Comunicação

18

Mai

Comunicação

[PODCAST] Vamos falar sobre Comunicação? O Blog agora também em Podcast!

Hoje estreamos o Podcast Comunicação & Estratégia! Trata-se de um novo projeto, em mais uma mídia que se soma ao blog, para conversar com você sobre Comunicação, Mídias Sociais, Educação e assuntos relacionados, em uma linguagem simples e direta.

O Podcast estará disponível semanalmente aqui no blog, nos nossos perfis nas redes sociais Soundcloud e YouTube e, olha que bacana, já está sendo veiculado nas rádios 95FM de Natal, Independência FM 106 em Ceará-Mirim e Princesa do Vale, em Assu. E em breve, vamos divulgar as novas rádios que estarão se somando a essa rede do blog!

O Podcast tem locução minha e produção da equipe do Garagem Studio (http://garagemstudio.com/). 

 

 

17

Mai

Comunicação

Instituições de defesa dos direitos LGBTI lançam Manual de Comunicação voltado para profissionais da área

Uma publicação que tem por objetivo contribuir para diminuir os preconceitos e estigmas e colaborar para o melhor entendimento de termos ligados à temática. É dessa forma que está sendo apresentado o Manual de Comunicação LGBTI+, lançado, neste mês de maio, pela a Aliança Nacional LGBTI e a Rede GayLatino. A publicação é destinada aos meios de comunicação, incluindo jornalistas e estudantes da área. O manual pode ser lido na íntegra neste link: https://bit.ly/2KoMh18 .

A obra traz informações práticas para consultas rápidas, com a proposta de ser uma ferramenta para o dia a dia de profissionais e estudantes de comunicação. Também informa sobre termos a serem evitados em comunicações sobre o tema LGBTI+, assim como pautas que podem ser de interesse de profissionais dessa área.

A publicação reúne cerca de 300 sugestões e colaborações de especialistas, militantes, ativistas, pessoas associadas das organizações envolvidas, autoridades públicas, professores, estudantes e profissionais da Comunicação, através de uma consulta pública com duração de dois meses. A obra também é inspirada em manuais de comunicação LGBTI+ de organizações como a SOMOSGAY (Paraguai), a Colômbia Diversa (Colômbia), a GLAAD (Estados Unidos) e a ABGLT (Brasil).

O Manual contém definições, conceitos e fenômenos acerca das pessoas LGBTI+ (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais, intersexuais e outras identidades de gênero e sexualidade não contempladas na atual sigla adotada, representadas pelo “+”). Com relação às entidades autoras, a Aliança Nacional LGBTI é uma organização da sociedade civil, pluripartidária e sem fins lucrativos, que trabalha para a promoção e defesa dos direitos humanos e cidadania, em especial da comunidade LGBTI+. Já a GayLatino é uma rede de homens gay latinos, ativistas pelos direitos das pessoas LGBTI+, que trabalha visando a saúde e os direitos desse público.

 

16

Mai

Comunicação

Pesquisa diz que 95% dos internautas navegam na web enquanto veem TV

Assistir à TV e navegar na internet ao mesmo tempo tornou-se um hábito de praticamente todas as pessoas com acesso à web. Segundo pesquisa do Instituto Ibope Conecta divulgada nesta semana, 95% dos brasileiros na rede mundial de computadores têm essa prática como parte do cotidiano. Em 2015, quando houve levantamento semelhante, o índice era de 88%.

Esse hábito se dá principalmente pelo celular. Dos entrevistados, 81% afirmaram usar um dispositivo móvel quando navegam e ficam ligados na TV. Na edição anterior do estudo, o índice era de 65%. Já o computador de mesa perdeu espaço. O percentual de pessoas que dividem a atenção entre esse equipamento e a televisão caiu de 28% para 16% na comparação entre as duas pesquisas.

Mas o que fazem as pessoas enquanto assistem TV? Segundo o levantamento, a maioria acessa redes sociais (53%), como Facebook, WhatsApp e Instagram. Uma parcela menor (44%) aproveita para navegar passando o tempo durante os comerciais. Além destes, 34% disseram usar o tempo para resolver outras coisas e 9% relataram usar a web para interagir com a transmissão.

A pesquisa foi realizada em abril e entrevistou 2 mil brasileiros que acessam a internet. A amostra abrangeu pessoas das classes A, B, C e D de todas as regiões do Brasil.

