Comunicação, educação, mercado e turismo!

Um blog com assuntos diferentes e com a marca da credibilidade, que traz tendências, novidades do mundo corporativo, do universo da tecnologia e mídias sociais, do setor de educação e do mercado publicitário. E como ninguém é de ferro, tem ainda lazer, cultura e turismo! Fale com a gente pelo e-mail juliska.azevedo@gmail.com. Acompanhe a gente também no Instagram e Facebook, no @blogdajuliska.

18

Mar

Em Natal, uma escola de idiomas convoca pessoas para, literalmente, embarcar em um desafio: quase uma semana a bordo de um cruzeiro de luxo sem falar uma palavra sequer em Português. Aliás, em alto mar, só o Inglês será aceito. O embarque está marcado para o dia 30 de novembro, em Recife (PE), com um investimento de R$ 3 mil, valor que pode ser dividido em até 10 vezes.

“Nós queremos que as pessoas façam uma verdadeira imersão no Inglês. E para isso é preciso se distanciar da língua materna. Em alto mar, a pessoa vai estar distante da nossa terra, o que vai facilitar que ela fale o que estamos trabalhando. Com qualquer um no navio, independente do idioma que ele entenda, quem for com a gente vai ter que falar em Inglês”, explica Andy Pessoa, professor da escola Inglês Aplicado.

Várias atividades serão desenvolvidas a bordo do navio até o desembarque em Salvador (BA), no dia 4 de dezembro. “Por exemplo, haverá um integrante de nossa turma que vai ser o responsável por pedir a comida de todo mundo. Então, em Inglês terá de perguntar o prato de cada um. E em Inglês fazer o pedido. Se essa pessoa errar, alguém vai ficar insatisfeito”, brinca o professor.

A ideia de levar alunos de Inglês para trabalhar o idioma em um cruzeiro é inédita. “Pesquisei muito, e não encontrei uma ação dessas feita por outra escola”, diz Andy Pessoa. Todo ano, ele viaja com alunos para Londres. “Assim, a gente aproveita algo prazeroso para todo mundo, que é viajar, para aperfeiçoar a nova língua”, conclui. 

18

Mar

O Troféu Cultura promoverá uma cerimônia para entrega do Prêmio Noilde Ramalho, da Medalha ao Mérito Djalma Marinho e do Troféu Cidade Cultural a pessoas, instituições e gestores destacados que colaboraram com a educação e a cultura no Rio Grande do Norte durante o ano de 2018.

A solenidade acontecerá no auditório da Federação das Indústrias do Estado do RN (Fiern), nesta quinta-feira, dia 21 de março. A entrega das honrarias terá início às 19h30, com encerramento às 21h, quando será aberto um coquetel para os homenageados.

As homenagens integram a programação da 15ª edição do Troféu Cultura, que este ano acontece mais uma vez no palco do Teatro Riachuelo, no próximo dia 2 de abril, com acesso gratuito às várias apresentações culturais e a entrega dos troféus aos artistas vencedores das 14 categorias.

“Os artistas são sempre os protagonistas da festa. Mas sempre é bom lembrar quem está por trás de muitas ações e projetos culturais, sem falar no desenvolvimento educacional que é também uma maneira de formar plateia”, frisou o idealizador do Troféu Cultura, Toinho Silveira.

Serão homenageados pelo Prêmio Noilde Ramalho: CEI Zona Sul; Cláudia Santa Rosa; Colégio Ciências Aplicadas; Complexo Educacional Noilde Ramalho – ED/HC; Edvaldo Balduíno Bispo; Escola Estadual Hegenebispo; Escola Estadual Winston Churchill; Over Colégio e Curso; Professora Eleika Bezerra; Sebrae – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas; Senai – Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial; Unifacex; Uninassau Natal.

Vão receber medalha ao mérito Djalma Marinho: Amaro Sales; Amaury Júnior; Canindé Gosson; Comjol; Corangelis; Cosern; Cristiano Félix; Ítalo Mitre de Lima; Laumir Barreto; Linus Lerner; Marcelo Queiroz; Maria Paula Rabelo; Robinson Faria; Sônia Santos; Unimed; Vila Galé – Touros.

