Lazer & Cultura

7

Jul

Orquestras apostam em concertos online e interativos durante pandemia

Enquanto salas de concerto ainda se encontram de portas fechadas devido à pandemia de covid-19, orquestras vêm desenvolvendo nova relação com os seus públicos. As cortinas se abrem pelas telas da televisão, do computador, do celular e as notas musicais, antes ecoadas em ambientes fechados, ganham novos espaços.

Com transmissão online, não há limites físicos e até mesma novas formas de interação são possíveis: somente nesta semana, estreia um concerto inédito da Orquestra Sinfônica Brasileira, ao passo que a Orquestra Ouro Preto prepara uma apresentação virtual em que o repertório será escolhido pelo público em tempo real.

Gravado no Theatro Municipal de Niterói, o concerto da Orquestra Sinfônica Brasileira poderá ser acessado pelas suas redes sociais. A estreia será hoje (7), às 20h. A partir desse dia e horário, amantes da música erudita poderão escolher o melhor momento para apreciar interpretações da obra de Paul Dukas, Heitor Villa-Lobos, Gilberto Gagliardi, Richard Strauss e Charles Gounod. Desde que começou a crise sanitária, esta é apenas a terceira apresentação da Orquestra Sinfônica Brasileira em que os músicos se reuniram.

"No início da pandemia, cada um gravava de sua casa. Agora, mesmo sendo uma apresentação online, os ensaios são presenciais. Isso traz uma motivação nova para o grupo, uma sintonia maior. Os músicos estão muito felizes por tocarem juntos novamente", diz a maestrina Priscila Bomfim, convidada para reger a Orquestra Sinfônica Brasileira pela segunda vez em sua carreira.

Apesar do reencontro, o momento ainda inspira cuidados e apresenta desafios. Os protocolos de segurança, que incluem o uso de máscaras, limitam a expressividade facial. "É uma perda para os maestros. Por exemplo, a respiração e os movimentos com a boca. Os nossos movimentos se restringem muito mais ao olhar e às nossas mãos. Foi uma experiência diferente nesse sentido. Precisamos usar muito mais os recursos das mãos, pois estamos com nossa expressividade reduzida", comenta Priscila.

Um dos principais destaques do novo concerto, para a maestrina, é uma música de Gilberto Gagliardi. "Representa bem a cultura nordestina e brasileira. Podemos sentir, em uma mesma obra, diversos climas criados pelos naipes de metais na orquestra e a percussão. É uma obra muito importante para o repertório de metais porque Gilberto Gagliardi era trombonista e vinha de uma família de trombonistas. Acho que o público vai se identificar muito. É um ritmo que já está dentro do brasileiro".

Fundada em 1940, a Orquestra Sinfônica Brasileira é considerada um dos conjuntos sinfônicos mais importantes do país. Além dos concertos, o grupo também desenvolve projetos com objetivos sociais e educativos. Suas atividades têm sido viabilizadas por meio de instrumentos da Lei Federal de Incentivo à Cultura, como o Instituto Cultural Vale e diversos apoiadores e patrocinadores, como a Nova Transportadora do Sudeste (NTS) e a Brookfield.

Em abril deste ano, ela foi reconhecida como patrimônio cultural imaterial da cidade do Rio de Janeiro, conforme decreto assinado pelo prefeito Eduardo Paes. Atualmente é composta por cerca de 70 músicos. A seleção ocorre por meio de audições anunciadas por editais, sempre que há vagas a serem preenchidas.

Você decide

Outra atração para os apreciadores dos concertos acontecerá no sábado (10), às 20h30. A Orquestra Ouro Preto se propôs a realizar pela primeira vez uma experiência diferente: as músicas serão definidas pelo público durante o evento. A votação do repertório ocorrerá por uma enquete que será gerada por meio do Youtube, plataforma usada para a transmissão.

"Nas décadas de 80 e 90, ficou muito famoso o programa de televisão Você Decide, em que o público escolhia o final da história. Inspirados nisso, vamos fazer o nosso Você Decide. São os desafios que essa pandemia nos impõe. Estamos tentando pensar novas saídas para esse formato virtual e imaginamos uma maneira de tornar essa apresentação mais interativa", explica o maestro Rodrigo Toffolo.

O palco de onde ocorrerá a transmissão é o do Sesc Palladium, em Belo Horizonte. "Quem podia imaginar que seria possível votar em um concerto entre uma música de Beethoven e de Mozart, ou então as mais pedidas do A-Ha? Que tal Beatles x Rolling Stones?", pergunta uma chamada nas redes sociais da Orquestra Ouro Preto.

Com 21 anos de existência, a Orquestra Ouro Preto foi fundada por professores na Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop) e é conhecida por repertórios que vão muito além da música clássica, incluindo versões para sucessos do rock, jazz, de ritmos brasileiros e de músicas que ficaram famosas no cinema. Essa diversidade faz com que, entre seus principais trabalhos, estejam adaptações de composições de Vivaldi, Beatles e Milton Nascimento. Ao longo de sua trajetória, foram gravados 11 CDs e sete DVDs. Um desses DVDs, batizado de Valencianas, foi gravado ao vivo junto com o cantor Alceu Valença e acabou recebendo o Prêmio da Música Brasileira de 2015. 

No início da pandemia, no ano passado, a Orquestra Ouro Preto paralisou suas atividades. A retomada ocorreu aos poucos e já são 15 eventos online, que somam mais de 500 mil visualizações. Será, no entanto, a primeira experiência em que o público participará da escolha do repertório. O formato gera um desafio adicional: ensaiar um número bem maior de músicas.

