Comunicação, estratégia e mercado

O Blog da Juliska é um espaço para falar sobre os temas acima e ainda trazer dicas, abordar as tendências, acompanhar novidades do mundo corporativo, das mídias sociais e do mercado publicitário. Interaja comentando nos posts ou pelo e-mail juliska.azevedo@gmail.com. Conto com sua companhia!

1

Fev

O Colégio Marista lançou essa semana o aplicativo Marista Conectado. Entre as funções do app estão consultas aos boletins, horário das aulas, avisos, pagamentos das mensalidades e até mesmo as tarefas escolares do dia a dia.

A ferramenta foi desenvolvida com a intenção de facilitar a rotina de pais, responsáveis e estudantes que passam a possuir mais um meio de comunicação auxiliando no ensino/aprendizagem.

Para acessar a plataforma os alunos deverão utilizar o número de matrícula, já os pais o CPF. Para instalar basta entrar no Google Play para aparelhos Android ou App Store em dispositivos IOS.

1

Fev

O Colégio CEI Romualdo realizou na última quarta-feira, 30, um encontro formativo do Ensino Médio sobre o “Ano Internacional das Línguas Indígenas” declarado como tema da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco) para 2019.  

Durante a atividade, uma roda de conversa mediada pelos professores da área de Ciências Humanas com a presença de toda a equipe pedagógica da escola, desenvolveu um momento propício de aprendizagem e integração em todos os níveis.

O CEI Romualdo faz parte do Programa de Escolas Associadas da Unesco que tem por principal benefício participar de uma comunidade que trabalha pelo mesmo objetivo, troca de informações, compartilha projetos e ideais. Isso catalisa os esforços e repercute positivamente nas escolas, que podem ampliar o trabalho pela cultura da paz, em todas as suas formas.

Ano Internacional das Línguas Indígenas

Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco) lançou, nessa segunda-feira (28), em Paris, o Ano Internacional das Línguas Indígenas, para alertar sobre a necessidade de preservação desses dialetos. Segundo a organização, a grande maioria está desaparecendo. "Sem a medida adequada para tratar dessa questão, mais línguas irão se perder, e a história, as tradições e a memória associadas a elas provocarão uma considerável redução da rica tapeçaria de diversidade linguística em todo o mundo", atestou a entidade internacional, em nota.

1

Fev

O doutorando André Luiz Vieira Soares, do Programa de Pós-graduação em Turismo (PPGTur),  recebeu o prêmio ICT4D Scholarship, pelo seu trabalho Analysis of Inter-Relations between Technology Adoption, Legitimacy and Reputation in the Market based on Institutional Theory, desenvolvido com base na sua tese de doutorado orientada pelo professor Luiz Mendes Filho, do Departamento de Turismo (Detur) da UFRN.

A pesquisa foi selecionada entre produções de doutorandos de vários países e apresentado durante o ENTER2019, maior e mais importante evento de turismo e tecnologia do mundo, que acontece de 30 de janeiro a 1 de fevereiro de 2019, na Universidade de Nicósia/Chipre. A seleção aconteceu antes mesmo do evento e o pesquisador foi premiado com uma bolsa para participar da ação.

1

Fev

Uma pesquisa da IDC mostra que, apesar das recentes inovações trazidas pelas últimas gerações de iPhones, Google Pixel e demais celulares, o mercado global de smartphones nunca esteve tão mal. As informações são do Portal B9.

Se comparado com o ano anterior, 2018 apresentou uma queda de 4.1% nos envios de smartphones. “Globalmente, o mercado de smartphones está uma bagunça no momento”, afirmou o analista da IDC, Ryan Reith. “Apesar do crescimento de mercados como Índia, Indonésia, Coréia e Vietnã, o resto do mundo não viu uma atividade positiva em 2018”.

Para a IDC, a queda na importação de celulares acontece porque as pessoas não têm mais o desejo de comprar os últimos modelos, como era até alguns anos atrás. Isso acontece tanto por haver satisfação com os modelos atuais, como também pelo fato do alto crescimento dos preços, que vão na contramão da crise econômica que muitos países vivem.

Outro fator que pode ter influenciado, de acordo com o Mashable, é a instabilidade econômica de países chave como a China, que representa 30% do consumo mundial de smartphones. Apesar de empresas como a Xiaomi terem crescido e se tornado algumas das principais fabricantes do mercado, o país tem vendido cada vez menos aparelhos. De acordo com a pesquisa, em 2018 houve uma queda de 10% no consumo de celulares no país.

A Canalys, outro instituto de pesquisa, também analisou os dados e mostrou que eles indicam essa queda, mas de 4,6%. Para Ben Stanton, analista da Canalys, o mercado de smartphones já alcançou seu pico e está, agora, em declínio.

A aposta das gigantes do mercado, como Apple e Samsung é investir em inovações: Celulares sem botões com telas que consomem toda a parte frontal, telas dobráveis, câmeras de nível profissional… O problema é que, pelo que as pesquisas mostram, nem mesmo essas inovações parecem estar sendo suficientemente atrativas para que os consumidores mantenham o hábito de trocar constantemente de celular.