O Troféu Cidade Cultural vai para: Prefeitura de Assu; Prefeitura de Mossoró; Prefeitura de Natal; Prefeitura de Parnamirim; Prefeitura de São Gonçalo do Amarante; Prefeitura de Tibau do Sul.

Foto: Kalina Veloso

18

Mar

O Programa “Nosso Som nas Escolas” tem como objetivo valorizar e difundir o trabalho dos artistas potiguares para as novas gerações, facilitando a articulação entre esses artistas e as instituições de ensino médio e fundamental, fortalecendo a conexão da música com a escola. 

Além dos pocket shows, realizados em escolas da capital nos anos de 2017 e 2018, o programa está lançando duas outras formas de integração entre os alunos e a música potiguar: os concursos de redação e poesia.

No concurso de redação, poderão participar estudantes regularmente matriculados, no ensino fundamental ou médio, de escolas públicas do município do Natal. Os trabalhos concorrentes deverão obedecer ao gênero textual dissertativo-argumentativo e ao tema “Música Potiguar – Nosso Som Tem Valor”. Já o concurso de poesia terá tema livre, e poderão participar estudantes regularmente matriculados, no ensino fundamental ou médio, de escolas públicas ou privadas do município do Natal.

Os concursos serão realizados em duas etapas, sendo a primeira realizada pelas escolas, que promoverão a realização dos trabalhos pelos seus alunos e selecionarão até dois trabalhos por categoria. A segunda etapa será realizada pelo programa Nosso Som Nas Escolas, que promoverá através de uma comissão julgadora, em parceria com a Conexão Enem Natal, a avaliação dos trabalhos recebidos.

As inscrições de trabalhos para os dois concursos poderão ser realizadas pelas escolas entre os dias 10 e 20 de abril, por meio de download dos formulários no site www.greenpoint.natal.br e envio dos formulários preenchidos, em formato PDF, para o e-mail concursosnse@gmail.com .  O resultado será divulgado no mesmo site até o dia 20 de maio de 2019.

Serão premiados os três primeiros lugares de cada categoria. Na categoria redação o 1° lugar receberá um laptop + certificado, o 2° lugar receberá um tablet + certificado e o 3° lugar receberá um eReader + certificado. 

Na categoria poesia, o 1° lugar terá a poesia musicada e gravada por um artista potiguar + certificado, o 2° lugar receberá um bolsa de estudos para o segundo semestre de 2019 (na categoria canto ou instrumento musical) na Escola 4 por 4 Música Arte e Cultura + certificado, e o 3° lugar receberá um certificado de premiação e reconhecimento. 

Além disso, o professor orientador do 1° lugar de cada categoria será premiado com um eReader, e as escolas dos três primeiros lugares receberão certificados de premiação e reconhecimento.

Os concursos de redação e poesia, realizados pela Green Point em parceria com a Dois.a Publicidade, contam com o patrocínio da Prefeitura do Natal,  Hospital do Coração e Colégio CEI Romualdo Galvão, por meio da lei de Incentivo à Cultura Djalma Maranhão, e com o apoio cultural da Conexão Enem Natal e da Escola 4 por 4 Música Arte e Cultura.

As premiações e entregas dos certificados de todas as categorias ocorrerão em cerimônia a ser realizada no Parque das Dunas, por ocasião do show de encerramento do Projeto Nosso Som nas Escolas – edição 2018, em data a ser confirmada pelos organizadores do projeto.

18

Mar

Os veículos de placas automotivas com terminação 3 e 4 estão com o vencimento da taxa de licenciamento programado para esta quarta-feira (20) e quinta-feira (21), respectivamente. Pelos números do Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) aproximadamente 264 mil automóveis devem efetuar o pagamento nessas datas, equivalendo a 20,34% de toda a frota cadastrada no Estado.

