Jornalismo

13

Mar

Jornalismo

Especialista explica principais mudanças e erros mais comuns na declaração do Imposto de Renda

Passado o Carnaval, com a tomada para valer do ritmo de trabalho do ano, têm início também o período de cumprimento de obrigações dos contribuintes. Uma delas é a declaração do Imposto de Renda. O prazo já está correndo: começou no dia 07 de março e vai até 30 de abril. Aqui no Rio Grande do Norte são esperadas mais de 320 mil declarações, segundo a Receita Federal. E é preciso ficar atento às mudanças para não cair na malha fina.

Este ano é obrigatório apresentar a declaração anual para aquele contribuinte que, no ano-calendário de 2018, recebeu rendimentos tributáveis, sujeitos ao ajuste na declaração, cuja soma foi superior a R$ 28.559,70. No caso da atividade rural, quem obteve receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50.

E tem mudança para a declaração de imóveis. “Ano passado era sugestivo, ainda, inserir o número de IPTU e registro de imóveis na declaração de bens e direitos e esse ano vai passar a ser obrigatório”, explicou o contador Péricles Medeiros, CEO da Way Contabilidade. As novidades não pararam por aí. É preciso ficar atento também na hora de preencher o campo relacionado aos dependentes. Ano passado era obrigatório informar o CPF de dependentes a partir de 8 anos, mas a regra mudou.  “Como hoje os cartórios já emitem o CPF no mesmo momento em que emitem a certidão de nascimento, se você tem um filho recém-nascido, já se torna obrigatório inserir esse CPF na declaração de imposto de renda do seu dependente”, detalhou o contador Péricles Medeiros.

Erros simples podem causar multa de até 20%

Ainda é preciso ficar atento para não cometer erros na hora de fazer a declaração. Os casos mais comuns acontecem no momento do preenchimento do formulário. “Tem pessoas que casaram e mudaram o nome de solteiro pra casado. Separaram, não mudaram o nome, mas mudaram um documento e esse documento não está de acordo com o banco de dados da Receita Federal. Na hora da declaração o sistema não deixa enviar. Isso é um erro de preenchimento.

Em alguns casos, o sistema já está preparado para evitar que você envie a declaração errada. Em outros casos, o contribuinte preenche errado e só num possível confronto de informações é que eles vão detectar que a pessoa vai para malha fina por um simples erro de preenchimento”, exemplificou o contador.

Para evitar erros é imprescindível a orientação de um profissional da área de contabilidade, principalmente para os contribuintes com declarações mais complexas, como é o caso de pessoas com mais de uma fonte de renda, com despesas médicas e odontológicas, pessoas que fizeram cirurgias, que tem filhos na escola, contribuintes que recebem pensão alimentícia e profissionais liberais. “Existe uma multa de até 20% do imposto devido quando há algumas anomalias da malha fina”, alertou o CEO da Way Contabilidade.

A declaração pode ser feita de três formas: pelo computador, pelo aplicativo pra celular ou tablet “Meu Imposto de Renda” ou por meio do Centro Virtual de Atendimento (e-CAC). Pelo computador, será utilizado o Programa Gerador da Declaração - PGD IRPF2019, disponível no site da Receita Federal (receita.economia.gov.br).

13

Mar

Jornalismo

Clínica de Fisioterapia atende crianças com doenças neurológicas gratuitamente

Crianças e adolescentes de zero a 15 anos de idade com distúrbio neurológico e que necessitam de acompanhamento fisioterápico, têm a oportunidade de receber o tratamento gratuitamente. A Clínica Escola de Fisioterapia da faculdade Estácio de Natal – unidade Ponta Negra – está com vagas abertas para atendimentos. São ofertadas duas sessões por semana, de uma hora cada, para cada paciente.  

São consideradas patologias neurológicas a paralisia cerebral, microcefalia, hidrocefalia, espectro do autismo, desenvolvimento neuropsicomotor atrasado, espinha bífida, entre outros. Os estudantes do curso de Fisioterapia, orientados pelos professores, utilizam na Clínica todos os recursos possíveis da área para reabilitar o paciente.

