, uma imersão incrível  no Enem e, claro, música, humor e diversão pros estudantes”, disse o professor André Cury. 

A música e o humor vão ficar por conta das participações especiais do cantor Felipe Amorim, a “nova sensação da piscadinha”, do hit “Sem sentimento”, e do humorista Mução, que vai proporcionar  momentos de descontração nos intervalos das aulas. 

Quem garantir a participação no Aulão vai ganhar 25% de desconto na matrícula da maior Revisão do RN. As aulas terão início no dia 11 de outubro, no André Cury Natureza. Para saber mais, o contato é o (84) 9-9851-0013. 

O Aulão André Cury – Lidere seu Futuro vai contar com uma megaestrutura para até 1.500 alunos. O evento será recheado de dicas preciosas para a prova do Enem, que acontece no próximo mês de novembro. As vendas estão sendo realizadas no site do Teatro Riachuelo (www.teatroriachuelonatal.com.br), nos totens digitais e na bilheteria do teatro, além do aplicativo UHUU.

2

Out

Quais são as vantagens do aprendizado virtual?

Durante toda a pandemia, o ensino online mostrou-se uma das forças emergentes na área da educação. Cada vez mais adaptadas à nova realidade, as pessoas agora podem realizar diversas atividades com a segurança de casa, como aprender virtualmente. Em uma nova era em que a flexibilidade e facilidade são muito importantes, métodos como esse permitem aos alunos ter maior controle sobre quando e como aprender. 

Estudos mostram que o aprendizado online aumenta a retenção de informações e leva menos tempo. Da mesma forma, o Fórum Econômico Mundial indica que esse formato ajuda os alunos a desenvolver habilidades que serão úteis para carreiras modernas, como o contato com pessoas de outros países e regiões e a capacidade de serem eficientes e disciplinados em casa, não apenas no escritório. 

Em 2020 e 2021, houve um aumento na demanda por educação virtual, com reflexos positivos para as empresas que já possuíam infraestrutura e experiência para oferecer essa modalidade de ensino. A Open English, edtech líder no ensino de inglês online, é uma delas.

Com mais de uma década de experiência, a companhia não só manteve os alunos que já estavam matriculados, mas atraiu novos e ultrapassou a marca de um milhão de estudantes em toda a sua história.

Mas quais são as principais vantagens?

Recentemente, alguns alunos da Open English foram entrevistados sobre as principais vantagens do aprendizado virtual. Abaixo você vê os três principais itens levantados sobre este método, que se popularizou em 2020 e continua a crescer em 2021. 

Imersão total - Quando perguntados, os alunos da Open English foram unânimes em apontar como característica principal deste curso de inglês online a imersão completa no aprendizado do idioma, já que a plataforma dá acesso ilimitado a professores nativos. 

Flexibilidade - Outro ponto levantado é a flexibilidade que as aulas virtuais proporcionam, pois os estudantes podem assisti-las a qualquer momento, e em qualquer lugar que prefiram, ao invés de terem horários agendados e o risco de se atrasarem caso imprevistos ocorram. No caso da Open English, as aulas são oferecidas 24 horas por dia, sete dias na semana.

Dinamismo e adaptabilidade - Por fim, o terceiro item é o dinamismo. O ensino presencial é dependente de livros físicos e horários fixos, enquanto a aprendizagem online conta com diferentes métodos. Vídeos, gravações de aulas, filmes, séries, livros virtuais e até jogos podem ser utilizados para auxiliar os alunos em sua caminhada, o que permite uma maior adaptabilidade na hora de aprender. Apesar de terem o mesmo objetivo, cada estudante é único.

1

Out

Inscrições para o Prêmio Nacional de Inovação são prorrogadas até 16 de novembro

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) anunciaram a prorrogação do prazo para as inscrições da 7ª edição do Prêmio Nacional de Inovação, com patrocínio da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). Os interessados poderão ser inscrever até o dia 16 de novembro. O Prêmio destina-se às empresas industriais, aos pequenos negócios de todos os setores e aos ecossistemas de inovação de todo o território nacional. As informações e o formulário de inscrição estão disponíveis no site do Prêmio.

