Comunicação, educação, mercado e turismo!

Um blog diferente, com a marca da credibilidade, que traz tendências, novidades do mundo corporativo, do universo da tecnologia e mídias sociais, do setor de educação e do mercado publicitário. E como ninguém é de ferro, tem ainda lazer, cultura e turismo! Fale com a gente pelo e-mail blogdajuliska.news@gmail.com. Nos siga no Instagram e Facebook: @blogdajuliska.

14

Jun

O juiz Paulo Maia, titular do 4º Juizado Especial de Mossoró, está representando a Coordenação dos Juizados Especiais do Rio Grande do Norte durante o 45º Fórum Nacional dos Juizados Especiais (Fonaje), realizado nesta quinta e sexta-feira (14) na sede do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, em Florianópolis. Um dos temas abordados no evento é a utilização das novas tecnologias para aumentar a eficiência dos Juizados Especiais e enfrentar o crescimento do número de ações ajuizadas.

Nesta quinta-feira (13), o juiz Marcelo Mesquita, do TJ do Piauí, e a juíza auxiliar da presidência do TJ de Rondônia, Euma Tourinho, foram alguns dos magistrados que provocaram vários questionamentos sobre a utilização da Inteligência Artificial (IA) como ferramenta de auxílio aos Juizados Especiais. O TJRO tem um sistema de Inteligência Artificial denominado Sinapses, que faz uso de redes neurais.

O juiz Marcelo Mesquita destacou a aplicação da Inteligência Artificial na medicina, no jornalismo, na literatura e na música. Nos exemplos apresentados, o magistrado enfatizou a produtividade. "Nas áreas aonde a IA é utilizada, percebemos que a máquina faz atividades específicas mais e melhor, em menos tempo. Normalmente, são os procedimentos repetitivos. Além disso, precisamos pensar nos novos paradigmas da Justiça. Um exemplo é quando um veículo conduzido por Inteligência Artificial atropela uma pessoa. Quem será o responsável pelo acidente?", questiona o juiz do Piauí.

No projeto desenvolvido pelo TJRO, o sistema Sinapses foi desenvolvido para melhorar o desempenho e reduzir os erros em procedimentos-padrões. Para a juíza Euma Tourinho, a alimentação do banco de dados é muito importante. "A utilização da Inteligência Artificial permite evitar nosso trabalho em tarefas repetitivas e direcionar nosso esforço para aquilo que é mais complexo e importante. Isso acontece pelo grande volume de processos e casos que se repetem. Assim, o nosso sistema consiste em automatizar as tarefas repetitivas, podendo ser aplicado em qualquer área além da judiciária, como a administrativa e fiscal entre outras", disse a magistrada.

Já o juiz Márcio Schiefler Fontes, conselheiro do CNJ e magistrado do Judiciário catarinense, destacou a quantidade de informações nos sistemas dos tribunais de todo o país. São dados sociais, econômicos e de segurança pública que, segundo o conselheiro, não são aproveitados para as tomadas de decisões dos nossos governantes. "Não existe uma norma sobre a segurança da informação e, por isso, criamos um grupo de trabalho no CNJ", informou.

14

Jun

A beleza e a elegância feminina em campo são destaques na Copa do Mundo que acontece na França, com a presença de 24 Seleções. Inspirada pela competição internacional, a Paris Saint-Germain Academy Natal vai formar a primeira turma exclusiva com meninas, com idade a partir dos cinco anos.

As aulas experimentais serão feitas com a equipe técnica da escola de futebol do clube francês na capital potiguar para apresentar um método exclusivo de ensino. As atividades acontecerão nas sextas-feiras, das 18h30 às 20h, com vagas limitadas. O trabalho busca o aperfeiçoamento motor e a qualidade técnica com o toque de bola e a desenvoltura em campo.

Denise Fernandes, professora da PSG Academy Natal, explica que o trabalho realizado na escola de futebol vai atender a mesma estrutura de ensino tanto para as meninas como para os meninos, ressaltando a aplicação técnica da metodologia do clube francês.

