Jornalismo

16

Mai

Jornalismo

UFRN realiza Semana de Jornalismo com o tema "Fake News e a era da pós-verdade"

Mais um evento que debaterá o fenômeno das Fake News, suas causas e consequências. Dessa vez, com profundidade acadêmica, realização de oficinas, palestras, minicursos e intervenções artísticas para profissionais, professores e alunos. Trata-se da 2ª Semana de Jornalismo da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), promovida pelo Departamento de Comunicação Social (Decom), que tem como tema “Fake News e a Era da Pós-Verdade” e será realizada entre os dias 23 e 25 de maio.

A experiência de aprendizado e interação reúne profissionais, docentes e estudantes do Jornalismo para discutir um tema em destaque na área. Em 2017, a 1ª Semana de Jornalismo da UFRN contou com a participação de 28 voluntários do departamento na comissão organizadora. Já em 2018, esse número mais que duplicou: são 68 pessoas, entre alunos e colaboradores, dispostos nas equipes de Apoio Técnico, Assessoria, Fotografia e Redes Sociais.

A coordenação do evento, este ano, está sob a responsabilidade do Professor Dr. Daniel Dantas Lemos, do Departamento de Comunicação Social da universidade. A programação desta edição conta com oficinas, minicursos, mostras, mesas-redondas e intervenções que englobam a temática do evento. Além disso, no primeiro dia, 23, haverá a conferência de abertura da Semana, com a presença da jornalista Cynara Menezes (Socialista Morena).

Os interessados em participar devem se inscrever no site da Semana de Jornalismo, no link bit.ly/2Gc6vsK. Em seguida, os inscritos devem preencher os dados nos formulários em cada oficina que queira participar. Entre os temas das oficinas, estão “Jornalismo investigativo: métodos e técnicas de investigação jornalística nos meios digitais”; “Como os perfis literários cumprem uma função de humanizar as pessoas e gerar empatia nos leitores?”; “Fact-checking” e “Linguagem Fotográfica para Dispositivos Móveis”, entre outros.

14

Mai

Jornalismo

Google lança parceria com jornais mundiais para facilitar assinaturas digitais

O Google anunciou que fechou uma parceria com empresas de mídia de todo o mundo e promoverá uma plataforma chamada “Assine com o Google”, que facilitará assinaturas digitais de diferentes produtores de conteúdo.

Essa plataforma é parte da reformulação do novo Google Notícias, que estará disponível para o Brasil até o fim do mês. A partir do “Assine com o Google”, ao fazer o login, o usuário poderá fazer assinaturas de diversas publicações globais. “Como o novo sistema permite fazer uma assinatura com a conta Google, como um Gmail, por exemplo, o processo ficou mais simples. A ideia foi desenvolver um produto para gerar mais assinaturas para as publicações em um momento desafiador. O Google não vai determinar o preço. Quem tem esse controle é sempre a empresa que publica”, afirmou Andrea Fornes, diretora por Parcerias de Produtos de Notícias do Google para América Latina.

Integram a parceiria o Grupo Globo, do Brasil; Le Figaro (França); Financial Times (Inglaterra); The New York Times (EUA); La Nación (Argentina) e o Grupo Reforma (México). O serviço já está operando com o grupo norte-americano McClatchy, que edita, dentre outras publicações, o Miami Herald.

Fonte: ANJ

8

Mai

Jornalismo

ABRAJI lança curso online gratuito focado nas eleições 2018, em parceria com o Facebook

Oportunidade muito bacana para jornalistas que vão trabalhar na cobertura das eleições: a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), em parceria com o Facebook Journalism Project, lançou o curso online “Cobertura Eleitoral com Bases de Informações Públicas", que tem como foco as eleições 2018. A novidade também contará com workshops presenciais.

Serão três cursos online gratuitos, com 200 vagas cada, além de quatro treinamentos presenciais em algumas cidades brasileiras (50 vagas cada workshop). As aulas terão conteúdos sobre como ter acesso a dados públicos para investigar políticos e obter informações que sirvam de referência para cobertura das eleições deste ano. Os instrutores dos cursos serão: José Roberto de Toledo (Piauí), Márcia Cavallari (Ibope), Daniel Bramatti (Estadão Dados) e Tiago Mali (Abraji).

