Comunicação

15

Ago

Comunicação

Terceira edição da Mostra Itinerante "Mães do Juvino" chega ao Praia Shopping nesta sexta-feira

A terceira edição da mostra fotográfica itinerante “Mães do Juvino” chega ao Praia Shopping, a partir dessa sexta-feira (17). O ensaio que é composto por 30 quadros ficará exposto até setembro, disponível para visitação das 10h às 22h. A exposição retrata o dia a dia das mães do Instituto Juvino Barreto e tem assinatura do jornalista e repórter fotográfico Elias Medeiros.

O Instituto Juvino Barreto foi fundado oficialmente em 19 de abril de 1944 com o objetivo de auxiliar pessoas durante um longo período de seca, atendendo aos mais carentes. Hoje, o órgão tem por finalidade atender aos idosos com carência sócio-econômica e familiar, contandoexclusivamente de doações, trabalho voluntário e apoio da sociedade.

O coquetel de lançamento vai ser realizado na próxima sexta-feira às 17h no Praia Shopping. Os organizadores sugerem como doação fraldas geriátricas, para saber como doar visite o site do instituto www.novojuvino.blogspot.com/

13

Ago

Comunicação

Parceria com a DC Comics leva Turma da Mônica a viver aventuras com Batman e Superman

Mauricio de Sousa anunciou mais um encontro inusitado de seus personagens. Em breve, será a vez de Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali e Chico Bento viverem aventuras com os heróis da DC Comics, como Batman, Mulher-Maravilha, Superman e Flash. O crossover será publicado a partir de dezembro, nos principais títulos da Mauricio de Sousa Produções (MSP).

A reunião entre os personagens será um grande evento, apresentado nas primeiras histórias das edições de dezembro das revistas Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali, Chico Bento e Turma da Mônica.

No mesmo mês, e também em janeiro de 2019, as edições da Turma da Mônica Jovem trarão sua versão do crossover. Além dos principais heróis da Liga da Justiça, como Batman, Superman, Mulher-Maravilha, Flash, Lanterna Verde e Aquaman, outros personagens da editora norte-americana participarão, incluindo Coringa e Mulher-Gato.

Com informações de Maurício de Sousa Produções. Crédito da Imagem: Panini/Divulgação

13

Ago

Comunicação

Rádio Universitária FM está com inscrições abertas para o Festival Música Potiguar Brasileira

A Rádio Universitária FM (88,9), vinculada à Superintendência de Comunicação (Comunica), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), abriu nesta sexta-feira, 10, as inscrições para a 8ª edição do Festival Música Potiguar Brasileira (FMPB), que busca revelar, divulgar e premiar gravações de obras musicais inéditas.

Este ano, o FMPB traz duas novidades. A primeira é que o mesmo artista pode se inscrever nas duas categorias, mas só poderá ser premiado numa delas. A segunda é que as inscrições serão feitas por meio do sistema SIGEventos da UFRN, garantindo maior visibilidade e segurança ao Festival.

As músicas serão julgadas por cinco especialistas de notório conhecimento musical, dentre os quais se encontram professores da Escola de Música da UFRN. O público também participa através do Voto Popular, escolhendo a “Melhor Música”. A votação do público pode ser feita pelo Facebook da Rádio Universitária.

O Festival

Desde seu início, em 2011, o FMPB abre espaço, na programação da Rádio Universitária FM, para cantores, compositores, instrumentistas e arranjadores, valorizando a produção autoral e a diversidade da música potiguar, premiando musicais nas categorias ‘Instrumental’ e ‘Música com Letra’.

De acordo com a organização do evento, o festival vem se consolidando a cada ano e o seu sucesso pode ser constatado pelo crescente número de inscritos a cada edição. Na primeira, foram 69. Na última, em 2017, foram 192 inscritos

12

Ago

Comunicação

Projeto de combate à desinformação nas eleições inicia atividades

O projeto Comprova iniciou as operações de combate à desinformação e a conteúdos enganosos na internet durante a campanha eleitoral. Por meio de um número de WhatsApp – (11) 97795-0022 -, o público poderá denunciar conteúdos suspeitos ou falsos relacionados às eleições. 

Coordenada pela Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), a coalizão reúne 24 organizações de mídia de todo o Brasil, a partir de uma iniciativa do First Draft, um projeto do Centro Shorenstein da Harvard Kennedy School.