"Preparamos 30 peças e serão 15 desafios. A principal brincadeira será Beatles contra Rolling Stones. Serão quatro batalhas entre as duas bandas. E tem algumas estreias. Por exemplo, o repertório dos Rolling Stones nós nunca tocamos. Teremos desafios de música erudita também", diz Rodrigo.

Fonte: Agência Brasil

6

Jul

Sistema Fecomércio firma parceria para celebrar os 25 Anos do Projeto Seis & Meia

Nesta segunda-feira, 5, o Sistema Fecomércio RN, por meio do Sesc RN, realizou solenidade de assinatura do contrato de parceria com Idearte Produções e Band Natal, para celebrar os 25 anos do Projeto Seis & Meia. A iniciativa vai apresentar 25 shows, até o mês de dezembro deste ano, dando espaço a artistas potiguares e homenagear os nomes do cenário musical que fizeram parte desta história. 

No dia 13 de julho, o Sesc RN receberá o projeto em seu auditório, como programação especial da Semana do Comerciante, celebrada no RN, entre os dias 12 e 18 de julho. A apresentação será em formato híbrido com transmissão pelo youtube da Band Natal e presença de alguns convidados, obedecendo os protocolos de biossegurança e decretos públicos. Na ocasião, o cantor Isaque Galvão será a atração, interpretando Ângela Maria que se apresentou no mesmo local, por ocasião dos 20 anos do Seis & Meia, no ano de 2016.  

“A classe artística do Rio Grande do Norte pode contar com o Sistema Fecomércio, em especial com o Sesc. Esta edição especial do Seis & Meia é mais um exemplo desse apoio. A Fecomércio RN tem desenvolvido uma série de ações para este segmento, tão duramente impactado ao longo da Pandemia”, afirma Marcelo Queiroz. 

O produtor cultural e diretor da Idearte Produções, Amaury Júnior, explica que a retomada do Projeto Seis & Meia é um presente para a classe artística e foi possível graças aos programas de incentivo fiscal da economia criativa e confiança dos parceiros como o Sistema Fecomércio. “Estamos celebrando os 25 anos do projeto de maneira mais acessível do que nunca, com o protagonismo dos artistas, que são o grande propósito de nosso projeto. Esperamos despertar muita emoção, devolvendo a noite da terça musical ao norte-rio-grandense. A pandemia veio para impactar, mas também para apresentar novas oportunidades, com novos parceiros. Esperamos que em 2022 possamos voltar no formato tradicional”, revela.   

O secretário municipal da Cultura de Natal, Dácio Galvão, parabenizou a iniciativa dos idealizadores e parceiros do projeto, “Ficamos honrados em fazer parte desta empreitada. A primeira na retomada da cultura do estado Rio Grande do Norte. A Prefeitura entende a necessidade dessa renúncia fiscal – para a lei Djalma Maranhão – pois sabe que a crise atinge a uma cadeia de profissionais que vai além do artista”, comenta. 

Estavam presentes na solenidade; a Diretora Regional do Sesc RN, Sâmela Gomes; o Secretário Chefe do Gabinete Civil de Natal, Joham Xavier; o idealizador do Projeto Seis & Meia, Willian Collier; artistas locais e a imprensa.  

25 Anos do Projeto Seis & Meia 

Estão previstos 25 shows, entre 6 de julho e 21 de dezembro, com objetivo de apresentar os talentos locais e promover cantores iniciantes. As apresentações ocorrerão em formato híbrido, todas as terças-feiras, às 18h30, com transmissão ao vivo pelo portal e canal do Youtube da Band Natal. Aos sábados, a emissora fará uma exibição com os melhores momentos em programa especial, em canal aberto, às 18h50. 

6

Jul

Museu Câmara Cascudo realiza live em homenagem ao centenário de Veríssimo de Melo

Um dos maiores folcloristas do estado do Rio Grande do Norte e do Brasil, Veríssimo Pinheiro de Melo completaria 100 anos no próximo dia 09 de julho. Em reconhecimento à sua obra e trabalho para o Museu Câmara Cascudo (MCC) e para a sociedade potiguar, o MCC promove, na quinta-feira, 08 de julho, às 19h30, a live “Deixa Vivi Viver”: homenagem aos 100 anos de Veríssimo de Melo (1921-2021). O evento será transmitido pelos canais da instituição no Youtube e Facebook.

Nascido em Natal, “Vivi”, assim apelidado carinhosamente pelos amigos, era formado em Direito, mas também atuou como jornalista, escritor e professor no Museu Câmara Cascudo, onde foi um dos fundadores do então Instituto de Antropologia, lecionou Antropologia Cultural e chegou a assumir o cargo de Diretor Geral entre os anos de 1983 a 1987. 

O escritor publicou o primeiro livro aos 27 anos, intitulado “Adivinhas”, no ano de 1948. Daí em diante não parou mais. Foram diversos ensaios, artigos, trabalhos em congressos e outros livros, como: “Parlendas” (1949) e “Acalantos” (1949). Além disso, Veríssimo é conhecido por diversos títulos voltados para o folclore, como “Rondas infantis brasileiras” (1953) e “Folclore infantil” (1965). Veríssimo de Melo faleceu em 1996.

O encontro virtual realizado pelo MCC na véspera do centenário do escritor contará com a participação de Ewerton Barros, mestrando pelo Programa de Pós-Graduação em História da UFPE – onde pesquisa a obra de Veríssimo de Melo, e de Durval Muniz de Albuquerque, professor nos programas de pós graduação em história da UFPE e da UFRN. A conversa, mediada por Everardo Ramos, diretor do Museu Câmara Cascudo, a partir das 19h30, vai revisitar as obras e o percurso de Veríssimo de Melo. 

