Mídias Sociais

15

Jul

WhatsApp amplia tempo para deletar mensagens e mídias em teste no iOS

O WhatsApp expandiu os testes com o aumento no prazo para apagar mensagens, fotos e vídeos enviados para usuários do iPhone. A versão 22.15.0.73 para iOS ampliou para 2 dias e 12 horas o tempo limite para se arrepender de um envio e excluir o conteúdo.

É impossível apagar algo que tenha estourado o tempo em chats individuais ou grupos. O limite original do "Zap" é de 1 hora, 8 minutos e 16 segundos, portanto, se você tentar excluir algo após esse tempo, apenas a opção "Apagar para mim" é exibida.

Com a mudança, o pessoal do site especializado WABetaInfo conseguiu apagar uma mensagem enviada com bem mais tempo no sistema operacional da Apple. A troca pode ajudar as pessoas a corrigirem erros de digitação ou envios por engano mais facilmente. É relativamente comum alguém mandar uma mensagem, foto ou vídeo errado nos grupos e depois não conseguir deletar devido ao prazo ter finalizado.

A novidade já estava rolando no WhatsApp beta para Android e agora chega para os fãs do mensageiro no iOS. No Android, o prazo é o mesmo do iPhone, logo ampliações ou reduções do tempo não devem ocorrer no futuro.

Se a mudança não aparece para você, o jeito é aguardar mais alguns dias. A expansão mostra que os desenvolvedores podem estar prontos para levar a funcionalidade para mais gente, um indicativo de chegada futura na versão estável do app.

Melhor administração dos grupos

Os desenvolvedores também testam uma opção para dar mais poder aos administradores dos grupos. Segundo o WABetaInfo, eles serão autorizados a apagar qualquer mensagem enviada para exercer uma moderação mais efetiva.

A adição ainda não está disponível nem para os testadores, portanto não dá para saber se os admins também ficarão reféns do critério temporal ou se poderão deletar conteúdos impróprios a qualquer momento. Por uma questão prática, é provável que a segunda opção seja a verdadeira, mas será preciso aguardar o lançamento para ter certeza.

A novidade certamente deve impactar nos grupos e preparar o programa de mensagens para a chegada das Comunidades. A funcionalidade permitirá criar grupos com até 512 participantes e deixá-los todos sob a mesma gestão, como se fossem canais.

Fonte: Canaltech, disponível em: https://canaltech.com.br/apps/whatsapp-amplia-tempo-para-deletar-mensagens-e-midias-em-teste-no-ios-220866/

14

Jul

Twitter caiu: rede social fica fora do ar nesta quinta-feira

O Twitter está apresentando problemas e chegou a ficar totalmente fora do ar na manhã desta quinta-feira (14). A falha acontece tanto na versão móvel quanto na edição de desktop da plataforma.

Ao tentar acessar o Twitter, o usuário é apresentado à tela inicial da rede, com as opções de login. No entanto, ao tentar entrar na plataforma, uma página de erro é exibida. 

“Já estamos trabalhando para voltar tudo ao normal”, diz a página de erro na plataforma. Segundo sites com o The Verge, a queda do serviço é global.

Segundo a plataforma DownDetector, que coleta informações sobre o uncionamento de sites, a queda do Twitter começou em torno das 9h desta quinta-feira (14). Até o momento, não existem detalhes sobre o motivo da queda da rede social.

Fonte: Tecmundo, disponível em: https://www.tecmundo.com.br/redes-sociais/241786-twitter-caiu-rede-social-fora-ar-quinta-feira-14.htm

12

Jul

Twitter lança recurso para você se desmarcar de tuítes inapropriados

O Twitter começou a lançar para todos o recurso de remover marcações em posts. A novidade vai permitir que o usuário se desmarque de menções feitas em conversas da rede social por outras pessoas. Trata-se de um dos recursos mais pedidos pela comunidade há anos, mas negligenciado pelos desenvolvedores.

O anúncio foi feito pelo perfil oficial da rede social do passarinho. Segundo o Twitter, as pessoas poderão assumir o controle das suas menções e sair das conversas quando quiserem. Até então, a única forma de isto ocorrer era bloquear inteiramente o perfil, o que impedia o acesso de novos seguidores e trazia limitações indesejadas.

A medida vai excluir o link para o seu perfil, interromper as notificações e evitar que pessoas possam marcá-lo novamente naquele tuíte. O texto continuará o mesmo, portanto algum curioso ainda poderá acessar sua conta se digitar o nome de usuário na barra de pesquisas. Mesmo assim, sem o link e com as menções bloqueadas, o usuário pode garantir algum sossego.

