Comunicação, educação, mercado e turismo!

Um blog com assuntos diferentes e com a marca da credibilidade, que traz tendências, novidades do mundo corporativo, do universo da tecnologia e mídias sociais, do setor de educação e do mercado publicitário. E como ninguém é de ferro, tem ainda lazer, cultura e turismo! Fale com a gente pelo e-mail juliska.azevedo@gmail.com. Acompanhe a gente também no Instagram e Facebook, no @blogdajuliska.

4

Abr

A Câmara Municipal de Natal debaterá o preço do Gás Natural Veicular (GNV) praticado em Natal na próxima sexta-feira, 05, a partir das 9h, no Plenário Érico Hackradt. Por proposição do vereador Dickson Júnior (PSDB), a Audiência Pública contará com a participação de órgãos públicos, sociedade de economia mista, empresários instaladores do kit gás, revendedores de combustiveis e representantes dos segmentos que trabalham com o combustível.

“Fomos provocados por usuários, que reclamam que nosso GNV é um dos mais caros de todo o Brasil e que são revoltados pelo alto valor do investimento no kit gás. Já tivemos conversas iniciais com distribuidora, revendedores, entidades representativas e todos têm passado suas situações. Por isso queremos contribuir para tentar melhorar os valores deste combustivel, saindo com encaminhamentos para esse problema que prejudica usuários, mas também empresarios”, ressalta Dickson. 

Foram convidados representantes da Agência Reguladora de Serviços Públicos (Arsep), Companhia Potiguar de Gás (Potigás), Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do RN (Sindipostos/RN), Sindicato dos Taxistas, Associação dos Motoristas Autônomos por Aplicativos (AMAPP/RN), Detran/RN, entre outros. Segundo informações da Potigás, 80% da composição do preço do combustível é da Petrobras. 

4

Abr

O Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac RN) promoveu, na manhã de ontem (03), café da manhã no Hotel-Escola Senac Barreira Roxa, onde recepcionou o aluno do curso de Garçom, Gustavo Almeida.

O jovem de 19 anos foi selecionado para representar o Brasil na categoria “Serviços de Restaurante”, na Worldskills Kazan 2019, considerada a olimpíada mundial das profissões. O evento ocorrerá na cidade russa de Kazan, no mês de agosto.

O vice-presidente da Fecomércio, Itamar Manso, destacou a importância do Programa Senac de Gratuidade (PSG), para democratização do acesso ao ensino. “Quando vemos um aluno do nosso PSG, como é o caso do Gustavo, conseguir um nível tal elevado de qualificação temos a certeza de que estamos no caminho certo na promoção de oportunidades voltadas às pessoas de baixa renda, onde investimos quase 70% de nossa renda compulsória”, afirmou.

Para o estudante potiguar, o curso de Garçom no Senac, no início de 2018, abriu seus horizontes profissionais. “Eu não imaginava a dimensão das habilidades deste profissional. Às vezes, as pessoas pensam que se trata apenas de alguém segurando uma bandeja, mas é um universo extremamente rico e com diversas possibilidades. Eu me encontrei profissionalmente e tenho aproveitado todas essas oportunidades, que estão mudando a minha vida”, disse.

Sobre a competição na Rússia, Gustavo Almeida destaca que permanece focado e que buscará colocar em prática todos os conhecimentos que adquiriu. “Seguiremos com a preparação e estamos confiantes que iremos fazer bonito em Kazan, mostrando a qualidade do Senac e do povo nordestino”, finalizou.

O potiguar vem se preparando, desde fevereiro de 2018, com acompanhamento da sommelier e especialista do Senac RN, Eliane Soares. Ele passa por uma intensa rotina de preparação, com 8h diárias de dedicação às atividades práticas e estudos teóricos.

As provas pelas quais ele já participou testam habilidades técnicas do serviço do garçom, bartender, sommelier e barista, em ambientes que simulam situações reais, com clientes, onde os competidores precisaram colocar em prática o conhecimento adquirido ao longo do treinamento.

Organizada pela WorldSkills International – entidade que trabalha, desde 1950, para o desenvolvimento e a excelência das ocupações técnicas, a Worldskills 2019 reunirá competidores de países e regiões das Américas, Europa, Ásia, África e Pacífico Sul.

 

4

Abr

Estudantes que têm dívidas com o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) poderão solicitar a renegociação dos valores devidos entre os dias 29 de abril a 29 de julho. O prazo foi divulgado hoje (3), em portaria do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia do Ministério da Educação (MEC) responsável pel execução do programa. 