Para acompanhar, basta acessar o canal do MCC no YouTube ou a página oficial no Facebook. O encontro disponibilizará certificados aos participantes, para isso, é preciso fazer a inscrição na página do evento no Sigaa. 

6

Jul

Mais de 60% dos brasileiros aumentaram gastos com streaming na pandemia

A Bare International, especialista de pesquisa de experiência do cliente, diz que 61,6% dos brasileiros entrevistados no levantamento “Como a experiência do cliente mudou nos tempos de COVID” aumentaram seus gastos com entretenimento e serviços de streaming em 2021. Em termos globais, 47,7% dos participantes do estudo relatam o mesmo comportamento.

Tânia Alves, gerente-geral da Bare Brasil, aponta que o aumento foi de 4,5 pontos percentuais, de 57,1% para 61,6%, no país, enquanto no exterior foi de 2 pontos percentuais (de 45,7% para 47,7%). A pesquisa avaliou como os gastos dos entrevistados mudaram com a pandemia em 10 segmentos: educação, vestuário, seguro, bebida, saúde (incluindo suplementos), cosméticos, eletrônicos, bem-estar, alimentação e entretenimento online. Foram ouvidas 2.370 pessoas em todo o mundo em 2021 e 1.333 em 2020.

Entre os participantes, apenas 13,54% afirmaram ter reduzido os gastos com o serviço. “Uma das explicações para o destaque obtido pelos brasileiros nesse aspecto talvez seja o fato de as condições impostas pela pandemia terem coincidido com o lançamento de uma grande variedade de novos produtos e serviços de streaming no país”, diz.

A educação internacional também apresenta números animadores na pesquisa. Na média global, houve aumento de 29% para 31,1%. No Brasil, a alta foi ainda mais significativa: saltou de 25,5% para 30,8%. 

Kevin Porter, criador e um dos sócios da plataforma de streaming Fluenflix, que usa usa jogos, filmes e atividades criativas para ensinar inglês, afirma que tem havido maior procura de serviços para acelerar a fluência em inglês. “Com o avanço da vacinação nos EUA e na Europa, as pessoas estão começando a vislumbrar a possibilidade de voltar a viajar para o exterior.” 

Fonte: Canaltech, disponível em: https://canaltech.com.br/entretenimento/mais-de-60-dos-brasileiros-aumentaram-gastos-com-servicos-de-streaming-189066/

6

Jul

Projeto "Cinema em Debate" leva o filme "A Tradicional Família Brasileira - KATU" para o ambiente escolar

O Projeto “Cinema em Debate” irá proporcionar a fruição e o debate do filme “A Tradicional Família Brasileira – KATU” dentro do ambiente escolar, despertando o interesse pela arte cinematográfica produzida no nosso estado. Através do projeto os alunos terão a oportunidade de acompanhar a exibição do filme, além de um bate-papo gravado com os realizadores e o protagonista da obra, dialogando sobre o filme e a produção audiovisual.

O filme “A Tradicional Família Brasileira – KATU”,  com roteiro e direção de Rodrigo Sena, foi finalizado em janeiro de 2019, e parte de um ensaio fotográfico produzido no ano de 2007 em reconhecimento aos povos originários Potiguaras, retratando doze adolescentes pertencentes ao Eleutério do Katu, RN.

Doze anos depois o fotógrafo volta ao Katu em busca desses protagonistas, hoje já adultos, para saber sobre suas trajetórias pessoais e suas visões de mundo. O projeto “Cinema em Debate” visa levar essa obra cinematográfica para as escolas provocando uma reflexão sobre a existência e a sobrevivência dos povos indígenas no Rio Grande do Norte. 

Rodrigo Sena fala sobre a importância de levar o debate sobre o universo audiovisual e o povo indígena para o ambiente escolar: “No processo de desenvolvimento do filme "A Tradicional Família Brasileira", percebemos uma oportunidade de entendimento dos indígenas diferente do ponto de vista atual da sociedade mas contado pelos próprios Potiguaras do RN. Constatamos também neste processo o quanto somos impregnados de forma inconsciente pela percepção ancestral distorcida da identidade indígena. Arlindo Bezerra, nosso produtor, que sempre traz ações que ligam a cultura a questões sociais, sugeriu a ideia de circulação nas escolas através do filme.  

O projeto " Cinema em Debate" traz para a sala de aula a possibilidade do debate através do cinema, numa tentativa de dar voz à resistência de um povo oprimido que sofreu diversas violências e ainda hoje continua resistindo, seja pela ameaça constante do agronegócio como também pelas ações de evangelização na aldeia. Acompanhando o avanço do Audiovisual Potiguar o projeto começa com a exibição do filme "A Tradicional Família Brasileira - Katu" mas continuará com outros títulos de filmes que trazem possibilidades de valorização e reflexão por meio dos seus diversos conteúdos.”

O cacique Luiz Katu, da comunidade indígena de Katu dos Eleotérios, também relatou a importância para o povo indígena de ter a sua voz ampliada pelo filme e pelo projeto.

