Copel investiu cerca de R$ 2,1 bilhões nos parque eólicos com 149 aerogeradores

Energia limpa e renovável no litoral potiguar! Em solenidade realizada na subestação Cutia Bento Miguel, no município de Pedra Grande a 90 km de Natal, a governadora do Paraná, Cida Borghetti, inaugurou oficialmente os Parques Cutia e Bento Miguel por volta das 9h10 desta quarta (26/12).

"Quero agradecer por todo o apoio do governador Robinson Faria para a Copel, o Estado do Paraná e aos Copelianos. Energia limpa que vai atender a mais de 800 mil habitantes", comentou a Governadora Cida Borghetti, que ressaltou: "E tenho que agradecer também a todos os profissionais que se dedicaram para que tudo isso se tornasse realidade em dois anos e meio."

O evento contou com a presença do governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, do presidente da Copel, Jonel Iurk; do deputado federal, Ricardo Barros; do diretor de geração da Copel, Sergio Lamy, entre outros diretores e funcionários das empresas envolvidas na construção e montagem do Parque.

"Eu também tenho que agradecer a governadora Cida Borghetti e a Copel, em nome do seu presidente Jonel Iurk, pela confiança e parceria com nosso estado. Não adianta ter todos os atributos para geração eólica e não ser ágil para contribuir e viabilizar com a segurança jurídica e a liberação de licenças rapidamente para quem quer investir", enfatizou Robinson.

O Parque Eólico Cutia/Bento Miguel tem capacidade de 312 mW, energia para atender 883 mil pessoas. O investimento no complexo foi de R$ 2,1 bilhões e faz parte de um conjunto de 5 complexos eólicos construídos pela Copel no Rio Grande do Norte. Já foram entregues os parques Brisa Potiguar, São Bento, São Miguel do Gostoso e São Bento do Norte. Com isso, a Copel é a principal geradora de energia eólica em operação no RN.

E para o presidente da Copel, Jonel Iurk, o evento desta quarta é a consolidação da empresa no setor. "A Copel tem tradição na geração de energia hidráulica e agora se dedica na produção eólica e em breve solar. Hoje é um marco na engenharia e cronograma de obras e uma consolidação de investimentos. E é a consolidação da Copel na produção da Fonte Eólica", disse o presidente Jonel Iurk.

O presidente da Copel, Jonel Iurk, ressaltou todo o potencial de geração de energia e aptidão eólico do Rio Grande do Norte. E existem possibilidades para novos projetos no Estado. "Com certeza (novos projetos). A Copel ainda tem algumas áreas aqui no RN. Obviamente depende de leilões e decisões de investimentos. E serão apreciados em breve. Mas hoje temos quase 700 megas de potência instalada e com isso somos a maior empresa em atuação no RN na produção eólica." 

Informações:  Coordenação de Comunicação e Marketing - COPEL