Comunicação, estratégia e mercado

O Blog da Juliska é um espaço para falar sobre os temas acima e ainda trazer dicas, abordar as tendências, acompanhar novidades do mundo corporativo, das mídias sociais e do mercado publicitário. Interaja comentando nos posts ou pelo e-mail juliska.azevedo@gmail.com. Conto com sua companhia!

11

Jan

Uma comitiva potiguar com quase 20 pessoas participa, até o próximo domingo (13), na cidade holandesa de Utrecht (a 40 Km de Amsterdam), da Feira de Turismo da Holanda. O grupo tem à frente o prefeito de Natal, Álvaro Dias; a secretária de Turismo do Estado (representando a governadora, Fátima Bezerra), Aninha Costa; o presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz; e o presidente da seccional potiguar da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH RN), José Odécio Rodrigues.

A participação teve um dos seus pontos altos, nesta quarta-feira, 9, com o lançamento oficial do futuro voo charter que irá ligar a capital holandesa a Natal, com duas frequências semanais, num total de 360 passageiros a cada sete dias. O voo, operado pela Corendon (de origem turca e que atua fortemente nos mercados holandês, belga e do Oeste da Alemanha) deve ser iniciado em novembro deste ano e segue, a princípio, até abril de 2020. Estima-se que os turistas que ele irá levar a Natal movimentem cerca de R$ 56,6 milhões na economia potiguar ao longo dos seis meses de operação do voo.

Para o lançamento do voo, a comitiva potiguar foi recebida no estande da Corendon, pelo presidente e proprietário da operadora, Atilay Uslu; por seu CEO, Steven Van Der Heijden e diretores, além do gerente de produtos e negócios da Corendon, Sjoerd de Kort.

Compõem a comitiva potiguar, ainda, a secretária de Turismo de Tibau do Sul, Beth Bauchwitz; o prefeito de Maxaranguape, Luiz Bento da Silva; além de assessores, diretores da ABIH, hoteleiros e empresários.

A Feira de Turismo da Holanda (VakantieBeurs 2019) será aberta oficialmente na quinta-feira, 10 de janeiro, e segue até o domingo, 13. O evento reúne 200 expositores e deve receber cerca de 20 mil visitantes.

A Fecomércio RN também é parceira na viabilização do voo charter. Em suas duas frequências semanais, irão aportar no RN cerca de 1,4 mil turistas por mês e quase 8,5 mil ao longo dos seis meses de operação.

“Segundo estudos do Instituto de Pesquisa da Fecomércio RN (IPDC), cada turista internacional gasta, em média, R$ 343,47 por dia no Rio Grande do Norte. Mas este é o valor gasto pelo turista que nos visita hoje, em sua maioria oriundo da Argentina e de outros países da América Latina. Já no caso dos europeus que a Corendon levará, de acordo com dados da ABIH, o gasto médio diário, incluindo hospedagem, sobe para algo em torno de 190 euros por turista (R$ 874). Isto quer dizer que ao longo dos seis meses de operação do voo, estes visitantes deixem aproximadamente R$ 56,6 milhões na economia potiguar”, afirmou o presidente da Fecomércio RN, Marcelo Queiroz.

Contrapartida de 300 mil dólares

Como contrapartida para viabilizar o voo, a Corendon pediu um aporte de 300 mil dólares, que estão sendo utilizados para a divulgação do destino Natal nos mercados em que a companhia atua. Deste montante, 100 mil dólares foram investidos pela Prefeitura de Natal e 200 mil dólares pelo Governo do Estado. De sua parte, a iniciativa privada, além de ter feito todos os contatos, está entrando com tarifas de diferenciadas para os hotéis como forma de viabilizar a parceria.

 “A conquista deste voo é mais uma prova do quão importante é a união das entidades privadas, dos empresários e do Poder Público. Nós começamos este trabalho há dois anos, junto com o então secretário estadual de turismo, Ruy Gaspar, um grande batalhador desse voo, culminando em seguida, com nossa participação na Feira de Turismo da Holanda de 2018, uma iniciativa da ABIH-RN, junto com as prefeituras de Tibau do Sul e Maxaranguape, onde conseguimos viabilizar o stand do RN, e daí a continuidade nas tratativas do voo, além da promoção do destino”, afirmou o presidente da ABIH RN, José Odécio Rodrigues.