“Participar das gravações da Tradicional Família Brasileira – Katu e do Cinema Debate- Katu, para nós indígenas do estado do Rio Grande do Norte tem sido, em especial para nós indígenas da aldeia Katu,  um motivo de luta reforçado. A gente tem aí uma construção na luta da quebra da invisibilidade, a gente consegue chegar em vários espaços, vários lares, chegar em locais de pessoas que nem imaginariam a nossa existência, a nossa resistência, resistir para existir. Então a gente tem ficado muito feliz com os resultados e é importante que as pessoas conheçam um pouco dessa realidade da resistência dos povos indígenas da aldeia Katu e do estado do Rio Grande do Norte.  Nós estamos engajados nessa luta para quebrar a invisibilidade, quebrar os estereótipos, os preconceitos, a forma como as pessoas veem os indígenas, como se eles estivessem estagnados em 1500. E A Tradicional Família Brasileira -Katu mostra uma realidade de um povo que luta para viver, que tem seus afazeres no seu dia a dia, mas que o seu sangue, a sua cultura, as suas memórias permanecem, e isso é realidade no filme. E o projeto Cinema Debate -Katu traz à tona esse questionamento, essa reflexão, essa provocação para todos aqueles que possam interagir por meio dessa ação que é de suma importância. Refletir, fazer uma releitura do que está posto e questionar a historiografia oficial, esse é o grande propósito. Espero que o projeto alcance o seu público-alvo que são os professores, alunos e o também o público em geral.”

O projeto “Cinema em Debate” tem realização da Bobox Produções, com patrocínio da Prefeitura do Natal e Colégio CEI, através da Lei Djalma Maranhão. Exibição em https://bobox.com.br/projects/cinema-em-debate/.

2

Jul

Jornalista lança livro infantil e a venda será revertida para doação de projeto de animais em Natal

A escritora e jornalista Rosália Figueirêdo lança seu mais recente livro “O gato candidato ou a cidade do vento” e parte do dinheiro arrecadado com a venda dos livros será revertido em doação para o Projeto GatEcos Socioambiental, que cuida de animais abandonados e em situação de risco em Natal. A pré-venda do livro já está aberta e o lançamento acontecerá no sábado (11) através de um live no seu instagram. 

O livro apresenta uma fábula, que tem como personagem principal o gato Cirilo, que junto com os outros animais, formam um grande grupo em defesa da natureza e é enfatizado durante toda a história a preservação da natureza e da vida. Além disso, o livro apresenta de forma lúcida questões em torno da cidadania e como é importante cuidar do meio ambiente. 


Em meio a tantos casos de denúncias por crimes ambientais, é necessário que as crianças aprendam desde cedo a valorizar a natureza e lutar contra a destruição do meio ambiente. Para a autora, é importante incentivar as crianças desde cedo que é necessário cuidar para ter, cuidar para preservar e explica que esse tipo de leitura colabora para o desenvolvimento do pequeno leitor. “A leitura é importante em todas as fases da vida, mas é a base da construção do pensamento crítico, então o livro traz um tema que faz as crianças pensarem sobre essas questões”, afirma Rosália. 

O livro foi ilustrado por Elisa Almeida e Rita Machado, que além das ilustrações, foi responsável pela diagramação da obra. O livro já está disponível para pré-venda no valor de R$ 20 e será lançado no sábado (11), durante uma live no instagram da autora. 

Ao total são 300 exemplares e os livros foram financiados pela Lei Aldir Blanc, através do Governo do Estado Rio Grande do Norte, Fundação José Augusto, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal. 

2

Jul

Natal Shopping promove live musical neste sábado

Chegou a hora de encerrar com chave de ouro o “Te Encontro na Música”, projeto de shows gratuitos que animou o estacionamento externo do Natal Shopping de julho de 2019 a março de 2020, antes de ser interrompido pela pandemia. A última apresentação acontece em formato digital, em uma live gratuita transmitida no canal do YouTube do DoSol neste sábado (03), às 19h, com performances de diversos artistas potiguares. O link será disponibilizado pelo Instagram do shopping (@natal_shopping).

Em clima de festa junina, os artistas Deusa do Forró, Junior Santos, Samara Alves e Trio Trancelim & Convidados mostram todo seu talento com um show especial de São João.

Natural de Acari, no Seridó do RN, a Deusa do Forró traz no seu repertório o melhor do forró pé de serra, assim como o Trio Trancelim, formado por Ângela Castro, Maira Soares e Lipe Guedes. Samara Alves, que passou pelo The Voice 2019, e o cantor Júnior Santos, com quem tem parceria na canção “Samba Triste”, fecham as atrações do evento com suas vozes marcantes. 

“Estamos muito orgulhosos de termos feito parte desse projeto, que tem um objetivo muito alinhado com a nossa filosofia de papel social. Sediamos shows que estimularam a valorização do artista local e a diversão dos nossos clientes, e o último não seria diferente, mesmo com cada um curtindo em casa, em vez do nosso palco montado no estacionamento externo. O cuidado e capricho serão os mesmos”, reforça Diana Petta, gerente de marketing do Natal Shopping.

Ana Morena, do DoSol, adianta que o público pode esperar um show representativo e eclético como nas edições anteriores. “O Te Encontro na Música é um projeto que reúne famílias inteiras, jovens, pessoas mais velhas, e nós adoraríamos ainda esse ano ter voltado com o formato presencial, mas como não é possível, resolvemos encerrar a temporada com essa live filmada no Natal Shopping, que será tão incrível quanto”, afirma.

O “Te encontro na música” é realizado pelo DoSol, com patrocínio do Natal Shopping e Ancar Ivanhoe, administradora do shopping, através da Lei Djalma Maranhão e Prefeitura do Natal. Tiveram oportunidade de passar pelo palco do projeto grandes nomes da música potiguar como as cantoras Khrystal, Valéria Oliveira, Simona Talma e as bandas Plutão Já Foi Planeta, Ribeira Boêmia e Orquestra Greiosa.