Como se desmarcar em tuítes

Chamado Unmentioning ("não me @ mencione", em português), o recurso chegará para todos os dispositivos. Para se desmarcar de um post, basta seguir os passos abaixo:

Clique no ícone do sininho para acessar as notificações;

Vá até a guia Menções;

Escolha qual post terá seu @ excluído;

Clique no ícone de três pontos e escolha a opção "Sair desta conversa";

Uma tela explicativa surgirá para explicar sobre as consequências da decisão.

Após ler tudo e saber exatamente o que ocorrerá, você deverá confirmar a escolha no botão "Sair desta conversa". A menção ao seu perfil será automaticamente retirada da publicação e você poderá seguir a vida sem acompanhar uma conversa tóxica ou um tópico desinteressante.

A remoção de marcações estava em fase de testes com um pequeno grupo de usuários desde abril de 2022, mas agora chega de forma ampla para todos. Em certa altura, chegou-se a especular que este recurso pudesse ser exclusivo dos assinantes do Twitter Blue, o que felizmente não prosperou.

Como de costume, a atualização pode levar algum tempo para chegar a todas as contas, então é necessário esperar com paciência. A recomendação é atualizar o aplicativo do Twitter no Android/iOS ou tentar fazer logout para entrar novamente se utilizar a rede pelo navegador.

Fonte: Canaltech, disponível em: https://canaltech.com.br/redes-sociais/twitter-finalmente-lanca-recurso-para-voce-se-desmarcar-de-tuites-inapropriados-220600/


11

Jul

WhatsApp agora permite reagir às mensagens com qualquer emoji

O CEO da Meta, Mark Zuckerberg, anunciou nesta segunda-feira (11) que as reações com qualquer emoji estão liberadas para todos os usuários do WhatsApp. O recurso é uma expansão da versão anterior, que limitava o uso a apenas seis carinhas predefinidas.

Agora, você poderá usar qualquer emoji dentre as mais de 3,6 mil opções para reagir a mensagens de texto, fotos, vídeos, áudios e arquivos no app. A novidade vai permitir também o uso de diferentes tons de pele para cada ação, o que abre espaço para melhor representatividade nas conversas individuais ou em grupos.

Para ver se você já foi contemplado, é só pressionar por alguns segundos sobre alguma mensagem. Após isso, veja se aparece uma sétima opção ao lado dos emojis tradicionais: trata-se de um botão circular cinza com o símbolo de adição (+).

Tocar neste local vai abrir o seletor de emojis para escolher qualquer uma das imagens — é possível usar a ferramenta lupa para pesquisar a desejada. U autor da mensagem será notificado quando alguém reagir e poderá saber quem usou aquela expressão específica se clicar nas imagens dos emojis, posicionadas abaixo da mensagem.

É possível reagir com somente um emoji a cada mensagem, provavelmente para evitar spam de reações. O formato é interessante porque mantém as reações atuais e mais usadas, mas também abre possibilidades para outras interações úteis. Nem sempre os seis emojis existentes expressam seu desejo, portanto a adição é bem-vinda.

Fonte: Canaltech, disponível em: https://canaltech.com.br/apps/whatsapp-agora-permite-reagir-as-mensagens-com-qualquer-emoji-220555/

9

Jul

Rede social é fundamental para garantir sucesso no e-commerce

Mais que entreter, as redes sociais são usadas para definir o consumo dos brasileiros. Uma pesquisa feita pela Social Miner apontou que 74% dos consumidores utilizam essas mídias para comprar. E o número de pessoas que aderiu ao e-commerce não para de crescer. “O Brasil tem hoje cerca de 150 milhões de usuários de redes sociais e boa parte deles usa essa ferramenta para definir compras. Portanto, quem quiser fazer sucesso no comércio virtual deve, obrigatoriamente, manter uma presença digital frequente e qualificada”, comenta e especialista em Marketing Digital Mariana Alves, da Libelle Comunicação.

Mais que vitrines de produtos, os perfis das marcas têm que oferecer conteúdo relevante e conversar com o consumidor. “É preciso aproximar a marca dos seus potenciais clientes. Uma linguagem descontraída, próxima, gera identificação, o que é essencial para que a gente escolha qual produto consumir. Afinal, pessoas compram de pessoas”, completa Mariana.