As equipes do Comprova vão checar textos, imagens e áudios sem origem definida. Não haverá verificação de declarações dadas por candidatos, pois isso não se enquadra no escopo do projeto. 

O objetivo dessa iniciativa é engajar eleitores no combate à desinformação durante a campanha e limitar a circulação de boatos infundados de teor eleitoral no WhatsApp e em outras redes. Os interessados serão encorajados a compartilhar a informação checada com seus contatos de WhatsApp. A coalizão do Comprova vai checar o maior número possível de questionamentos, dando prioridade a conteúdos que se tornaram virais ou têm o potencial de desinformar uma grande parte do eleitorado.  

Os interessados devem salvar o número (11) 97795-0022 na lista de contatos de seu celular e então enviar uma mensagem com o pedido de checagem. Todos os conteúdos verificados pelo projeto estarão disponíveis no site projetocomprova.com.br em formato de ficha técnica. O material terá licença Creative Commons, ou seja, poderá ser republicado por qualquer veículo interessado, desde que haja atribuição ao Comprova e o conteúdo não seja alterado.

A utilização do WhatsApp como ferramenta para um projeto eleitoral é uma novidade para o First Draft, que já liderou o CrossCheck, seu projeto premiado com foco nas eleições francesas de 2017, e atuou em parceria com agências de verificação de fatos durante as eleições britânicas e alemãs. 

Pesquisadores da Harvard Kennedy School investigarão os padrões de circulação de conteúdo enganoso. As descobertas ajudarão a informar a imprensa sobre as melhores práticas para combater a desinformação.

Para Daniel Bramatti, presidente da Abraji, abrir um canal de participação de usuários do WhatsApp é uma iniciativa que reforça e amplia o caráter colaborativo do projeto. “Como o WhatsApp não é uma rede aberta e seu conteúdo é criptografado, só com a ajuda dos usuários poderemos responder ao conteúdo enganoso que circula na plataforma”, observou. 

“Com cerca de 120 milhões de brasileiros usando o WhatsApp, essa é a principal plataforma de comunicação para a maioria das pessoas no país. Assim, todo tipo de informação flui pela plataforma, incluindo a desinformação”, disse Claire Wardle, que lidera o First Draft no Centro Shorenstein da Harvard Kennedy School. “O Comprova nos dá uma oportunidade real de entender o papel do WhatsApp no Brasil, especialmente sobre como os eleitores o usam durante uma campanha eleitoral”, acrescentou.

O objetivo do projeto é identificar e minar técnicas sofisticadas de manipulação e amplificação online. O fluxo de trabalho foi projetado para incentivar a investigação colaborativa entre redações, que poderão continuar após as eleições. O site do Comprova é otimizado para dispositivos móveis, e os desmentidos foram formatados para ser facilmente compartilhados e consumidos em plataformas sociais, incluindo o WhatsApp. Nem todas as questões enviadas pelo WhatsApp serão respondidas, mas os jornalistas se esforçarão para atender o máximo de solicitações.

O site, mecanismo que alimenta o elemento colaborativo do Comprova, tem um sistema de gerenciamento de conteúdo proprietário desenhado especificamente para este projeto, e será usado em futuros projetos eleitorais em todo o mundo. 

Nenhum conteúdo poderá ser publicado até que três diferentes redações concordem com as etapas de verificação anexadas ao relatório sobre uma informação avaliada, em um processo conhecido como "crosscheck".

O público poderá acessar esses relatórios em uma central no site do Comprova, projetada para tornar mais fácil para as pessoas compartilharem as informações produzidas pelas redações participantes, seja pelo Facebook, Twitter ou WhatsApp. Parceiros individuais também produzirão relatórios mais longos em seus próprios sites. 

As organizações de mídia envolvidas no Comprova são: AFP, Band News, Band TV, Canal Futura, Correio do Povo, Exame, Folha de S.Paulo, GaúchaZH, Gazeta Online, Gazeta do Povo, Jornal do Commercio, Metro Brasil, Nexo Jornal, Nova Escola, NSC Comunicação, O Estado de S.Paulo, O Povo, Poder360, Rádio Band News FM, Rádio Bandeirantes, Revista Piauí, SBT, UOL e Veja.