O valor correspondente a taxa de licenciamento de veículos é de R$ 90,00 independente do ano, modelo ou categoria do automóvel. A taxa no Rio Grande do Norte é uma das menores cobradas nos estados do país, perdendo apenas para o Maranhão e o Paraná. Ela também é o único tributo referente aos veículos cuja arrecadação é de responsabilidade do Detran, e os valores angariados são utilizados na manutenção física das instalações do Órgão e nas ações de trânsito empreendidas pela Instituição no estado.

Como este ano o Detran inovou deixando de enviar o carnê físico com as taxas e tributos veiculares, os proprietários de veículos automotores devem emitir o boleto digital escolhendo uma das possibilidades de emissão: Pelo site ou aplicativo para smartphone do Detran; nas agências do PágFácil; e para clientes do Banco do Brasil, diretamente nos caixas eletrônicos ou guichê da agência bancária.

No site do Detran o processo de emissão dos boletos é simples, basta que o usuário vá até o endereço eletrônico da instituição digitando www.detran.rn.gov.br. Com a página aberta, o cidadão clica no ícone “Consulta de veículos e boletos”. Logo em seguida é mostrada uma página onde é possível digitar a numeração da placa e do Renavam do veículo a ser consultado. Dessa forma é possível ter acesso ao ambiente online onde fica disponível os boletos referentes a taxa de licenciamento, IPVA e DPVAT, além de possíveis débitos de infrações de trânsito relacionadas ao veículo consultado.

Um outro ponto positivo é a possibilidade do proprietário pagas as taxas no banco de sua escolha. É só clicar no imposto que deseja efetuar o pagamento, e imediatamente é aberta uma nova tela com as opções de emissão de boleto direcionado ao Banco do Brasil ou as demais instituições bancárias.

O cidadão ainda pode baixar o aplicativo “Detran-RN”, que ao cadastrar seu veículo terá ao alcance das mãos todos os débitos lançados, como também as informações do automóvel, agendamento de serviços do Detran, além de endereços, telefones e outras informações ligadas ao Departamento de Trânsito. Ainda se preferir, os pagamentos das taxas podem ser feitos direto nas agências PágFácil, bastando informar ao atendente a placa do veículo.

18

Mar

Após o recente lançamento do single “Estrondo”, que abriu o repertório do próximo disco, a banda Plutão Já Foi Planeta lança hoje nas principais plataformas digitais uma nova versão de “Mesa 16”, em parceria com o duo Sax In The House. O remix traz a união perfeita entre a voz marcante de Natália Noronha e os beats característicos do Sax In The House, e promete agitar as pistas das baladas, não só em Natal, mas em todo o país.

Para Gabriel, do Sax In The House a parceria tem tudo para agradar aos fãs: “Quando surgiu à ideia de produzir uma nova versão (eletrônica) de Mesa 16 perguntamos ao pessoal do Plutão o que eles achavam, e desde o início eles foram muito receptivos à ideia e muito solícitos, abraçaram a produção, tanto que o resultado está incrível. Acho que Mesa 16 Remix vai agradar a pista dos shows do Sax in The House e também do Plutão”.

Sapulha, também não economizou elogios à parceria: “Foi uma experiência incrível gravar com o Sax in The House. Primeiro por ter sido algo que nunca fizemos, com música eletrônica. É sempre bom mudar os ares, sair da zona de conforto. Também é sempre bom conhecer e trabalhar com artistas que nunca tínhamos convivido antes. Você começa a enxergar coisas que não enxergava antes, e a energia dessa dupla também é maravilhosa”.

Além do remix, a banda gravou também em Natal o clipe desta nova versão, que será lançado em breve no canal do Youtube.

Foto:Diego Marcel 

18

Mar

Procuradores públicos federais dos Estados Unidos estão conduzindo uma investigação criminal sobre os acordos quanto a dados que o Facebook assinou com algumas das maiores empresas mundiais de tecnologia, informou o jornal The New York Times, em reportagem reproduzida no Brasil pela Folha de S.Paulo. O inquérito reforça o escrutínio sobre as práticas de negócios do gigante mundial das redes sociais, no momento em que a empresa tenta se reerguer depois de um ano de escândalos e revezes, relatou o diário norte-americano.