Com informações da Agência Brasil.

15

Mai

Comunicação

Filme produzido por estudante da UERN tem destaque nacional em dia contra LGBTfobia

Na próxima quinta-feira (17), Dia de Combate à LGBTfobia, o Canal Futura estreia o documentário “TRANSformar: existindo na educação”. 

O filme foi produzido pelo estudante do curso de Jornalismo da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Felipe Freitas, com apoio da UernTV e do Canal Futura e será exibido em rede nacional, a partir desta quinta-feira.  “TRANSformar” fala sobre a vida de pessoas trans dentro do ambiente da educação, com seus desafios, medos e também conquistas.

O documentário também será lançado na noite da quinta-feira, às 20h, no auditório Amâncio Ramalho, na Ufersa Campus Leste, em Mossoró. Na oportunidade haverá discussão sobre o filme com a presença do diretor, Felipe Freitas, de algumas das pessoas entrevistadas no filme, e do professor Sandro Soares, da Faculdade de Pedagogia da Uern.

Com informações da Assessoria de Comunicação da UERN.

8

Mai

Comunicação

Agora RN traz especialistas para debater armamento em evento que permitirá interação com a sociedade

“Um evento dinâmico, ágil, inovador, e o melhor: que você vai ajudar a construir”. É com essa proposta que surge o Agora RN em Debate, uma série de encontros interativos organizados pelo Grupo Agora RN especialmente para discutir os principais temas da sociedade atual. A cada fórum, dois especialistas estarão em Natal para debater com os participantes opiniões acerca do assunto, com o diferencial de que os internautas poderão se posicionar, em tempo real, sobre os debates realizados. A mediação ficará por conta da jornalista convidada Juliska Azevedo.

Para o primeiro encontro, o tema escolhido foi “Sociedade armada: conflito ou solução?”, que terá como debatedores Bené Barbosa, que defende a ampliação do direito ao armamento, e Daniel Cerqueira, que é a favor da manutenção do Estatuto do Desarmamento.

Bacharel em Direito, Bené Barbosa é o fundador-presidente da ONG Movimento Viva Brasil e um dos autores do best-seller “Mentiram para mim sobre desarmamento”. Já Daniel Cerqueira é técnico de Planejamento e Pesquisa do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea) e membro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

O primeiro evento acontecerá no Hotel Holliday Inn, a partir das 8h da manhã do dia 30 de maio. Maiores detalhes do evento, assim como a área para inscrições, estão no site www.agorarn.com.br/agorarnemdebate. Ao final do debate, os convidados votarão para decidir quais argumentos convenceram mais.

O Agora em Debate contará ainda com a presença de representantes de dez organizações governamentais e não-governamentais. “A concepção do evento passa pela visão de que as pessoas hoje querem participar das discussões e decisões sobre temas que afetam diretamente suas vidas. Querem informação sem rodeios e querem ser ativas no debate. O evento está de acordo com três tendências do mundo atual: inovação, agilidade e interação”, afirma a mediadora do encontro, Juliska Azevedo.

Com informações do Portal Agora RN.

4

Mai

Comunicação

Fake News e jornalismo de paz são discutidos em Seminário Arquidiocesano de Comunicação neste sábado

Será realizado amanhã (05) o 4º Seminário Arquidiocesano de Comunicação, com o tema “Fake News e jornalismo de paz”, promovido pela Pastoral da Comunicação da Arquidiocese de Natal tendo como parceira a Livraria Paulinas. O evento será das 8h às 13h, no auditório do Seminário de São Pedro, situado na Av. Campos Sales, no Tirol. 

Na primeira parte do Seminário, haverá uma conferência com o tema: “Fake News e jornalismo de paz”, proferida pela Irmã Joana Puntel, da Congregação das Irmãs Paulinas. Residente em São Paulo, Irmã Joana é doutora em comunicação e autora de alguns livros, além de ser orientadora pedagógica do Serviço à Pastoral da Comunicação (SEPAC), das Paulinas.

O evento terá uma mesa redonda com três jornalistas natalenses como expositores: Alexandre Mulatinho, apresentador do programa Café das 7, da Rádio Rural de Natal; Francisco Júnior, editor do Bom Dia RN, da Inter TV Cabugi, e (esta blogueira) Juliska Azevedo, coordenadora-adjunta do curso de pós-graduação em Comunicação Pública da Escola da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. Segundo informações da arquidiocese, as inscrições para o evento já estão encerradas. 