O Comprova conta com o apoio do Projor, entidade que trabalha para fortalecer o jornalismo no Brasil. A Google News Initiative e o Projeto de Jornalismo do Facebook ajudaram a financiar o projeto, e ambas as empresas estão fornecendo suporte técnico e treinamento para as equipes envolvidas.

Parceiros Institucionais incluem a Abraji, a ANJ (Associação Nacional de Jornais no Brasil), o escritório do Centro David Rockefeller para Estudos Latino-Americanos da Universidade de Harvard, o Projor, a agência Aos Fatos, a FAAP, e a RBMDF Advogados. Os parceiros de tecnologia incluem CrowdTangle, NewsWhip, Torabit, Twitter e WhatsApp.

 

Sobre o First Draft 

O First Draft é um projeto do Centro Shorenstein para Mídia, Política e Políticas Públicas, da Escola de Governo John F. Kennedy, na Universidade Harvard. O projeto usa métodos baseados em pesquisas para combater desinformação online e fornece aconselhamento prático e ético sobre como encontrar, verificar e publicar conteúdo originário da internet social. 

Com informações da Abraji

10

Ago

Comunicação

Manual Prático das Eleições terá sua oitava edição lançada na próxima segunda

O juiz Jarbas Bezerra e a advogada Lígia Limeira lançam, na próxima segunda-feira (13), a partir das 19h, na Galeria Fernando Chiriboga, 3° piso da Shopping Midway Mall, a 8a edição do Manual Prático das Eleições. 

A obra, de linguagem simples e acessível, traz comentários acerca das disposições da Lei das Eleições, à luz das resoluções emanadas do TSE, sendo de grande utilidade para agentes de campanha, representantes partidários, advogados, contabilistas e estudiosos da matéria.

Em contato com o blog, Lígia Limeira disse que a obra é um marco da parceria longeva entre ela e Jarbas Bezerra, que prima pelo fortalecimento da democracia e pelo aperfeiçoamento do processo democrático. 

"Sinto um misto de alegria, orgulho e gratidão por chegar aos 16 anos de estudos dedicados ao Direito Eleitoral e, sobretudo, por ter realizado o sonho de auxiliar os atores de campanha com uma obra de linguagem simples e a todos acessível, como eu e Jarbas aspirávamos nos idos de 2004”, disse.

9

Ago

Comunicação

Diretora de Comunicação da Assembleia do RN palestra sobre avanços e desafios do setor em Roraima

Os meios e instrumentos usados pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte para se comunicar com a população foram detalhados na palestra “O Legislativo e os desafios da Comunicação Pública”, realizada pela diretora de Comunicação da ALRN, Marília Rocha, para o público do seminário em comemoração aos três anos de funcionamento da TV Assembleia de Roraima, canal 57.3, na capital Boa Vista.

A palestra chamou a atenção para a forma de se comunicar na Assembleia, o funcionamento da Comunicação e da Redação na Casa, o engajamento e fortalecimento das Redes sociais, gerenciamento de crise e fake news. “A identidade e a imagem representam a transparência da instituição. Uma entidade tem que fazer com que sua identidade seja forte perante à sociedade para que sua imagem seja entendida", disse Marília Rocha.

A comemoração contou com a presença do presidente da Assembleia Legislativa de Roraima, Jalser Renier (Solidariedade), que reiterou a importância da TV Assembleia para o parlamento e o povo. “Com a TV tem sido possível estreitar ainda mais a relação entre o Legislativo e a sociedade de Roraima, por meio da transmissão dos trabalhos realizados na Casa e divulgação de todas as ações parlamentares. Temos tido retorno positivo desse trabalho todos os dias por meio da população. Por conta disso, nosso desejo é que o sinal da TV Assembleia seja levado para todos os municípios do Estado de Roraima”.

Também presente no seminário, o presidente da Associação Brasileira de Rádios e Televisões (ASTRAL), Wanderley Oliveira, foi convidado para mediar os debates, durante o seminário, que aconteceu no plenário deputada Noêmia Bastos Amazonas, nas dependências do parlamento de Roraima.

