Comunicação, educação, mercado e turismo!

Um blog com assuntos diferentes e com a marca da credibilidade, que traz tendências, novidades do mundo corporativo, do universo da tecnologia e mídias sociais, do setor de educação e do mercado publicitário. E como ninguém é de ferro, tem ainda lazer, cultura e turismo! Fale com a gente pelo e-mail juliska.azevedo@gmail.com. Acompanhe a gente também no Instagram e Facebook, no @blogdajuliska.

12

Mar

Tem início hoje (12) a realização das sessões virtuais de julgamento pelas três Câmaras Cíveis do Tribunal de Justiça do RN, por meio do uso do sistema do Processo Judicial Eletrônico (PJe), o que trará maior celeridade aos julgamentos na segunda instância da Justiça Estadual potiguar.

Por enquanto, em relação à Câmara Criminal, esta permanecerá realizando apenas sessões presenciais.

A partir da aprovação da Emenda Regimental nº 27/2019 (veja AQUI) as sessões ordinárias semanais passam a ser feitas de forma virtual, enquanto que a cada 15 dias haverá sessões presenciais por cada órgão julgador, para possibilitar as sustentações orais de advogados e do Ministério Público.

“A ideia da administração é de deixar o Tribunal totalmente virtualizado, uma forma de prestação jurisdicional mais célere e de dar uma resposta à sociedade, que efetivamente está esperando isso de nós”, destaca o presidente do TJRN, desembargador João Rebouças.

Presidente da 3ª Câmara Cível, o desembargador Amílcar Maia ressaltou, quando da aprovação da Emenda, que a instalação das sessões virtuais trará benefício para o Tribunal e para a população. “O ganho para o jurisdicionado é a celeridade, pois ficará mais célere o julgamento. Aqueles que não quiserem apresentar sustentação oral terão o processo julgado de forma mais rápida, com a publicação já encaminhada. Para o Tribunal, traz um ganho de economia, de não manter toda essa estrutura, de ar-condicionado, com pessoal, para realizar sessões em que por vezes temos uma ou duas sustentações orais apenas”.

Presenciais

Nesta terça-feira (12), a 1ª Câmara Cível realizará sessões virtual e presencial, enquanto a 2ª e a 3ª Câmaras Cíveis terão sessões apenas virtuais.

Já no dia 19 de março, há uma inversão: a 2ª e a 3ª Câmaras Cíveis terão sessões virtuais e presenciais; e a 1ª Câmara Cível realizará apenas sessão virtual. A alternância continuará no dia 26 de março.

A divisão de datas irá racionalizar o uso de equipamentos, espaço físico e de pessoal, melhorando o aproveitamento dos servidores. Além disso, irá facilitar o trabalho dos advogados, que poderão acompanhar mais de uma Câmara às terças-feiras.

Os pedidos para sustentação oral podem ser feitos até 24 horas antes da sessão, e o julgamento ocorrerá na primeira sessão presencial que se seguir ao pedido. Além das sustentações orais, também serão julgados nas sessões presenciais os processos em que houver destaque para debate pelos julgadores.

12

Mar

Deu no Portal Tech Tudo:

A Apple divulgou, ontem, segunda-feira (11), convites para um evento a ser realizado no próximo dia 25 de março. A aposta é de que, na data, a empresa revele seu serviço de streaming para concorrer com plataformas como Netflix e Amazon Prime Video. O convite para o evento vem acompanhado de um GIF que traz a frase “It’s show time!” (“é hora do show!”, em tradução livre) e faz alusão a uma câmera prestes a começar a filmar. Vale lembrar que rumores relacionados sobre um serviço de streaming oficial da Apple circulam há algum tempo na Internet.

De acordo com os rumores, a nova plataforma de streaming iria pelo caminho já trilhado por Netflix e Amazon Prime. Além de filmes, séries e conteúdo de redes de TV e outros provedores, o serviço da Apple também investiria em material exclusivo para cativar o público.