Avaliações e pesquisa de preço
O estudo da Social Miner apontou que 56% dos entrevistados preferem pesquisar produtos pelas redes sociais para ler a avaliação de quem já comprou. Outros 54% usam esses canais para comparar preços. O Instagram (62%) é o veículo preferido do consumidor para essas pesquisas; seguido por Facebook e Google Shopping (61%) e Twitter (37%). “Não se trata de escolher esta ou aquela rede, principalmente para quem está começando. O consumidor tem que encontrar sua marca em todas as plataformas. Estar posicionado no mundo digital é uma questão de sobrevivência”, define.

Planejamento e constância são os próximos passos essenciais para envolver seguidores. “É preciso gerar conteúdo de forma frequente, organizada e planejada. A constância traz o aperfeiçoamento do conteúdo e traz o engajamento e a interação vai permitir que a marca entenda o público para dar o tipo de conteúdo que ele quer”, conta.

Não basta curtir
Quando o assunto é engajamento, o item mais desejado para os leigos é a curtida. “Mas os likes não têm um peso tão importante assim para o Instagram, por exemplo. O ideal é fazer com que as pessoas te mandem um direct, pois para executar essa ação ela fica mais tempo dentro do seu perfil e isso faz com que o engajamento aumente”, comenta Mariana Alves.

Outras ações que impulsionam o engajamento de uma publicação são salvar, compartilhar e comentar o post. “Por isso é tão importante planejar e produzir um bom conteúdo, só com informação relevante você consegue prender o consumidor na sua página”, diz Mariana.

Navegabilidade
A especialista diz que tão importante quanto convencer as pessoas a consumirem seus produtos por meio da rede social, é oferecer sites e plataformas de venda robustas e intuitivas. “Se o consumidor tiver dificuldade para chegar até o produto, ele vai desistir e vai para o concorrente. Então, quando o site é bem estruturado, a pessoa consegue acessar outros produtos e aumentar o ticket médio”, completa.

Mariana alerta, no entanto, que os resultados não vêm de forma instantânea. “Você ganha o mercado depois de criar um posicionamento digital e construir uma autoridade. E para atingir isso, é preciso muito trabalho”, finaliza.

Dicas para aumentar engajamento nas redes sociais
1- Ofereça conteúdo qualificado, atrativo
2- Seja constante nas postagens
3- Utilize linguagem descontraída
4- Estude as diferentes plataformas
5- Se aproxime do seu público-alvo
6- Faça um planejamento das publicações
7- Tenha um site intuitivo e bem estruturado

9

Jul

Pet influencer: como tornar seu animal um influenciador digital?

Há algum tempo as pessoas já não são as únicas influenciadoras nas mídias sociais. Afinal, os perfis de cães, gatos e outros animaizinhos reúnem tantos seguidores quanto os dos humanos (e, às vezes, até mais!).  E, assim como acontece nos perfis de pessoas, com as redes dos pets também é possível ganhar reconhecimento e ainda monetizar, se esta for a opção do tutor. “Os animais podem ser embaixadores de fabricantes de ração e acessórios e pet shops, por exemplo”, diz Aline Bak, mentora de redes sociais e especialista em assuntos da internet. “Vale lembrar que este arquétipo dos bichos adoráveis têm apelo universal, todo mundo gosta de seguir perfis desse tipo, eles são uma ótima aposta”, completa a especialista.

Se você acha que seu animal de estimação tem o que é preciso para se tornar a próxima sensação das redes, confira a seguir as dicas de Aline Bak:

1. Encare com seriedade e comprometimento:

Antes de criar uma página de mídia social para seu animal de estimação, é preciso avaliar se o animal se dá bem com sessões de fotos e vídeos diárias. Além disso, manter um cronograma de postagens regulares ajuda a manter a base de espectadores. Mas não só: o engajamento ativo com seguidores é um dos fatores mais importantes para o sucesso nas redes. “Da mesma forma como acontece nos perfis convencionais, as páginas dos pets devem ser baseadas em planejamento e estratégias, para que tenham real impacto e potencial de monetização”, diz Aline.

2. Escolha uma rede social:

A rede social mais usada para perfis de pet influencers é o Instagram. “Mas o TikTok, aplicativo de vídeos curtos e dinâmicos, tem um apelo muito forte entre os mais jovens e apesar de ser uma rede nova, já é uma das maiores do mundo e está em plena ascensão”, destaca a especialista. “Esta é, sem dúvida, uma escolha promissora para um perfil de pet”, completa. Páginas no YouTube também são populares entre os pet influencers.