“O futebol auxilia na formação motora de um indivíduo, em razão dos trabalhos com as corridas, saltos, deslocamentos, noção de espaço, lateralidade. Quando esse trabalho é bem executado, o processo motor será potencializado para um repertório amplo dos movimentos. Com isso, realizaremos as atividades com método igual para meninas e meninos, seguindo a metodologia da PSG Academy”, conta Denise.

Para fazer parte da PSG Academy Natal, as meninas devem procurar com pais ou responsáveis a unidade potiguar na Avenida dos Caiapós, em Pitimbu, em frente em Vita Residencial Club, de segunda a sexta, das 8h às 20h, ou no sábado, das 8h às 12h, para agendar o teste de nivelamento. Outras informações pelo telefone (84) 3033-1668, pelo WhatsApp (84) 98181-9000 ou pelo site www.psgacademy.com.br.

14

Jun

O consumidor está cada vez mais conectado e informado para resolver seus problemas sem precisar sair de casa. É na internet que eles compram 24 horas nos 7 dias da semana e, principalmente nela, que pesquisam antes de comprar numa loja virtual ou física. Praticidade, agilidade e facilidade são extremamente valorizadas pelo cliente antenado.

Agora cabe ao vendedor conhecer bem esse perfil e entender como o novo consumidor decide a compra para poder oferecer os produtos de maneira assertiva, além de estabelecer um bom relacionamento para fidelizar esse comprador e, assim, vender cada vez mais. É preciso então que o vendedor esteja tão qualificado quanto o cliente de hoje.

Diante dessa nova perspectiva, o Senac coloca à disposição do mercado soluções educacionais inovadoras. São cursos flexíveis e com carga horária curta, entre 15 e 60 horas. A qualificação é dividida em 4 temas: Marketing e Vendas, Comércio Exterior, Logística e Finanças. Confira abaixo a programação de cursos do comércio disponíveis no link: http://fecomerciorn.com.br/noticias/matriculas-abertas-para-novos-cursos-na-area-de-comercio/

14

Jun

Segundo informações da Folhapress, o governo federal deve acabar com a plataforma e-Social até o final de 2019. A avaliação da gestão é a de que o sistema, que foi desenvolvido mediante decreto assinado pela ex-presidenta Dilma Rousseff em 2014, e implementado em 2018, já durante a gestão Michel Temer, acabou complicando demais a rotina contábil de empreendedores e pessoas responsáveis por contratar funcionários.

O e-Social foi desenvolvido no intuito de simplificar o credenciamento de informações de aquisição de novos funcionários. Pelo seu funcionamento, ele exige que os contratantes informem dados de novos empregados, como vínculos, contribuições previdenciárias, folha de pagamento,comunicações de acidente de trabalho, aviso prévio, escriturações fiscais e informações sobre o FGTS. A obrigatoriedade das informações vale tanto para microempreendedores e empresários individuais, como para grandes empresas e multinacionais.

O secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos Alexandre da Costa, disse que o atual sistema deverá dar lugar a uma nova plataforma, que ele deu a entender já estar em desenvolvimento e que será mais simplificada em seu funcionamento. Ele aproveitou para tecer críticas ao e-Social atual:

"É um sistema socialista, de controle de mão-de-obra e que as empresas não aguentam mais. Uma complexidade nefasta. A ideia é a gente acabar com o eSocial e ter um novo sistema bastante simplificado", ele disse. A percepção encontra eco junto a outros secretários e funcionários do ministério, que acreditam que o e-Social pode até ser visto como uma forma de controlar as informações pessoais e privacidade dos funcionários.