Fonte: Portal B9, disponível em: https://www.b9.com.br/103087/pesquisa-mostra-que-mercado-global-de-smartphones-vive-sua-pior-fase

1

Fev

O Facebook divulgou seu balanço financeiro do último trimestre de 2018. A plataforma bateu recorde de lucro no período, atingindo a marca de US$ 6,8 bilhões e um crescimento de 30% na receita. Os resultados positivos vêm na contramão da crise vivida pela empresa após os casos de uso indevido de dados e falta de transparência. As informações são do Portal Meio & Mensagem.

 De acordo com o site, o relatório apontou, ainda, um crescimento anual de 9% no número de usuários ativos da rede concentrados fora do eixo Europa – América do Norte, que manteve o público estável. Instagram, WhatsApp e Messenger assinalaram uma estimativa de 2,7 bilhões de usuários por mês. Depois da divulgação do balanço, as ações da companhia subiram mais de 11% no mercado de valores.

O último ano foi marcado por escândalos na companhia. A rede reportou três incidentes de violação à proteção de dados pessoais e o CEO da empresa, Mark Zuckerberg, chegou a ser pressionado para deixar o conselho da companhia depois de depor sobre o uso de informações privadas na campanha do presidente americano Donald Trump.

Ainda nessa semana, a companhia se envolveu em uma nova polêmica. Segundo o site TechCrunch, a rede estaria usando um aplicativo de pesquisa e rastreamento de iPhones para ter acesso aos dados de adolescentes americanos. Em resposta, a Apple baniu o Facebook do programa que tem fins corporativos.

Fonte: Portal Meio & Mensagem, disponível em: http://www.meioemensagem.com.br/home/midia/2019/01/31/facebook-bate-recorde-de-lucro-no-final-de-2018.htm

1

Fev

Nathália Gomes*

Quantas vezes você já se deparou sabendo mais informações de um produto do que o próprio vendedor? Essa situação pode chegar a ser contraditória, mas isso evidencia ainda mais que o perfil do consumidor global sofreu mudanças e a maior parte delas foi impulsionada pelo uso de tecnologia. Nessa banda larga da transformação, a praticidade e as informações estão conectadas em apenas um clique.

Antes, aproximadamente 20 anos atrás, as interações eram feitas exclusivamente na loja física. Hoje, essa realidade é diferente. O número de usuários de internet cresceu 10 milhões em um ano no Brasil. De 2016 para 2017, passou de 64,7% para 69,8% o número de brasileiros com 10 anos ou mais (181 milhões da população) que acessaram a internet nesses dois anos. 

Esses dados que constam no suplemento Tecnologias da Informação e Comunicação da Pnad Contínua, divulgado no final do ano passado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostram a importância da tecnologia como facilitadora da jornada de compra. O chamado Consumidor 3.0 é mais criterioso, vai à loja sabendo o que quer e, ainda, todos os detalhes sobre o produto que deseja adquirir.

Se isso pode parecer um problema nas vendas, pelo contrário, gera oportunidade de destaque para empresas se qualificarem e não só alcançarem o cliente, mas estarem um passo à frente dele. Esse estágio mais avançado na compra se depara com uma pessoa já ciente de uma determinada marca, modelo do produto, principais características e análise de preços versus um possível estabelecimento que deve construir experiências em torno disso.

Nesse contexto, o vendedor deve se mostrar disponível para eventuais dúvidas, mostrar agilidade no atendimento e evidenciar os principais diferenciais do produto. Esses requisitos são passos em destaque nesse novo processo de aquisição. Além de surpreender com informações melhores e completas dos que as já pesquisadas. Afinal, o que existe nesse processo não é apenas a busca pelo produto em si, mas toda uma experiência de compra. 

Segundo levantamento conduzido pelo Google, Ipsos MediaCT e Sterling Brands, 71% das pessoas que utilizam seus smartphones para pesquisa online afirmam que estes dispositivos são cada vez mais importantes para a vivência de compra dentro das lojas físicas. Para vender a essa nova geração, as ações das lojas devem tocar os clientes com interações sensoriais que criem uma relação complementar a pesquisa prévia.

Atualmente, é necessário entender que parte dessa relação entre consumidores e empresas envolve identificação e confiabilidade. Levar isso em conta e criar uma estratégia capaz de concretizar a experiência de vendas perfeita é entender a evolução vivida e descobrir o novo poder de compra. 

* Nathália Gomes é Jornalista, especialista em Comunicação Digital, CEO da Pirâmide Conteúdo Digital e colaboradora do Blog da Juliska

31

Jan

O reitor da UNI-RN e um dos mais conhecidos e respeitados educadores do Rio Grande do Norte, Daladier Cunha Lima, fala nesta entrevista sobre as dificuldades enfrentadas pelo ensino superior privado diante da crise econômica e da redução dos financiamentos, sobre a adoção das novas tecnologias pelas instituições e o crescimento do Ensino a Distância. Confira. 

 

O 96 Minutos é apresentado por mim – Juliska Azevedo – e pelos jornalistas Gustavo Negreiros e Silvio Henrique. O programa vai ao ar de segunda a sexta, entre 12h e 13h36, com um formato dinâmico e recheado de notícias.