 

 

26

Abr

Comunicação

Jornalista produz campanha beneficente e conquista apoio das emissoras de TV locais para o abrigo Juvino Barreto

O jornalista e fotógrafo Elias Medeiros está capitaneando uma campanha para chamar a atenção da sociedade para os idosos do abrigo Juvino Barreto, um dos mais antigos da capital. Com parcerias e dedicação, Elias deu a largada para a campanha pelos 76 anos do asilo com um vídeo institucional, e já conseguiu o apoio de emissoras de televisão locais para a exibição gratuita na programação.

Band, TV Assembleia, TV Ponta Negra, TV Câmara e TV Gazeta estão com o VT no ar e Elias permanece batalhando novos espaços. Ao final do vídeo da campanha, cada emissora incluiu um take com um jornalista da casa convidando o telespectador a contribuir com o abrigo, onde hoje moram 50 idosos. Além do VT, a campanha inclui a exposição fotográfica “Mães do Juvino” 2018, que está aberta ao público que visita o abrigo.

Confira aqui o vídeo:

24

Abr

Comunicação

Papo de Mídias terá mais três edições de debates sobre o universo da comunicação ainda em 2018

A jornalista Erika Zuza está planejando mais 3 edições do projeto Papo de Mídias para 2018. A ideia é realizar mais debates sobre temas atuais da comunicação, cultura digital, tendências e mídias, envolvendo não somente jornalistas, mas o interesse de profissionais de outras áreas e sociedade em geral.

Em abril, o evento trouxe o tema Fake News e Fact-Checking em um rico debate no auditório do Sebrae, que contou com o desenvolvedor do software de checagem de notícias aplicado nas eleições do EUA – Caio Almeida – e mais  três profissionais locais como painelistas, entre eles esta blogueira que vos fala e contou com mais de 100 pessoas. Depois do evento, o Papo de Mídias voltou a agitar realizando um trabalho de cobertura exclusiva na Campus Party Natal. Erika Zuza ainda está fazendo suspense do tema do próximo debate, mas já avisa que deve movimentar o mês de junho.

24

Abr

Comunicação

Publicação destaca como mulheres potiguares “empoderadas” enfrentam o machismo

Cinco mulheres potiguares de sucesso contam como enfrentam o machismo em suas áreas de atuação na 10ª edição da revista Rio Center, que será lançada nesta quarta-feira, 18h30, na megastore da Av Antonio Basílio. A atriz Titina Medeiros, a secretária estadual de Segurança, Sheila Freitas, a cantora Khrystal, a jornalista Margot Ferreira e a estilista Greyce Xavier representam a força da mulher na edição que tem, como tema central, o empoderamento feminino.

A revista traz ainda uma entrevista com a chef Sônia Benevides, falando da sua trajetória; uma matéria mostrando um novo olhar sobre os corpos femininos na arte; e uma reportagem sobre envelhecimento com qualidade. O editorial feminino, fotografado na fronteira do Rio Grande do Norte com a Paraíba, apresenta o uso multifuncional de peças, misturando xadrez e estampas. A modelo Gardênia Alves, que está numa temporada em Milão, foi o rosto escolhido para os cliques.

“O empoderamento feminino é um tema que está muito em alta, e nós escolhemos dar voz a esta causa na nossa revista. As mulheres deixaram de ser apenas donas de casa, e cada vez mais se destacam no mercado de trabalho, com excelência profissional independente da área que atuam. Esperamos que as história contadas na Revista Rio Center Outono/Inverno 2018 sirvam de inspiração”, afirmou a diretora de marketing da Rio Center, Mariana Araújo.

24

Abr

Comunicação

Desaboya.com de casa nova no mundo digital, com portal produzido pela Maxmeio

Quem está com casa nova na internet é o jornalista, produtor, escritor e antenado Chrystian de Saboya. O portal foi produzido pela equipe da agência digital Maxmeio – a mesma que transformou em realidade o Blog da Juliska –  e traz notas e notícias sobre sociedade, eventos, festas, cidades do RN e ainda crônicas e poemas que dão espaço para o lado lírico do jornalista.