Para Costa, o principal problema é a redundância de informações. Segundo o secretário, há casos onde mais de 1800 dados são pedidos pela plataforma, incluindo coisas que o governo ou já tem, ou já foi pedido anteriormente: “Por exemplo, título de eleitor. Desnecessário, porque já tem o CPF do empregado. Dessas 1.800, mais da metade são desnecessárias. É um inferno isso. Virou um monstro", disse. “Há muita informação repetida que o governo já tem e que a empresa precisa digitar várias vezes no mesmo sistema. O sistema falha, o sistema usuário é ruim. É tudo de ruim. Vamos acabar com o eSocial e criar um sistema muito mais simples, ágil, com foco na empresa", ele comentou.

A ideia é que o atual governo continue, porém, pedindo informações que julgar necessárias para o cadastro. "Não queremos afetar nenhuma informação que seja útil para as políticas públicas. Isso é importantíssimo. Mas [acabar com] aquelas que são (des)necessárias e repetitivas", disse.

Fonte: Portal CanalTech, disponível em: https://canaltech.com.br/governo/plataforma-e-social-deve-acabar-ainda-em-2019-segundo-o-governo-141719/

14

Jun

 Em sessão extraordinária, nesta quinta-feira (13), a Câmara Municipal de Natal deu início à votação em segunda discussão ao Projeto de Lei Complementar 001/2018, do Chefe do Executivo Municipal, que institui o tratamento diferenciado e favorecido às microempresas e empresas de pequeno porte, aos microempreendedores individuais e empreendimentos econômico solidários, revogando a Lei Municipal nº 6.025/2009 e alterando a Lei Complementar nº 055/2004 (Código de Obras), bem como a Lei nº 4.885/1997 (que trata do Relatório de Impacto sobre o Tráfego Urbano - RITUR).

“O Projeto é muito importante para o segmento dos microempreendedores, mas para que ele não prejudique a economia informal foram feitos acordos e iniciamos a votação com as emendas consensuais e em seguida debateremos as não consensuais. Eu acredito que no final aprovaremos um Projeto que contemplará a todos”, afirmou o presidente da Câmara Municipal, vereador Paulinho Freire (PSDB).

O Projeto de Lei visa desburocratizar o atendimento às micros e pequenas empresas na capital. Segundo o líder do governo, vereador Kleber Fernandes (PDT), a aprovação do Projeto vai criar um ambiente favorável ao desenvolvimento de negócios de pequeno porte. “Além da desburocratização, o Projeto de Lei vai proporcionar celeridade nas ações administrativas para fomentar o empreendedorismo, garantir um clima favorável a quem quer ter um comércio formal, legal e amparado por todos os requisitos formais que o poder público exige”, explicou Kleber Fernandes.

O superintendente do SEBRAE RN, José Ferreira de Melo Neto, Zeca Melo, comentou que o Projeto é includente. “A nova legislação vai atender cerca de 35 mil microempreendedores individuais, aqueles empresários que possuem pelo menos um empregado e que faturam até 80 mil reais por mês, portanto é uma lei includente", afirmou. Zeca Melo ainda acrescentou que com a aprovação do Projeto será criada também a educação empreendedora nas escolas da cidade, uma política de compras que inclui o pequeno empreendedor, que vai poder vender e emitir nota fiscal.

O vereador Fernando Lucena (PT) destacou que o Projeto pode prejudicar os comerciantes informais. “Uma ART (Anotação de Responsabilidade Técnica) custa mil e quinhentos reais. Para poder se cadastrar na Prefeitura é preciso ter uma ART. Nem todo ambulante, por exemplo, aquele que vende picolé na rua, vai ter esse dinheiro. É um Projeto que, se for aprovado do jeito que os empresários querem, tira o camelô das ruas de Natal”, disse Lucena. A votação das emendas do Projeto de Lei Complementar 001/2018 seguirá na próxima terça-feira, 18.

14

Jun

Tecnologia e inovação são itens que ganham cada vez mais espaço no mercado de trabalho. Para tornar o tempo cada vez mais útil, empregadores têm recorrido a alternativas tecnológicas com o intuito de melhorar a gestão da jornada de trabalho, que inclui a relação interpessoal entre colaboradores e gestores. Um sistema de ponto eletrônico inteligente, criado no Rio Grande do Norte, o Faceponto, está sendo a aposta de diversas empresas. O objetivo da plataforma é otimizar o tempo, reduzir custos e melhorar a confiabilidade entre patrão e empregado de maneira simples e eficiente.