8

Ago

Comunicação

Revista Elas por Ela será lançada na próxima quarta-feira em Natal

Direcionada ao universo feminino, a Revista Elas por Ela retrata vidas, conceitos, artigos e fotografias de mulheres de destaque e tem como principal objetivo conscientizá-las da importância feminina dentro da sociedade. O lançamento da publicação será realizado na próxima quarta-feira (15), às 18h30, no auditório da Governadoria (Centro Administrativo) e está incluído na programação da campanha Agosto Lilás, desenvolvida pela Secretaria Extraordinária de Políticas Públicas para as Mulheres. O evento contará com a presença da Diretora Executiva da Agência Outra Praia (SP), Dilma Campos.

Produzida por uma equipe de profissionais formada exclusivamente por mulheres, a Elas por Ela traz, em suas páginas, o olhar sensível de cada uma daquelas que trabalharam para tornar realidade o sonho da fotógrafa e idealizadora da revista, Kalina Veloso. “A ideia surgiu para divulgar o meu material fotográfico, mas aos poucos, o sonho foi crescendo e criamos uma revista histórica, pioneira e que representa a feminilidade e a força da mulher. E, claro, que pra construir esse sonho, tínhamos que contar com profissionais qualificadas e personagens diferenciadas”, pontua Kalina Veloso.

Personagem de uma das matérias da Revista, a fundadora e diretora executiva da Agência Outra Praia, de São Paulo, Dilma Campos estará presente no evento de lançamento. Atuando na área de soluções criativas na área de live e marketing, Dilma Campos já passou por grandes agências como Banco de Eventos, Ajom, One Stop e Agência TUDO, atuando em áreas como direção artística, direção de produção e planejamento. Em 2016, Dilma tornou-se membro do Comitê Women Empowerment da AMPRO e é Winning Women 2016 da EY.

6

Ago

Comunicação

Profissionais do Nordeste se reúnem em Natal para discutir Marketing Digital

Quando se trata de Marketing Digital, mais especificamente Inbound Marketing e Outbound Marketing, o Nordeste é percebido como um mercado de grande potencial, considerando que poucas marcas já iniciaram este trabalho de estratégia na região. Pensando no desenvolvimento dos profissionais locais, a agência potiguar Carratu promove, no dia 11 de agosto, das 8h às 18h, o II Digibound Marketing Digital.

A ideia do evento, que será realizado em Natal, é preparar os profissionais para iniciarem um processo de vendas pelo Marketing Digital, mostrando a relevância e o potencial de diversas estratégias como criar audiência nas redes sociais, produção de conteúdo no blog do cliente para fidelização de potenciais clientes e as possibilidades em torno da automação em Marketing e vendas por email e telefone. “Convidamos nomes de referência nos assuntos centrais do DigiBound, trazendo conteúdo de qualidade sobre como o Marketing Digital tem mudado a rotina das empresas”, conta Ubirajara Carratu, organizador do evento e diretor de planejamento da agência Carratu Digital.

Nomes de grande relevância na área de Marketing Digital já confirmaram participação no evento como palestrantes e convidados nesta 2ª edição do DigiBound, que conta com o apoio de grandes marcas nacionais, como a Resultados Digitais, Reev.co, Rock Content, Mlabs e InLoco Media.

Thaisa Bogoni, gerente de Marketing e Relacionamento do ClubCom – que reúne as empresas Ima Gestão de Imagem, Neopop Branding & Design e Sin Comunicação – será uma das debatedoras em um painel com outras mulheres para contar suas experiências no universo do inboud e outbound marketing.

Animada com a oportunidade de trocar experiências com grandes nomes da área de Marketing Digital do País, Thaisa conta que para os participantes do evento será um privilégio poder conhecer algumas das melhores empresas e cases de sucesso neste mercado, e assim entender como as ferramentas digitais podem ser utilizadas pelas empresas para a realização de uma comunicação integrada mais eficiente.

Segundo Ubirajara Carratu, o objetivo é que os participantes cheguem ao evento com perguntas que imaginam serem únicas e se surpreendam com as respostas, tendo a certeza de que não estão sozinhos na busca por conhecimento e desenvolvimento do processo de vendas no meio digital. Uma oportunidade para profissionais do Nordeste aprenderem com influenciadores nacionais que estão aplicando técnicas e estratégias de resultados aqui no Brasil.