2

Jul

Editoras brasileiras faturaram 36% com conteúdos digitais em 2020

O faturamento das editoras brasileiras com conteúdo digital cresceu 36% no ano passado, em termos reais, isto é, descontada a inflação, somando R$ 147 milhões. O crescimento nominal da receita foi de 43%. Em 2019, o faturamento atingiu R$ 103 milhões. As informações constam da Pesquisa Conteúdo Digital do Setor Editorial Brasileiro, divulgada ontem (1º) pela Câmara Brasileira do Livro (CBL) e pelo Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL). A sondagem teve dados apurados pela Nielsen Book.

O impulso observado no setor de livros digitais foi atribuído pelo presidente do SNEL, Marcos Pereira, à pandemia do novo coronavírus. “Teve essa circunstância de o mundo ficar muito online durante a pandemia e teve uma migração muito forte para esse formato”, analisou, em entrevista à Agência Brasil. “É a primeira vez que a gente tem a oportunidade de mostrar dados comparáveis, que é uma coisa muito boa. Foi um ganho enorme. A partir de agora, a gente incorpora o conteúdo digital nas análises anuais”, assegurou Pereira.

Desempenho

O resultado registrado inclui a produção e venda de e-books, audiolivros e outras plataformas de conteúdo digital em 2020. O desempenho observado no ano passado fez o conteúdo digital passar a representar 6% do mercado editorial nacional, contra 4%, no ano anterior.

A pesquisa revela que do faturamento total com conteúdo digital em 2020, R$ 103 milhões foram de unidades vendidas para download (baixar dados de um sistema remoto) no computador ou smartphone, em operação conhecida como à la carte. Os restantes R$ 44 milhões foram de unidades vendidas por meio de outras plataformas de distribuição, como biblioteca virtual e serviços de assinatura de leitura digital.

Marcos Pereira chamou a atenção para as bibliotecas virtuais, que são uma ferramenta muito utilizada pelas editoras profissionais. “Essa indústria foi sempre muito atacada pela pirataria na chamada cópia ilegal”, explicou. Isso ocorreu principalmente na categoria de livros científicos, técnicos e profissionais (CTP), como medicina e direito, em que as pessoas precisavam ler determinados capítulos de um livro e não a obra inteira.

“Esses livros são mais caros, normalmente, e isso acabava sendo oferecido de forma ilegal, em copiadoras. E a maneira como a indústria conseguiu resolver isso foi criando bibliotecas virtuais, que permitem a venda fracionada. E, com isso, remunera o autor”. Marcos Pereira argumentou que, ao criar um mecanismo legal e ágil, as pessoas passaram a utilizar. “É um ganho enorme quando a gente oferece as coisas e tem inteligência. A melhor maneira de se combater a pirataria é oferecer o conteúdo a um preço justo, afirmou.

E-books

Do total de 8,57 milhões de unidades vendidas à la carte, 92% foram e-books e 8%, audiolivros. Este último é um formato ainda pouco conhecido dos brasileiros, disse o presidente do SNEL. “Mas é importante que a gente inclua na pesquisa e vá seguindo esse segmento ao longo do tempo”. O aumento das vendas em comparação a 2019 atingiu 81%. Do total vendido, 41% eram obras de ficção, compreendendo literatura infantil, juvenil, jovens adultos, literatura geral, poesia etc.; 39% não ficção (biografias, ensaios, autoajuda, negócios, espiritualidade, religião, entre outros); e 20% CTP.

A queda real de 25% no preço médio de e-books reflete também o efeito da pandemia, de atrair o leitor com estratégias de promoção muito agressivas, indicou Marcos Pereira. O acervo total foi de 81,33 mil títulos em 2020, alta de 15% sobre o apurado em 2019. Os lançamentos envolveram 10,33 mil títulos novos em circulação no mercado no ano passado, mostrando elevação de 16% em relação a 2019. A categoria ficção foi a que mais registrou lançamentos de um ano para o outro, com expansão de 27%.

O presidente do SNEL acredita que mesmo que haja uma retomada das vendas do livro físico diretamente nas livrarias, no pós-pandemia, o conteúdo digital deverá continuar em alta. “A gente tem que lembrar que, no ano passado, houve queda do livro físico e crescimento do livro digital. Mas, sem dúvida, o que eu adoraria ver é o crescimento saudável dos dois segmentos. Sei que isso está acontecendo nos segmentos de livros de ficção e não ficção”, comentou.

Marcos Pereira explicou que o livro digital está crescendo, passando de uma fatia de 4% para 6% do mercado entre 2019 e 2020. “Eu acho que a gente vai repetir esse percentual de 50% de crescimento e, talvez, vá de 6% para 8%, em 2021, que é um crescimento robusto, de qualquer maneira. Eu não sei qual é o limite. Não dá para especular”. Tudo vai depender do esforço da indústria, disse.

Fonte: Agência Brasil

1

Jul

Larissa Dantas é indicada ao prêmio “100 Mais Influentes da Energia”

A diretora presidente da Potigás, Larissa Dantas, está entre os 100 Mais Influentes da Energia da década, prêmio promovido pelo Grupo Mídia desde 2017 e que homenageia importantes nomes do setor energético do Brasil. O evento de premiação acontece nesta quarta-feira, 30/06, no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo. Na ocasião, Larissa Dantas será representada pelo CEO da EnP, Márcio Félix.