“Neste ano, a ABIH-RN organizou uma comitiva com a hotelaria, e entes públicos, e já conseguimos estar presentes em dois locais na Feira: no stand do RN e em um espaço dentro do stand da Corendon, onde houve o lançamento oficial do voo. Fico muito feliz com esta conquista que é fruto do trabalho conjunto de todos nós”, disse Odécio. 

11

Jan

O Prêmio Sesc de Literatura abre na próxima quarta-feira, 9 de janeiro, as inscrições para a edição 2019. Os autores estreantes podem concorrer nas categorias Romance ou Conto, com obras inéditas. Serão aceitos livros destinados ao público adulto e escritos por maiores de 18 anos. As inscrições gratuitas e feitas online vão até o dia 14 de fevereiro. O edital com o regulamento completo pode ser conferido em www.sesc.com.br/portal/site/premiosesc.

O objetivo da premiação é identificar novos escritores, cujas obras possuam qualidade literária para edição e circulação nacional. Os vencedores têm suas obras publicadas e distribuídas pela editora Record, com tiragem inicial de 2 mil exemplares. “O Prêmio Sesc de Literatura promove uma renovação do mercado literário brasileiro ao oferecer uma oportunidade para novos escritores. Desde a sua criação, já teve mais de 12 mil livros inscritos e revelou 27 novos autores”, afirma Henrique Rodrigues, analista de literatura do Sesc.

Reconhecido como uma das mais importantes premiações do gênero no país, o Prêmio Sesc foi criado em 2003 e ganhou importância por ser destinado exclusivamente a novos autores, abrindo as portas do mercado editorial aos estreantes. O processo de curadoria e seleção das obras é criterioso e democrático. Os livros são inscritos pela internet, protegidos por pseudônimos. Ou seja, quem avalia os livros não sabe quem os escreveu.

Na última edição os vencedores foram a carioca Juliana Leite, na categoria Romance com “Entre as mãos”, e Tobias Carvalho, gaúcho, ganhador da categoria Conto, com “As Coisas”. “Há 4 anos, quando comecei a escrever esse romance, a circunstância mais fabulosa que me ocorria, em sonho mesmo, era ganhar o Prêmio Sesc”, declara Juliana, que após a premiação do Sesc, ganhou o Prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA). Já Tobias reforça que “vencer o Prêmio Sesc foi a melhor maneira de começar a carreira literária, com um aval importantíssimo”.

Nos últimos anos os vencedores do Prêmio Sesc de Literatura também se destacaram em outras importantes premiações. Entre eles estão Franklin Carvalho, ganhador com o Romance “Céus e Terra”, em 2016, e vencedor do Prêmio São Paulo de Literatura 2017; a paulista Sheyla Smanioto Macedo, vencedora da edição 2015, com o Romance “Desesterro”, conquistou o Prêmio Machado de Assis 2016. Marcos Peres, com “O Evangelho Segundo Hitler”, vencedor do Prêmio SP de Literatura 2014 na categoria estreantes; e Debora Ferraz, autora do livro “Enquanto Deus não está olhando”, vencedora do Prêmio São Paulo de Literatura 2015.

11

Jan

A fluência em outras línguas é requisito fundamental para alcançar excelência em diversas profissões. Diante disso, o Senac RN oferta cursos de idiomas para os interessados em Inglês, Francês, Italiano, Espanhol, Alemão e Libras.

A Instituição está com matrículas abertas, disponibilizando um total de 4.600 vagas, nos municípios de Natal, Macaíba, Assú e Mossoró. A novidade para este semestre é a abertura de turmas de Inglês na Zona Norte de Natal, na unidade do Senac na região, localizada na Travessa Macaé, 2875, Potengi (próximo ao Partage Norte Shopping).

Os interessados podem realizar matrícula de forma presencial, em qualquer uma das unidades do Senac no Rio Grande do Norte. As aulas iniciam no dia 11 de fevereiro.