As regras para a renegociação foram divulgadas no ano passado. Podem ser renegociados os contratos com atraso no pagamento de pelo menos 90 dias e que ainda estiverem no período de amortização e não tenham sido alvo de ação judicial pelo agente financeiro. A medida vale para os contratos de financiamentos concedidos até o segundo semestre de 2017.

Os contratantes do Fies terão duas opções: o reparcelamento, que permite estender o prazo de pagamento da dívida para até 48 parcelas mensais, além de incluir os estudantes com contratos mais antigos na campanha de renegociação; e o reescalonamento, que possibilita diluir os valores em atraso nas parcelas a vencer.

Para isso, deverá ser paga uma parcela de entrada, em espécie, correspondente ao maior valor entre 10% do valor consolidado da dívida vencida e R$ 1 mil. O valor da parcela mensal de amortização resultante da renegociação não poderá ser inferior a R$ 200, mesmo que implique a redução do prazo remanescente contratual.

O estudante financiado interessado em renegociar a dívida com o Fies deverá apresentar-se na agência bancária onde firmou o contrato, com um ou mais fiadores, cuja renda não poderá ser menor do que o dobro do valor da nova prestação calculada, respeitando o tipo de garantia contratada.

Fonte e Foto: Agência Brasil, disponível em: http://agenciabrasil.ebc.com.br/educacao/noticia/2019-04/estudantes-poderao-renegociar-divida-do-fies-partir-de-29-de-abril

4

Abr

A Biblioteca Central Zila Mamede (BCZM), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), convida a comunidade acadêmica para participar do III Concurso de Fotografias, com o tema: Das Coleções às Conexões: BCZM, 60 Anos Disseminando Saberes

O concurso é parte das comemorações alusivas aos 60 anos da BCZM, que acontecerão durante todo o ano de 2019, mostrando o quanto a BCZM e o seu Sistema de Bibliotecas (Sisbi) cresceu e se faz presente na Universidade.

São consideradas pertinentes as fotos que retratam o cotidiano do usuário na biblioteca e a interação deste com os diversos materiais informacionais disponibilizados na BCZM e também nas unidades do Sisbi espalhadas pelo estado. Também serão consideradas imagens referentes à história da BCZM, desde que contenham o necessário traço autoral.

As inscrições poderão ser realizadas até o dia 14 de abril. Para mais informações, consultar o regulamento com todas as orientações para a inscrição.

4

Abr

O Centro Pulitzer está com inscrições abertas para o programa de bolsa Persephone Miel, que oferecerá US$ 5 mil para jornalistas realizarem um projeto de reportagem com foco em uma crise global a partir de seus países de origem. Os candidatos não podem morar nos Estados Unidos e devem ser proficientes de inglês. Mulheres e profissionais de países em desenvolvimento são encorajados a participar. As inscrições podem ser feitas até 15.abr.2019 no site

Podem participar da seleção jornalistas, escritores, fotógrafos, produtores de rádio ou cineastas. Não é necessário estar empregado em um veículo de mídia para se inscrever. Mais informações, como as propostas escolhidas em anos anteriores, estão disponíveis na descrição da bolsa.

A seleção será feita com base no potencial do tema proposto e no histórico de trabalho do candidato. O Centro Pulitzer busca projetos que explorem problemas sistêmicos dos países de origem dos inscritos e que ofereçam uma visão abrangente sobre o tema.

4

Abr

O número de microempreendedores individuais (MEIs) no país ultrapassou neste ano a marca de 8 milhões, fechando março com 8.154.678 cadastros, segundo dados do Portal do Empreendedor do governo federal. Nos últimos 5 anos, desde o período pré-recessão, o número de MEIs no país já cresceu mais de 120%. Somente nos 3 primeiros meses do ano, o Brasil ganhou 379 mil novos microempreendedores individuais.

O programa, que em 2019 completa 10 anos, foi lançado para incentivar a formalização de pequenos negócios e de trabalhadores autônomos como vendedores, doceiros, manicures, cabeleireiros e eletricistas, entre outros, a um baixo custo. Mas, com a crise do mercado de trabalho e aumento do trabalho por conta própria, tem se transformado também em opção de ocupação temporária, de “bico” ou do chamado “empreendedorismo por necessidade”.

