Comunicação, estratégia e mercado

O Blog da Juliska é um espaço para falar sobre os temas acima e ainda trazer dicas, abordar as tendências, acompanhar novidades do mundo corporativo, das mídias sociais e do mercado publicitário. Interaja comentando nos posts ou pelo e-mail juliska.azevedo@gmail.com. Conto com sua companhia!

28

Nov

A oportunidade de se tornar modelo está próxima e chega ao Natal Shopping no próximo sábado (01). A agência paulistaMega Models vem à cidade para realizar seletiva com crianças e adultos a fim de descobrir os novos talentos do mundo da moda e de outras áreas. O processo seletivo é gratuito e acontece a partir das 10h ao lado do McDonald’s no piso L2 do shopping. Os interessados bastam chegar, não há necessidade de inscrição prévia.

A comitiva vai avaliar diversas competências e habilidades dos candidatos e buscar pessoas com os mais variados perfis, como modelos de passarela, modelos comercias, modelos kids, plus size, atores, cantores, dançarinos, além de outros talentos. Para isso, a Mega Models vai realizar a seleção em grupos, o primeiro de crianças até sete anos, o segundo de oito a 12 anos, seguido do grupo de 13 a 17 anos, e, por fim, a seleção de adultos.

A agência Mega Models atua no mercado nacional e internacional e é reconhecida por realizar grandes concursos e “garimpos” nas mais diversas cidades brasileiras, o que dá oportunidade aos candidatos que não têm acesso à sede da empresa em São Paulo. Dentre as modelos que participam do casting da Mega Models estão nomes famosos como Isabeli Fontana e Izabel Goulart.

28

Nov

A Escola Estadual Graciliano Lordão, em Natal, produziu a Revista Geográfica GL, produto das aulas e dinâmicas trazidas do Projeto de Inovação Pedagógica (PIP), e está concorrendo à etapa nacional do 11º Professores do Brasil. Os recursos investidos e a metodologia dinâmica interdisciplinar do PIP, são um projeto do Governo do Estado, desenvolvido pela Secretária de Educação, via Governo Cidadão e Banco Mundial

A professora de Geografia Ana Beatriz Câmara Maciel foi a responsável por coordenar a produção da Revista Geográfica GL, o que deu a ela a oportunidade de submeter seu trabalho ao concurso e concorrer ao prêmio, uma iniciativa do Ministério da Educação para reconhecer, premiar e incentivar o trabalho dos professores da rede pública do Brasil.

“O PIP foi de extrema importância para o desenvolvimento do nosso projeto na escola, o que viabilizou o aumento do ensino-aprendizagem aos alunos, como também possibilitou equipar a escola com alguns materiais e também proporcionou a formação continuada para os professores, incentivando-os sempre. Foi plantada uma sementinha no desenvolvimento da leitura, interpretação e escrita dos alunos na Ciência Geográfica, e que almejamos a ampliação dos conhecimentos adquiridos pelos estudantes durante todo o ano de 2017”, declara Ana Beatriz, feliz por ter conquistado a premiação estadual e regional.

Toda a comunidade escolar e familiar foi envolvida na criação da Revista. Ela foi construída em dois momentos diferentes – primeiro o levantamento bibliográfico que contemplava o conteúdo proposto e temas transversais interdisciplinares, com ajuda das demais disciplinas e professores; e segundo, a produção de conhecimento empírico, por meio da coleta de informações e da Mostra Cultural da Escola, em 6 de dezembro de 2017, quando foi lançada a revista oficialmente.

Dentre as disciplinas trabalhadas estiveram Geografia, Língua Portuguesa, Artes, Ciências, Matemática, História, Ensino Religioso e Educação Física. “Uma grande conquista como essa mostra que o PIP está influenciando de forma efetiva a vida dos alunos e dos professores. Não só o reconhecimento da melhora na qualidade de ensino, mas também na figura do professor, que é essencial aos jovens nessa fase da vida”, contempla o secretário e coordenador do Projeto Governo Cidadão Vagner Araújo.

“O PIP vem para desenvolver e melhorar o ensino aprendizagem dos jovens e tem como papel fundamental desenvolver leitura e escrita. A interdisciplinaridade é essencial para que esses alunos aprendam a interpretar e produzir conteúdo nas diversas áreas de conhecimento e também de forma conjunta”, explica a secretária da Educação Claúdia Santa Rosa.

A última etapa do Professores do Brasil ocorre entre os dias 25 a 30 de novembro no Teatro da Escola do SESC, na cidade do Rio de Janeiro. Durante os cinco dias, Ana Beatriz participará de oficinas, amostras e da cerimônia de premiação no dia 29. O valor do prêmio nacional é de R$ 5 mil reais mais o troféu.