Embora os boatos sobre a possibilidade de uma “Netflix da Apple” circulem há um bom tempo, há divergência quanto à disponibilidade da plataforma: enquanto uns apostam no lançamento até maio deste ano, outros ventilam a possibilidade de que a plataforma só chegue ao consumidor em 2020.

Além do possível lançamento da plataforma de vídeos, filmes e séries, espera-se que a Apple revele um serviço de assinatura para consumo de notícias. A iniciativa teria o intuito de combater as fake news e fazer com o mercado de mídia algo parecido com que o iTunes fez com o de música, no começo dos anos 2000.

Fonte: Portal Tech Tudo, disponível em: https://www.techtudo.com.br/noticias/2019/03/apple-confirma-evento-dia-25-de-marco-e-pode-lancar-rival-da-netflix.ghtml

12

Mar

O Programa de Pós-Graduação em Bioquímica (BIOQ) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) está com inscrições abertas para o doutorado. São 12 vagas, sendo 2 delas reservadas à qualificação de servidores (docentes e técnicos) da UFRN e as demais destinadas ao público geral.

As inscrições vão até o dia 30 de abril e podem ser feitas através do preenchimento do formulário online de inscrição, disponível no página do Sigaa. São necessários os dados pessoais e toda documentação comprobatória requerida de forma digitalizada em formato PDF.

As seleções ocorrerão em duas etapas, a primeira é a avaliação do projeto, de caráter eliminatório. A segunda, consiste na defesa oral do projeto, de forma presencial e para cada candidato será disponibilizado o tempo de até 20 minutos para a apresentação oral do projeto, seguida da arguição pela banca examinadora. Para informações acesse o edital disponível na página do processo no Sigaa.

12

Mar

Em uma década, as mulheres foram as que mais formalizaram empresas no Brasil. Em 2013, 85,1% das empregadoras registraram seu empreendimento no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) contra 76% dos homens.   É o que mostra o Anuário das Mulheres Empreendedoras e Trabalhadoras em Micro e Pequenas Empresas, realizado pelo Sebrae em parceria com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), entre 2003 e 2013.

Em dez anos, subiu de 21,4 milhões para 23,5 milhões o número de pessoas que tinham um negócio próprio (empregadores e conta própria). Em 2013, os homens que correspondiam a 16,2 milhões de pessoas eram maioria nesta ocupação (69%), e as mulheres totalizavam 7,3 milhões. Porém, a taxa de crescimento das mulheres nos negócios (1,5% ao ano) foi o dobro da registrada para os homens (0,7% ao ano). 

No Rio Grande do Norte, a taxa de crescimento do empreendedorismo feminino também registrou avanços. Em 2003, 21,9% das potiguares trabalhavam por conta própria ou eram empregadoras. Uma década depois, esse percentual subiu para 23%, passando de 100 mil para 135 mil empreendedoras. 39,6% das mulheres potiguares que empregam estão à frente de microempreendimentos. O restante é comandado por homens.

Outra curiosidade levantada pelo estudo, é que o percentual de mulheres empregadoras nos micro empreendimentos que contribuem para a Previdência Social (71,3%) é maior que o de homens (63,7%).

Em relação à ocupação setorial, 85,8% das mulheres empregadoras e as que trabalham por conta própria estão ligadas aos setores de comércio e serviço. Já sobre o perfil das mulheres empreendedoras (empregadoras e conta própria), o anuário mostra que 57,8% delas têm entre 40 e 64 anos, 25,4% são negras e 53,8% têm Ensino Superior completo, enquanto o percentual dos homens com essa escolaridade é de 41,7%.

Sobre os empregos gerados, a participação das mulheres no total de empregos formais passou de 33,9% e, 2003, para 38,2%, em 2013. Das mais de 30 mil assalariadas, em 2013, 16,8 mil tinham carteira assinada. De 2003 a 2013, a construção civil registrou a maior taxa de crescimento dos empregos formais das mulheres nas micro e pequenas empresas, 179,6%.

O estudo mostra que a média salarial da mulher é menor que a do homem. Em 2013, enquanto as mulheres ganhavam em torno de R$ 1.522, eles recebiam R$ 2.091. A região Sudeste registrou a maior média de renda entre as mulheres, R$ 1.707. Em relação aos setores, somente na construção é que a renda delas (R$ 1.919) é maior que a dos homens (R$ 1.870).