O professor Ozair Argentille, coordenador do atendimento, explica que o foco principal é atenuar o comprometimento físico da criança, por causa da patologia, com o objetivo de promover uma melhor qualidade de vida. “O resultado é diferenciado para cada criança. Algumas têm pequenos avanços, outras progridem mais notoriamente em um curto período, mas todo progresso é bem-vindo para o paciente e sua família”, expõe o profissional.

Os atendimentos ocorrem nas quartas e sextas-feiras, das 13h30 às 17h30. Serão cadastrados os voluntários para atendimento imediato e para lista de espera.

Mais vagas

Além dos atendimentos pediátricos, a Clínica de Fisioterapia está com vagas abertas nas especialidades de traumato ortopedia, neurologia adulto e infantil, reumatologia e dermatofuncional. O atendimento é gratuito e o paciente será agendado de acordo com a disponibilidade de vagas. Para informações e inscrições, entrar em contato por meio do telefone: 3642-7514, no horário da tarde.

12

Mar

Jornalismo

SPC Brasil tem serviço gratuito de alerta de documentos para quem perdeu CPF no Carnaval

Os feriados prolongados são épocas propícias para as pessoas perderem seus documentos ou serem vítimas de furtos e roubos. Um levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostrou que 21% dos consumidores foram vítimas de fraudes ou transtornos no Carnaval do ano passado. Para minimizar esses riscos, o SPC Brasil oferece, gratuitamente, um serviço que dá ao consumidor a oportunidade de manter seus documentos em segurança. É o “SPC Alerta de Documentos”.

Em caso de perda, roubo, furto ou extravio de documentos pessoais, como CPF, CNPJ, certidão de nascimento, passaporte, cheques, cartões de crédito etc, o consumidor pode comparecer, pessoalmente, até um balcão de atendimento do SPC Brasil com o boletim de ocorrência em mãos. Com isso, o risco de fraudes é reduzido, já que os estabelecimentos comerciais são informados do problema, evitando os transtornos decorrentes de ter os dados pessoais utilizados por golpistas nas compras a prazo, quando são realizadas consultas no banco de dados do SPC Brasil para a concessão de crédito.

“Isso significa que se algum estelionatário tentar se passar pelo consumidor utilizando seus documentos em algum estabelecimento comercial que consulta a base de dados do SPC Brasil, o lojista será avisado da perda de documentos e, deverá pedir mais informações para se certificar que se trata do real dono do documento”, explica o superintendente de bureau de crédito do SPC Brasil, Nival Martins.

O SPC Brasil também liberou por 30 dias grátis o ‘SPC Avisa’, que faz o monitoramento de CPFs para evitar fraudes. Com o serviço, o consumidor é avisado por e-mail, em até 24 horas, sobre qualquer movimentação suspeita em seu documento, como consulta para a realização de compras a prazo, verificação de nome restrito, inclusão de registros de inadimplência, alteração de dados cadastrais, entre outros.

Para consultar o Posto de Atendimento do SPC Brasil mais próximo da residência, o consumidor deve acessar a página:
https://www.spcbrasil.org.br/consumidor/postos-atendimento

Para ter acesso ao monitoramento grátis por 30 dias, o consumidor deve acessar a página:
https://loja.spcbrasil.org.br/pessoa-fisica/monitore-seu-cpf-promocao.html

Fonte: CNDL

12

Mar

Jornalismo

GACC itinerante realiza workshops e vendas para arrecadar fundos

O GACC Itinerante tem como principal objetivo realizar workshops com temas de responsabilidade social e diagnóstico precoce nas empresas parceiras do Rio Grande do Norte afim de esclarecer dúvidas, prevenir e conscientizar para uma sociedade mais justa e ética. O projeto também destaca os 30 anos da instituição, a importância do trabalho desenvolvido e as formas de contribuir.