O Prêmio Nacional de Inovação destina-se às empresas industriais, aos pequenos negócios de todos os setores e aos ecossistemas de inovação de todo o território nacional. As empresas vão concorrer nas categorias de Inovação em Produto, Processo, Sustentabilidade e Gestão da Inovação. O Prêmio conta ainda com uma categoria para reconhecer os ecossistemas de inovação. As empresas que desejarem se inscrever nesta categoria devem responder um questionário adicional. Além desses grupos, as empresas concorrem a um reconhecimento para as práticas inovadoras em Saúde e Segurança no Trabalho (SST), que poderá ser concedido para uma empresa finalista em cada modalidade.

Para a diretora de Inovação da CNI, Gianna Sagazio, esse é um momento importante para o reconhecimento do trabalho que tem sido desenvolvido pelas empresas. “Essa é uma vitrine que as empresas têm em mostrar seu papel no desenvolvimento de pesquisas, tecnologia e inovação. Queremos tornar público para o Brasil e ao mundo as boas práticas que têm sido desenvolvidas pelas empresas, principalmente nesse período de pandemia”, destaca.

O diretor técnico do Sebrae, Bruno Quick, destaca a importância do Prêmio para os pequenos negócios: “Essa iniciativa do Sebrae e CNI contribui para desfazer o mito de que a inovação é algo restrito ao universo das grandes empresas. Nós comprovamos que inovar também é uma prática dos pequenos”. Ao longo das seis edições já realizadas, o Prêmio reconheceu o trabalho de micro e pequenas empresas que conseguiram desenvolver práticas inovadoras em seus processos.

A avaliação dos trabalhos inscritos será feita entre os dias 22 de novembro e 11 de janeiro de 2022. A 1ª banca de juízes acontece no dia 15 de janeiro de 2022 e a 2ª banca está prevista para a segunda quinzena de fevereiro do próximo ano e a cerimônia de entrega da premiação acontece no dia 8 de março.

Novidades na sétima edição

Nesta edição, uma das novidades é a categoria destinada aos Ecossistemas de Inovação, que vai premiar redes de cooperação locais, que integram organizações da hélice tripla e que têm a inovação como elo.

Também há novidades relacionadas à atualização do Manual de Oslo que impactam o regulamento. No ato da inscrição, todas as empresas devem preencher um questionário obrigatório sendo possível concorrer simultaneamente às categorias de inovação em produto, processo e sustentabilidade. Caso haja interesse na candidatura à de Gestão da Inovação, é preciso preencher um questionário adicional.

A premiação não avalia projetos e sim a capacidade de inovação das empresas e ecossistemas, portanto, não é necessário inscrever um projeto específico de inovação para cada categoria. A empresa se inscreve uma única vez e a metodologia identifica sua aderência nas categorias. A inscrição dos ecossistemas de inovação deve ser feita uma para cada município do país, e a metodologia de avaliação irá vai enquadrar em uma das modalidades.

1

Out

Identificadas primeiras pegadas de dinossauros no RN

Pesquisadores da UFRN e de outras instituições identificaram, pela primeira vez, vestígios de dinossauros na área que hoje corresponde ao Rio Grande do Norte. Os achados se referem a pegadas de duas espécies diferentes: um saurópode, com cerca de 9 a 12 metros de altura, e um ornitópode, com cerca de 8 metros de comprimento.

Os gigantes habitaram o estado há cerca de 120 milhões de anos, no período Cretáceo, e seus rastros foram encontrados na Fazenda dos Pingos, um icnosítio localizado na Formação Açu da Bacia Potiguar, próximos à cidade de Assu, a cerca de 200km da capital, Natal. As duas espécies identificadas eram herbívoras, ou seja, se alimentavam apenas de folhas. Os saurópodes são os famosos pescoçudos; já os ornitópodes tinham como características as patas que lembram as de aves. 