Segundo os números do IBGE, o desemprego atinge atualmente mais de 13 milhões de brasileiros, o que tem contribuído para o aumento do número recorde de trabalhadores por conta própria, categoria que inclui os MEIs. No trimestre encerrado em fevereiro, eram 23,8 milhões de trabalhadores nessa situação.

Atividades em alta

Os serviços de entrega rápida estão entre as atividades de MEIs em alta e com a maior expansão no número de registros nos últimos meses, segundo levantamento do Sebrae. Nos últimos 15 meses, foram mais de 36 mil novos cadastros nesta categoria, elevando para 91 mil o número de MEIs que atuam nesta atividade.

As atividades que mais crescem, segundo o Sebrae, são as relacionadas a vendas e marketing direto, serviços de beleza, serviços domésticos, transportes e pequenos reparos.

As categorias com maior acréscimo de registros de MEIs nos últimos 15 meses são: Promoção de vendas (+59.538 registros); Cabeleireiros, manicure e pedicure (+43.695 registros); Serviços domésticos (+39.630 registros); Preparação de documentos e serviços especializados de apoio administrativo (+36.321 registros); Serviços de entrega rápida (+32.660 registros); Obras de alvenaria (+26.838 registros); Atividades de ensino (+23.616 registros); Treinamento em desenvolvimento profissional e gerencial (+19.213 registros); Apoio e assistência a paciente no domicílio (+19.071 registros); Transporte rodoviário de carga (+18.025 registros); Fornecimento de alimentos (+11.249 registros); Serviço de táxi (+8.619 registros).

Atualmente, são mais de 500 atividades permitidas para o registro de MEI. Além da atividade principal, o microempreendedor pode registrar até 15 ocupações para atividades secundárias. Os profissionais do setor de beleza, vendedores do ramo de vestuário, pedreiros e pequenas lanchonetes lideram a lista de atividades com o maior número de microempreendedores, segundo o levantamento do Sebrae.

4

Abr

Quer cursar o ensino médio em uma das melhores escolas do país? O processo seletivo para bolsistas na Escola Sesc de Ensino Médio (ESEM), sediada no Rio de Janeiro (RJ), já começou. As inscrições acontecem de 8 de abril a 3 de maio de 2019. Clique aqui e saiba mais.

3

Abr

“É preciso reconhecer a importância do jornalismo e dos jornalistas”, disse o presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB) ao propor juntamente com o deputado Kelps Lima (Solidariedade) a sessão solene para lembrar o Dia do Jornalista. O evento vai acontecer dia 11 de abril, às 9h, no plenário da Casa e vai reconhecer o trabalho de 24 profissionais da imprensa potiguar.

Cada deputado indicou um jornalista a ser homenageado pela Assembleia, de diferentes áreas e regiões do Rio Grande do Norte. Profissionais do rádio, televisão, jornal impresso, internet e assessoria de imprensa foram lembrados.

Rominna Jácome, Ciro Marques, Guia Dantas, Elias Medeiros, Michelle Rincon, Alexandre Mulatinho, Eduardo Maia, Lizt Madruga, Lídia Pace, David Freire, Larisse de Souza, Rosemilton Silva, Carol Ribeiro, Danilo Sá, Vonúvio Praxedes, Vicente Neto, Celia Freire, Luciano Almeida, Anna Alyne Dias da Cunha, Allan Darlyson, Gustavo Negreiros, Eugênio Bezerra e Sara Cardoso receberão a honraria do Poder Legislativo estadual. O jornalista Milton Marques será lembrado in memoriam.

O Dia do Jornalista, comemorado em 07 de abril, foi instituído em 1931, por decisão da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), como homenagem ao médico e jornalista Giovanni Battista Líbero Badaró, morto por inimigos políticos em 1830. Sua morte culminou na renúncia de D. Pedro em 07 de abril de 1831.

Na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, a data é lembrada todos os anos. Cada jornalista pode ser homenageado pela Casa apenas uma vez.

3

Abr

Se hoje o YouTube possui um enorme problema com conteúdo de fake news e com discursos de ódio à minorias, não foi por falta de aviso que a coisa chegou no ponto em que está hoje.De acordo com o depoimento de diversos funcionários e ex-funcionários da companhia à Bloomberg, há anos que eles vêm alertando os executivos da empresa sobre os perigos de se permitir que vídeos de teorias da conspiração, fake news ou de integrantes de grupos extremistas que pregam o ódio e a morte a opositores políticos.