PIP na E.E. Graciliano Lordão

A revista geográfica não foi a única atividade do PIP – ao longo de 2017 os 110 alunos do 6º ano do Ensino Fundamental vivenciaram diversas atividades lúdicas e dinâmicas como o estudo e produção de cordel, aula de campo ao Planetário, exposição de artes e fotografia, sarau poético, entre outros. Os estudantes foram contemplados com o campo de desenvolvimento de leitura e letramento, que tinha como principal objetivo desenvolver a criatividade, a leitura, a escrita, a interpretação de texto e melhorar os níveis de ensino-aprendizagem.

Sobre o PIP

O Projeto de Inovação Pedagógica tem como objetivo oferecer apoio pedagógico, técnico e financeiro ao desenvolvimento de propostas de aprendizagem inovadores que possibilitem o fortalecimento dos processos educacionais dentro das escolas públicas estaduais. Desde 2015, o PIP vem mudando as vidas dos alunos do ensino fundamental e médio através de metodologias interdisciplinares e dinâmicas. Até agora, 400 foram contempladas – um total de 53 mil alunos.

Os primeiros resultados já podem ser vistos – na primeira avaliação de impacto, foi observado, nos 6ºs anos, um aumento de 13% na aprovação dos alunos, de 6% nas competências sócio emocionais e de 5% na aprendizagem de Português e Matemática. Houve também a redução da rotatividade dos professores, o que implica diretamente na melhoria do ensino-aprendizagem.

28

Nov

O Fest Bossa & Jazz vai invadir as areias da Praia de Pipa nos próximos dias 13 a 16 de dezembro. Nesta edição, o festival vem em novo formato: aquele grande palco conhecido pelo público não vai existir, e dará espaço a vários pocket shows que acontecerão nas ruas da praia e cortejos da Bossa & Jazz Street Band. A programação também inclui oficinas e palestras que serão realizadas com pessoas da comunidade. O Fest Bossa & Jazz conta com patrocínio do Governo do Estado por meio do projeto Governo Cidadão, Banco Mundial e Secretaria de Turismo.

As apresentações terão início na quinta-feira (13) com a Bossa & Jazz Street Band pelas ruas, às 19h30, circulando pelos locais nos quais acontecerão os shows, desde o Kanto da Pipa, na Avenida Baía dos Golfinhos, até a Praça do Pescador. Nas tardes haverá apresentações em bares da praia do centro até o pôr do sol, com interseções da Street Band, que também vai fazer passeios musicais em todo o percurso da avenida e nos intervalos dos shows do Festival. Terá ainda, no término dos pockets, as Jam Sessions a partir da meia-noite, nos bares parceiros.

A organização do Festival já confirmou alguns nomes nacionais e internacionais: Taryn Szpilman, Filarmônica Monsenhor Honório, Duo Maresias, Sâmela Ramos, Nida Lira, Blues Etilicos, Parahyba Ska Jazz Foundation, Sueldo Soares & Os Grooves, Mobydick, Pri Dené & Tricomas Jazz Band, Dayanne Nunes e Di Stéffano. A programação também inclui palestras e oficinas gratuitas para toda a comunidade, que serão promovidas no Kanto da Pipa e no Vila da Pipa Shopping.

Para o secretário e coordenador do projeto Governo Cidadão, Vagner Araújo, o investimento em cultura feito pelo projeto traz benefícios diretos também para o turismo. “Reconhecemos a importância do Fest Bossa & Jazz como um evento que enaltece a boa música e dá oportunidade às pessoas da comunidade de conhecê-la, mas também como um grande fomentador do turismo para a região de Pipa. Todos ganham com a realização do evento”, destaca.

Com acesso totalmente gratuito e sempre fiel à proposta de promover o intercâmbio entre nomes consagrados e novos expoentes da música, o Fest Bossa & Jazz tem como principal objetivo divulgar e fortalecer o trabalho de artistas da música instrumental, da Bossa Nova, do Jazz e do Blues, bem como assumir a responsabilidade social de estender suas ações para além dos palcos. Com tudo isso incluindo o RN no circuito dos grandes festivais do Brasil.

Desde 2010, o Fest Bossa & Jazz realizou 16 edições em 4 cidades do Rio Grande do Norte (Natal, Praia da Pipa, São do Miguel do Gostoso e Mossoró). Em 9 anos foram mais de 140 atrações nacionais e internacionais do jazz, bossa e blues, uma mistura musical que já reuniu um público estimado em 300 mil pessoas em suas edições. Durante o evento são realizados shows, cortejos com a Bossa & Jazz street band, oficinas, workshops e jam sessions.