Podem se inscrever, nas aulas gratuitas online, jornalistas em atividade e estudantes de Jornalismo de todo o Brasil. Quem quiser, também pode participar dos workshops presenciais que acontecerão em Porto Alegre, Recife, São Paulo e Rio de Janeiro. As datas dos cursos EaD e presenciais serão:

De 14/5 a 1/6 (obrigatório para quem for fazer o workshop de Porto Alegre em 9 de junho)

De 3/6 a 21/6 de junho (obrigatório para o workshop de Recife em 23/6)

De 16/7 a 3/8: obrigatório para workshops de São Paulo (11/8) e Rio de Janeiro (18/8)

A Abraji fará uma seleção dos que se inscreverem e divulgará o resultado até uma semana antes do curso online.Para se inscrever, acesse: https://bit.ly/2FYv7VA

30

Abr

Jornalismo

Prêmio Petrobras de Jornalismo abre inscrições para trabalhos veiculados em todo Brasil

Seguem, até o dia 31 de maio, as inscrições para o V Prêmio Petrobrás de Jornalismo. Podem participar reportagens veiculadas no Brasil entre 11 de janeiro de 2017 até 10 de fevereiro de 2018.

O prêmio está divido nas categorias Grande Prêmio; Prêmio Especial de Inovação; Economia; Ciência e Tecnologia; Sustentabilidade; Cultura; Esporte; Telejornalismo; Radiojornalismo; Fotojornalismo; e as categorias regionais: Nordeste; Norte / Centro Oeste; RJ-MG-ES e Regional SP-Sul. Os vencedores receberão uma premiação que varia entre R$ 10 a R$ 40 mil.

Para saber mais, acesse: http://www.premiopetrobras.com.br/

27

Abr

Jornalismo

Cresce a hostilidade de políticos aos meios de comunicação em países democráticos, diz ONG Repórteres sem Fronteiras

O clima de intolerância crescente em que vivemos globalmente tem afetado o trabalho dos jornalistas. A edição 2018 do Ranking Mundial da Liberdade de Imprensa aponta que o mundo passa por um momento de crescimento do ódio ao jornalismo e aos jornalistas, o que ameaça as democracias. Os dados foram divulgados pela organização Repórteres sem Fronteiras (RSF), em sete eventos simultâneos pelo mundo, incluindo no Rio de Janeiro.

No ranking geral, o país com mais liberdade de imprensa é a Noruega, seguido pela Suécia e pelos Países Baixos. Os países no fim da lista são Coreia do Norte, Eritreia e Turkomenistão. Segundo o levantamento da ONG, a hostilidade de dirigentes políticos aos meios de comunicação está cada vez mais presente em países ditos democráticos. Além de países como Turquia e Egito conviverem com acusações generalizadas de terrorismo contra os jornalistas e prisões arbitrárias de profissionais, a RSF destaca que, nas Filipinas, o presidente Rodrigo Duterte, disse que ser jornalista “não protege contra assassinatos”.

Em uma lista de 180 países, o Brasil passou da posição 103 para 102 este ano, porém, classificado pela ONG como “um ambiente de trabalho cada vez mais instável”. “A ausência de um mecanismo nacional de proteção para os repórteres em perigo e o clima de impunidade - alimentado por uma corrupção onipresente - tornam a tarefa dos jornalistas ainda mais difícil”, afirma a RSF. “O brutal assassinato da vereadora Marielle Franco levou os comunicadores populares das favelas a ficar em estado de alerta. A cobertura de manifestações segue um ambiente complicado pra atuar, os jornalistas sofrem com a violência policial e com a hostilidade de manifestantes”, diz a ONG.

Segundo levantamento da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), foram registrados 99 casos de violência contra jornalistas em 2017 no Brasil.

Fonte: Agência Brasil

 

23

Abr

Jornalismo

Sob nova direção, emissora de rádio da Grande Natal investe em programa jornalístico

A jornalista Anna Karinna Castro assumiu a direção da emissora Independência FM, de Ceará-Mirim, e vai comandar programa jornalístico diário na rádio. Com o nome “Manhã Notícias”, o programa estreia na próxima segunda-feira (30), das 8h às 9h da manhã, e promete reportar os principais fatos e notícias da região e do Estado. O sinal da rádio abrange municípios do litoral, Mato Grande e chega a capital, com maior força na Zona Norte. Anna Karinna tem experiência de 18 anos de atuação no jornalismo, tendo sido apresentadora, repórter e editora de programas na TV Ponta Negra e também comentarista de rádio na 96 FM, entre outras experiências. 