3. Defina a personalidade do seu animal:

As pessoas adoram seguir um cão fotogênico, mas existem milhões de animais fofos nas redes sociais. Ou seja, fotos genéricas do seu adorável labrador não tornarão seu amigo peludo famoso, é preciso que o animal se destaque por sua personalidade. “Cada bicho tem características distintas que os tornam únicos, é preciso realçá-las nas redes”, diz a especialista. Seu gato tem um comportamento naturalmente mal-humorado? Seu cão se destaca pela camaradagem? Deixar a personalidade do pet brilhar é uma maneira infalível de se destacar no mar de perfis de animais de estimação nas mídias sociais. Nesse contexto, é importante criar também um tom de voz padrão, para legendas e comentários. Pode ser mais descontraído ou então mais formal e intelectual…deixe a imaginação fluir.

4. Escolha um nome atraente:

Pense em um nome memorável e cativante para o perfil do pet. Nomes excessivamente complexos ou difíceis de pronunciar devem ser evitados.

Às vezes, um trocadilho também pode funcionar. Seja qual for a escolha, não se deve mudar o nome após a decisão, pois isso poderá confundir os seguidores e prejudicar o crescimento da marca.

Alguns exemplos de nomenclaturas marcantes e criativas: @jamonthjepig, que traz a rotina de um  porco camarada e fotogênico e @bob_marley_goldenretriever, o perfil de Bob e Marley, uma dupla de cães brincalhona e cheia de animação.

5. Aposte em hashtags:

“É recomendável montar uma planilha e acompanhar as hashtags que as contas de animais de estimação fortes usam, categorizando por datas especiais e momentos, como caminhadas e viagens, por exemplo”, aconselha Aline Bak. Afinal, quanto mais interesses as hashtags englobarem, mais exposta estará a conta do pet. “E as hashtags são uma ótima forma de ganhar seguidores organicamente”, completa.

6. Busque parceiros:

Com um perfil bem feito, o pet pode vir a se tornar embaixador de marcas ligadas ao universo animal, como fabricantes de ração e acessórios para pets, além de pet shops e creches e hotéis. Ao adquirir este status, é interessante lançar ofertas exclusivas ou descontos para quem adquirir produtos ou serviços dos parceiros. “As pessoas adoram isso e esse tipo de conteúdo oferece um amplo escopo de compartilhamento e exposição”, diz a especialista.

6

Jul

Novo visual do Gmail é lançado para todos

O novo visual do Gmail para desktop finalmente começou a ser liberada para todos os usuários nesta semana. O estilo é marcado por uma interface azulada, formas arredondadas e uma barra lateral com acesso rápido a Chat, Spaces e Meet.

Esta novidade estava em pré-visualização desde fevereiro e agora chega em definitivo para as pessoas. Nos cinco meses de testes, o Google corrigiu algumas coisas e trouxe a opção de modificar algumas coisas para quem não curtiu a mudança.

A primeira troca notável é o estilo inspirado no Material You e esquema de cores totalmente azul, já que antes as cores estavam restritas aos menus à esquerda das mensagens, onde estão posicionadas a Caixa de Entrada, Com Estrela, Adiados e outros. Além desses elementos, que ficam azuis quando selecionados, os e-mails não lidos também passaram a ter essa tonalidade mais clara.


O Gmail manteve o sistema de temas, então o usuário pode mudar para a cor que desejar, inclusive com a possibilidade de adotar o modo escuro. É só clicar no ícone da engrenagem, no canto superior direito da tela, e escolher "ver todos" para analisar as opções disponíveis. Quem não se sentir à vontade com as mudanças poderá voltar para o plano de fundo antigo cinza ou usar uma imagem do Google Fotos.

Barra lateral pode ser ocultada

Uma das maiores renovações do Gmail foi a chegada da desajeitada barra lateral. Ela foi criada para abrigar os principais produtos do Google, além do gerenciador de e-mails, mas ocupa um espaço desnecessário no canto esquerdo da tela.

O layout inicial não permitia excluir essa barra, mas a versão finalizada sim. Você pode omitir ícones não utilizados, como o Spaces, Meet ou Chat, e até remover de vez todos os atalhos, o que deixa o Gmail mais parecido com o estilo anterior. É só ir até o ícone da engrenagem, procurar por "Personalizar" na opção "Chat e Meet" e desmarcar as duas caixas de seleção.

Feito isso, a barra lateral vai sumir e você ganhará mais espaço na tela para visualizar seus e-mails. Essa é uma forma de migrar para a experiência nova obrigatória sem abrir mão do padrão antigo. Além disso, o chamado "botão de hambúrguer", usado para recolher a barra lateral, passa a ser usado para esconder os controles do Gmail, recurso bem mais útil que softwares menos usados.