Nas ações uma lojinha móvel (minivan temática) percorre as instituições, dando aos funcionários e colaboradores das empresas parceiras a possibilidade de adquirir os produtos da instituição. Estão  disponíveis camisetas com palavras "Gratidão", "Amor" e "Esperança", alinhadas com a campanha permanente do Grupo: "Motivos Para Fazer o Bem", além das camisetas dos "Super-Heróis", com diferentes personagens (Mulher Maravilha, Batman, Super-Homem, Hulk, Capitão América, entre outros) disponíveis em todas as numerações do infantil ao adulto, masculino e feminino, custando apenas R$ 30,00. Outra novidade, são as vendas de canetas, copos  e caixas personalizadas.

Outra forma de ajudar são os cofrinhos, que estão presentes no  GACC Itinerante e também foram distribuídos 190 cofrinhos em 25 lojas participantes da rede Super Show, qualquer quantia depositada será de grande importância para a instituição. As empresas que desejarem receber o cofrinho do GACC-RN podem entrar em contato no 4006-6827.

11

Mar

Jornalismo

Detran retoma avaliação prática de direção veicular no interior do Estado

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) retomou na última sexta-feira (08) o processo de avaliação de teste prático de direção veicular dos candidatos a motoristas cadastrados no interior do Estado. A equipe de examinadores do Órgão se encontra hoje nas cidades de Macau e Alto dos Rodrigues.

No decorrer deste mês outros 20 municípios estarão tendo candidatos a habilitação avaliados pelo Detran. O cronograma contempla as cidades de Patu (11); Caraúbas (12); Apodi (13); Pau dos Ferros e São Miguel (14); Alexandria (15); Caicó e Parelhas (18); Santa Cruz e Jaçanã (19); Currais Novos (20); Lagoa Nova (21); Acari e Jardim do Seridó (22); Nova Cruz e Passa e Fica (25); Canguaretama e Goianinha (26); São José do Mipibu (27); e São Paulo do Potengi (28).

Além dos municípios polos, a ação dos examinadores atende também a demanda de candidatos a primeira habilitação que residem em municípios vizinhos aos contemplados pelas avaliações. O cronograma de exame de direção veicular é planejado observando a necessidade de abranger todas as principais cidades de cada região.

Os peritos analisam o conhecimento prático de volante dos alunos que já foram considerados aptos nos exames médico e psicológico, e que também já concluíram a carga horária de aulas prática e teórica ministradas pelo centro de formação de condutor de sua escolha.

Para que o candidato seja aprovado no teste é necessário que ele não cometa nenhuma falta eliminatória e que a soma dos pontos negativos seja menor do que três. No caso de reprovação o candidato só poderá repetir o exame decorrido 15 dias da divulgação do resultado.

De acordo com informações coletadas no setor de Estatística do Detran, durante o ano de 2018 foram realizados no Estado 57.390 testes práticos de direção veicular. A média mensal do ano correspondeu a 4.783 avaliações por mês. Atualmente, estão cadastrados no registro de condutores do Rio Grande do Norte 851.725 motoristas habilitados.

11

Mar

Jornalismo

Mulheres ainda são minoria no jornalismo brasileiro

As mulheres formam a maioria da sociedade brasileira, conforme dados de 2017 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No jornalismo, contudo, tal regra não se aplica. A força feminina ainda representa menos da metade do setor. Atualmente, 15.654 mulheres jornalistas estão empregadas em veículos de comunicação.

Apesar de estar na casa dos milhares, o número representa somente 36,98% do mercado da imprensa no país. Isso porque há empregos ativos para 26.678 jornalistas do sexo masculino. Os dados foram colhidos do Workr, plataforma de comunicação corporativa desenvolvida pelo Comunique-se, em plena manhã desta sexta-feira, 8, Dia Internacional da Mulher.

Na proporção de mulheres trabalhando em meio de comunicação, televisão e rádio estão em lados opostos. A mídia de TV é a única em que representantes do time feminino compõem mais da metade dos campos disponíveis de trabalho. Entre canais abertos e pagos são 4.040 mulheres jornalistas empregadas, contra 4.007 homens — fechando a conta em 50,21%.