Embora fósseis de dinossauros já tenham sido identificados na Bacia Potiguar, formação geológica que abrange também uma parte do Ceará, as descobertas ocorreram no lado cearense da bacia. Assim, embora não tenham sido localizados ainda fósseis de dinossauros no RN, as pegadas descritas pelo trio de pesquisadores comprovam, de forma definitiva, que os gigantes do passado estiveram sobre o solo norte-rio-grandense.

O processo de descoberta e identificação foi publicado em artigo publicado na edição especial em homenagem a Diógenes de Almeida Campos do periódico “Anais da Academia Brasileira de Ciências”, em 27 de setembro. O texto é assinado pela professora Maria de Fátima C. F. dos Santos, do Museu Câmara Cascudo da UFRN, ex-diretora da instituição e hoje aposentada, por Fernando Henrique S. Barbosa, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e por Giuseppe Leonardi, do Instituto Cavanis (Veneza, Itália), uma das maiores referências mundiais na identificação de pegadas de dinossauros.

Para mais detalhes, acesse a íntegra do artigo.

1

Out

UFRN inicia matrículas para 2021.2

Nesta quinta-feira, 30, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) inicia as matrículas para os componentes curriculares do semestre 2021.2. Para realizar a matrícula no período letivo atual, o aluno regular deve acessar o Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (Sigaa). O prazo para as solicitações está aberto até a próxima quinta-feira, 7 de outubro.

Isso é válido para os discentes veteranos, cujos resultados do processamento das matrículas serão disponibilizados nos dias 14 e 15 de outubro. Já no caso dos estudantes ingressantes em 2021.2, as matrículas das disciplinas do primeiro período serão processadas automaticamente, até o dia 8 de outubro, no Sigaa.

Para os alunos ingressantes, é válido lembrar que, mesmo com a matrícula confirmada, é necessário a validação do vínculo com a coordenação de curso. Tal confirmação é uma forma de validar a matrícula, caso não seja realizada, o estudante perde o vínculo com a Universidade.

A rematrícula, período extra para realização de novas matrículas nos componentes curriculares disponíveis na grade, acontece entre 18 e 19 de outubro. Com isso, de acordo com o Calendário Acadêmico de 2021 da UFRN, aprovado no final de 2020 pelo Consepe, as aulas do semestre começam no dia 18 de outubro e finalizam no dia 19 de fevereiro de 2022.

 Foto: Cícero Oliveira

30

Set

"Nova sensação da pisadinha" vai levar descontração para o maior aulão de matemática do país

Falta pouco para um dos maiores eventos preparatórios para o Enem 2021. O Aulão André Cury – Lidere seu Futuro, com conteúdos de matemática, acontece no próximo dia 07 de outubro, no Teatro Riachuelo, e conta com mais novidades. Os estudantes vão ter momentos de animação e muita música com o cantor Felipe Amorim, considerado a “nova sensação da pisadinha”. 

O músico do hit “Sem sentimento”, que é sucesso nas redes sociais e nas plataformas de música, se junta ao humorista Mução, que também é presença confirmada, para proporcionar momentos de descontração entre as aulas. “Intercalar esses momentos vai ser importante para tirar a tensão, deixar os alunos mais leves, como deve ser também nas horas que antecedem as provas”, disse o professor André Cury. 

As vendas já estão no quarto lote e quem garantiu a sua participação pode ganhar 25% de desconto na matrícula da maior Revisão do RN. As aulas terão início no dia 11 de outubro, no André Cury Natureza. Para saber mais, o contato é o (84) 9-9851-0013. 

O maior aulão do país

O Aulão André Cury – Lidere seu Futuro vai contar com uma megaestrutura para até 1.500 alunos e acontece no próximo dia 07 de outubro, das 13h às 21h, no Teatro Riachuelo. O professor André Cury, que tem 23 anos de experiência no ensino de Matemática, ressalta que o evento será recheado de dicas preciosas para a prova. As vendas estão sendo realizadas no site do Teatro Riachuelo (www.teatroriachuelonatal.com.br), nos totens digitais e na bilheteria do teatro, além do aplicativo UHUU.