O Faceponto é um gerenciador de jornada de trabalho com alta tecnologia, como reconhecimento facial ou Qrcode, além de localização por meio de GPS. Assim, além do ponto eletrônico ser indispensável para os colaboradores que atuam nas sedes das empresas, por meio do aplicativo os funcionários que operam em sistema homeoffice ou fora do endereço da empresa também têm, de forma segura, a garantia de confirmar a carga horária de trabalho. O registro é feito de maneira virtual, usando tablet, smartphone ou computador.

Silvana Vieira, diretora do Grupo Lar, agência de cuidadores no Rio Grande do Norte, conta que com a chegada do Faceponto ela obteve uma enorme transformação dentro da empresa. “Posso dizer que a empresa tem a fase antes e depois da instalação do faceponto. Além da economia financeira, com as horas extras e outros detalhes, a gente teve uma melhora de relacionamento. Por mais que tivessem as regras, éramos muito questionados. Os funcionários também faziam essa negociação entre eles e a gente não sabia. Agora, é o sistema que gerencia tudo. Isso foi muito positivo para a empresa”, detalhou Silvana, que aderiu ao uso do aplicativo há cerca de dois meses.

Após a instalação do aplicativo, a relação de confiança entre gestores e equipes ficou muito mais estreita e produtiva dentro da empresa de Silvana. Por isso, para aqueles empreendedores que ainda resistem às mudanças, ela recomenda o investimento na tecnologia. “Muitas vezes as pessoas se assustam por se tratar de tecnologia, de aplicativo, mas é tudo uma fase de adaptação. Essa é a tendência de mercado e facilita muito. Depois que você conhece e passa o impacto inicial, aí é só alegria”, comemora.

Cássio Leandro, CEO do Faceponto, explica que o aplicativo foi projetado para atender desde pequenos negócios até grandes empresas, transformando dispositivos móveis em sistema mobile de ponto, com qualidade e segurança. Assim, empresas que tenham a partir de um funcionário podem contratar o sistema. É importante lembrar que não existe limite máximo de operação. Presente em seis estados brasileiros: Rio Grande do Norte (RN), Paraíba (PB), Pernambuco (PE), São Paulo (SP), Tocantins (TO) e Roraima (RO), a expectativa é que, até o final de 2019, o sistema seja  implantado em pelo menos 15 estados.

“Nosso sistema registra tudo em tempo real e ainda armazena as informações da jornada de trabalho dos seus funcionários por cinco anos, tudo isso e muito mais conforme as exigências da lei. Os clientes podem fazer o download do aplicativo disponível nas plataformas Android e IOS. Além disso, prestamos total assistência, com treinamentos e suporte no atendimento para ensinar o uso de todos os recursos disponíveis no Faceponto”, finaliza Cássio Leandro.

 

14

Jun

Turismo Religioso: Com o objetivo de discutir a “Interiorização do Turismo Religioso no Rio Grande do Norte”, o deputado estadual Tomba Farias, do PSDB, irá realizar no próximo dia 25 de junho, uma audiência pública na Assembleia Legislativa. Diversos representantes do trade, além de prefeitos e secretários de turismo, já confirmaram presença.

O turismo religioso é um segmento ainda pouco explorado no RN, porém deve receber uma atenção especial, uma vez que pode garantir a mudança no perfil econômico das pequenas cidades.

RN no Festival das Cataratas: O RN mais uma vez marca presença em um dos eventos mais importantes para geração de negócios e divulgação dos atrativos turísticos do Mercosul.

Com stand próprio, o RN apresenta os cinco pólos turísticos, além de artesanato, opções de passeios e rede hoteleira. O Festival das Cataratas é realizado de 12 a 14 de junho, em Foz do Iguaçu. 