Um júri de instrução em Nova York intimou pelo menos dois grandes fabricantes de smartphones e outros aparelhos a entregar documentos, de acordo com duas pessoas informadas sobre as solicitações, e que pediram que seus nomes não fossem divulgados por estarem discutindo assuntos jurídicos confidenciais. As duas empresas, informou o The New York Times. tinham parcerias com o Facebook, o que lhes dava acesso amplo a informações pessoais sobre centenas de milhões de usuários da rede social.

As companhias estão entre as mais de 150, entre as quais Amazon, Apple, Microsoft e Sony, que tinham acordos de compartilhamento de dados com a plataforma dominante de mídia social do planeta. Os acordos, noticiados anteriormente pelo The New York Times, permitiam que elas tivessem acesso às listas de amigos dos usuários do Facebook, às suas informações de contato e a outros dados, às vezes sem o consentimento dos usuários. O Facebook encerrou a maior parte dessas parcerias, nos dois últimos anos.

"Estamos cooperando com os investigadores, e encaramos esses inquéritos com seriedade", afirmou um porta-voz do Facebook em comunicado. "Demos depoimentos públicos, respondemos a perguntas e assumimos o compromisso de continuar a fazê-lo".

Não está claro, segundo o The New York Times, quando o inquérito do júri de instrução, supervisionado por procuradores públicos do distrito federal leste de Nova York, começou, ou qual é exatamente o seu foco. O Facebook já está sendo investigado pela Comissão Federal do Comércio (FTC) e pela SEC (Securities and Exchange Commission), agência federal que regulamenta os mercados de valores mobiliários dos Estados Unidos.

A divisão de fraude financeira do Departamento da Justiça americano começou a investigar a empresa depois que surgiu a informação de que a consultoria política Cambridge Analytica havia obtido indevidamente os dados de 87 milhões de usuários do Facebook, e os usado para criar ferramentas que ajudaram na campanha de eleição do presidente Donald Trump em 2016. A investigação sobre a Cambridge Analytica continua ativa e está sendo conduzida por procuradores federais do distrito norte da Califórnia.

Anúncios banidos

O Facebook envolveu-se em outra situação nesta semana que, se não é motivo para uma investigação criminal, é sem dúvida uma afronta aos princípios de liberdade de expressão dos Estados Unidos e uma amostra do poder das empresas de tecnologia. Na sexta-feira (8) da semana passada, a senadora democrata Elizabeth Warren defendeu a divisão da Amazon, Google e Facebook, como parte de uma mudança estrutural no setor de tecnologia para promover a concorrência. A parlamentar aspira uma candidatura à presidência norte-americana, em 2020, e essa tese estaria em suas propostas.  

A senadora, que não citou a Apple – um erro, segundo alguns analistas –, disse que as empresas compraram potenciais concorrentes, como ocorreu quando o Facebook adquiriu o Instagram. "Elas destruíram a concorrência, usaram nossas informações privadas para lucrar e viraram o campo de jogo contra todos os outros. E, no processo, elas prejudicaram os pequenos negócios e sufocaram a inovação", afirmou.

A democrata disse que nomeará reguladores para desfazer negócios como as aquisições do WhatsApp e Instagram, pelo Facebook; da Whole Foods e Zappos, pela Amazon; e do Waze, Nest e DoubleClick, pelo Google. Somente o Facebook adquiriu pelo menos 79 outras empresas nos últimos anos, a maioria com sede nos Estados Unidos. Para estabelecer um precedente, a senadora afirmou que "a América tem uma longa tradição de desmembrar empresas quando elas se tornaram muito grandes e dominantes".

O professor de direito da Universidade de Nova York e especialista em antitruste, Harry First, entretanto, acha essa interpretação é questionável. "Dizer que há uma longa tradição disso seria caridade", disse First. "Houve algumas grandes dissidências baseadas em violações das leis antitruste. Você tem a American Tobacco, a Standard Oil, a AT&T, mas ao longo do tempo, não tantas mais, pois é muito difícil de fazer."