Em emissoras radiofônicas espalhadas país afora, o resultado é totalmente diferente. São 11.182 homens trabalhando, enquanto há apenas 2.284 comunicadoras (20,5% do total). O mapeamento se refere apenas a cargos relativos a funções jornalísticas, como repórter, apresentadora e diretora de redação.

Depois da televisão, o meio online é o que mais emprega jornalistas mulheres no Brasil – levando em consideração números absolutos. Nessa divisão, elas são 3.838. Número que representa 42,46% do total da área, já que eles somam 5.202 empregados. Porém, quem proporcionalmente está mais próxima da presença feminina como na TV é a parte de revistas.

Dos 3.366 jornalistas que atualmente estão atrelados a alguma empresa do setor, 48,46% são mulheres. São 1.736 homens e 1.631 comunicadoras. Com mercado incipiente por aqui, o núcleo de agências de notícias figura com equilíbrio entre gêneros, pois elas representam 47,67% (276 mulheres X 303 homens). Por fim, a divisão em jornal é a seguinte: 4.962 homens e 3.117 (38,58%) mulheres.

No geral, contabilizando todos os meios de comunicação a soma de empregos de mulheres ultrapassa o número de 15.564. O fato ocorre porque há jornalistas com mais de um emprego ativo na mídia. É o caso de Míriam Leitão.

Integrante da galeria de “Mestres do Jornalismo” do Prêmio Comunique-se nas divisões falada e escrita da categoria ‘Economia’, ela colabora com quatro veículos mantidos pelo Grupo Globo. É comentarista do ‘Bom Dia Brasil’, na TV Globo. É apresentadora na GloboNews. Mantém coluna – impressa e online – em O Globo. E também é responsável pelo boletim diário ‘Dia a Dia da Economia’, que é veiculado pela rádio CBN.

Foto: Pixabay/ Fonte: Portal Comunique-se, disponível em: https://portal.comunique-se.com.br/mulheres-jornalistas-minoria/

11

Mar

Jornalismo

Projeto Morada da Memória financiará biografia inédita da escritora Nísia Floresta

Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, comemorado na última sexta-feira (8), o cemitério e crematório Morada da Paz anuncia o início oficial do projeto Morada da Memória Nísia Floresta. A empresa financiará a iniciativa "Nísia Floresta: um mulher à frente do seu tempo", que entre suas atividades contempla a biografia de Nísia Floresta, a ser escrita por Constância Lima Duarte, pós-doutora pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

A proposta do projeto Morada da Memória é perpetuar o legado de quem faz a história e a cultura potiguar, resgatando e valorizando figuras que se destacaram no Rio Grande do Norte. Entre as personalidades já homenageadas, estão o jornalista Aluízio Alves e a escritora Auta de Souza. “Fazemos questão de apoiar projetos que valorizam e resgatam a memória do povo potiguar. Nísia Floresta é um símbolo de luta, resistência e vitória, não somente para as mulheres, mas para a toda a sociedade por meio da contribuição cultural e social”, relata o diretor do Grupo, Ibsen Vila.

Viabilizado por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura Djalma Maranhão e produzido por Mariana Hardi, o projeto “Nísia Floresta: uma mulher à frente do seu tempo” é uma iniciativa da professora Constância, apoiado pelo Morada da Paz e pela Prefeitura do Natal. Nísia é conhecida como a primeira educadora feminista do Brasil. O projeto está em desenvolvimento e o lançamento do livro será realizado ainda este ano.

11

Mar

Jornalismo

Hemonorte promove palestra sobre uso do Nome Social por doadores de sangue

O Hemocentro do RN, por meio do Núcleo de Educação Permanente (NEP) promove na próxima quarta-feira (13), às 9 horas, no auditório da unidade, a palestra “Nome Social, o que isso tem a ver com meu trabalho?”, com a Presidente da comissão de Diversidade Sexual e Combate à Intolerância da OAB/RN, Paula Fernanda Santos.