Fundada em agosto de 1998, a Independência é uma emissora popular com programação variada, que atinge vários públicos com notícias, prestação de serviço, campanhas educativas, lazer, entretenimento, informação imparcial e interatividade com os ouvintes. A sintonia da rádio é 106.5, mas também pode ser ouvida pela internet no endereço eletrônico www.independenciafm106.com.br ou aplicativo de celular. O objetivo da emissora, com a nova direção, é passar a ter presença mais forte com o viés jornalístico. 

13

Abr

Jornalismo

Folha de S. Paulo recebe inscrições para programa de treinamento em jornalismo de saúde

Atenção focas, repórteres, interessados em seguir carreira no Jornalismo e curiosos em geral: a Folha de S. Paulo está com inscrições abertas até o dia 29 de abril para o programa de treinamento em jornalismo de Saúde. As inscrições podem ser feitas por profissionais de qualquer área de graduação. O curso terá duração de cinco semanas entre junho e julho, em um regime de dedicação em tempo integral, com aulas de jornalismo diário, exercícios de reportagem e redação, palestras com especialistas da área e conversas com editores e repórteres.

“A cobertura da área é bastante complexa, exige algum grau de familiaridade com o sistema de saúde, os conceitos gerais e os termos médicos mais usados”, diz Vera Guimarães Martins, repórter especial e coordenadora do curso.

A seletiva consiste em duas fases. Na primeira fase há uma prova online, que ficará disponível entre os dias 4 e 6 de maio, com questões de múltipla escolha e dissertativas de português, inglês e conhecimento gerais. Os mais bem colocados irão para a segunda fase, que consiste em uma entrevista da sede do jornal em São Paulo.

Para saber se inscrever, basta acessar o site http://treinamento.folha.com.br/programadetrainee/

11

Abr

Jornalismo

Projeto Elas por Ela retrata histórias de mulheres potiguares

A fotógrafa e assessora de comunicação Kalina Veloso está trabalhando nos últimos detalhes para o lançamento de uma revista voltada para retratar, com sensibilidade, a história de mulheres do Rio Grande do Norte, o projeto Elas por Ela. Segundo explica, a revista irá narrar “as batalhas diárias, os sentimentos, vitórias de mulheres comuns, mas, ao mesmo tempo, extraordinárias” em texto e fotos produzidas.

“Em nenhuma outra época da humanidade a mulher teve tamanho acesso à informação, ao mercado de trabalho e ao direito de ser, ao mesmo tempo, protagonista e autora da sua vida”, afirma Kalina, que ao longo de sua carreira, tem se destacado por retratar mulheres das mais diversas origens e condições sociais.

Entre os projetos já realizados, Kalina Veloso foi curadora da exposição “Nós podemos”, sobre o empreendedorismo feminino; da “Não me calo”, exposição relacionada à lei Maria da Penha; da “Mulheres de Peito”, que chamava a atenção para a prevenção do câncer de mama; “Sou tudo o que eu quiser”, relacionada ao empoderamento feminino, entre outros trabalhos, sempre retratando o universo feminino e seus desafios.  

A revista está sendo editada pela jornalista Suzy Noronha e contará, em suas páginas, com uma entrevista exclusiva com a delegada aposentada Margareth Gondim e texto das jornalistas Simone Silva, Priscilla de Sousa e desta blogueira. O lançamento está previsto para maio de 2018.

10

Abr

Jornalismo

Site mantido por alunos da UFRN traz olhar diferenciado em notícias, crônicas e entrevistas

Os alunos do curso de Jornalismo da UFRN mantém um site de produção de reportagens, entrevistas, crônicas e notícias que trazem o olhar peculiar dos estudantes universitários sobre os fatos e personalidades do Rio Grande do Norte. O site www.cadernodepauta.com.br foi desenvolvido a partir do projeto de extensão acadêmica Grupo Permanente de Estudo da Entrevista, em atividade desde 2015, pelo qual passaram, até agora, mais de 90 estudantes de comunicação.  Os sites mantidos pelos alunos já somam mais de 210 mil visualizações.

As reportagens, perfis, crônicas e coberturas produzidos pelos alunos do Grupert são publicados e veiculados nos sites Caderno de Pauta e Caderneta Nerd (http://cadernetanerd.blogspot.com.br), este último mais semelhante aos antigos Fanzines produzidos pelos alunos de jornalismo do período que a internet ainda não estava tão disseminada.

Hoje coordenado pela professora-doutora Socorro Veloso, o projeto incentiva alunos de graduação a exercitar o fazer jornalístico a partir da prática de entrevista, estudo de gênero, envolvimento com a agenda social e fiscalização dos serviços públicos, produzindo conteúdos que correspondam com a expectativa de um produto jornalístico de qualidade, dentro de fundamentos teóricos da área.