O site traz ainda a coluna 40 graus – espaço de opinião e atualidades – e mais fotos e registros dos eventos idealizados e produzidos com a sensibilidade e estilo marcantes de Chrystian. Inquieto, ele está focado na realização de uma feira sobre tudo relacionado a festas – a “Festejar com Chrystian”, que será no dia 09 e 10 de junho.

23

Abr

Comunicação

Comunica seleciona bolsistas para agência de comunicação da UFRN

A Agência de Comunicação (Agecom) da Universidade Federal do Rio Grande (UFRN) está com processo seletivo aberto para bolsistas dos cursos de Jornalismo, de Publicidade e Propaganda e de Audiovisual. As inscrições podem ser feitas até às 23h59 do dia 4 de maio.

Os aprovados irão atuar como apoio técnico na redação da Agência, produzindo textos jornalísticos (notas, notícias, reportagens), vídeos digitais para a internet, realizando inserção à divulgação dos conteúdos digitais na página da UFRN e nas mídias sociais, atuando na confecção do clipping diário e na armazenagem de dados nos repositórios.

Orienta-se aos candidatos que procurem a Coordenadoria de Apoio Pedagógico e Ações de Permanência da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Proae) para realizar a entrevista socioeconômica.

Isso porque somente os alunos considerados pela Proae como prioritários receberão a bolsa mensal. Os que não obtiverem essa declaração, se aprovados e convocados, só poderão desempenhar as funções como voluntários.

O processo de seleção é simplificado e consiste de uma prova escrita e de uma entrevista. A prova será realizada no dia 9 e a entrevista no dia 16 de maio, às 9h, no auditório da Superintendência de Comunicação (Comunica), localizada no Campus Central da UFRN.

A Agência de Comunicação é uma unidade da Comunica. A principal responsabilidade da Agecom é realizar a cobertura jornalística e institucional de toda UFRN. Mais informações sobre o processo seletivo estão disponíveis no edital no link: https://bit.ly/2HlQKoi.

Com informações da Agecom/UFRN.

18

Abr

Comunicação

Conheça o Videocamp: site que disponibiliza produções do cinema e incentiva a exibição pública e gratuita de filmes engajados

Um sistema de filmes por streaming que oferece obras “de impacto” do cinema gratuitamente, contanto que você junte a plateia. Essa é a proposta do Videocamp, que possibilita acesso gratuito a filmes, catalogados por temática, e ainda permite organizar exibições para vários telespectadores. A plataforma é de grande valia não só para quem gosta de cinema, mas para fins educativos - professores que busquem filmes sobre um tema específico para discussão com a turma, por exemplo. E essa é a principal proposta deles. 

 “O Videocamp é uma plataforma que reúne filmes de impacto disponíveis para exibições públicas gratuitas - basta reunir cinco pessoas para poder assistir. E o que entendemos por filmes de impacto? São aqueles que apontam causas urgentes, que retratam situações que precisam ser destacadas, que ampliam o nosso olhar para temas sensíveis e que, sobretudo, promovem um mundo mais justo, solidário, sustentável e plural”, explicam os idealizadores.

O site reúne um acervo de filmes voltados a assuntos de interesse social, como criança e natureza, direitos humanos, infância, meio ambiente, cultura, educação, política, zonas de conflitos, entre outros, divididos nas categorias animação, documentário e ficção. Dentre as produções, estão “Uma Escolha (Mercy’s Blessing)”, da cineasta inglesa May Taherzadeh, que por esse curta-metragem recebeu, dentre outros prêmios, o de melhor diretora no “Best Independents International Films”, na Alemanha; “Menino 23”, produção da Globo filmes e Canal Brasil, dirigido por Belisário França e vencedor do prêmio de melhor documentário pelo “ Black Film International”, em Montreal, no Canadá; “Mãe só há uma”, de Anna Muylaert; “O Começo da Vida”, de Estela Renner, e muitos outros de 9 países.

O principal objetivo do site, segundo ele mesmo define, é a promover a realização de exibições públicas gratuitas desses filmes em qualquer lugar do país. Para isso, basta se cadastrar como produtor, educador, ONG ou uma empresa. Feito isso e após a escolha do filme, é só preencher o formulário “Organize sua Exibição” com as informações necessárias e o Videocamp envia um e-mail em até 72 horas com link de acesso à produção que será exibida. Para a realização de uma sessão é necessário ter no mínimo 5 espectadores.