A palestra tem como objetivo qualificar os servidores que atuam no ciclo do sangue sobre os requisitos legais para utilização do nome social por doadores, tendo como base o Decreto n° 8.727/2016, que dispõe sobre o uso do nome social e do reconhecimento da identidade de gênero de pessoas travestis e transexuais pelos órgãos e entidades da administração pública federal direta, autárquica e fundacional.

7

Mar

Jornalismo

Inscrições abertas para 9º Curso Estado de Jornalismo Econômico

Estão abertas as inscrições para o 9º Curso Estado de Jornalismo Econômico, promovido pelo Grupo Estado em parceria com a Escola de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Estudantes do último semestre de jornalismo ou profissionais que se formaram há dois anos podem se candidatar ao treinamento até 13.mar.2019 pelo site.

Os 25 participantes selecionados serão divulgados em 15.mar.2019. O curso tem duração de três meses, em período integral, com início em 8.abr.2019 e conclusão em 5.jul.2019. O processo seletivo tem duas fases. A primeira é online e os candidatos devem enviar seus currículos e justificativa de interesse no curso pelo site de inscrição, além de fazer provas de português, inglês e conhecimentos econômicos.

Até 75 candidatos podem passar para a segunda fase, que acontecerá na sede do Estado, em São Paulo. Entre 19, 20 e 21 de março, os selecionados devem fazer provas de conhecimentos econômicos e português, e escrever uma reportagem sobre economia. No mesmo período, serão realizadas entrevistas para a escolha dos 25 participantes, que será divulgada em 23.mar.2019.

Foto: Divulgação

21

Fev

Jornalismo

Câmara aprova suspensão de decreto sobre sigilo de documentos e LAI

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou na última terça-feira (19) proposta que suspende os efeitos do Decreto 9.690/19, o qual atribui a outras autoridades, inclusive ocupantes de cargos comissionados, a competência para classificação de informações públicas nos graus de sigilo ultrassecreto ou secreto. Trata-se do Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 3/19, do deputado Aliel Machado (PSB-PR) e outros. A proposta será votada ainda pelo Senado.

O decreto anterior (7.724/12) não permitia a delegação da competência para classificar informações públicas como ultrassecretas ou secretas. A classificação ultrassecreta era exclusiva do presidente e do vice-presidente da República, de ministros e autoridades equivalentes, comandantes das Forças Armadas e chefes de missões diplomáticas no exterior.

Quanto ao grau secreto, além dessas autoridades, podiam usar essa classificação os titulares de autarquias, fundações, empresas públicas e sociedades de economia mista. O sigilo imposto pelo grau ultrassecreto é de 25 anos; e pelo grau secreto, de 15 anos.

Para Machado, o governo extrapolou os limites da lei que autoriza a regulamentação. “Em um momento de combate à corrupção, em que se descobrem as ações dentro das administrações públicas, o decreto aumenta o número de pessoas que podem classificar os documentos de secretos e ultrassecretos”, afirmou.

Com Aliel Machado, assinaram o projeto os deputados Alessandro Molon (PSB-RJ), Weliton Prado (Pros-MG), João H. Campos (PSB-PE) e Danilo Cabral (PSB-PE). O relator da proposta, deputado Hildo Rocha (MDB-MA), apresentou parecer favorável em Plenário.

Com informações da Câmara dos Deputados

21

Fev

Jornalismo

Jornalistas Flávia Freire e Roberto Medeiros estreiam novo programa de Rádio

A partir da próxima segunda-feira, dia 25, na faixa das 18h, com apresentação de Roberto Medeiros e Flávia Freire, volta ao ar o Bate-Papo na Cidade, na Rádio Cidade 94,3 FM. 

Em uma nova roupagem, mas sem deixar de lado a interatividade e a informação, o programa aposta num estilo descontraído no bate papo diário com os entrevistados e também com os ouvintes e marca a estreia de Flávia nas ondas do rádio.