Demanda internacional

Segundo estudo divulgado pelo Ministério do Turismo, o número de turistas estrangeiros no Brasil aumentou em 14,6% nos últimos 4 anos.

De acordo com o Anuário Estatístico, apenas 11 estados brasileiros registraram crescimento no ano passado. O Rio Grande do Norte está entre eles, porém o destaque foi para o nosso vizinho, Pernambuco, no qual registrou um crescimento de 45,7%.  

Aumento nas tarifas

A oscilação do câmbio, com o aumento do dólar de 6%, o aumento do preço do combustível, a falência da Avianca Brasil e da chegada da alta temporada, deverão ser essenciais para o aumento de tarifas durante o segundo trimestre do ano.

Tarifa aérea doméstica

A tarifa aérea doméstica média registrou queda 1,3% no primeiro trimestre de 2019, na comparação com mesmo período de 2018. Segundo a ANAC, nos três primeiros meses do ano, o valor médio registrado foi R$ 371,76, contra R$ 376,50 apurados em mesmo período do ano anterior.

Prejuízo

A Anac informou ainda, que as quatro principais empresas aéreas brasileiras (Latam, Gol, Azul e Avianca) tiveram um prejuízo acumulado de R$ 1,93 bilhão em 2018. Em 2017, o resultado líquido havia sido de R$ 411 milhões positivos.

Autoatendimento na hotelaria

A GJP Hotels & Resorts apresentou um sistema pioneiro para o mercado hoteleiro nacional trazendo funcionalidades ágeis. A rede acaba de lançar os totens de autoatendimento para check-in e check-out capazes de realizar todo o processo em poucos segundos através da tecnologia de reconhecimento facial. A novidade já está em funcionamento no Prodigy Santos Dumont, no Rio de Janeiro.

Contato da coluna: gabiduartern@gmail.com

14

Jun

A nova aventura da Turma da Mônica já tem data para iniciar: 29 de junho, no Teatro Opus, em São Paulo. Com o espetáculo Brasilis, a Mauricio de Sousa Produções inicia a turnê da maior superprodução musical da empresa com Brasilis, que enaltece as riquezas e a diversidade cultural brasileira. O público será levado a uma viagem pelas raízes do nosso país na nova apresentação do Circo da Turma da Mônica.  Em Natal, o espetáculo estreia dia 30 de agosto, no Teatro Riachuelo.

Em parceria com a OPUS Promoções, a turnê terá duração de seis meses e percorrerá dez cidades dentre as cinco macrorregiões do País, totalizando mais de 80 apresentações. Após a temporada em São Paulo, o Brasilis – um espetáculo do Circo Turma da Mônica segue para Belém (PA), Fortaleza (CE), Natal (RN), Recife (PE), Brasilia (DF), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ) e Porto Alegre (RS). As informações de teatros, datas, horários de sessões e valores de ingressos, já podem ser conferidas por meio do site www.circoturmadamonica.com.br.

14

Jun

A Estácio, uma das maiores instituições de Educação Superior, presente em todo o território nacional com cursos presenciais e a distância, contando com mais de 500 mil alunos matriculados, continua com as inscrições abertas para a nona edição do Prêmio Estácio de Jornalismo, que irá escolher as melhores reportagens veiculadas no país que tenham o Ensino Superior como tema central. O objetivo da premiação é fomentar a cobertura jornalística sobre o assunto, ampliando o debate e aumentando sua importância para o desenvolvimento do país.

Veículos de imprensa de todo o Brasil podem concorrer ao prêmio nas mídias TV, Rádio, Internet e Impresso, tanto na categoria Nacional, quanto na Regional. As inscrições poderão ser efetuadas até o dia 8 de julho de 2019. São elegíveis matérias jornalísticas que tenham sido produzidas entre 3 de julho de 2018 e 6 de julho de 2019.