30

Set

Campus Natal-Central do IFRN conquista 4 medalhas na Olimpíada Brasileira de Geografia

Campus Natal-Central (Cnat) do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) conquistou medalhas de prata e bronze na sexta edição da Olimpíada Brasileira de Geografia (OBG). O resultado da etapa nacional, equivalente às fases de 1 a 3, foi disponibilizado na última segunda-feira, 27 de setembro, revelando um total de 37 equipes do Rio Grande do Norte premiadas na competição. A edição 2021 da OBG ocorreu simultaneamente a outros dois eventos: a VI Olimpíada Brasileira GeoBrasil 2021 e a IV Olimpíada Brasileira de Ciências da Terra (OBCT).

As competições foram, até o momento, divididas em quatro fases - integralmente ocorridas de forma remota: a primeira ocorreu de 09 a 16 de agosto, a segunda se deu entre 23 e 30 de agosto, e, por fim, a terceira aconteceu entre os dias 06 e 10 de setembro. A quarta etapa ainda não ocorreu. As equipes são formadas por três estudantes regularmente matriculados em escolas públicas e/ou particulares de todo o país, podendo participar os discentes do 9º ano do Ensino Fundamental ao Ensino Médio, seguindo as orientações de algum professor.

Ao todo, o Campus Natal-Central conquistou quatro medalhas, sendo três de prata (pelas equipes "Geógrafos de Taubaté", "Tomitocri" e "Trio de Ouro") e uma medalha de bronze (equipe "Tamo Junto"). A estudante do segundo ano de Controle Ambiental, Maria Eduarda, representante da equipe "Tamo Junto", destacou a experiência de participar da OBG e de trazer uma medalha pra casa. Ela topou participar a convite de uma colega, que é aluna de outro curso no IFRN: "Fiquei meio receosa, porque Geografia não é uma das minhas matérias favoritas, mas resolvi participar e me dedicar. Não me arrependi de forma alguma, porque foi uma vivência maravilhosa estar juntos com meus colegas, adquirindo novas experiências e conhecimentos. Fiquei feliz por ter me aberto a essa oportunidade, inclusive passei a ver a própria disciplina de uma forma diferente. Foi incrível!", declarou.

João Gabriel, aluno do terceiro ano de Controle Ambiental, incentiva outros estudantes que desejem participar das próximas edições da Olimpíada. Para ele, a iniciativa pode partir do próprio discente para se preparar para o evento: "O conselho que eu dou é procurar já ir montando sua equipe e encontrar um professor de Geografia para ser o orientador do grupo. No nosso caso, a orientadora foi a professora Cristina Cavalcanti. Ela forneceu contatos com outras equipes e a gente foi debatendo questões uns com os outros. Outra dica é buscar participar de algum grupo de pesquisa", orienta João. Para a professora Maria Cristina Cavalcanti Araújo, que orientou todas as equipes do Cnat, a experiência foi positiva: "Parabenizamos e agradecemos a todas as equipes participantes e que elevaram o nome do Campus Natal-Central do IFRN", ressaltou.

O Cnat foi representado por cinco equipes. São elas:

GEÓGRAFOS DE TAUBATÉ:
Artur Moura Mota
Júlia Zuza Varela
Fernando Miguel França da Silva

TOMITOCRI:
Júlio Pablio Daufemback
João Gabriel Cavalcanti Araújo
Jaylson Carmo Themístocles Almeida Filgueira

TRIO DE OURO:
Luanna Kelly de Lira Gueiros Vidal
Nesimara Pereira Pessoa
Maria Raíssa de Oliveira Silva

TURMALINA:
Clara Isabel Pereira Marinho
William Rodrigues de Andrade
Maria Eduarda Ângelo dos Santos

TAMO JUNTO:
Yaskara Montefusco Mota
Maria Eduarda Barbosa Ferreira
Edivanderson do Nascimento Ribeiro.