Os alunos demonstram entusiasmo com o projeto. Ricarla Nobre, aluna de Jornalismo, aponta que atuar no grupo de estudos lhe propiciou “vivenciar o melhor do jornalismo”. “Administrar o tempo para fazer as matérias e cumprir com os prazos estipulados me ensinou bastante. O projeto nos dá espaço para buscar pautas, ir até a rua e vivenciar o melhor do jornalismo - que é o contato com pessoas e suas histórias. A importância de algo assim, na nossa formação acadêmica, é indispensável”, opina.

5

Abr

Jornalismo

Jornalistas são homenageados em sessão solene da Assembleia nesta sexta

Amanhã será dia de encontro de comunicadores na Assembleia Legislativa, com a realização da sessão solene em referência ao Dia do Jornalista, comemorado em 07 de abril. No evento, proposta pelo presidente Ezequiel Ferreira, serão homenageados 24 profissionais do mercado e ainda o grande mestre, jornalista, escritor, advogado, antropólogo e folclorista Luiz da Câmara Cascudo. Quem conviveu com Cascudo ressalta que, dentro os tantos ofícios, o de jornalista era um dos que ele mais gostava.

O presidente da Assembleia, deputado Ezequiel Ferreira, ressaltou que o intuito do evento é reconhecer o papel social dos jornalistas. "A sessão solene representa o reconhecimento do Poder Legislativo aos profissionais da notícia, os jornalistas do Rio Grande do Norte que fazem do seu ofício um importante instrumento de transformação social", declarou.

A diretora de Comunicação Institucional da Casa, Marília Rocha, está entre os que receberão, amanhã, o reconhecimento da Assembleia Legislativa. O jornalista Osair Vasconcelos foi destacado para discursar representando os 24 homenageados.

2

Abr

Comunicação

Hoje é o Internacional Fact-Checking Day: atenções globais voltadas contra as notícias falsas

Na sequência do Dia da Mentira, esta segunda-feira, 02 de abril, foi batizada globalmente como Dia Internacional do Fact-Checking. A ideia é mobilizar formadores de opinião, estudantes e consumidores de mídia em geral para terem maior atenção à checagem de notícias e combater a proliferação de mentiras e notícias plantadas na internet.

O Dia Internacional do Fact-Checking é promovido pela Internacional Fact-Checking Network em parceria com organizações de checagem de fatos em todo o mundo. E agora, em meio a tantas discussões sobre a Fake News, fim da privacidade com as mídias sociais e a influência de tudo isso na política, promete maior força e mobilização.

O Fact-checking Day é um grito de guerra para mais fatos verdadeiros na política, no jornalismo e na vida cotidiana. Está destinado a ser leve, mas prático”, afirma a página dedicada à data. “Acreditamos que a checagem de fatos não deve ser algo que apenas verificadores de fatos profissionais fazem. Um ecossistema de informações preciso exige que todos façam sua parte”, defendem.

Para levar a checagem de notícias ao destaque como assunto global nesta terça, a organização está convidando internautas a seguirem o @factchecknet , #FactcheckingDay e #FactCheckIt no Twitter. No site Factcheckingday.com estão disponíveis recursos para cidadãos, leitores e educadores validarem informações em notícias e vídeos.

O Factcheckingday.com nasceu como uma resposta às preocupações sobre o alcance e impacto da desinformação online. O IFCN está pedindo uma ampla coalizão de jornalistas, estudantes e consumidores de mídia todos os dias para se armarem com as ferramentas e métodos necessários para decifrar o que é real e o que não é.

Mais de 50 países se envolveram na edição anterior

Em 2017, The Washington Post, CNN, Sky e outros veículos cobriram o primeiro Dia Internacional do Fact-Checking. Milhares de pessoas usaram a hashtag #FactCheckEm em 2 de abril de 2017, e professores de mais de 50 países fizeram o download do plano de aula, disponível para mais de 100.000 alunos.

O IFCN é uma unidade do Instituto Poynter dedicada a reunir verificadores de fatos em todo o mundo. Foi lançada em 2015 com o objetivo de apoiar uma cultura em expansão de iniciativas de verificação de fatos, promovendo as melhores práticas e intercâmbios nesse campo.