Foto: João Vital

27

Nov

Um Instituto Juvino Barreto totalmente renovado para abrigar, como em um abraço, seus ilustres moradores: os mais de 60 idosos e idosas que têm o abrigo como lar. A união de mais de 80 profissionais – entre arquitetos, jornalistas e empresários – e de amigos do Juvino permitiram a realização de uma das mais completa reformas já feitas em uma instituição filantrópica, totalmente a partir de doações.

Nesta quarta (28), às 19h, esse grupo de profissionais – sob o comando e organização de Chrystian de Saboya, da Casa de Ideias – abrirá a Mostra Elos de arquitetura, uma espécie de Casa Cor social realizada a partir do desprendimento de quem doou tempo, objetos, dinheiro, trabalho e criatividade. São mais de 30 novos ambientes que serão expostos ao público com o capricho impresso por De Saboya, conhecido pelo altíssimo nível e elegância que imprime em todos os seus eventos. “Nós vamos abrir um Juvino totalmente novo”, afirma.

A exposição ao público segue até o dia 11 de dezembro. Para conhecer o novo Juvino, a entrada será R$ 20 ou um pacote de fraldas geriátricas. O Juvino Barreto tem 76 anos de história com todo o seu funcionamento feito de forma filantrópica. Tudo o que foi construído até hoje foi feito exclusivamente através de doações, trabalho voluntário e apoio da sociedade.

27

Nov

O ano letivo foi cheio, repleto de atividades e novos conhecimentos que agitaram toda a rotina da criançada. Mesmo assim, nas férias, os pequenos ainda têm muita energia para gastar. Com o novo perfil das crianças, que não esperam o descanso somente para a diversão, mas para aprenderem e associarem conhecimentos no dia a dia, as colônias de férias surgem como uma opção atrativa.

Pensando nisso, a Roboeduc, primeira escola de programação e robótica do país, inicia, a partir do dia 10 de dezembro, o funcionamento de mais uma Colônia de Férias. A programação, direcionada para crianças a partir de três anos de idade até os 14 anos, seguirá até o dia 18 de janeiro, sempre de segunda à sexta-feira, nos horários das 8h30 às 11h30 ou das 14h30 às 17h30.

O projeto tem por objetivo oferecer um ambiente agradável e criativo, propício para adquirir novos conhecimentos e desenvolver habilidades, unindo lazer e diversão, com atividades esportivas, brincadeiras tradicionais, jogos lógicos, games e muita robótica.

“Nossas práticas incentivam a reciprocidade, respeito mútuo e trabalho em equipe”, afirma o coordenador pedagógico da Escola de Programação e Robótica, Eronilson Angelo da Silva.

As dinâmicas funcionarão como missões, incentivando a resolução de problemas ligados à robótica e programação. A colônia de férias ainda contará com oficinas que trabalharão os estímulos sensoriais, como jardinagem, culinária, arte e ilustrações.

Oficinas para YouTuber

Outra coisa que ganhará destaque serão as oficinas para YouTuber. “As férias são sempre especiais para criançada e ficam ainda mais marcantes quando elas se divertem, aprendem muito e fazem novos amigos”, comenta Eronilson.

As oficinas serão coordenadas pelos mediadores de cada turma e, como em outras atividades, acontecerão de forma dividida por níveis, entendendo que toda criança está em uma fase diferente de aprendizagem. “Para as crianças que ainda não fazem parte do universo tecnológico, a programação pode servir como ferramenta de iniciação ao estudo da disciplina, que tem como base o ensino multidisciplinar”, comenta o coordenador pedagógico.

A colônia de férias de dezembro acontecerá entre os dias 10 e 21, já em janeiro será realizada do dia 2 ao dia 18. Os pacotes são semanais, mas, quem quiser, pode optar por adquirir diárias ou a colônia de uma única vez. Para professores e advogados filiados na OAB os descontos são de 20%. Para irmãos ou grupos, acima de três amigos, o desconto é de 10%, ambos não cumulativos. Para matrícula é preciso verificar disponibilidade de vagas para o horário desejado. Mais informações nos telefones (84) 3012-3279 ou (84) 99971-0667.

27

Nov

Hoje, Dia de Doar, o 96 MINUTOS entrevistou a presidente do Instituto do Bem, Raquel Barbosa, que falou sobre o trabalho da instituição, doação de orgãos, filantropia, entre outros assuntos.  O 96 Minutos é apresentado por mim – Juliska Azevedo – e pelos jornalistas Gustavo Negreiros e Silvio Henrique. O programa vai ao ar de segunda a sexta, entre 12h e 13h36, com um formato dinâmico e recheado de notícias.