Em quase uma década de existência, o programa registrou a participação de mais de mil jornalistas e profissionais de imprensa, que inscreveram mais de duas mil reportagens veiculadas em 26 estados e no Distrito Federal. Foram mais de 200 premiados, entre concorrentes individuais e equipes. Muito mais do que números, as matérias de cada edição sinalizam tendências, histórias e assuntos que precisam ser discutidos e expostos ao público.

Um ponto forte da premiação é a formação da comissão julgadora, que confere credibilidade e comprometimento com a análise das reportagens inscritas. Além da participação dos professores do curso de Jornalismo da Estácio, já passaram pela banca nomes expressivos como: Gilberto Dimenstein, Heródoto Barbeiro, Augusto Nunes, Ricardo Boechat, Arnaldo Niskier, Roberto Muggiati, Cristiane Correa, Vera Íris Paternostro, Ilona Becskeházy, Paulo Nassar, Domingos Meirelles, Antonio Gois, Cristina Tardáguila, Eduardo Ribeiro, entre outros. De acordo com diversos participantes, o prêmio é considerado o mais importante e tradicional dedicado exclusivamente à temática.

Inscrições e Premiação

O prêmio conta com uma plataforma on-line de inscrição, que poderá ser acessada por meio do site oficial. O processo de inscrição é prático, seguro, rápido e é possível fazer o upload dos arquivos das reportagens via plataforma. Cada concorrente poderá inscrever até 5 (cinco) matérias. A edição 2019 distribuirá 9 (nove) prêmios no valor total bruto de R$ 125.000,00 (cento e vinte e cinco mil reais), os quais sofrerão os devidos descontos legais.

Todos os vencedores receberão certificado e troféu alusivos à premiação.

Resultados

Os finalistas terão seus nomes divulgados em setembro e o anúncio dos vencedores será feito durante solenidade, em lugar e data a serem divulgados oportunamente.

13

Jun

A partir da próxima segunda-feira (17), o Rio Grande do Norte passa a contar com mais uma instituição voltada para o desenvolvimento de planos, programas e projetos nas áreas de meio ambiente e sistemas urbanos, como recursos hídricos, saneamento e uso e ocupação do solo. É o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Saneamento (IBMAS+), encabeçado pelos especialistas na área, Josivan Cardoso, Mairton França, Tatiana Mendes Cunha e D’Alembert Arrhenius. 

A solenidade de lançamento do IBMAS+ acontecerá durante o 30º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental, no Centro de Convenções de Natal, dentro do Espaço Água. O evento terá início às 10h, com a palestra magna "Saneamento, Ambiente & Sustentabilidade", que será apresentada por  Arlindo Philippi Jr, do Instituto de Estudos Avançados & Faculdade de Saúde Pública Universidade de São Paulo.

A ideia do Instituto surgiu após 4 anos de intenso trabalho dos fundadores no Governo do Estado, no qual foi desenvolvido o Plano de Segurança Hídrica do RN, além do acompanhamento de ações na área. "Com o trabalho que desenvolvemos no Executivo, percebemos o quanto é preciso realizar atividades de estudo, pesquisa e debate, que visem à busca de soluções para os problemas decorrentes de comprometimento do equilíbrio ecológico do meio ambiente, e também de ausência ou insuficiência de saneamento básico", explica Tatiana Mendes Cunha.

O grupo também se propõe a promover medidas de apoio à implementação de ações governamentais relacionadas com meio ambiente e saneamento básico, e a criar e organizar bancos de dados sobre meio ambiente e saneamento básico no RN.

Congresso Brasileiro

O 30º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental acontece em Natal/RN, de 16 a 19 de junho, e deve contar com a presença de centenas de profissionais, estudantes e público geral interessado no mundo do saneamento e da água.

O Espaço Água, uma área inovadora e interativa do evento, estará aberto à visitação da população, com entrada franca, que poderá participar de jogos interativos, conhecer como funcionam as Estações de Tratamento de Água (ETAs) e de Tratamento de Esgoto (ETEs) e os Sistemas de Gestão e Gerenciamento de Resíduos Sólidos.