Para as pessoas que já possuem conhecimento do idioma desejado, os testes de nivelamento estarão disponíveis a partir do dia 21 de janeiro, por meio do site nivelamento.rn.senac.br. As provas serão realizadas no período de 04 a 07 de fevereiro.

Há 20 anos ofertando cursos de idiomas no Rio Grande do Norte, a Instituição é referência na área, contando com carga horária diferenciada e instrutores certificados internacionalmente. A metodologia utiliza a Abordagem Comunicativa, que privilegia a compreensão e expressão oral e escrita em um contexto real.

“A capacidade de ler, escrever e interagir em inglês é um dos elementos de maior destaque nos pré-requisitos em processos seletivos de grandes empresas e multinacionais. Há muito tempo a habilidade deixou a categoria ‘desejável’ e passou a ser uma condição indispensável, pois representa a oportunidade de um preparo mais qualificado quanto aos estudos e pesquisas acadêmicas e profissionais, além de ampliar os horizontes culturais”, destaca a coordenadora de Idiomas do Senac, Cynthia Rossana.

Os interessados poderão obter informações detalhadas sobre os níveis ofertados e descontos, através do telefone (84) 4005-1000.

11

Jan

Neste sábado (12), às 16h30, o espetáculo “O Oriente em Si”, da Companhia Al Hanna, será a atração do projeto Dançando nas Dunas. Inspirada na pluralidade feminina e na evolução da arte, a companhia levará ao palco a dança do Oriente e do ventre, a partir das músicas tradicionais árabes e fusões com outros estilos musicais.

Na manhã do domingo (13), às 10h, depois de uma temporada fora de Natal, Nil Moura e Gena Leão voltam ao Bosque Encena comoEspaguete & Ferrugem, garantia de riso para todas as idades, num espetáculo que traduz a magia do circo com pitadas de humor e emoção, sem perder de vista a poesia do picadeiro.

Circo, teatro e dança misturados, é assim que a dupla, integrante do Circo Grock, costura a narrativa dessa montagem. A experiência de Nil e Gena nas linguagens artísticas foi construída ao longo da carreira nacional e internacional, o que motivou a inspiração nos palhaços europeus.

Também no domingo, às 16h30, um espetáculo com cheiro de Nordeste é o que o contrabaixista e multi-instrumentista potiguar Sérgio Groove, acompanhado pelo tecladista Eduardo Taufic e baterista Anderson Melo, apresentará no palco do Som da Mata.

“Baião de Todos”, uma homenagem à comida típica Baião de Dois, traz no repertório composições que influenciaram gerações e mantém viva a essência mais pura dessa cultura, entre elas: Feira de Mangaio (Sivuca), Lamento Sertanejo (Gilberto Gil e Domiguinhos), Vem Morena (Luiz Gonzaga e Zé Dantas) e Onde Está Você (Zezum Vinil).

A música nordestina é muito rica pela história, pelos movimentos culturais que envolve todas as classes e de um poder energético grandioso. Esse show garante a tradição, mas também traz um pé na contemporaneidade conquistando diferentes gerações.

Não perca! Os eventos são gratuitos e a entrada no Parque custa apenas 1 real.

11

Jan

Assinaturas digitais e afiliações sustentam a principal esperança de receita das empresas jornalísticas em 2019, segundo 52% dos 200 líderes de mídia em 29 países entrevistados por pesquisa do Instituto Reuters de Pesquisa do Jornalismo divulgada nesta quarta-feira (10). O estudo, Journalism, Media and Technology Trends and Predictions, porém, revela que os obstáculos ao avanço do modelo de monetização via assinantes serão maiores e exigirão muita inovação por parte da indústria jornalística para serem superados. É bem possível, afirma o levantamento, que este e o próximo ano sejam cruciais para a consolidação desse modelo de negócio.

A pesquisa revela que, abaixo da expectativa de faturamento com o pagamento por conteúdo, os publishers apostam nas receitas via publicidade impressa (27%) – que permanece com preços mais elevados do que os anúncios online –, publicidade digital (8%) e doações/crowdsourcing individuais (7%). A publicidade permanece importante, diz Nic Newman, autor da pesquisa, mas o foco principal daqui para frente é mesmo a construção ou o fortalecimento de empresas ao redor de assinatura e doações. “Portanto, o investimento na condução de assinaturas será crítico em 2019, e provavelmente em 2020, para criar um negócio de notícias sustentável”.