Já foram realizadas mais de 20 mil exibições em 90 países, contando com a participação de 800 mil espectadores. No Brasil, até o momento, mais de 711 mil pessoas assistiram a pouco mais de 18 mil exibições. O Videocamp conta também com editais de incentivo a produção cinematográfica. O atual, que está com inscrições abertas até o dia 21 de junho deste ano, patrocinará o projeto escolhido com até 400 mil dólares. A temática de 2018 é a educação inclusiva.

Para saber mais detalhes do projeto, acesse: https://www.videocamp.com/pt

 

 

16

Abr

Comunicação

Cine Fest RN abrirá com longa-metragem Nova Amsterdã, com elenco global e produção potiguar

Quem curte cinema e gosta de ver filmes também de fora do circuito comercial comece a contagem regressiva: entre os dias 24 e 29 de abril acontecerá o Cine Fest RN, festival de cinema que terá sua primeira edição com abertura da mostra cinematográfica na terça (24), às 19 horas, no Cinemark do Midway Mall. Na abertura, será exibido o longa-metragem Nova Amsterdã, do diretor Edson Soares, cuja história se passa na Natal ocupada pelos holandeses. O filme conta com elenco da Rede Globo mas foi totalmente produzido e filmado no Rio Grande do Norte. 

Mostras itinerantes já estão em curso desde o dia 10 e seguem até o próximo domingo (22),  no Cinépolis do Partage Norte Shopping e Natal Shopping, bem como na Praia de Pipa, no município de Tibau do Sul. Além da exibição dos filmes, estão sendo promovidos um concurso fotográfico sobre o RN, um seminário para debater o audiovisual e uma oficina de preparação de atores para o cinema, ministrada pelo ator Anselmo Vasconcellos, da Rede Globo. A oficina e o seminário acontecerão no auditório do IFRN Cidade Alta e terão inscrições gratuitas.

Edson Soares, que também é coordenador do Cine Fest RN, disse que este ano o número de filmes e fotografias escritas foi bastante satisfatório. “Tivemos participações de vários estados do Brasil, até nas fotografias com temática sobre a cultura e o turismo do Rio Grande do Norte, que recebeu imagens dos quatro cantos do Estado potiguar”, relatou. Dos 79 longas e curtas-metragens inscritos, foram selecionados 30 para participarem da mostra.

O Cine Fest RN é uma realização do Governo do RN por meio da Secretaria Estadual de Turismo do Rio Grande do Norte; da Engady Cine Video e conta com recursos do Banco Mundial, através do programa Governo Cidadão. Para conhecer a programação completa, acesse: http://papocultura.com.br/cine-fest-rn-resultado/

 

 

15

Abr

Comunicação

Desenvolvedor de ferramenta que checa Fake News, usada na eleição dos EUA, afirma: “Para cada notícia falsa verificada, uma quantidade maior é criada"

Por Juliska Azevedo

O engenheiro de software sênior do Meedan (São Francisco, Califórnia, EUA), Caio Almeida, lida diariamente com as fake news e os caminhos possíveis para combatê-las - tanto pelas vias da tecnologia, quanto da colaboração. O brasileiro é responsável pelo desenvolvimento do Check - um software livre para verificação colaborativa de notícias falsas, que já foi utilizado na cobertura da primavera árabe, na investigação independente sobre o vôo MH17 e na cobertura colaborativa das eleições dos Estados Unidos e da França

Recentemente, Caio, que é mestre em Ciências da Computação, compôs o grupo dos 5 desenvolvedores de software do mundo selecionados para participar do Data4Change, um workshop de visualização de dados sobre direitos humanos no Oriente Médio, ocorrido em Beirute, no Líbano. Apesar do currículo, Caio Almeida é discreto, de estilo simples e despojado e muito atencioso. Concedeu a entrevista abaixo ao blog, com exclusividade, onde detalhou suas opiniões de especialista a respeito das mídias sociais, fake news e expectativas do uso da checagem de notícias falsas para as eleições 2018 no Brasil. Confira:

Você desenvolveu uma ferramenta que “checa” notícias para identificar possíveis Fake News. Como funciona?

A ferramenta chama-se Check, e é desenvolvida pelo Meedan (empresa para a qual trabalho desde 2011). É uma plataforma aberta para que equipes de jornalistas possam trabalhar colaborativamente na checagem de notícias falsas. O processo começa a partir de um trecho de texto, uma imagem ou link na web. A partir de tarefas a serem respondidas e a partir de informações fornecidas pelo sistema, o usuário pode marcar tal fato como verificado ou não, e após isso, compartilhar esta análise.