27

Nov

Pela primeira vez em oito anos, a Microsoft superou a Apple em valor de mercado. A empresa de Bill Gates chegou a ser avaliada na manhã da última segunda-feira (26) em US$ 814 bilhões, recuperando-se de uma semana turbulenta. As informações são do Portal B9.

De acordo com o site, no começo da tarde, o valor da Microsoft recuou para US $ 807 bilhões, ainda assim ficando na frente do valor de mercado da Apple, que apontava um pouco menos de US$ 805 bilhões.

Ambas empresas tiveram altas avaliações no início do ano. A Microsoft bateu uma valorização de US$ 887 bilhões antes do chamado “Outubro Vermelho”, no qual muitas empresa de tecnologia sofreram oscilação de suas ações.

Já a Apple atingiu em agosto o título de primeira empresa de tecnologia a valer um trilhão de dólares. Porém, dessa data pra cá, a empresa viu suas ações caírem, principalmente em outubro. A Amazon, que também chegou a bater um trilhão em setembro, atualmente está com US$ 741.

Com a Microsoft agora despontando à frente de suas três principais concorrentes (Apple, Amazon e Apphapbet Inc, dona do Google), estima-se que ela deve terminar 2018 com o título de empresa de tecnologia mais valiosa do Vale do Silício.

Fonte: B9, disponível em: https://www.b9.com.br/100126/microsoft-supera-apple-em-valor-de-mercado-pela-primeira-vez-em-8-anos/

27

Nov

O Ministério da Educação (MEC) autorizou a transferência de recursos para estados implementarem a educação em tempo integral no ensino médio. Ao todo, serão liberados R$ 99 milhões distribuídos entre todos os estados e o Distrito Federal, com exceção do Mato Grosso.

A liberação foi feita, no âmbito do Programa de Fomento às Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral, para complementar o pagamento da primeira parcela de recursos correspondentes ao ano de 2019 . Os estados precisaram encaminhar planos de trabalho e a indicar escolas onde o ensino em tempo integral será implementado.

O dinheiro do programa pode ser usado, entre outras coisas, para remuneração e aperfeiçoamento de professores e dos demais profissionais da educação; para aquisição, manutenção, construção e conservação de instalações e equipamentos necessários ao ensino; aquisição de material didático-escolar e manutenção de programas de transporte escolar.

Tempo integral

O programa busca viabilizar uma das ações previstas no novo ensino médio, aprovado em lei em 2017, de ampliar a educação em tempo integral. Os estudantes passam a participar de atividades na escola 7h por dia e não mais 5h ou 4h, como ocorre atualmente na maioria das escolas.

A proposta é seguir iniciativas bem-sucedidas de implantação do ensino integral em alguns estados, como Pernambuco, e atender aos objetivos do Plano Nacional de Educação (PNE).

Uma das metas do PNE é oferecer educação em tempo integral em, no mínimo, 50% das escolas públicas, de forma a atender, pelo menos, 25% dos alunos da educação básica até 2024. Atualmente, a educação tem tempo integral chega a 40,1% das escolas públicas e atende a 15,5% das matrículas. Considerando apenas o ensino médio, a porcentagem é menor, 17,4% das escolas oferecem educação em tempo integral.

Com informações da Agência Brasil/Foto/Arquivo Agência Brasil

27

Nov

As desigualdades entre rendimentos de mulheres e homens aumentaram nos últimos dois anos e tornaram mais distante a equiparação de renda entre os gêneros no Brasil. Isso é o que também revela o relatório País estagnado: um retrato das desigualdades brasileiras – 2018, divulgado nesta segunda-feira (26) pela organização não governamental Oxfam Brasil, com base nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua de 2016 e 2017, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O levantamento mostra que, em 2016, as mulheres ganhavam em média cerca de 72% do que ganhavam homens no Brasil, proporção que caiu para 70% em 2017, o primeiro recuo em 23 anos. Em 2017, a renda média de mulheres no Brasil era de R$ 1.798,72, enquanto a de homens era de R$ 2.578,15. Os dois gêneros tiveram aumento médio geral de renda em relação a 2016, mas enquanto o incremento entre os homens foi de 5,2%, entre as mulheres foi de 2,2%.

Entre os 10% mais ricos do Brasil, a distância entre a renda de mulheres e homens é ainda maior. As mais ricas ganharam em média 60% do que os mais ricos em 2017. Enquanto os homens mais ricos tiveram quase 19% de aumento em seus rendimentos entre 2016 e 2017, as mulheres mais ricas viram sua renda média crescer apenas 3,4%.