Michael Pachter, da Wedbush Securities, disse que a dificuldade da proposta provavelmente seria política. "Se o Congresso modificar as leis antitruste, talvez isso possa acontecer, mas essa é uma possibilidade remota e é improvável que seja uma alta prioridade para a Câmara ou para o Senado", disse Pachter. "[É] tão provável quanto o México pagar pelo muro de Trump", comparou.

Inicialmente, o Facebook não quis nem esperar o debate ganhar fôlego. Depois das declarações da Elizabeth Warren, a rede social simplesmente baniu anúncios da senadora, nos quais ela cita seus planos, alegando violação de suas regras. O site Politico denunciou a manobra. Um representante do Facebook disse à página noticiosa que a empresa removeu os anúncios, porque violaram políticas contra o uso de nosso logotipo corporativo", mas que os restauraria "com o objetivo de permitir um debate sólido".

A senadora, depois, publicou no Twitter: "Curioso por que eu acho que o FB tem muito poder? Vamos começar com a capacidade de encerrar um debate sobre se o FB tem muito poder. Obrigado por restaurar meus posts. Mas eu quero um mercado de mídia social que não é dominado por um único censor. #BreakUpBigTech".

Risco de multa no Brasil

No Brasil, o Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), órgão da Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça (Senacon), instaurou dois processos contra o Facebook. O primeiro refere-se ao compartilhamento indevido de dados de usuários extraídos da plataforma Facebook Login, por intermédio de um aplicativo. O fato que teria atingido inúmeros consumidores brasileiros e beneficiado a consultoria Cambridge Analytica. 

A empresa é acusada de ter usado os dados pessoais de 87 milhões de usuários do Facebook sem o prévio consentimento. Também vendeu informações dos usuários do Facebook para montar o perfil do eleitorado na campanha de Donald Trump à presidência dos EUA, em 2016.

O segundo processo refere-se à atuação de hackers, que teriam invadido contas de usuários brasileiros cadastrados na Plataforma Facebook e coletado dados pessoais, tais como nome, e-mail, número de telefone, locais visitados e buscas realizadas pela internet. Nos processos, foram arroladas a matriz do Facebook nos Estados Unidos — Facebook Inc. — e sua filial no Brasil, a Facebook Serviços Online do Brasil Ltda.

Segundo nota publicada pelo Ministério da Justiça, o Facebook terá o prazo de 10 dias para apresentar sua defesa administrativa. Caso a empresa não responda aos questionamentos no prazo estipulado ou haja indícios de violação de direitos dos consumidores, o órgão de defesa do consumidor do Ministério da Justiça poderá instaurar processo administrativo e a empresa poderá ser condenada ao pagamento de multa

Além da instauração dos dois processos, o DPDC notificou o Facebook a prestar esclarecimentos em um terceiro caso, no qual estaria usando aplicativos para coletar dados sensíveis dos seus usuários, tais como ciclo menstrual e frequência cardíaca.

Procurado, o Facebook informou, em nota, que "está à disposição para prestar esclarecimentos ao Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor".

Fonte: ANJ, disponível em: https://www.anj.org.br/site/component/k2/73-jornal-anj-online/17504-facebook-e-investigado-criminalmente-por-compartilhamento-de-dados-com-empresas.html ​​​​​​​

18

Mar

A Assessoria Acadêmica do Centro de Tecnologia (CT) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) está com vagas abertas para bolsistas de apoio técnico e administrativo. As inscrições para o processo seletivo abrem hoje, dia 18 de março, e seguem até o dia 24 de março.

São oferecidas duas vagas destinadas para estudantes regularmente matriculados nos cursos de Bacharelado em Tecnologias da Inovação e Engenharias. Para se inscrever, o interessado deve enviar os documentos listados no edital para o e-mail selecao_academica@hotmail.com.

A seleção será feita com base em análise dos documentos e currículo dos candidatos e entrevista. O resultado final será divulgado no dia 26 de abril, no site do CT.