A ferramenta de checagem desenvolve um trabalho de robô ou depende totalmente dos comandos humanos para atuar?

A ferramenta é apenas um suporte. Toda a análise de veracidade é feita por humanos, com base nas informações que o sistema é capaz de fornecer, por exemplo, busca de imagens reversas (que é verificar se uma imagem já foi compartilhada em outros sites antes).

Que tipo de fraudes podem ser detectadas a partir dessa ferramenta?

Atualmente o Check suporta imagens, links da web (principalmente de redes sociais, como Twitter, Facebook, Instagram e YouTube) e trechos de texto (por exemplo, falas de políticos).

O que te levou a desejar realizar um trabalho nessa área, de Fact-Checking (checagem de notícias)?

Achei uma temática interessante e me surpreendeu o fato que geralmente não questionamos as notícias. Acabamos acostumados a assumir que as fontes são confiáveis e agem de boa fé. Quando comecei a trabalhar nesta área, mudei minha forma de agir e questionar as notícias.

Como foi a sua experiência com a checagem de fatos nas eleições dos EUA? 

Este projeto foi chamado ElectionLand e envolveu mais de 1000 jornalistas americanos. Não houve vinculação a nenhuma campanha específica, mas foi para checar, no dia das eleições, possíveis violações e notícias falsas reportadas por eleitores de todo o país. Em apenas um dia, mais de 5000 notificações foram recebidas e verificadas. O esforço colaborativo foi reconhecido com um dos prêmios mais importantes do jornalismo online, o Online News Association Conference em 2017. Este modelo foi utilizado novamente no também premiado projeto CrossCheck, que cobriu as eleições na França, e será utilizado também nas eleições do México neste ano de 2018.

Como sua ferramenta irá atuar nas eleições do Brasil?

Temos a ideia de realizar a verificação de fatos relacionados a candidatos a presidência para as eleições brasileiras deste ano. Este projeto surgiu em um hackathon em São Paulo no mês de março, em que desenvolvemos um piloto para isso, e estamos agora em fase de amadurecê-lo um pouco mais e colocá-lo em prática.

Pelo que você estuda, observa e trabalha, você acredita que há como se ter controle sobre as Fake News?

Controlar é difícil. Para cada notícia falsa verificada, uma quantidade maior de notícias falsas é criada. Por isso a importância do trabalho de fact-checking e de educação das pessoas para que este alcance das notícias falsas não seja tão amplo e para que o público tenha o hábito de questionar e verificar a fonte antes de compartilhar as notícias falsas, o que aumenta o seu alcance.

O mundo chegará a um nível mais eficiente de identificação de Fake News?

Acredito que sim. Trabalho no desenvolvimento de software para esta área desde 2011 e nunca vi o termo estar tão em evidência quanto atualmente. Isso demonstra que as pessoas estão se interessando pela temática e o assunto está sendo pautado em diversos meios, como na academia, nas empresas (não apenas de comunicação) e nos órgãos governamentais. A tendência, ao meu ver, é termos gradualmente mais políticas e metodologias para checagem de notícias falsas em todos estes meios, aumentando assim a consciência de todas as pessoas sobre este tema.

Você concorda com a ideia de que as pessoas se sentem atraídas pelas Fake News. De que esse interesse seria “da natureza humana”?

Eu não tenho a formação em psicologia para avaliar isso do ponto de visto científico, mas como um observador, eu acredito que sim. É muito comum recebermos notícias falsas no celular acompanhados da observação "na dúvida, compartilhei", enquanto deveria ser o contrário. Na dúvida, seria melhor não compartilhar. As notícias falsas geralmente são mais alarmantes, chocantes, e as pessoas tendem a compartilhar numa tentativa de alertar sua família e amigos, deixando de lado a preocupação com a veracidade dos fatos. Isso também é corroborado por pesquisas recentes. Por exemplo, uma pesquisa recente divulgada na revista Scientific American mostrou que posts falsos no Twitter tem 70% mais chance de serem compartilhados do que os verdadeiros.

Como devem se posicionar os profissionais de comunicação e imprensa, os jornalistas, nessa circunstância de uma “epidemia” de Fake News em que vivemos, na sua opinião?