As barreiras para a ampliação das carteiras de assinantes começam a surgir na medida em que a oferta dos serviços, vindas de diferentes mídias, chegam de forma precisa e frequente ao grupo de leitores dispostos a pagar por conteúdo, ainda muito pequeno em todo o mundo. "Nossa pesquisa sugere que, na maioria dos países, apenas uma pequena minoria está preparada para investir em assinaturas digitais, com a maioria dos usuários casuais feliz com serviços baseados em publicidade”, diz Newman.

Além disso, as diferentes estratégias de paywall, algumas de maior rigor (como as que colocam sites inteiros atrás de muros), tendem a enfrentar maior resistência do consumidor em 2019. Há ainda outras características desse modelo que podem afugentar assinantes. “Muitas das notícias atualmente publicadas online simplesmente não valem a pena pagar. Algumas delas dificilmente valem a nossa atenção fugaz, quanto mais dinheiro suado”, enfatiza Rasmus Kleis Nielsen, diretor de pesquisa do Instituto Reuters de Pesquisa do Jornalismo, segundo o Nieman Lab.

Kleis Nielsen também afirma que é difícil de prever como os leitores reagirão a uma enxurrada de pop-ups com mensagens do tipo “por favor, assine”. As técnicas que buscam assinaturas, diz, podem acabar irritando ainda mais os consumidores e dando às pessoas outra razão para se afastarem das notícias. Um quadro que favorece a uma outra projeção da pesquisa conduzida por Newman: a adoção crescente de "bloqueadores de assinatura", barrando softwares para download e extensões de navegador que recebem taxas de pagamento limitadas, bloqueando o javascript que os desencadeia. “Forçar os usuários a fazer login para qualquer conteúdo é uma maneira de contornar essa situação, mas isso reduzirá usuários fly-by e a receita publicitária resultante”, alerta Newman.

Fonte: ANJ, disponível em: https://www.anj.org.br/site/component/k2/73-jornal-anj-online/15614-conteudo-pago-e-a-principal-aposta-de-receita-para-os-publishers-em-2019-mas-os-obstaculos-serao-maiores-diz-pesquisa.html

10

Jan

O novo secretário estadual de Educação, Getúlio Marques, expôs nesta entrevista quais serão as prioridades da pasta na gestão da governadora Fátima Bezerra, e falou sobre escola de tempo integral, centros de tecnológicos de ensino e junção das secretarias de Esporte e Cultura com a Educação.

O 96 Minutos é apresentado por mim – Juliska Azevedo – e pelos jornalistas Gustavo Negreiros e Silvio Henrique. O programa vai ao ar de segunda a sexta, entre 12h e 13h36, com um formato dinâmico e recheado de notícias.

10

Jan

Natal receberá, no próximo dia 6 de fevereiro, o curso O Poder da Ação, ministrado pelo Master Coach e PhD Paulo Vieira. O treinamento para empresas e profissionais de qualquer área terá duração de 8 horas, no Centro de Convenções de Natal (Via Costeira). A metodologia tem revolucionado a maneira como as empresas são geridas e como profissionais de várias instâncias realizam suas atividades.

Sobre o curso

O treinamento O Poder da Ação é uma imersão com aplicação de ferramentas práticas, para que os participantes realizem metas pessoais, profissionais e empresariais. Tudo isso através da metodologia do Coaching Integral Sistêmico para organizar, criada pelo próprio Paulo Vieira, que vai acelerar os resultados desejados, agindo de maneira focada, identificando a capacidade de cada um como pessoa e profissional e eliminando os impedimentos para o alcance desses objetivos.

De acordo com o próprio Paulo Vieira, “Não importa se seu objetivo é ousado ou muito fácil de conquistar. O que vai realmente importar é o que de fato você fará para conquistar seu objetivo.” Durante 8 horas, Paulo Vieira propõe a execução de técnicas do seu livro O Poder da Ação com foco em agir certo e massivamente, eliminar distrações, usar foco e comunicar vitória.