Apresentação
Flávia Freire é jornalista com vasta experiência no RN e em Mato Grosso: já atuou em produção, reportagem, chefia de reportagem e apresentação de programas jornalísticos em TV; assessoria de comunicação pública, privada e de ONGs. Foi colunista social no saudoso Diário de Natal e na Rádio Clube, dos Diários Associados. Atualmente é consultora em Comunicação Social do Governo Cidadão, junto ao Banco Mundial.

Roberto Medeiros é jornalista e já atuou nas áreas de marketing político e esportivo, além de Assessoria em Comunicação em diversas empresas locais, nacionais e internacionais. Ao longo de sua carreira, dirigiu a Rádio Poti e Rádio Cabugi, além de ter passado pelo Diário de Natal e Tribuna do Norte. Atualmente, ocupa a Secretaria de Relações Institucionais da Prefeitura de Macaíba.

20

Fev

Jornalismo

‘Jornal Nacional’ aumenta audiência com Maju

Até o início da noite do último sábado (16) a notícia era a estreia de Maria Júlia Coutinho como âncora do ‘Jornal Nacional’. Ela foi a primeira negra a integrar a bancada do telejornal exibido pela Rede Globo há 50 anos. Agora, a pauta em questão é outra. A presença de Maju, que esteve ao lado de Rodrigo Bocardi, combinou com o aumento da audiência do noticiário.

Com base em dados do Ibope, reportagem de Paulo Pacheco para o UOL destaca os números da edição do ‘JN’ com a presença de Maju. O programa registrou 28,7 pontos de média na praça São Paulo, região mais importante para fins comerciais. O dado representa 5 pontos a mais do que a média do ‘Jornal Nacional’ nos quatro sábados anteriores. No Painel Nacional de Televisão (PNT), a média do noticiário foi de 27 pontos, três a mais que a registrada no último mês.

Três dias após aparecer na bancada do ‘Jornal Nacional’ pela primeira vez, Maju falou de seu momento profissional. Em postagem no Facebook, a jornalista comemorou. “A intensidade do que vivi nos últimos dias é tão imensurável que por enquanto só me resta agradecer todo o acolhimento que recebi. Talvez, um dia, depois de digerir tudo isso, eu deixe um textão aqui”, publicou.

Maju no ‘JN’

Os elogios e a elevação da audiência devem fazer com que Maria Júlia Coutinho figure mais vezes à frente do ‘Jornal Nacional’. Além da própria Maju, o time de âncoras folguistas do telejornal exibido no horário nobre é formado por profissionais como Ana Paula Araújo, Dony de Nuccio, Rodrigo Bocardi, Ana Luiza Guimarães, César Tralli, Flávio Fachel e Giuliana Morrone.

TV e rádio

Responsável por ser a apresentadora do bloco de meteorologia do próprio ‘Jornal Nacional’ e outros noticiários da Rede Globo, Maju desempenha outras funções na televisão e no meio radiofônico. Foi, por exemplo, a apresentadora da edição do ‘Jornal Hoje’ que cobriu de imediato o rompimento da barragem da Vale em Brumadinho (MG). No dial, ela comanda a edição de quinta-feira do ‘Papo de Almoço’, programa transmitido pela Rádio Globo.

Foto: Divulgação/ Fonte: Portal Comunique-se, disponível em: https://portal.comunique-se.com.br/jornal-nacional-aumenta-audiencia-com-maju/

20

Fev

Jornalismo

Universidades pública e privada oferecem atendimento jurídico gratuito na Grande Natal

O Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), inicia as atividades do primeiro semestre com apoio jurídico à população de Natal com renda igual ou inferior a dois salários mínimos nas áreas de direito da família, sucessório e do consumidor.

Os primeiros atendimentos acontecem nas segundas e quartas-feiras, das 8h às 11h e das 14h às 17h.  Para ser atendido, o cidadão deve levar os seguintes documentos: identidade, CPF, comprovante de renda, comprovante de residência, além de documentação necessária para instruir o processo. Todo atendimento é gratuito e realizado por alunos do Bacharelado em Direito da UFRN, com supervisão de professores e profissionais da área. O NPJ fica localizado no Setor I do campus central da UFRN, em Natal, próximo ao campo de futebol. 