31

Jan

A Prefeitura de Mossoró lançou essa semana o painel de empregos online. As vagas são atualizadas diariamente pelo setor de empregabilidade da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo. A partir de agora os interessados podem acessar as vagas disponíveis através do endereço www.prefeiturademossoro.com.br/paineldeempregos/ .

A iniciativa faz parte do projeto Mossoró Cidade Inteligente, que vem trazendo soluções de conectividade para o serviço público municipal. O município já oferece informação de horários e rotas de ônibus, através do aplicativo Cita Moby. A ouvidoria digital é outro serviço online disponibilizado pela Prefeitura, onde a população pode solicitar serviços, sugerir e opinar através do hot site www.prefeiturademossoro.com.br/ouvidoria . Outro aplicativo com serviços para população é o Cidade Iluminada, onde é possível informar pontos de iluminação pública que estão apagados e solicitar reposição das lâmpadas

Agora com o balcão de empregos online, será possível acessar as vagas disponíveis através do endereço online. “A proposta é facilitar para população, que poderá consultar as vagas de emprego disponíveis em qualquer terminal de acesso à internet”, frisou o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Lahyre Rosado Neto.

31

Jan

Durante a sessão administrativa do Pleno do Tribunal de Justiça dessa quarta-feira (30), os desembargadores discutiram a aprovação de Emenda Regimental para que as três Câmaras Cíveis e a Câmara Criminal passem a realizar sessões virtuais de julgamento.

Segundo a proposta, as sessões virtuais serão realizadas semanalmente, enquanto que a cada 15 dias seriam realizadas sessões presenciais por cada órgão julgador, para possibilitar as sustentações orais de advogados e do Ministério Público. O texto aprovado foi publicado no Diário da Justiça Eletrônico (DJe) do dia 30 de janeiro e pode ser visto AQUI. A mudança passa a vigorar 30 dias após a publicação.

“A ideia da administração é de deixar o Tribunal totalmente virtualizado, uma forma de prestação jurisdicional mais célere e de dar uma resposta à sociedade, que efetivamente está esperando isso de nós”, ressaltou o presidente do TJRN, desembargador João Rebouças.

O presidente explica que as sessões presenciais serão realizadas para apreciar processos em que houver pedidos de sustentação oral por advogados ou em que houver divergência entre os membros da Câmara julgadora. “A sessão virtual ordinária será permanente e suas decisões e acórdãos serão publicadas no dia regulamentar, de acordo com o Regimento Interno”.

O desembargador Amílcar Maia ressaltou que a implementação das sessões virtuais trará benefício para o Tribunal e para a população. “O ganho para o jurisdicionado é a celeridade, pois ficará mais célere o julgamento. Aqueles que não quiserem apresentar sustentação oral terão o processo julgado de forma mais rápida, com a publicação já encaminhada. Para o Tribunal, traz um ganho de economia, de não manter toda essa estrutura, de ar-condicionado, com pessoal, para realizar sessões em que por vezes temos uma ou duas sustentações orais apenas”.

31

Jan

A maré de polêmicas que persegue o Facebook desde o escândalo da Cambridge Analytica parece não ter fim. Dessa vez, foi descoberto que a empresa de Mark Zuckerberg pagou mensalidades de vinte dólares para ter acesso aos celulares de adolescentes e jovens adultos e monitorar suas atividades.

Segundo o TechCrunch, o Facebook estava realizando o experimento com jovens entre 13 e 25 anos, pagando-os para instalar um aplicativo chamado Facebook Research. O aplicativo monitora os aparelhos e cria um relatório que é enviado para o próprio Facebook.

Anteriormente, o Facebook já coletou dados por meio do projeto Onavo, um serviço de VPN que foi adquirido em 2013. Na época, o projeto foi utilizado pela empresa para detectar o surgimento de novos competidores no mercado e, então, comprá-los. Após reclamações da Apple, o Facebook foi obrigado a remover o aplicativo da Appstore, por violar os termos de uso da loja.

Ao ser instalado, o Facebook Research pede que o usuário ceda permissão para que sejam instalados programas que dão ao Facebook o poder de acessar as mensagens, e-mails, históricos de pesquisa e de navegação do celular. Ao ser procurado pelo TechCrunch, o Facebook confirmou o uso do aplicativo.

Vale lembrar que, em setembro de 2018, uma pesquisa mostrou que o Facebook estava perdendo popularidade entre o público jovem – entre esse público, entre 2012 a 2018, o uso da rede social caiu de 68% para 15%. Portanto, não surpreende que a empresa esteja monitorando justamente adolescentes e jovens adultos, a fim de identificar quais aplicativos estão em ascensão e comprá-los, como fez com o Instagram – ou até mesmo copiá-los, como fez com o sistema de story que é idêntico ao do Snapchat.

Texto de Matheus Fiore para o Portal B9, disponível em:https://www.b9.com.br/103000/facebook-pagou-para-monitorar-celulares-de-jovens-de-13-a-25-anos/