6

Ago

Comunicação

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte lança a Rádio Justiça Potiguar

Programação diversificada, música, cultura, entrevistas, debates e informações sobre decisões do Judiciário fazem parte do cardápio da Rádio Justiça Potiguar, emissora web do Tribunal de Justiça que entra no ar a partir desta quarta-feira (8), a partir das 8h, com a transmissão ao vivo da sessão do Pleno da Corte Estadual de Justiça. Inicialmente, a rádio pode ser acessada por meio do Portal do Judiciário (www.tjrn.jus.br) 24 horas por dia.

A emissora complementa os canais de informação do TJRN à disposição do cidadão, como o site com notícias diárias, redes sociais (Twitter, Facebook, Instagram e YouTube) e programas de TV. Para o jornalista Osair Vasconcelos, secretário de Comunicação Social do TJRN, a rádio web Justiça Potiguar é mais opção de se informar sobre decisões, projetos e ações do Poder Judiciário do RN que têm relação com a vida das pessoas.

“A rádio vai somar a essas mídias já existentes para atingir de outras formas o cidadão, sobretudo usando esse meio cativante que é a voz”, observa Osair ao lembrar que diariamente haverá duas edições do jornal “Notícias do Judiciário”. Além programas periódicos como “Conversa Livre”, “Memória da Justiça” e “Quatro Vozes”, entre outros que irão muito além da informação convencional, ressaltando temas da atualidade, a história da Justiça e o debate de ideias.

Em parceria com mais de 50 estações de rádio comunitárias, os boletins da Rádio Justiça também poderão ser transmitidos para o interior do estado. A gerente de conteúdo, jornalista Neli Terra, destacou que o TJRN cedeu espaço para que outros Tribunais do estado possam veicular conteúdos na web rádio, enriquecendo ainda mais a sua programação.

Fonte: TJRN

1

Ago

Comunicação

Fotógrafa lança exposição de conscientização contra a violência doméstica no mês “Agosto Lilás”

Integrando um calendário específico de ações para conscientizar a população sobre os tipos de violência doméstica, o direito das mulheres e, sobretudo, divulgar que “violência contra a mulher não tem desculpa, tem consequências”, a fotógrafa Kalina Veloso  em parceria com  o Partage Norte Shopping  e  a Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres do RN - SPM, em prol do “Agosto Lilás”, inauguram na tarde desta quarta-feira (01) o espaço da exposição  fotográfica “Ele não te ama”.

O ensaio contou com  a participação do Coletivo Marias do RN e tem como objetivo despertar mulheres a tornarem-se   DONAS DE SI  e não se calem diante de um relacionamento abusivo. “Não faço fotografias com mulheres agredidas, e sim , quero uma forma para empoderar essas mulheres a entenderem o domínio do seu corpo, da sua vida e do respeito”, destaca a fotógrafa.

O lançamento acontece hoje (01), às 17h  e vi até o dia 30 de agosto. Na ocasião, as integrantes do Coletivo comandarão uma roda de conversa sobre o tema. Além delas, a arte educadora, Célia Melo, vai realizar uma apresentação abordando a temática.


Sobre o Agosto Lilás
Criado pela Lei Ordinária Nº 10.066, de maio de 2016, foi instituído no calendário oficial do Rio Grande do Norte, este, como o mês de proteção à mulher. Em apoio, empreendimento manterá seu mastro iluminado na cor lilás, durante toda a campanha.

30

Jul

Comunicação

Evento sobre conectividade, comunicação e empreendedorismo - Digital Experience Day - será lançado amanhã

 A edição 2018 da maior imersão Digital do Norte Nordeste, o Digital Experience Day (DED) será lançado amanhã (31), a partir das 19h, no Freddy’s. O evento que trata de conectividade, comunicação, empreendedorismo e futurismo será apresentado a jornalistas, publicitários, formadores de opinião e influences, em primeira mão.

Em 2018 o DED, que ocorre nos dias 24,25 de novembro, no Wish Hotel, em Natal, terá muitas novidades, a começar por duas oficinas temáticas e dois workshop’s com temas planejamento digital e ADS, além da consultoria criativa de Liliane Ferrari.