Tendência oposta foi observada entre a metade mais pobre do país, onde verificou-se redução da renda, especialmente entre as mulheres pobres, que perderam 3,7% de seus rendimentos. Os homens pobres perderam 2% do seu rendimento em relação a 2016.

A disparidade de renda entre grupos raciais também aumentou nos últimos dois anos. Em 2016, os negros ganhavam R$ 1.458,16 em média, o que correspondia a 57% dos rendimentos médios de brancos, que naquele ano foram de R$ 2.567,81. Em 2017, os rendimentos médios de negros foram de R$ 1.545,30 frente a R$ 2.924,31 entre os brancos, diminuindo o percentual para 53%.

O relatório da Oxfam revela que entre a metade mais pobre da população, os negros pobres ficaram ainda mais pobres, com redução de renda média de 2,5%;  enquanto os brancos tiveram aumento na renda média de 3%. Em 2016, a média geral da renda da metade mais pobre da população foi de R$ 749,31. Entre os brancos pobres, a média era R$ 882,23, enquanto entre os negros pobres, R$ 634,66.

"Quem está na base da pirâmide social no Brasil é a população negra e, em particular, a mulher negra. A mulher negra é a pessoa que tem a menor renda média no país. A população branca, o homem branco em particular, está no extremo oposto disso. Então, se a mulher negra vai mal no Brasil, o Brasil está indo mal na área social, acho que esse é um indicador principal que a gente tem que prestar atenção”, disse Rafael Georges autor do estudo e coordenador de campanhas da Oxfam Brasil.

Em 2017, a renda média geral dos mais pobres foi de R$ 804,35, e enquanto a renda média dos brancos mais pobres subiu para R$ 965,19, a dos negros foi para R$ 658,14. Entre os 10% mais ricos, a renda média mensal dos brancos em 2017 foi de R$ 13.753,63, enquanto a média dos negros foi R$ 6.186,01 por mês, o equivalente a 45%. Entre 2016 e 2017, os negros que fazem parte dos 10% mais ricos tiveram aumento de renda de 8,1%, enquanto os brancos incrementaram suas rendas em 17,35%.

Com informações da Agência Brasil/Foto/Pixabay

27

Nov

Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) não vai mais emitir o carnê físico impresso com as taxas de licenciamento, IPVA e seguro DPVAT. A medida começa a vigorar no ano de 2019 e acompanha o modelo de gestão sustentável que preza pela redução do consumo de papel, além de diminuir custos institucionais relacionados a emissão de material impresso e postagem de correspondência.

Na prática os proprietários de veículos automotores do estado do Rio Grande do Norte deixam de receber em suas residências o carnê com os boletos de taxas e impostos veiculares já no próximo ano. A medida não impacta em nada no usuário, já que todos os boletos estarão disponíveis 24h no site do Detran, podendo o usuário emitir os documentos em qualquer hora do dia ou da noite.

Para ter acesso a página de emissão dos boletos do Detran é simples, basta que o usuário vá até o endereço eletrônico da instituição digitando www.detran.rn.gov.br. Com a página aberta, o cidadão clica no ícone “Consulta de veículos e boletos”. Logo em seguida é mostrada uma página onde é possível digitar a numeração da placa e do Renavam do veículo a ser consultado. Dessa forma é possível ter acesso ao ambiente online onde fica disponível os boletos referentes a taxa de licenciamento, IPVA, DPVAT, além de possíveis débitos de infrações de trânsito relacionadas ao veículo consultado.

O diretor-geral do Detran, Eduardo Machado, lembrou que é possível realizar a quitação do débito até mesmo sem a necessidade de imprimir o boleto. “O proprietário do veículo pode optar por quitar em uma agência do Pagfácil fornecendo a placa do veículo, dessa forma o débito será localizado, ou mesmo pode pagar pelo aplicativo do Banco do Brasil digitando a numeração do boleto exposto na tela do computador”, explicou.

Um outro ponto positivo é a possibilidade do proprietário pagas as taxas no banco de sua escolha. A medida implantada pelo Detran funciona para os débitos referentes ao licenciamento e IPVA do veículo. É só clicar no imposto que deseja efetuar o pagamento, e imediatamente é aberta uma nova tela com as opções de emissão de boleto direcionado ao Banco do Brasil ou as demais instituições bancárias.

O cancelamento da emissão do carnê físico impresso com as taxas de licenciamento, IPVA e seguro DPVAT implantada pelo Detran do Rio Grande do Norte já vigora na maioria do Detrans dos país.