Por enquanto, o programa ainda permite retornar ao padrão antigo, mas isso deixará de ser possível em alguns dias, portanto o melhor a se fazer é customizar tudo e aceitar o visual renovado do Gmail para desktop. Segundo o Google, a distribuição do visual deve ocorrer ao longo do mês de julho, logo quem ainda não recebeu deve esperar mais alguns dias.

Fonte: Canaltech, disponível em: https://canaltech.com.br/internet/novo-visual-do-gmail-e-lancado-para-todos-220214/

6

Jul

Instabilidade no Instagram faz mensagens apagarem sozinhas nesta quarta (6)

O Instagram passa por uma instabilidade desde a madrugada desta quarta (6). Segundo relatos que circulam na web, o envio de mensagens diretas parece inconsistente, com envios desaparecendo misteriosamente da caixa de entrada do app para celular.

Não se sabe o que causa o bug, mas comentários no Twitter e no site Downdetector ressaltam que a plataforma ainda passa por problemas no início desta manhã. O carregamento do feed, dos Stories e do Reels acontece normalmente.

É importante ressaltar que, quando o erro acontece, o destinatário pode não se dar conta que deixou de conferir alguma mensagem. Sendo assim, não fique espantado se seus envios não forem respondidos como esperado enquanto a instabilidade acontece.

Uma das soluções para encontrar as mensagens perdidas é tentar acessar o Instagram pela versão web e, de lá, tentar responder os envios desaparecidos. Assim, é possível que o chat volte a aparecer como deveria ao voltar para o app mobile.

Fonte: Canaltech, disponível em: https://canaltech.com.br/redes-sociais/instabilidade-no-instagram-faz-mensagens-apagarem-sozinhas-nesta-quarta-6-220239/

4

Jul

WhatsApp deve aumentar prazo para apagar mensagens, fotos e vídeos

O WhatsApp pode aumentar o tempo limite para excluir mensagens enviadas no aplicativo. O tempo pode saltar do atual uma hora, oito minutos e 16 segundos para prazos maiores de 12 horas ou até dois dias. É impossível apagar algo que tenha estourado o tempo em chats individuais ou grupos.

A novidade foi visualizada pelo site especializado WABetaInfo, que compartilhou um print de tela no qual diz ter apagado uma mensagem enviada ontem (30) para todos em um grupo. O Canaltech reproduziu o experimento e foi possível deletar uma mensagem enviada há dois dias (veja foto abaixo). Quando o tempo limite estoura, você só vê a opção de apagar o texto para si.


A mudança pode ajudar as pessoas a corrigirem erros de digitação ou envios por engano mais facilmente. É relativamente comum alguém mandar uma mensagem, foto ou vídeo errado nos grupos e depois não conseguir deletar devido ao prazo ter estourado.

Apagar qualquer mensagem em grupos

Além do tempo, os desenvolvedores do "Zap" também testam uma opção para dar mais poder aos administradores dos grupos. Segundo o WABetaInfo, eles serão autorizados a apagar qualquer mensagem enviada, assim é possível exercer uma moderação mais efetiva.

Não está claro que os admins também obedecerão aos critérios de tempo ou se poderão apagar conteúdos indevido a qualquer momento. É provável que a segunda opção seja a mais viável, afinal eles precisarão lidar com grupos imensos (e com mais chance de alguém se comportar indevidamente) quando o recurso Comunidades for liberado para todos.

O experimento foi visto na versão 2.22.15.8 do beta para Android, mas pode não ter sido liberado para todos. Por ser algo em fase de desenvolvimento, não existe previsão de liberação para testadores de outras plataformas nem informação sobre o lançamento oficial.

Ontem, o mensageiro liberou a reação com qualquer emoji nos apps beta para dispositivos móveis. Isso significa que futuramente todos os usuários terão mais opções do que as seis atuais para ter uma comunicação mais eficaz. No mesmo dia, o WhatsApp Beta para Windows lançou um novo menu de contexto para agilizar formatação de textos.

Fonte: Canaltech, disponível em: https://canaltech.com.br/apps/whatsapp-deve-aumentar-prazo-para-apagar-mensagens-fotos-e-videos-220043/

2

Jul

Quatro dicas para marcas ficarem em evidência no mundo digital

Um dos maiores desafios enfrentados pelas empresas — e as gigantes podem ser incluídas neste pacote — é atingir a evidência em um universo extremamente concorrido como o digital. E, ao alcançar tal objetivo, a segunda meta é manter-se no topo, numa posição de destaque em meio a uma árdua concorrência. 