“Estar entre os 100 mais influentes da energia é motivo de honra para mim, assim como ser representada essa noite pelo Márcio Félix que além de ser um dos maiores nomes do mercado do petróleo e gás, tornou-se um amigo. Esse reconhecimento faz crescer o nosso compromisso com os resultados práticos e de benefícios gerais para a sociedade, aumenta a responsabilidade de estar sempre conectada às necessidades da área de energia do país e nos incentiva a estudar mais e se aprofundar para levar infraestrutura e trabalhar pelo desenvolvimento econômico do Brasil”, afirmou Larissa.

O prêmio os 100 Mais Influentes da Energia da década homenageia as personalidades que mais se destacaram ao longo dos últimos dez anos, prestando tributo a empresários, pesquisadores, executivos, autoridades públicas e profissionais que fizeram a diferença no setor.

Larissa Dantas é engenheira e advogada, atua desde fevereiro de 2019 como CEO da Companhia Potiguar de Gás (Potigás), a Companhia Distribuidora de gás natural canalizado do Rio Grande do Norte, se destaca pelo trabalho realizado na ampliação de infraestrutura no estado e pelo esforço dedicado na implantação do Novo Mercado de Gás no RN. Além disso, a presidente da Potigás é reconhecida nacionalmente pela participação ativa no Programa REATE, do Ministério das Minas e Energia (MME), onde atua com foco no onshore da Bacia Potiguar.

1

Jul

Teatro Riachuelo retoma as atividades

Boa notícia para os frequentadores de espaços destinados à arte, cultura e ao entretenimento: o Teatro Riachuelo Natal reabrirá a partir desta sexta-feira, 02 de julho, com o espetáculo "Zé Lezin - As Férias do Matuto", seguindo rigorosamente todos os protocolos de distanciamento e higiene sugeridos pelo órgão municipal de saúde.

O mapa da sala de espetáculos estará com assentos bloqueados seguindo o distanciamento obrigatório, será aferida a temperatura de todos os clientes na entrada, e o bar não estará em funcionamento para que os clientes possam manter suas máscaras enquanto permanecerem no local. Além disso, álcool em gel será disponibilizado aos clientes, as equipes de trabalho serão reduzidas, e a saída dos clientes será escalonada por setores e andares. As medidas adotadas visam maior segurança e também serão acatadas tanto pelo artístico quanto pelos profissionais do Teatro.

1

Jul

Banco do Brasil selecionará talentos para squad gamer

O Banco do Brasil abriu nessa quarta, 30, as inscrições para o concurso Stream BB Battle, a fim de revelar talentos da indústria gamer brasileira. As inscrições ficarão abertas até 8 de agosto e serão selecionados seis talentos que receberão, ao final da competição, um setup gamer com materiais para que tenham respaldo para continuar produzindo.

Os inscritos devem ter a partir de 14 anos completos e receberão a mentoria de quatro influenciadores do segmento. Os convidados são Ana Xisdê, Gaules, Pimpi e Yayah. O concurso terá seis etapas e contará com a participação de uma equipe julgadora especialista de marketing, comunicação e esporte do Banco do Brasil e da Ad.ez, produtora do evento, para decidir os melhores de cada fase.

Além disso, no final do processo, o voto popular será algo importante para a competição. Toda a divulgação será realizada através do canal da marca na Twitch. A campanha que convida os gamers para participar do concurso já está disponível na plataforma #TamoJuntoNesseGame.

No final, os vencedores passarão a integrar o Squad do BB. Para Ana Xisdê, uma das representantes da marca no segmento, essa é uma oportunidade importante. “Ter uma marca como o BB patrocinando um influenciador muda muito a nossa vida”, comenta.

A intenção da marca é ajudar a fomentar e pulverizar a categoria gamer em diversas frentes e segmentos, independente do jogo. “O BB, desde 2018, vem apoiando os esportes eletrônicos. Chegou a hora de investir nos streamers, peças fundamentais para a indústria dos games”, explica Paula Sayão, diretora de marketing e comunicação do BB.

Essa não é a primeira movimentação da marca no segmento gamer. Em março desse ano, o Banco do Brasil investiu em um torneio de e-sport, com apoio da Visa, que também fazia parte da iniciativa #TamoJuntoNesseGame, que é a plataforma que reúne os conteúdos e iniciativas da marca.

Além do BB, o Banco Itaú já se movimenta para se aproximar do universo gamer, através do patrocínio da Loud, iniciativa do movimento #IssoMudaoGame. E o Santander também busca se aproximar cada vez mais da comunidade Gamer, através de apoios e patrocínios a eventos e organizações, como a Furia. O banco lançou recentemente uma linha de consórcio especial para os gamers.

Fonte: Meio e Mensagem

Disponível em: https://www.meioemensagem.com.br/home/marketing/2021/06/30/banco-do-brasil-selecionara-talentos-para-squad-gamer.html

30

Jun

Mostra Frida Kahlo volta para sua quinta edição e será realizada mais uma vez em formato digital

Em seis de julho de 1907, nascia Magdalena Carmen Frida Kahlo y Calderón, mais conhecida como Frida Kahlo, uma das mais importantes figuras da arte no século XX. Para celebrar sua vida e obra, a Mostra Frida Kahlo volta para sua quinta edição e será realizada mais uma vez em formato digital. Expositores podem fazer inscrição até o dia 1° de julho. 

Idealizada pela empreendedora multicriativa,Carla Nogueira, a Mostra Frida Kahlo do RN já é esperada por artesãos locais, tem se consolidado como importante plataforma da economia criativa. 