29

Set

Shopping Cidade Verde promove sua 1ª Feira de Livros a partir desta sexta (01/10)

Promover uma viagem pelo mundo da imaginação, oferecer bons bate-papos sobre literatura e estimular o hábito da leitura. Estes são os principais objetivos da 1ª Feira de Livros que será realizada no Shopping Cidade Verde, de 1º a 15 de outubro. Inspirada na tradicional Feira de Livros da USP, o evento pretende atrair o público amante da leitura e frequentadores assíduos do shopping para serem conquistados pelo encantador universo das letras e ilustrações.

Na feira poderão ser encontrados tanto livros para adultos, de diversos gêneros da literatura, quanto os infantis; todos com descontos especiais. O estande será localizado no espaço em frente à livraria Távola dos Livros. A Escribas Editora também irá participar do evento com seu acervo de publicações. 

A Feira de Livros estará aberta diariamente, entre 1º e 15 de outubro, das 9h às 21h. Além da exposição e venda de exemplares, serão promovidos bate-papos e sessões de autógrafos com alguns escritores convidados nas sextas-feiras, a partir das 18h. 

De acordo com o coordenador do evento, escritor Carlos Fialho, o Shopping Cidade Verde e a Távola dos Livros já tinham a ideia de promover o evento há, pelo menos, dois anos, e acabou sendo adiado com a pandemia. “Com o avanço da vacinação, tornou-se possível realizar a feira”, disse.

Fialho destaca que a intenção de estimular a leitura através da oferta de livros com valores promocionais e também dar voz a alguns autores que possam falar sobre suas obras às sextas-feiras. “Será uma celebração do livro e da leitura e um ponto de atração para todos que procurem boas opções de livros para este final de ano”, disse.

Para a abertura, no dia 1º, os professores e autores Pablo Capistrano e Sérgio Trindade falarão sobre seus novos livros. No dia 8 de outubro, a conversa será com os romancistas Octávio Santiago e Luciana Medeiros; e no dia 15, fechando a programação, o papo é com a quadrinista Ilustralu e o autor Bruno Emanuel.

A diretora do Shopping Cidade Verde, Larissa Marinho, destaca que “o evento é uma oportunidade para as pessoas, além de aproveitarem o que o shopping já oferece para fazer suas compras e se divertir com a família e amigos, poderem também adquirir livros a preços promocionais”.

I Feira de Livris do Shopping Cidade Verde 

De 1º a 15 de outubro de 2021 

Horário: 9h às 21h

Local: Shopping Cidade Verde (Av. Ayrton Senna, 1995, Nova Parnamirim) 

Programação às sextas-feiras:

1º/10 – 18h – Bate-papo com Pablo Capistrano e Sérgio Trindade

Lançamento do livro “A Revolta de Juazeiro – Guerra no Sertão” de Sérgio Trindade;

Sessão de autógrafos de “Quando a História faz a curva” de Pablo Capistrano.

08/10 – 18h – Bate-papo com Luciana Medeiros e Octávio Santiago

Sessão de autógrafos dos livros “Mulher em 3 tempos” de Luciana Medeiros e “Coisa Fraca no Sal não prospera” de Octávio Santiago.

15/10 – 18h – Bate-papo com Bruno Emanuel e Ilustralu

Sessão de autógrafos dos livros “O canto do sabiá laranja” de Bruno Emanuel e “Arlindo” de Ilustralu.

29

Set

Criação de jogos e aplicativos, programação, impressão 3D e robótica na rotina dos alunos do novo Ensino Médio

O novo Ensino Médio começa a ser implantado de forma gradual a partir do ano que vem para os alunos do 1º ano. As mudanças focam na formação dos estudantes e no desenvolvimento de competências e habilidades. O aluno poderá escolher os chamados itinerários formativos de acordo com áreas do seu interesse e projetos de vida e carreira. As redes de ensino terão autonomia para definir quais itinerários serão ofertados. Com mais de 50 mil alunos em todo o país e uma metodologia de ensino reconhecida pelos mais de 10 anos de experiência, a escola Robô Ciência estruturou itinerários direcionados ao aprendizado tecnológico no novo Ensino Médio. 