Para Saulo Camelo, CEO da Camelo Digital, agência que auxilia empresas a alcançarem os seus objetivos com ferramentas e estratégias inovadoras, é neste ponto que a criação de conteúdo SEO mostra sua importância. Diante de um mercado tão disputado, é necessário estabilizar-se antes que outras companhias do mesmo ramo cheguem à frente. “O valor de um bom conteúdo não deve ser esquecido e, sem marketing de conteúdo, o público não saberá o que a empresa oferece. Os produtos podem ser excelentes, o site bom, mas de nada adiantará sem conteúdo de alta qualidade”, alerta.

Rafael Beraldi, diretor de Marketing e Novos Negócios da Camelo, explica que esse nível de excelência passa necessariamente pela criação consistente de conteúdo SEO, até pelo risco dos antigos e possíveis novos clientes migrarem para a concorrência. Para que isto não ocorra, é fundamental ter boas posições nos rankings dos mecanismos de busca. É o que atrai mais cliques e, para chegar lá, é fundamental apresentar conteúdo constantemente. “As classificações mais altas no SERP do Google são o produto de originalidade e consistência. Textos novos com intervalos regulares acarretam melhores posições nos mecanismos de pesquisa. E ser original fortalece esse posicionamento”, revela.

Outro ponto destacado pelo fundador da agência é o fortalecimento do relacionamento com o público. “A interação aumenta a confiança nos seus negócios e isto é crucial para solidificar-se no mercado on-line”, finaliza o especialista em marketing.

Saulo destaca quatro dicas que podem ajudar a melhorar ainda mais a ganhar destaque no mercado.

- Ter conteúdo de alta qualidade;

- Ser consistente;

- Renovar o conteúdo para melhorar posição no ranking de pesquisas;

- Fortalecer relacionamento com o público.

1

Jul

Instagram e Telegram estão mais populares entre brasileiros

De acordo com uma pesquisa realizada sobre uso de apps no Brasil, o Instagram e Telegram estão mais presentes na tela inicial dos smartphones, atingindo seu recorde histórico. A última edição da pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion revela que o Instagram está na tela inicial de 46% dos aparelhos brasileiros — no último ano, o número era de 41%.

A nova edição contou com 2041 brasileiros entrevistados entre os dias 13 e 23 de abril de 2022, e tem validade estatística com abrangência nacional. O grau de confiança da Panorama Mobile Time/Opinion Box é de 95%, com a margem de erro de 2,2 pontos.

Segundo as informações, o aplicativo de fotos segue atrás apenas do WhatsApp (55%) no Ranking dos 10 Apps Mais Populares na Homescreen dos Brasileiros, contudo, está na frente do Facebook (36%). As mulheres representam 49% do público com Instagram na tela inicial.

Cerca de 60% das pessoas entre 16 e 29 anos tem o app de fotos na homescreen, contra 44% nos grupos de pessoas entre 30 e 49 anos e apenas 31% daqueles com mais de 50 anos — 30% dos participantes da pesquisa afirmam o Instagram é o aplicativo que mais usam ao longo do dia.

Crescimento no Telegram

A presença do Telegram também cresceu na tela inicial dos brasileiros e pulou de 9% para 13% em apenas 12 meses — até então, o app estava em 10º lugar e, na edição mais recente da lista, subiu para o 4º lugar e ultrapassou o YouTube, Uber e Nubank.

Os dados também sugerem que 17% das pessoas das classes A e B usam o Telegram, enquanto 11% são das classes C, D e E. Em relação aos dados sobre idade, gênero ou região, não existe diferença significativa.

Já o Facebook perdeu a adoção na homescreen de alguns brasileiros e caiu de 41% para 36% em apenas um ano. A pesquisa aponta que a rede social de Mark Zuckerberg é usada por 40% dos usuários que moram no Sul do país, enquanto 42% são do Norte e 28% do Nordeste.

Fonte: Tecmundo, disponível em: https://www.tecmundo.com.br/redes-sociais/241158-instagram-telegram-populares-entre-brasileiros.htm

30

Jun

Google unifica recomendações em novo guia de privacidade

Na última terça-feira, 28, o Google apresentou a nova edição do Guia de Privacidade para anunciantes. O documento tem como objetivo orientar marcas e agências para que se adaptem às transformações vigentes no longo prazo. Uma das novidades é que, pela primeira vez, o documento unifica as recomendações que vão de pequenos a grandes anunciantes.

Em 2020, a big tech anunciou a eliminação gradual dos cookies de terceiros no Chrome, com finalização prevista para o fim do ano que vem. O impacto deste e de demais  fatores, como a instauração da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) não só sobre a web, mas também no mobile, será moldada pelo Google em três passos: construir, mensurar e ativar.