Outras informações podem ser consultadas no site do Núcleo pelos telefones (84) 3342-2309, (84) 9 9193-6459, (84) 9 9167-6595 ou pelo e-mail npjufrn@gmail.com.

A população pode contar também com o Núcleo de Prática Jurídica da UnP que realiza os acolhimentos nas áreas cível, da família, do consumidor, de sucessões, tributário e administrativo, na sede do NPJ, ao lado da Unidade Floriano Peixoto. Em Mossoró, os atendimentos são na área da Família nas segundas, terças, quartas e sextas-feiras das 8h às 12h e das 14h às 17h, no Campus Mossoró. Já em Parnamirim, o serviço é oferecido na área Cível e da Família no Polo da UnP da cidade.

Os serviços são realizados pelos alunos dos Cursos de Direito e Serviço Social com a orientação dos profissionais integrantes do Núcleo. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (84) 3215-1101 em Natal e Parnamirim, e em Mossoró por meio dos números (84) 3323-8235, 3323-8215 ou 3323-8219.

20

Fev

Jornalismo

Inscrições abertas para prêmio internacional de jornalismo sobre desenvolvimento e direitos humanos

O prêmio Lorenzo Natali está com inscrições abertas para a edição de 2019. Criada em 1992, a premiação reconhece trabalhos de excelência relacionados ao desenvolvimento humano, desigualdades, direitos humanos e erradicação da pobreza. Jornalistas interessados em concorrer ao prêmio podem se inscrever até 14.abr.2019 por meio do formulário. 

Os trabalhos inscritos na premiação devem ter sido publicados ou veiculados entre 10.mar.2018 e 09.mar.2019 e serem traduzidos para inglês, francês ou espanhol. Este ano, as produções devem ser preferencialmente sobre juventude, igualdade de gênero, saúde ou mudança climática. 

O prêmio é dividido em três categorias, todas com premiações de €10 mil (aproximadamente R$42 mil). Jornalistas brasileiros podem inscrever seus trabalhos em duas categorias: Grand Prize - para profissionais dos 160 países parceiros da União Europeia - e Best Emerging Journalist Prize - para jornalistas com menos de 30 anos.

Os vencedores são convidados a participar da premiação que acontecerá em Bruxelas, em 18.jun.2019 e 19.jun2019, com custos de viagem pagos pela Comissão Europeia. Mais informações sobre o prêmio estão disponíveis no site

Brasileiros premiados

Três brasileiros foram vencedores do prêmio Lorenzo Natali. Em 2009, Thiago Prado, atual diretor da Abraji, e João Antônio Barros venceram na categoria América Latina com o trabalho “Dossiê Milícia”. 

Em 2008, o Grande Prêmio foi dado a Raphael Gomide pela reportagem “A polícia de dentro”. Gomide publicou o livro-reportagem “O Infiltrado: Um repórter dentro da polícia que mais mata e mais morre no Brasil” sobre o mesmo tema em 2018. 

Em 2007, Mauri König, ex-diretor da Abraji, venceu na categoria América Latina com a reportagem “A Infância no limite II No Bordel, a debutante da selva”. Em 2006, König ficou em terceiro lugar na mesma categoria. 

Fonte: Abraji

20

Fev

Jornalismo

Apresentador deixa TV Ponta Negra após 12 anos na frente das telas

O comunicador Luís Henrique anunciou sua saída da TV Ponta Negra após quase 12 anos na emissora. Um dos melhores apresentadores da TV potiguar, elegante e carismático, ao longo dos anos Luís deixou sua marca no jornalismo, no Jornal do Dia, e mais recentemente vinha apresentando o Tudo de Bom, de entretenimento. 

Empresário e cerimonialista, Luís se dedicará às suas demais atividades profissionais. O Tudo de Bom fica sob o comando de Priscilla de Sousa, que já fazia dupla com Luís, e de Diego Negrellos.

Foto: Reprodução/Instagram