Foto: Pixabay / Fonte: Simone Guedes/Sebrae RN

12

Mar

Os feriados prolongados são épocas propícias para as pessoas perderem seus documentos ou serem vítimas de furtos e roubos. Um levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostrou que 21% dos consumidores foram vítimas de fraudes ou transtornos no Carnaval do ano passado. Para minimizar esses riscos, o SPC Brasil oferece, gratuitamente, um serviço que dá ao consumidor a oportunidade de manter seus documentos em segurança. É o “SPC Alerta de Documentos”.

Em caso de perda, roubo, furto ou extravio de documentos pessoais, como CPF, CNPJ, certidão de nascimento, passaporte, cheques, cartões de crédito etc, o consumidor pode comparecer, pessoalmente, até um balcão de atendimento do SPC Brasil com o boletim de ocorrência em mãos. Com isso, o risco de fraudes é reduzido, já que os estabelecimentos comerciais são informados do problema, evitando os transtornos decorrentes de ter os dados pessoais utilizados por golpistas nas compras a prazo, quando são realizadas consultas no banco de dados do SPC Brasil para a concessão de crédito.

“Isso significa que se algum estelionatário tentar se passar pelo consumidor utilizando seus documentos em algum estabelecimento comercial que consulta a base de dados do SPC Brasil, o lojista será avisado da perda de documentos e, deverá pedir mais informações para se certificar que se trata do real dono do documento”, explica o superintendente de bureau de crédito do SPC Brasil, Nival Martins.

O SPC Brasil também liberou por 30 dias grátis o ‘SPC Avisa’, que faz o monitoramento de CPFs para evitar fraudes. Com o serviço, o consumidor é avisado por e-mail, em até 24 horas, sobre qualquer movimentação suspeita em seu documento, como consulta para a realização de compras a prazo, verificação de nome restrito, inclusão de registros de inadimplência, alteração de dados cadastrais, entre outros.

Para consultar o Posto de Atendimento do SPC Brasil mais próximo da residência, o consumidor deve acessar a página:
https://www.spcbrasil.org.br/consumidor/postos-atendimento

Para ter acesso ao monitoramento grátis por 30 dias, o consumidor deve acessar a página:
https://loja.spcbrasil.org.br/pessoa-fisica/monitore-seu-cpf-promocao.html

Fonte: CNDL

12

Mar

Deu no Portal Meio e Mensagem:

As principais revistas semanais brasileiras registraram crescimento em sua circulação digital no ano de 2018. De acordo com dados do Instituto Verificador de Comunicação (IVC), a circulação digital de VejaÉpoca e Carta Capital tiveram incremento na comparação com a média de circulação de 2017.

Líder do segmento das semanais, Veja teve, ao longo de 2018, uma média de circulação digital de 366.180 exemplares, o que representa uma ligeira alta de 2,9% na comparação com o ano anterior.

Na segunda colocação entre as semanais, a revista Época teve uma circulação digital média de 253.189 exemplares em 2018, número impulsionado pela nova política da Infoglobo, que passou a incluir a revista como um encarte semanal dos jornais O Globo e Valor Econômico, distribuindo-a aos assinantes das duas publicações.

Carta Capital também teve uma alta expressiva em sua circulação digital no ano anterior, que saltou de 3.324 exemplares em 2017 para 10.503 exemplares em 2018. Já a revista Caras, especializada na cobertura do universo de celebridades, registrou queda de 22% na circulação digital, passando de 13.472 exemplares em 2017 para 10.428 em 2018.

O bom desempenho das edições digitais impulsionou os dados gerais de circulação (que consideram impresso e digital) de Época e Carta Capital, com alta de 83% e 51%, respectivamente

Ainda que tenha visto sua fatia digital crescer, a Veja, por conta da queda no impresso, teve uma média de circulação geral negativa em 2018, com retração de 24%. Ainda assim, a publicação da Editora Abril segue na liderança entre as revistas brasileiras, com circulação geral média de 915.095 mil exemplares. A Caras também caiu na média geral em 2018, com retração de 29%.