A construção tem como base a confiança, uma vez que o público vem pedindo mais transparência e confiança no relacionamento entre marca e consumidor. Para isso, os players devem investir na criação de uma base de dados primários em interação não só no on-line, mas também em atividades off-line. O Google recomenda o desenvolvimento de anúncios mais personalizados para que a audiência se sinta confortável no compartilhamento de dados, investindo também na em recursos como o Gerenciador de Tags.

O novo guia indica para o fato de que as pessoas não querem ser rastreadas durante suas atividades dentro da web, e que, para suprir esse gap, agências e marcas devem utilizar dados proprietários a fim de ter uma visão mais detalhada acerca da conversão dos usuários. A necessidade de mensuração precisa e acionável também faz com que as empresas tracem estratégias a fim de obter mais insights fazendo o uso de dados proprietários, segundo o Google, uma vez que as pessoas interagem com produtos de serviços em diversos canais e pontos de contato.

Já a ativação, que marca a etapa final de ações para que o público seja, de fato, atingido pelas estratégias das companhias na prática. Nessa fase, o guia indica caminhos para a ativação na prática dos recursos de automação das plataformas de publicidade do Google que melhoram os resultados de campanhas. A big tech recomenda que, tanto a etapa de mensuração quanto a de ativação podem ser executadas com tecnologias de alta precisão.

Meio & Mensagem, disponível: https://www.meioemensagem.com.br/home/midia/2022/06/29/google-unifica-recomendacoes-em-novo-guia-de-privacidade.html

27

Jun

WhatsApp Business testa novo recurso voltado para anúncios; veja

O WhatsApp está lançando um novo recurso em seu aplicativo Business beta (2.22.14.11) para gerenciar e rastrear anúncios. Ele pode ser encontrado dentro da guia “Anuncie no Facebook”.

Essa é uma funcionalidade nova dentro do WhatsApp Business beta e ainda possui limitações nesses primeiros testes. Até o momento, as empresas só podem consultar uma lista dos seus anúncios configurados para a ação “Click to WhatsApp” dentro do aplicativo de mensagens. É necessário abrir o Facebook para acompanhá-los com detalhes.

Quando um anúncio é configurado como "Click to WhatsApp", ele ganha um botão de "Enviar mensagem". Assim, usuários do Facebook e do Instagram podem abrir uma conversa no aplicativo WhatsApp Business com a sua empresa de forma rápida e direta.

O WhatsApp Business, além de deixar a empresa ou empreendedor solo se mostrar de forma mais profissional na plataforma, oferece uma série de estatísticas para esse usuário. Algumas delas incluem quantos contatos estão salvos, quantas conversas já foram respondidas, quanto tempo levou para que alguém fosse efetivamente respondido, etc. Também é possível  se integrar com sites e redes sociais por meio de um botão de redirecionamento - o que é bastante importante quando falamos de anúncios.

Disponível no WhatsApp Beta

Usando a versão beta do aplicativo, a pessoa acaba recebendo as novidades do aplicativo antes de outros usuários. Mas é importante lembrar que muitas vezes essas ferramentas novas são oferecidas antes de terem uma versão final, justamente para que os usuários beta enviem seus feedbacks.

O gerenciamento e rastreio de anúncios via WhatsApp está sendo disponibilizado aos poucos e deve se espalhar nas próximas semanas. Em sua versão final, espera-se que seja possível ver os detalhes dos anúncios sem precisar abrir o Facebook.

Fonte: Tecmundo, disponível em: https://www.tecmundo.com.br/software/240921-whatsapp-business-testa-novo-recurso-voltado-anuncios-veja.htm

26

Jun

Facebook terá linha de roupas criada junto a grupos da plataforma

Por Meio & Mensagem

Ao lado da cantora Pabllo Vittar, o Facebook divulga na próxima terça-feira, 28, a Pride Collection, iniciativa criada pela AlmapBBDO que tem como objetivo divulgar peças de roupas exclusivas desenvolvas em colaboração com grupos da plataforma. Além disso, a campanha visa dar mais visibilidade aos grupos do Facebook.

Será feita uma live na página do Facebook Brasil, às 19h, com transmissão de um fashion show comandado pela artista. O evento será apresentado por John Drops e contará com convidados como Vitor Di Castro, Halessia e Murilo Lorran e outros. A live também convida membros dos grupos Estudos Queer, Assexuais, Filhos do Arco-Íris – Grupo de Apoio aos LGBT+ e Domínio Drag para participarem da ação.