Jornalista, experiente consultora em conteúdo digital, ela foi palestrante do Facebook, apontada como uma das 10 mulheres mais influentes da Internet brasileira pelo iG, atuou em blogs corporativos, fan pages, consultorias e projetos digitais para Editora Trip, Colgate, C&A, O Boticário, Santander, Itaú Cultural, LG, Unilever, CAIXA, Johnson & Johnson e Extra Supermercados. Está no mercado de comunicação há mais de 16 anos, inclusive com passagem pela TV Globo. Possui um blog pessoal, o lilianeferrari.com.

O evento é organizado pela Três1 Digital e já está com inscrições abertas. É voltado para profissionais de comunicação, tecnologia, marketing, gestores, administradores, estudantes e público em geral. “Na ocasião do lançamento vamos falar de todas as novidades deste ano, além de apresentar o site do DED 2018, que já está no ar”, adiantou Manoel Filho, CEO do Digital Experience Day.

26

Jul

Comunicação

Fundação José Augusto lança 2ª edição da revista Carcará nesta quinta-feira em Caicó

A Casa de Cultura Popular de Caicó Palácio Padre Brito Guerra é palco do lançamento da 2ª edição da revista Carcará, nesta quinta-feira, 26, às 19 horas, na cidade de Caicó. A publicação é uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Fundação José Augusto, através da Coordenação do Livro, Leitura e Biblioteca. O curta-metragem de Ficção-Científica ‘Em Torno do Sol’ – de Júlio Castro e Vlamir Cruz é um dos destaques de capa da revista.

Segundo o diretor geral da Fundação José Augusto, jornalista Amaury Júnior, que já confirmou presença no lançamento da revista, a publicação traz também no seu conteúdo uma homenagem ao crítico Berilo Wanderley, na seção Memória Crítica. Histórias inéditas do último FINC – Festival Internacional de Baía Formosa também pautam a revista.

Carcará 02, a exemplo da primeira edição, foi editada pelo jornalista Rodrigo Hammer e tem distribuição gratuita. Ainda são destaques na publicação, o perfil do cinéfilo Inácio Magalhães de Sena, o livro Ditaduras do Cinema e o curta-metragem Cinzas. "Carcará chega ao segundo número com o melhor do audiovisual potiguar, vale a pena a leitura de todo o conteúdo", recomenda Amaury Júnior.

26

Jul

Comunicação

Confira os cinco livros africanos recomendados pelo ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama

Barack Obama duas vezes eleito para chefiar a Casa Branca, e em 2008 numa pesquisa online, o homem mais influente do mundo, mantém há anos o costume de divulgar uma lista de recomendações de leitura. Aproveitou que iria viajar para o continente africano e dispôs de uma seleção focada em livros de autores africanos.



“Através dos anos, frequentemente me inspirei na tradição literária extraordinária da África”, escreveu Obama em um post no Facebook. Segundo ele, suas sugestões incluem vários dos melhores escritores e pensadores da África, “cada um dos quais ilumina nosso mundo de maneiras poderosas e únicas”.

“O mundo se despedaça”, de Chinua Achebe

Escrito em 1958, foi um dos primeiros títulos de literatura africana em inglês a obter reconhecimento internacional. A história mostra a sociedade nigeriana lidando com a chegada dos primeiros europeus, no fim do século 19. Considerado o livro maior do escritor nigeriano Chinua Achebe, já vendeu mais de 20 milhões de cópias em todo o mundo. “Uma obra-prima que inspirou gerações de escritores na Nigéria, pela África, e por todo o mundo”, escreveu Obama.

“Um grão de trigo”, de Ngũgĩwa Thiong’o

“Uma crônica dos eventos que antecederam a independência do Quênia e uma estimulante história de como fatos transformadores da história influenciam em vidas individuais e relacionamentos”, comentou o ex-presidente sobre o livro de 1967 do queniano Thiong’o. O autor, que chegou a ser preso em 1977 no Quênia, por causa de uma peça teatral, era um dos cotados para o Nobel de Literatura de 2017.

“Longa caminhada até a liberdade”, de Nelson Mandela

A biografia do ex-presidente sul-africano Nelson Mandela traça a história, “épica” nas palavras de Obama, desde a infância em uma vila do interior até a presidência, passando por seus 27 anos na cadeia. Publicado em 1994, o livro é “leitura essencial para qualquer um que queira entender a história – e depois partir para mudá-la”.