Este treinamento é todo fundamentado no livro, que é best-seller, já vendeu mais de 800 mil cópias. O Poder da Ação prossegue há mais de 150 semanas, desde o seu lançamento em 2015, entre os mais vendidos do Brasil no índice da Veja.

Base científica

Todo o curso tem fundamentação teórica em estudos e pesquisas de grandes autores das áreas como Neurociência, Programação Neurolinguística, Psicologia Positiva, Antropologia, Pedagogia e Administração. Entre os pesquisadores de renome internacional referenciados no curso estão: Daniel Goleman; Shawn Achor; James Fowler;  Nicholas Christakis; Amy Cuddy; Adam Grant; Robert Emmons; Michael McCullough; Maciel Losada; Tony Robbins; Fritjof Capra e Brian Greene.

10

Jan

O Twitter removeu na última quarta-feira (9) uma série de contas que satirizavam jornalistas, personalidades e políticos brasileiros. Os perfis em questão postavam notícias verdadeiras e faziam comentários e piadas sobre fatos atuais do país, muitas vezes com nomes semelhantes aos das pessoas satirizadas e, em alguns casos, usando a mesma foto e descrição do perfil. As informações são do Portal Tecmundo.

Segundo o site, a remoção não foi confirmada pela rede social, mas usuários responsáveis pelas contas removidas publicaram sobre o caso na própria plataforma. Eles acusam o Twitter de censura usando hastags como #SátiraNãoÉFake, #CensuraDasParódiasNoTwitter e #CensuraDoTwitter. Como a maioria das contas excluídas é de direita, algumas pessoas defendem que o caso se trata de perseguição política.

Ainda de acordo com o Portal, entre os veículos e jornalistas satirizados estavam nomes como UOL Notícias, Estadão, Jornal Nacional, Globo News, Mídia Ninja e Jovem Pam; já entre políticos e jornalistas estavam Reinaldo Azevedo, Alexandre Garcia, Lauro Jardim, Miriam Leitão e o presidente Jair Bolsonaro.

O presidente recém-empossado, aliás, era não apenas “homenageado” com uma sátira como também seguia alguns dos perfis removidos — o administrador do perfil que satirizada o site do Estadãoafirmou ao próprio jornal paulista que Bolsonaro havia seguido a página pouco antes

Twitter explica

Segundo o Twitter, por trás das remoções de perfis falsos e que podem levar as pessoas ao erro esta a ideia de proteger a experiência do usuário.

“No intuito de proteger a experiência e a segurança das pessoas que utilizam a plataforma, o Twitter tem regras que estabelecem os conteúdos e comportamentos que permitimos. Quando tomamos conhecimento de potenciais violações a essas regras, como conduta de spam ou evasão de suspensão, fazemos uma análise e adotamos as medidas cabíveis de acordo com nossas regras e termos de serviço”, afirmou a empresa em nota.

As regras do Twitter também esclarecem que é considerado ilegal dentro da plataforma quaisquer “interações e comportamentos automatizados de uma conta, bem como tentativas de iludir ou enganar as pessoas”. Ou seja, a possível interpretação da rede é de que tais perfis, que muitas vezes usavam um emoji de ciclone na tentativa de "simular" o selo de conta verificada, não apenas faziam humor, mas tentavam ludibriar os demais usuários.

Alguns perfins continuam ativos

Apesar das remoções acusadas nesta quarta-feira, muitos perfis que satirizam figuras como Ricardo Boechat, Felipe Neto, Jorge Pontual e Andréia Sadi e os veículos G1 e O Globo continuam funcionando normalmente — muitos deles com o emoji do ciclone "simulando" o selo de conta verificada

Fonte: Tecmundo, disponível em: https://www.tecmundo.com.br/redes-sociais/137765-twitter-exclui-perfis-satirizavam-jornalistas-politicos-brasileiros.htm

10

Jan

O Coalition for Better Ads (CBA), convenção anual que se propõe a melhorar a qualidade da publicidade digital, anunciou na última  quarta-feira, 9, a expansão de seus padrões de anúncios para a América Latina, além de Ásia e Pacífico. Eles já valiam desde 2017 nos Estados Unidos e na Europa. A CBA se baseou em uma pesquisa com mais de 66 mil consumidores em todo o mundo para expandir a prática e evitar publicidade digital de má qualidade. As pessoas que participaram, inclusive, sugeriram formatos considerados saudáveis. As informações são do repórter Luiz Gustavo Pacete para o Meio & Mensagem.