Duas outras publicações semanais que figuravam no ranking do IVC em 2017 não aparecem na audiência média de 2018: Ti Ti Ti, da Editora Escala (que chegou a ser descontinuada no ano passado, mas retornou às bancas) e revista Ana Maria, da Editora Caras.

De circulação quinzenal, a Exame também registrou alta em sua circulação digital, indo da média de 33.628 exemplares em 2017 para 40.146 exemplares no ano passado. Na circulação geral, porém, a publicação teve retração de 23%. No caso da Exame, no entanto, o IVC disponibilizou apenas os dados de circulação até o mês de novembro de 2018.

Foto: Pixabay

Fonte: Meio e Mensagem, disponível em: https://www.meioemensagem.com.br/home/midia/2019/03/11/revistas-semanais-recuperam-audiencia-no-digital.html

12

Mar

O Departamento de Comunicação (Decom) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), realiza o XII Encontro Nacional de História da Mídia promovido pela Associação Brasileira de Pesquisadores de História da Mídia (ALCAR), de 19 a 21 de junho, com o tema A Mídia e os Extratos do Tempo: memória, presente e futuro.

O encontro tem como objetivo principal reunir pesquisas, que interligam os campos da História e da Comunicação e que procuram sanar lacunas existentes na historiografia do campo por todo o país.

Durante três dias serão debatidas temáticas concernentes às práticas comunicacionais e midiáticas e suas relações com a construção da memória e da história do campo e com os processos deontológicos que marcam cada uma das áreas envolvidas.

A intenção das instituições realizadoras é proporcionar um ambiente propício para a troca de conhecimento, assim como fortalecer as pesquisas sobre história da comunicação em todas as suas nuances. Para mais informações do evento acesse o link.

12

Mar

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) terá uma nova diagramação na edição deste ano. O exame não terá mais folha de rascunho. Agora, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), os cadernos de questões do Enem terão um espaço em branco para apoio na elaboração de cálculos e da redação. 

A medida gerará "uma significativa economia com papel e impressão", de acordo com o Inep. Além da mudança na diagramação, os dados biométricos dos estudantes passarão a ser coletados com uma pequena esponja que permite a coleta da digital e pode ser utilizada mais de três mil vezes. Até o ano passado, a coleta da digital era feita com uma lâmina de grafite, individual. 

A capacitação dos colaboradores envolvidos na aplicação do Enem será feita principalmente a distância, reduzindo a capacitação presencial. Ao todo, cerca de 500 mil pessoas trabalham na aplicação das provas. Segundo o Inep, essa medida eliminará gastos com passagem aérea e terrestre, hospedagem, aluguel de salas e auditórios em diversas partes do país.

Neste ano, o Enem será aplicado nos dias 3 e 10 de novembro. As inscrições estarão abertas de 6 a 17 de maio. Entre 1º e 10 de abril os estudantes poderão pedir isenção da taxa de inscrição. Nesse mesmo período, o Inep vai receber as justificativas dos que faltaram às provas em 2018.

Economia

As medidas que serão adotadas no Enem fazem parte do Programa de Redução de Custos e Otimização dos Recursos Logísticos, um dos seis pilares do Programa de Modernização do Inep. O Programa recorre a um modelo de tutoria, no qual consultores externos atuam em conjunto com as equipes internas. 

Ao todo, o Inep estima uma economia de R$ 42 milhões nos exames e avaliações de 2019 que estão a cargo da autarquia. Economia que, ao longo do ano, pode ser ainda maior do que a esperada. "Com a contribuição de consultores contratados, pretendemos diminuir ainda mais os custos a partir da redução de despesas adicionais. Todas as medidas de economia estão sendo adotadas de forma a manter a qualidade na impressão, distribuição, monitoramento, segurança e aplicação dos exames do Inep”, diz o presidente da autarquia, Marcus Vinicius Rodrigues, em nota divulgada pelo Inep. 