Fonte: Imagem de divulgação produzida pelo Instituto Poynter; Com informações de https://www.poynter.org/news/week-fact-checking-its-april-2-lets-get-fact-checking 

1

Abr

Jornalismo

"Verdade seja dita: a mentira não merece nem mais um dia", diz campanha da Associação Nacional de Jornais

Em uma época em que o combater às Fake News toma o centro dos debates no mundo jornalístico, a Associação Nacional de Jornais aproveitou o Dia da Mentira para defender que a “mentira não merece nem mais um dia”. O anúncio da ANJ, divulgado em jornais de todo o país e na internet neste 1º de abril, fala que a mentira tornou-se “companheira de todas as horas”, mas ressalta que há milhares de profissionais trabalhando no jornalismo sério, Brasil afora, para “acabar com essa festa”. O anúncio recomenda que antes de espalhar uma notícia, confira se saiu em um "veículo respeitado, como os jornais". Confira o anúncio:

 

 

29

Mar

Jornalismo

Sistema Opinião, da TV Ponta Negra, investe em portal que promete ser o maior do Nordeste

Por Juliska Azevedo

O Sistema Opinião, sócio majoritário da TV Ponta Negra e uma das maiores redes de jornalismo do país, está investindo forte em sua entrada no universo da comunicação digital. O grupo está nos últimos preparativos para o lançamento de um produto que promete ser o maior portal de comunicação do Nordeste – tendo o RN como um dos principais eixos. A expectativa do sistema é de que o novo site entre no ar até maio.

O portal está em fase final de ajustes e vai integrar, em uma mesma plataforma, conteúdo jornalístico produzido a partir das cinco emissoras de TV e das rádios do grupo. Serão seis home-pages interligadas, em um formato semelhante ao adotado pelo G1. A principal delas vai reunir todo o conteúdo se apresentando como o Portal do Nordeste, mas com notícias também do restante do Brasil e do Mundo. Cada um dos quatro estados onde o sistema mantém operação (Rio Grande do Norte, Alagoas, Pernambuco e Ceará) terá uma home-page própria com destaque para a notícias locais. E a sexta seção do Portal reunirá informações de entretenimento.

O grupo está na fase final de desenvolvimento do produto e já contratou mais de 30 profissionais para tocar o novo portal. Em Natal, seis profissionais vinculados à TV Ponta Negra vão conduzir o jornalismo digital. A editora-geral será Marline Negreiros, jornalista experiente que dirigiu o DNOnline, portal do Diário de Natal, encerrado em 2012. Tive a oportunidade de trabalhar diretamente com Marline no período em que atuei como editora-executiva do Diário de Natal. É uma das profissionais mais preparadas do mercado para a missão.

26

Mar

Comunicação

Radialista do Seridó estreia programa em cadeia de emissoras

A radialista seridoense Suerda Medeiros estréia hoje o programa Crônica do Dia, projeto que será transmitido em cadeia de rádio para seis emissoras do Seridó: Povo FM (Caicó); Bonita FM (São José do Seridó); Gargalheiras FM (Acari); Vale do Piranhas FM (Jardim de Piranhas); Princesa da Serra FM (Serra Negra do Norte) e Mulungu FM (São João do Sabugi).

A radialista explica ao blog que o quadro é filantrópico, e tem a intenção de levar mensagens de apoio, positividade e esperança aos ouvintes. “Se em um dia eu conseguir tocar o coração de alguém que está desesperançado, terá sido uma grande vitória”, afirma. As crônicas também estarão na internet, nas redes sociais da radialista. Suerda atua em rádio há 32 anos. Há dois apresenta um programa ao lado da jornalista Gláucia Lima, na Rádio Povo FM em Caicó.

 

26

Mar

Comunicação

Papo de Mídias discute, em Natal, formas de checar notícias para combater Fake News

Como checar os fatos e evitar a disseminação de notícias falsas será debatido entre profissionais da Comunicação, estudantes, professores em evento aberto ao público na 6ª edição do Papo de Mídias, dirigido pela jornalista Erika Zuza, que leva atualidades do jornalismo e do mundo digital ao centro dos debates.

O evento será no Sebrae/RN, no próximo dia 04 de abril, a partir das 18h30, e contará com comunicadores especializados em crise, internet e eleições na mesa de debates. Estarei entre os convidados desta edição.

Para participar, faça sua inscrição gratuita aqui: https://www.sympla.com.br/6-papo-de-midias---o-uso-de-fact-checking-para-combater-fake-news__264073  As confirmações seguirão por email e, no dia do evento, será preciso levar 1kg de alimento não-perecível para doação à AMICO.