Os itinerários formativos são um conjunto de disciplinas, projetos, oficinas, núcleos de estudo, entre outras situações de trabalho. Eles foram organizados para preparar o estudante para o Ensino Superior e para sua carreira profissional e tem foco tanto em áreas de conhecimento, quanto em formação técnica e profissional. 

A Robô Ciência vai disponibilizar todo o material e os equipamentos necessários para o desenvolvimento das competências técnicas no ensino da robótica educacional dentro dos itinerários formativos do novo Ensino Médio, além do suporte pedagógico de um dos maiores centros de robótica educacional do país. Os estudos vão ocorrer em torno de quatro eixos: Prototipagem e Impressão 3D, Programação e Criação de Jogos, Robótica e Automação e Desenvolvimento de Apps. 

“Raciocínio lógico, comunicação interpessoal, criatividade e liderança são algumas das habilidades que serão aprimoradas a partir desses eixos que fazem parte dos itinerários oferecidos pela Robô Ciência. Eles terão um grande diferencial nas escolhas profissionais, o que coaduna com o objetivo desse novo Ensino Médio”, explicou o professor Alexandre Amaral, diretor da Robô Ciência. 

 

Itinerários envolvem máquinas e tecnologia

Com a evolução diante das novas tendências de mercado que apresentam as máquinas e tecnologias como ferramentas facilitadoras da vida em sociedade, a oferta do itinerário voltado a ciência e tecnologia se torna essencial, já que vai acelerar a inserção do jovem no meio globalizado de forma sistematizada, além de possibilitar uma melhor orientação diante das escolhas e possibilidades de futuro profissional. Abaixo, conheça um pouco mais dos itinerários oferecidos pela Robô Ciência:

Prototipagem e impressão 3D

Imagine a possibilidade de desenhar a peça que você precisar e torná-la um objeto real? Nesse curso serão trabalhadas situações problema dentro do contexto da mecânica, e serão desenvolvidos recursos utilizando o desenho técnico e a impressão 3D para a projeção de peças que atendam às necessidades do estudo da robótica. 

Programação e criação de jogos 

O desenvolvimento de jogos foi capaz de movimentar 11 bilhões de dólares apenas em novembro de 2020. Além dos pontos comerciais, o mercado de desenvolvimento de jogos depende da compreensão de habilidades como programação, design, roteirização de enredo, estruturação etapas de um projeto e as tecnologias para o desenvolvimento de jogos.

Robótica e automação

Neste curso, os alunos aprenderão a como projetar uma máquina capaz de analisar um ambiente e executar tarefas predefinidas durante a criação do projeto. Para a prototipagem serão utilizadas ciências como mecânica, eletrônica e programação para compor o que se conhece como mecatrônica, aplicando à situações-problema do mundo real.

Desenvolvimento de Apps

O itinerário de desenvolvimento de aplicativos ajudará a construir conhecimentos sobre a lógica de programação e o pensamento computacional, definição de objetivos, estruturação das etapas de um projeto e as tecnologias para o desenvolvimento híbrido de aplicativos.

29

Set

USP oferece curso online de programação para mulheres do ensino médio; saiba como participar

Mulheres que estão cursando ou finalizaram o ensino médio recentemente podem se inscrever no curso gratuito de programação oferecido pelo Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC), da Universidade de São Paulo (USP), em São Carlos, interior do estado de São Paulo. O projeto é chamado de Meninas Programadoras. A intenção é estimular o ingresso de mulheres em carreiras relacionadas à computação.

Ao todo são disponibilizadas 120 vagas, divididas em três turmas. As interessadas podem escolher em qual delas desejam se inscrever acessando o site.

O curso tem duração de quatro semanas e será realizado online, com aulas ao vivo por meio da plataforma Google Meet. As inscrições para a primeira turma podem ser feitas até 30 de setembro. 

Já para a segunda turma, elas devem ser feitas entre 11 e 24 de outubro. Para a terceira turma, entre os dias 1º e 20 de novembro.

Para participar, é preciso ter um computador com acesso à internet. As mulheres que fizerem o curso e tiverem participação em 75% das atividades receberão um certificado de conclusão expedido pela USP.

Fonte: Agência Brasil