Além do Enem, o Inep é responsável por avaliações como a Prova Brasil, o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) e o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade). 

Foto: Valter Campanato/ Fonte: Agência Brasil

12

Mar

O “Rock Mulher Circuito – Empreendedorismo e Formação para Mulheres na Música” nasceu com o intuito de gerar um espaço para o desenvolvimento de novas profissionais no mercado musical. Idealizado pela cantora e compositora potiguar Simona Talma e a cantora baiana Andréa Martins, o circuito foi lançado na última sexta-feira (08) e segue com atividades nesta semana em Natal, passando também por João Pessoa e Recife.

O projeto, que foi selecionado pelo Natura Musical por meio do edital 2018 com o apoio da Lei Rouanet, oferecerá durante esta semana oficinas, rodas de conversa e master class, com objetivo de auxiliar mulheres a se profissionalizarem para atuar no mercado musical. Estas atividades são gratuitas e serão realizadas no Praia Shopping.

E para encerrar o circuito em Natal em grande estilo, a banda Rock de Mulher -composta por Simona Talma, Ana Morena, Nathália Noronha, Andréa Martins, Maíra Soares e Raquel Oliveira – realizará um show no Biergarten Natal. A programação contará também com a presença de tatuadoras e exibição de curtas dirigidos por mulheres.

Confira o calendário de atividades em Natal:

12 de março (14h): Andrea Martins ministra a oficina “Produção Musical em Home Studio”.

13 de março (14h): Simona Talma orienta a oficina de “Autogestão, Empreendedorismo, Conceito Artístico e Técnica Vocal para o Cotidiano”.

13 de março (19h): Ana Morena, musicista e produtora do festival DoSol, realiza a Master Class “Circulação em Festivais e Gestão de Carreira”, em frente às Lojas Americanas do Praia Shopping.  Ana falará sobre como produzir e fortalecer um empreendimento cultural. Além de outros assuntos como, carreira artística, produção executiva de projetos e premissas básicas de planejamento, gestão e interação com o meio cultural. Esta atividade é aberta ao público.

14 de março (19h): Roda de conversa “Desafios e Enfrentamentos das Mulheres no Mercado de Trabalho”, na em frente às Lojas Americanas do Praia Shopping, com participação de Ana Morena, Andréa Martins, Nathalia Noronha, Simona Talma, Carol Carvalho (Produtora Cultural) Danielle Leal (Gerente de marketing do Praia Shopping) e Daniela Cruz (Cantora e Psicóloga). Ao final do bate-papo haverá um pocket show com a banda Rock de Mulher.

15 de março (19h): Show de finalização do circuito Rock de Mulher em Natal, no Biergarten Natal.

12

Mar

O GACC Itinerante tem como principal objetivo realizar workshops com temas de responsabilidade social e diagnóstico precoce nas empresas parceiras do Rio Grande do Norte afim de esclarecer dúvidas, prevenir e conscientizar para uma sociedade mais justa e ética. O projeto também destaca os 30 anos da instituição, a importância do trabalho desenvolvido e as formas de contribuir.

Nas ações uma lojinha móvel (minivan temática) percorre as instituições, dando aos funcionários e colaboradores das empresas parceiras a possibilidade de adquirir os produtos da instituição. Estão  disponíveis camisetas com palavras "Gratidão", "Amor" e "Esperança", alinhadas com a campanha permanente do Grupo: "Motivos Para Fazer o Bem", além das camisetas dos "Super-Heróis", com diferentes personagens (Mulher Maravilha, Batman, Super-Homem, Hulk, Capitão América, entre outros) disponíveis em todas as numerações do infantil ao adulto, masculino e feminino, custando apenas R$ 30,00. Outra novidade, são as vendas de canetas, copos  e caixas personalizadas.

Outra forma de ajudar são os cofrinhos, que estão presentes no  GACC Itinerante e também foram distribuídos 190 cofrinhos em 25 lojas participantes da rede Super Show, qualquer quantia depositada será de grande importância para a instituição. As empresas que desejarem receber o cofrinho do GACC-RN podem entrar em contato no 4006-6827.