Com o contexto da pandemia, a mostra que acontecia em formato presencial, ganhou o virtual pela primeira vez no ano passado e foi um sucesso de vendas. “Tínhamos dúvidas se o público ia abraçar a proposta da feira em formato virtual, mas fomos surpreendidos e antes mesmo da abertura já estávamos com pedidos. Durante todas as semanas da Mostra ocorreram reposição de peças e terminamos o evento com o sentimento de dever cumprido, além de muita gratidão a todos os artistas que participaram, aos clientes que nos acolheram e nos levaram pra casa, a imprensa que acreditou no nosso projeto”, declara a idealizadora do evento, Carla Nogueira. 

“Para esta edição comemorativa de cinco anos, vamos resgatar o aspecto da fé e também do amor, tão presente nas obras de Frida. Como tema, nossa quinta edição traz: 'A esperança, o amor e a fé que nos une', tema que tem tudo a ver com o contexto que vivemos. Pedimos aos artesãos que estão sem feiras para poder apresentar seus produtos, que renovem a esperança e se inscrevam na Mostra Frida”, convoca Carla. 

Os interessados em participar devem preencher o formulário eletrônico, disponível em: https://linktr.ee/estudiocarlotacoletivo. Podem se inscrever trabalhos que estampam a figura da pintora mexicana, ou trabalham com elementos do universo colorido, criativo, lúdico e surrealista da artista. O resultado da curadoria sai dia 5/07. 

A V Mostra Frida Kahlo do RN acontecerá de 20 a 31/07 unindo artesanato, moda, design, decoração e cinema. O evento será realizado de forma virtual e o público poderá fazer agendamento para visitar a loja. Logo mais às 17 horas será realizada uma live no perfil do estúdio @estudiocarlota no Instagram, explicando todos os informes da mostra. 

Frida Kahlo 

Em seis de julho de 1907, nascia Magdalena Carmen Frida Kahlo y Calderón, mais conhecida como Frida Kahlo, uma das mais importantes figuras da arte no século XX. Frida nasceu em  Coyoacán, México, e morreu em 13 de julho de 1954. Sua vida dramática se confundia com a própria arte, nas cores, na força. Frida se transformou em um ícone do surrealismo e do universo feminino na década de 50, e fez com que sua força se perpetuasse no tempo, inspirando artistas de diversas áreas na pintura, no artesanato, na decoração, moda, no cinema e em tantas outras formas de expressão. 

SOBRE ESTÚDIO CARLOTA – COLETIVO AFETIVO

Mais do que uma loja, o Estúdio Carlota é um Coletivo Afetivo atuante em Natal, Rio Grande do Norte. Idealizado pela mente criativa da empreendedora potiguar Carla Nogueira, o Estúdio Carlota tem como proposta vestir pessoas e os ambientes com atitude e amor, para além disso, atua como curador de novas marcas e criadores e abraça os artistas potiguares e/ou nacionais.

30

Jun

Conexão Elefante Cultural segue com edital para seleção de artistas

Segue aberto até o dia 3 de julho edital para seleção de artistas de múltiplas linguagens, que irão formar a Trupe da Luz, do projeto Conexão Elefante Cultural. Na edição 2021, o grupo levará arte, educação e cidadania a 14 municípios do Rio Grande do Norte. Estão previstas atividades remotas e presenciais.

Além de integrar um espetáculo, os selecionados vão atuar como artistas-educadores, multiplicadores do Programa na Bagagem do Elefante tem Arte que transforma. Podem participar da seleção artistas ligados ao audiovisual, dança, circo, teatro, contação de histórias e customização plástica.

Para a escolha da Trupe serão analisados itens como trajetória artística, performance em cena, proposta de oficina e interesse em atuar como artista-cidadão. A seleção é exclusiva para artistas residentes no Estado do Rio Grande do Norte.

O projeto é patrocinado pela COSERN, Instituto Neoenergia, através da Lei Câmara Cascudo e Governo do Estado, com realização de Diana Fontes Direção e Produção Cultural.

LIVE

Ao longo dos últimos anos o Edital convocava grupos com trabalhos prontos. Em 2021, o Conexão vem com nova proposta e serão selecionados artistas independentes. Para tirar dúvidas sobre esse novo formato, o projeto realiza uma live nesta sexta-feira, 25, às 19h, no Instagram (@conexaoelefantecultural). 

Os artistas interessados em participar da seleção terão a oportunidade de enviar perguntas e interagir com Diana Fontes, diretora geral; Joana Patino, coordenadora do Núcleo de Inovação e Educação Integra; e Arlindo Bezerra, produtor executivo.

29

Jun

Realidade virtual faz pessoas andarem por trilhas da Caatinga

Tecnologia desenvolvida pelo Centro de Pesquisas e Desenvolvimento da Petrobras (Cenpes) para preservação e reflorestamento de biomas utiliza realidade virtual para o monitoramento dessas áreas recuperadas pela empresa no país e também para educação ambiental. A região da Caatinga, no estado do Rio Grande do Norte, foi escolhida como protótipo para aplicação da tecnologia e agora, com o lançamento do projeto na dimensão 360 graus, a Petrobras abre a possibilidade de pesquisadores e técnicos utilizarem a tecnologia como ferramenta de trabalho e, para as pessoas interessadas, dá oportunidade de caminharem por trilhas no meio da Caatinga sem precisar sair de suas casas, estimulando a educação ambiental. Tudo isso por meio de recursos gráficos, drones e imagens em 360 graus.