“Americanah”, de Chimamanda Ngozi

Adichie Adichie é chamada por Obama de “uma das grandes escritoras contemporâneas do mundo”. Este livro de 2014 da escritora nigeriana usa a história de dois personagens que têm de viver no exterior para discutir “questões universais de raça e pertencimento”. Segundo a autora declarou ao The Guardian em 2013, o livro “é sobre amor. Quis escrever uma história de amor à moda antiga assumida. Mas é também sobre raça e como nos reinventamos”. O romance foi eleito pelo jornal The New York Times como um dos dez melhores daquele ano.

“The Return” (O retorno, em tradução livre), de Hisham Matar

A obra de 2016 do escritor líbio-britânico trata de seu retorno à Líbia para investigar o desaparecimento em 1990 de seu pai, opositor do regime de Muammar Gaddafi. Para Obama, a escrita de Matar “habilidosamente equilibra um gracioso guia pela história recente da Líbia com a missão obstinada do autor”.

Fonte: Nexo Jornal, matéria completa em: https://www.nexojornal.com.br/expresso/2018/07/18/As-dicas-de-livros-africanos-de-Barack-Obama

25

Jul

Comunicação

[VÍDEO] Análise da crise: os elementos que levaram Neymar ao desgaste internacional e os caminhos para recuperação de imagem

Um dos maiores especialistas em Gestão de Comunicação de Crises, o jornalista e professor João José Forni, autor do livro “Gestão de Crises e Comunicação”, analisa no vídeo abaixo – direto de Brasília - os elementos que levaram Neymar ao desgaste internacional e o caminhos possíveis para a recuperação da imagem do jogador da seleção brasileira. Confira!

24

Jul

Comunicação

Universidades federais apresentam propostas para o debate eleitoral

As universidades federais brasileiras, por meio da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior – Andifes, produziram propostas que visam contribuir com o debate sobre o desenvolvimento econômico e social do Brasil nos próximos anos. Com o título “Educação para a Democracia e o Desenvolvimento”, o documento é aberto a toda a sociedade e será entregue aos pré-candidatos à Presidência da República.

De acordo com o presidente da Andifes, reitor Emmanuel Tourinho, o objetivo é aprofundar e ampliar o debate sobre o desenvolvimento do País durante o período em que os brasileiros vão às urnas escolher o próximo presidente, assim como os próximos governadores e membros do Congresso Nacional e das Assembleias Legislativas. “As universidades federais têm plena ciência do importante papel social que desenvolvem e da contribuição que temos prestado para o crescimento do Brasil. Por isso, não poderíamos nos furtar à responsabilidade de propor um diálogo no período eleitoral, em que os brasileiros tomarão decisões tão importantes para o futuro do País”, ressalta.

Ainda segundo o presidente da Andifes, “a ideia é que, respeitando a autonomia de cada instituição de forma plural, nos próximos meses todas as universidades federais promovam o debate sobre os problemas e soluções para salvaguardar a democracia e alavancar o desenvolvimento do Brasil”.

“O Sistema Público de Universidades Federais é, hoje, mais do que em qualquer outro tempo, indispensável a um projeto de nação baseado na formação de uma inteligência nacional, no domínio do conhecimento de ponta, na superação da pobreza e da desigualdade, na soberania, na cidadania e na democracia. Esse sistema precisa continuar cumprindo a sua missão e expandindo as suas atividades”, afirma o documento.

Entre as propostas apresentadas, está a imediata revogação da Emenda Constitucional nº 95 de 2016, o chamado Teto de Gastos. “Sem o compromisso da revogação dessa emenda, nenhum programa de governo que conduza ao desenvolvimento sustentável, geração, emprego e renda, serviços públicos de qualidade e fortalecimento da democracia será viável”, afirma o documento.

“Queremos eleições livres e democráticas, de modo que cada eleitor possa escolher seus candidatos, propostas e programas conhecidos e debatidos”, afirma Tourinho.

A Andifes representa as 63 universidades federais na interlocução com o Governo Federal, o Parlamento e a Sociedade Civil. Atualmente, são 328 campi, presentes em todos os estados da Federação e no Distrito Federal.

Acesse o documento na íntegra em:

http://www.andifes.org.br/wp-content/uploads/2018/07/Educa%C3%A7%C3%A3o-para-a-democracia-e-o-desenvolvimento_20jul.pdf