Eu acho que o primeiro passo seria evitar a ansiedade por um "furo" de reportagem que possa ser inconsequente ao não verificar a veracidade da informação sendo divulgada, o que pode trazer graves prejuízos. A verificação de fatos deveria ser parte essencial e básica do trabalho da imprensa como órgão de popular credibilidade antes de divulgar qualquer informação. Para isso, é necessário um trabalho de educação dos profissionais, nos órgãos em que trabalham, e dos estudantes, nas faculdades de comunicação e jornalismo.

As Fake News poderão influir decisivamente nas eleições deste ano no Brasil?

Sem dúvida serão uma peça chave das eleições neste ano. Pesquisa recente divulgada pelo FGV comprovou que robôs foram utilizados na propagação de notícias falsas nas eleições de 2014 por todos os candidatos, e isso na época não teve muito repercussão. Para este ano, a consciência sobre o tema é muito maior, por isso ele está tão em evidência e em pauta. Inclusive o TSE criou um conselho consultivo com membros de diversos setores da sociedade para discutir e propor formas de lidar com o problema de notícias falsas durante as eleições.

Como você imagina o futuro das redes sociais e da divulgação de notícias on-line daqui a 10 anos? O que será diferente da realidade de hoje?

Difícil prever, pois em termos de tecnologia, 10 anos é uma eternidade. Mas eu acredito que cada vez mais teremos textos escritos por robôs com base em inteligência artificial, e o trabalho humano poderá ser mais focado na investigação e análise dos fatos do que na produção de textos mecânicos, aumentando assim a veracidade das informações divulgadas. Acredito também que os usuários serão mais educados, críticos e questionadores com relação ao que se lê. É uma perspectiva otimista :)

 

Nota do Blog: Caio Almeida esteve em Natal no início de abril, quando participou do Papo de Mídias, no Sebrae-RN, debatendo Fake News e Fact-Checking em evento que também participei como debatedora. 

12

Abr

Comunicação

#DropsDoBlog

Notinhas do blog sobre comunicação, tecnologia e mercado:

Comunicação em Revistas Colaboro, neste mês, com artigos sobre comunicação em duas revistas de destaque no mercado potiguar, que já acompanhou e admiro há bastante tempo: a  ACONTECE, de Mossoró, editada por Neide Carlos e Marcelo Bento, que passa a ter circulação mensal; e a VIVER BEM, das jornalistas Juliana Garcia e Patrícia Guedeville, publicação longeva voltada à saúde, bem estar, esporte e qualidade de vida, com um olhar holístico sobre os temas. Grata pelos convites e espaço nobre.

Simulador de direção na Campus Party

Quem visitar a Campus Party Natal #cpjerimum poderá conferir o simulador de direção veicular instalado no estande do Governo do RN pelo Detran. O simulador apresenta diversas situações enfrentadas no trânsito pelos condutores, e poderá ser operado pelos usuários que visitarem o estande.

CNH digital opcional

O Detran também vai divulgar o aplicativo para smartphones lançado no ano passado, que oferece diversos serviços do órgão, como agendamento, consulta de multas, entre outros. O Detran ainda estará com servidores e equipamentos montados no estande oferecendo o cadastramento de condutores para ter acesso a CNH Digital, que é opcional e sem custos para o condutor.

Aplicativo da segurança

O desafio de umas das hackatons (maratonas de programação) da Campus Party é criar um aplicativo para dispositivos móveis que permita à Secretaria Estadual de Segurança Pública – do Governo do RN – é ampliar os canais de prestação de serviço e a interação com a sociedade, com livre possibilidade de criação.

Batalha de Drones

Uma das atrações que mais atrai espectadores da Campus Party tem sido a Arena de Drones, colocando à prova a tecnologia, resistência e habilidade de pilotos na #CampusPartyNatal. Sob o grito de guerra “Dois drones entram, um drone sai” participantes levam seus drones para uma batalha de rasantes, voos altos e encontros de hélices. O vencedor final será consagrado ao final da feira, no próximo sábado.

Profissionais do Ano

Um dos mais tradicionais prêmios brasileiros de comunicação, o Profissionais do Ano, chega à sua 40ª edição. Buscando premiar as melhores campanhas publicitárias, o evento já se tornou um marco entre os profissionais da mídia. As inscrições dos trabalhos seguem até o dia 16 de abril. O prêmio Profissionais do Ano é uma realização da Rede Globo.