E, segundo, esses mesmos funcionários, os executivos da empresa escolheram deliberadamente não interferir nesses conteúdos porque eles eram considerados bons para engajar o público, o que reflete diretamente no lucro obtido pela empresa.

Conforme os relatos, há anos existe um “cabo de guerra” entre funcionários e executivos sobre qual deveria ser o posicionamento da empresa em relação a esses conteúdos, e que pelo menos cinco funcionários sênior em cargos importantes abandonaram seus empregos por conta da recusa do YouTube em garantir que vídeos de conteúdo extremo ou grotesco não pudessem ser postados na plataforma.

A escolha de não mexer com esses conteúdos — que foram se espalhando e hoje estão tão destacados que é praticamente impossível de assumir uma posição neutra quanto a eles — se deve principalmente ao lucro. Apesar de tóxicos, esses vídeos sempre geraram muito engajamento, visualizações e cliques para o YouTube, o que se converte diretamente em lucro para a empresa. Apesar da Alphabet não revelar as receitas do YouTube em seus relatórios fiscais, estima-se que o site arrecade pouco mais de US$ 16 bilhões por ano.

Conteúdos tóxicos

Os depoimentos ainda revelam como o YouTube sabia que as ideias de seus colaboradores eram boas, mas resolveu não implementá-las por receio de que isso fosse afetar seus rendimentos. Por exemplo, em janeiro deste ano o YouTube revelou que não iria mais colocar videos de teorias da conspiração ou de grupos extremistas em sua lista de recomendados, mas essa foi uma ideia ventilada por um engenheiro a executivos da empresa anos atrás, como forma de evitar que esses tipos de vídeos se tornassem um problema na plataforma, mas que na época foi completamente rejeitada.

Respondendo à reportagem da Bloomberg, uma porta-voz do YouTube negou que algumas das coisas ditas nesses depoimentos eram verdadeiras, mas confirmou que nenhuma dessas preocupações chegou ao conhecimento da CEO Susan Wojcicki, e que a empresa coloca mesmo o engajamento do público para com os vídeos acima de todas as outras preocupações.

Atualmente, o YouTube tem travado uma “guerra” contra videos de grupos extremistas e teorias da conspiração, desde janeiro não colocando mais vídeos do tipo na lista de recomendados ao final de cada vídeo, além de ter contratado ainda mais moderadores e investido no desenvolvimento de uma IA para detectar esse tipo de conteúdo nocivo.

Apesar disso, a empresa não está removendo esses conteúdos da plataforma — apenas deixando de monetizá-los e não os recomendando para quem não procura esse tipo de coisa. Mas ainda é possível encontrar diversos vídeos de teoria da conspiração e até mesmo de grupos neonazistas ao utilizar a barra de buscas do site.

Fonte: Canal Tech, disponível em: https://canaltech.com.br/redes-sociais/youtube-sabia-de-conteudos-toxicos-e-escolheu-nao-fazer-nada-a-respeito-136235/

3

Abr

O projeto Lentes Urbanas – Núcleo de Estudos sobre Cidade e Sujeito, desenvolvido pelo UNI-RN, promove nesta quinta-feira (4) o 1º Debate Urbano, evento aberto a comunidade acadêmica cuja discussão centra-se no tema “Os impactos das mudanças climáticas no Brasil”.

O evento acontece no Espaço Luz a partir das 14h, com credenciamento iniciando-se às 13h.  O Debate recebe a participação da ativista ambiental e integrante do coletivo “Viva sem Lixo”, Mariana Azevedo, e a arquiteta e urbanista com experiência no campo do planejamento urbano e gestão ambiental, Rosa Pinheiro.

Os participantes do evento receberão certificado de 4 horas de atividade complementares.

A escolha pelo tema, de acordo com a organização do evento, é inspirada na manifestação “Fridays for Future”, idealizada pela sueca Greta Thunberg, na qual jovens de diferentes regiões do mundo protestaram contra as mudanças climáticas, resultado da intervenção humana inadequada.  

Sobre o Projeto

O Lentes Urbanas é um projeto de pesquisa interdisciplinar, que reúne diferentes cursos de graduação do UNI-RN, tais como Psicologia, Arquitetura, Direito e Engenharia Civil. A proposta do Núcleo é estudar o espaço urbano por meio de diferentes óticas, pesquisando temas como transporte público, segurança, lazer, moradia, entre outros aspectos que analisam a perspectiva do sujeito e cidade.