O engenheiro de meio ambiente do Cenpes, Frederico Santos Machado, disse ontem (28) à Agência Brasil que a Caatinga é um ecossistema particular, que apresenta diferenças nos períodos distintos de seca e chuva. “A diferença é impressionante”. A plataforma digital multimídia Caatinga 360 dá ao visitante a oportunidade de ver a mudança da vegetação nos períodos de seca e úmido, o que ressalta a importância da chuva para aquele ecossistema. Segundo Machado, o Caatinga 360 permite que o monitoramento das áreas seja feito de maneira eficaz, com menos custos e sem riscos de acidentes. “É mais eficaz que um relatório”, salientou.

Inspeção

A cobertura da copa das árvores ajuda os técnicos da Petrobras a detectar se a recuperação daquela área está sendo positiva. “Se (a copa) estiver muito fechada, a recuperação está indo bem”, explicou Machado. “Essa tecnologia permite fazer a inspeção do ambiente e pode avaliar aspectos técnicos da vegetação. Ver se aquela vegetação que a Petrobras está recuperando está indo bem ou não, se precisa de alguma correção”, acentuou o engenheiro.

Machado destacou que a tecnologia foi criada com objetivo de auxiliar a Petrobras no monitoramento das áreas que estão sendo recuperadas, sem necessidade de visitas presenciais e sem trazer riscos às equipes. “O Caatinga seria como um protótipo mais voltado para a questão ambiental. O Caatinga é mais técnico”, afirmou o engenheiro de meio ambiente do Cenpes. O projeto foi desenvolvido pelo Cenpes, em parceria com a Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa), Fundação Guimarães Duque (FGD) e a Empresa Mapeio Inovação e Tecnologia, contratada pela universidade.

O Caatinga 360 permite acesso a uma visita virtual e interativa em três tipos de vegetação conservados do Bioma Caatinga, na região do oeste do Rio Grande do Norte, além do acesso virtual a áreas preservadas que, tradicionalmente, possuem acesso difícil e restrito. A tecnologia do Cenpes foi apresentada à Petrobras e já começou a ser aplicada a projetos patrocinados pela companhia, por orientação da área de Responsabilidade Social da empresa.

Mata Atlântica

O primeiro projeto de educação ambiental aprovado para receber a tecnologia 360 graus foi o Projeto Guapiaçu, que faz uma visita virtual pela Reserva Ecológica de Guapiaçu, localizada no município de Cachoeiras de Macacu, região metropolitana do Rio de Janeiro, onde os visitantes podem realizar trilhas pela Mata Atlântica, de suas casas.

Frederico Machado ressaltou que no Projeto Guapiaçu os visitantes têm direito a guia especializado e obtêm diversas informações sobre fauna e flora desse bioma, podendo ouvir, inclusive, sons dos pássaros que habitam a região. Com o patrocínio da Petrobras, o projeto já atingiu mais de 26 mil pessoas com atividades de educação ambiental e restaurou 160 hectares de áreas degradadas, com o plantio de 300 mil mudas de espécies nativas.

Segundo informou Frederico Machado, a ideia é dar continuidade ao projeto, gerando tecnologias que possam ser aplicadas a outros sistemas da biodiversidade, como o Cerrado e a Floresta Amazônica, entre outros, e também na recuperação ambiental de áreas de atuação da companhia. A ferramenta desenvolvida pelo Cenpes é inovadora, observou o engenheiro de meio ambiente. Outros projetos patrocinados pela Programa Petrobras Socioambiental poderão ser contemplados pela nova tecnologia.

Para o diretor de Transformação Digital e Inovação da Petrobras, Nicolas Simone, “a tecnologia é uma grande aliada na aproximação das pessoas com o meio ambiente, transpondo barreiras físicas, permitindo visitas virtuais em lugares de difícil acesso e despertando em todos a importância da preservação”.

Fonte: Agência Brasil

29

Jun

Netflix vai permitir que usuários vejam episódios apenas parcialmente baixados

Há alguns anos, a Netflix ofereceu um recurso bastante interessante para quem usava a maior plataforma de streaming do mundo por tablets ou smartphones: os downloads. Com a possibilidade de baixar os episódios de séries ou filmes antes de assisti-los, você poderia se preparar para um dia fora de casa, ou uma viagem, ou qualquer situação parecida. Agora, a empresa de Reed Hastings está expandindo essa funcionalidade de forma bastante útil.

Já a partir de hoje, usuários do app Netflix para Android poderão assistir aos episódios que foram apenas parcialmente baixados em seus dispositivos. Você poderá começar a assistir aos programas mesmo se nunca tiver completado o download, basta que você esteja em um celular Android ou tablet e esteja conectado com a internet. A novidade também chegará para dispositivos iOS, mas deve demorar um pouco.

Agora, os usuários poderão encontrar a série ou filme na aba “download” ou na seção “continue assistindo”. Segundo o Engadget, o recurso só chegará para iPhone e iPad nos próximos meses de 2021. A novidade não representa uma grande inovação no aplicativo do streaming, mas sem dúvidas é uma modernização importante para que o app continue sendo atualizado conforme a empresa identifica novas possibilidades de melhorias.

Diante da chegada de tantos concorrentes de peso nos últimos anos, como Disney+HBO Max e Paramount+, a Netflix tem investido bastante para manter sua plataforma atualizada. Além de sempre investir em novos títulos para seu catálogo, a empresa também tenta se manter referência na experiência do usuário e nas funcionalidades de seu app.

Fonte: Portal B9, disponível em: https://www.b9.com.br/146495/netflix-permitir-usuarios-vejam-episodios-apenas-parcialmente-baixados/