Em nota, Roma Joana, head de Craft da AlmapBBDO, aponta que, na maioria das vezes, normalmente a representação da comunidade acaba sendo estereotipada, o que gera uma insatisfação, pois são e represem mais do que isso. A campanha e a coleção, que parte das vozes LGBPQIAP+, será uma forma de não só permitir o acesso a outras imagens de corpos, mas também celebrar a diversidade e beleza de cada um.

Por meio da realização de quizzes, o público terá a chance de resgatar cupons e reservar peças da linha durante o show. Ainda, a Meta deverá fazer doações a ONGs que apoiam a comunidade no Brasil – o que deverá acontecer também por meio de interação com o público, que poderá desbloquear doações via metas de engajamento.

Fonte: Meio & Mensagem, disponível em: https://www.meioemensagem.com.br/home/midia/2022/06/24/facebook-tera-linha-de-roupas-criada-junto-a-grupos-da-plataforma.html

23

Jun

Instagram testa novas ferramentas para barrar menores de 18 anos

O Instagram começou a conduzir experimentos para identificar a idade do usuário e assim evitar acesso a conteúdos indevidos nos Estados Unidos. A rede social testa três sistemas diferentes: selfies em vídeo, fornecimento de documento de identificação e garantia de outros usuários adultos.

O objetivo é garantir que menores de 18 anos acessem os serviços com as limitações criadas para protegê-los, bem como barrar os menores de 13 anos que não poderiam se inscrever no serviço. Hoje, pessoas entre 13 e 17 anos têm recursos exclusivos, como o perfil automaticamente privado, para evitar abuso, bullying, exploração sexual e outras práticas nocivas.

Esse sistema em teste visa dois usos básicos:

adultos que se registraram como adolescentes por engano e tentam inserir a idade correta;

adolescentes que tentam contornar as restrições mudando a data de nascimento.

Quando descobrem as limitações do perfil, muita gente troca a idade para burlar o sistema. Isso não deve ser um problema tão grande se uma pessoa com 17 anos trocar para 18, mas pode ter efeitos mais devastadores com um pré-adolescente de 11 anos.

Por enquanto, não há previsão de quando os três sistemas de identificação chegarão ao Brasil. É provável que leve alguns meses, após receber o feedback dos norte-americanos.

Método de comprovação da idade

A partir de agora, quando alguém alterar sua idade de adolescente para maior de 18 anos nos EUA, o Instagram solicitará a confirmação por uma das opções mencionadas acima. Poderá ser exigido algum tipo de identificação, como passaporte, RG ou carteira de motorista. O documento ficará armazenado nos servidores por 30 dias antes da exclusão definitiva.

Quem não tiver um documento de identificação em mãos poderá escolher o método de selfie de vídeo para comprovar a idade. O Instagram fez uma parceria com uma startup especializada em identificar pessoas — chamada Yoti, com sede em Londres — para garantir a correta checagem. Essa foi uma solução encontrada para inserir um sistema eficaz, já que o anterior foi enganado por uma boneca Barbie.

A selfie de vídeo será compartilhada pela Meta com a Yoti, que verificará a idade com uma IA treinada para diferenciar os menores de 18 anos. Após o processo, ambas as empresas prometem excluir os dados. A própria criadora da tecnologia diz conseguir estimar a idade, mas sem identificá-la com precisão, portanto ainda poderá haver falhas no futuro.

Comprovação social

O terceiro método é o mais complexo e envolve um conceito chamado Social Vouching (Comprovante Social, em tradução livre). O Instagram vai exigir que três amigos com 18 anos ou mais atestem a sua idade. O voucher será enviado para uma lista de seis pessoas aleatórias e sem grau de parentesco.

Os selecionados terão três dias para responder ao pedido, caso contrário a solicitação será cancelada. As pessoas que responderem por você terão cinco opções para identificar a faixa etária:

Menos de 13 anos;

Entre 13 e 17 anos;

18 a 20 anos;

21 anos ou mais; ou

Não tenho certeza.

Se as três pessoas selecionadas não escolherem a mesma faixa etária, a verificação falhará. O Insta garante que as informações fornecidas serão privadas, logo ninguém saberá quem mentiu ou falou a verdade sobre a idade do "candidato" a ingressar na rede. Lojas de aplicativos e dispositivos também devem realizar essas verificações para os adolescentes terem uma experiência segura em todos os apps e serviços.

Fonte: Canaltech, disponível em: https://canaltech.com.br/redes-sociais/instagram-testa-novas-ferramentas-para-barrar-menores-de-18-anos-219428/