De acordo com o texto, a CBA foi criada em 2017 fruto da união de anunciantes e plataformas em busca de tornar a inserção publicitária menos intrusiva. Mais de 25 empresas compõem a CBA, entre elas Google, Unilever, Facebook, Reuters, The Washington Post, Omnicon, P&G, Microsoft, Publicis e também a Associação Brasileira de Anunciantes (ABA). “Os consumidores em todo o mundo deram uma mensagem clara para a indústria de anúncios online sobre perturba a experiência on-line”, disse Stephan Loerke, CEO da Federação Mundial de Anunciantes, em comunicado.

Segundo informações da matéria, Renato Girard, diretor de operações do IAB Brasil reforça o esforço local em se ajustar às normas. “Nossa associação e os seus membros trabalharam para melhorar o ambiente de publicidade on-line para os consumidores no Brasil”, disse reforçando que as expansões dos padrões de anúncios proporcionarão um impulso adicional para avançar ainda mais neste importante trabalho.”

O programa de melhor experiência de anúncios da CBA certifica que os anúncios publicados por seus membros estejam de acordo com o que se estabeleceu de experiência positiva para o consumidor. Cerca de 70 plataformas em 27 países já estão enquadradas. O Google, um dos membros fundadores do projeto, ressaltou em nota que “os padrões da CBA são um grande passo adiante para nossa indústria. Esse é o primeiro conjunto de anúncios desenvolvido com base na opinião de milhares de consumidores sobre a experiência que eles têm on-line. Como membros da CBA, vamos aderir ao padrão e o filtro do Chrome aplicará as orientações da CBA”, diz a empresa.

Desde 15 de fevereiro do ano passado, por exemplo, a nova versão do Google Chrome nos Estados Unidos, Canadá e Europa vem com um bloqueador de anúncios embarcado. Apesar de, na prática, tratar-se de um “adblock”, a empresa prefere chamar a funcionalidade de “white filter” já que ele bloqueia apenas determinados tipos de anúncios considerados intrusivos e permite quatro formatos para o desktop e oito para o mobile previamente estabelecidos.

Os esforços da CBA são uma resposta à constatação de que os consumidores estão cada vez mais incomodados com formatos de publicidade intrusiva. Uma pesquisa global da Ipsos Public Affairs, feita em 23 países com 18,2 mil pessoas, de 16 a 64 anos, nos meses de setembro e outubro de 2017, apontou que 75% dos entrevistados dizem que anúncios na internet são irrelevantes. No Brasil, o percentual é de 65%.

Fonte: Meio & Mensagem, disponível em: http://www.meioemensagem.com.br/home/midia/2019/01/10/publicidade-digital-seguira-novas-regras-na-america-latina.html

10

Jan

O Instituto Metrópole Digital (IMD) junto com o Núcleo de Pesquisa em Alimentos e Medicamentos (NUPLAM), torna público o edital de Seleção para ocupação de vagas do Programa de Residência em Tecnologia da Informação. O Programa tem como objetivo qualificar profissionais graduados através de atividades de capacitação para inseri-los em ambientes e projetos reais de tecnologia da informação.

As seleções se darão por meio de duas etapas eliminatórias. A primeira será uma prova de conhecimentos específicos, onde os candidatos serão avaliados de uma maneira generalizada, e a segunda etapa, uma prova prática onde serão avaliadas as competências técnicas dos candidatos.

As inscrições encerram no dia  14 de janeiro e podem ser feitas através do preenchimento do Formulário de Inscrição, disponibilizado no SIGAA, além do pagamento da taxa no valor de R$ 100. Para mais informações, acesse o edital.