Os bolsistas selecionados atuarão durante seis meses na criação de um software com desenvolvimento de interface com usuário, voltado para registro, acompanhamento e geração de dados para relatórios.

18

Mar

A TV Universitária (TVU), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), abriu nesta sexta-feira, 15, inscrições para o processo seletivo de bolsistas dos cursos de Jornalismo e Comunicação Social – Habilitação em Jornalismo para atuarem na área jornalística da TVU.

As inscrições devem ser feitas por meio do preenchimento deste formulário e podem ser realizadas até o dia 22 de março. A seleção será feita em três etapas: simulação de trabalho em uma redação, no dia 25 de março, prova prática de TV composta por um teste de vídeo em estúdio, no dia 28 de março, e, por último, uma entrevista com os aprovados nas duas primeiras fases, no dia 2 de abril.

Para ter acesso ao edital com todas as informações do processo seletivo, acesse este link.

18

Mar

O Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social (PPGAS) e o Programa de Pós-Graduação em Estudo da Mídia (PPGEM), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), promovem, nos dias 20, 21 e 22 de março, no Instituto Ágora, o curso de curta duração Cinema e Transformação social: a comunidade como protagonista da história.

O curso de curta duração tem a carga de 15 horas e poderá ser revertido em um crédito para alunos da PPGAS. Ele será ministrado pelos protagonistas do Projeto Por Telas.

O Por Telas é um projeto social sem fins lucrativos que busca proporcionar a democratização do acesso à produção audiovisual através de oficinas de formação, além do acesso a bens culturais, tudo de forma gratuita, para jovens e adultos de comunidades carentes. Para inscrições e informações complementares, acesse a página do curso no Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (Sigaa).

16

Mar

Viajar para o Brasil durante o mês de abril saindo de João Pessoa ao invés de Natal representa uma economia de 22,5% na hora da aquisição das passagens aéreas. É o que mostra um levantamento feito pelo site Agora Eu Voo, especializado em barganhas de viagens, que foi publicado ontem (15). Em algumas datas, a diferença chega a ser de 112%, ficando o trecho R$ 359 mais barato. 

O Agora Eu Voo simulou, quarta e quinta-feira (13 e 14), viagens nos 30 dias do mês de abril para São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador e Brasília, destinos para os quais Natal e João Pessoa possuem voos regulares diretos. Foram 240 simulações ao todo a partir das duas cidades. A capital federal é a que custa menos saindo da Paraíba: as passagens são em média 26,9% mais baratas. 

São Paulo é a única cidade para a qual, em todos os 30 dias do mês, custa menos viajar por João Pessoa. As passagens são 23,6% mais baratas. Para o Rio de Janeiro, em 72% do mês, a saída pela Paraíba é 17,2% mais em conta. Apesar de Salvador fugir a regra e ter, na maioria das datas, passagens mais baratas a partir de Natal, é para lá que está a maior diferença. Em 14 de abril, por exemplo, o trecho está 112% mais caro, R$ 677 de Natal contra R$ 498 de João Pessoa. 

Responsável pelo Agora Eu Voo, o jornalista Octávio Santiago conta que, apesar da diferença, o número de voos com saídas de Natal é superior ao de João Pessoa. “Essa questão não está ligada, portanto, a quantidade de decolagens. O Governo do Estado reduziu o ICMS sobre o querosene de aviação, mas a contrapartida social não aconteceu e a Lei da Oferta e Procura é quem dita os preços”, diz ele. 

O levantamento também sugere diálogo com as companhias aéreas. Como justifica Octávio, a Latam realiza voos diários diretos de Natal e de João Pessoa para Brasília. Porém, em datas como 26 e 27 de abril, o de Natal custa R$ 587 e o de João Pessoa apenas R$ 316: 46% de diferença. “É preciso que a companhia explique a razão para tamanha discrepância”, sugere o jornalista, que lembra: “se é mais caro para sair, também é para chegar, o que atrapalha a vinda de turistas”.