Educação

14

Fev

Educação

UNP oferece consultas de Nutrição para atletas e desportistas

Ao longo dos anos foi possível perceber que a Nutrição e a prática esportiva são áreas que se complementam. Para obter um bom desempenho no esporte, é necessário aliar a atividade física a uma alimentação adequada. Atento a isso, o Curso de Nutrição da UnP, integrante da rede Laureate, oferece a partir de fevereiro atendimento de Nutrição Esportiva no Centro Integrado de Saúde na Unidade Salgado Filho.

O serviço é voltado para desportistas e atletas, consequentemente, pessoas que praticam algum tido de atividade física ou que estão competindo. Durante a consulta, será realizada a avaliação nutricional acompanhada do planejamento alimentar, voltado para os tipos e níveis de exercício físico.

Para o público em geral, as consultas são feitas a baixo custo. Já para atletas cujo o clube possui convênio com a Universidade, o atendimento é gratuito. O serviço é oferecido nas segundas, quartas e quintas-feiras pela manhã; e terças, quintas e sextas-feiras à tarde. Também estão disponíveis horários nas segundas e quartas-feiras à noite. Os interessados podem agendar seus horários pessoalmente no CIS.

14

Fev

Educação

Segurança: UFRN desenvolve aplicativo que permite rápido registro de ocorrências dentro do Campus

Soluções inteligentes para a comunidade universitária estão disponíveis no aplicativo Smart Campus, nova ferramenta desenvolvida pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) para agregar funcionalidades nos contextos de segurança, gestão de energia e sustentabilidade. A primeira versão oferece um meio rápido, preciso e confiável para o registro de ocorrências de segurança dentro do campus, por meio da utilidade Campus Seguro.

Já existente como aplicativo individual, o Campus Seguro é transferido para o Smart Campus com versão atualizada, que apresenta ajustes visuais e de desempenho, além de novas informações para auxiliar o trabalho da equipe de segurança da UFRN. A solução permite à comunidade universitária cadastrar ocorrências no campus universitário, que são enviadas automaticamente para a sala de monitoramento da Diretoria de Segurança Patrimonial (DSP), onde os servidores localizam em um sistema de dashboard (aplicação para computador) os seguranças mais próximos e enviam o chamado a estes por meio do aplicativo.

Smart Campus receberá outras funcionalidades como as Vias Azuis, em que a comunidade universitária poderá consultar os possíveis caminhos de uma localização para outra no campus e qual deles possui maior porcentagem de monitoramento via câmeras de segurança. “Dessa forma, será possível escolher não apenas a rota mais curta, mas também a mais monitorada para seguir principalmente a pé”, explica Frederico Araújo da Silva Lopes, professor do Instituto Metrópole Digital (IMD) e coordenador do Smart Metropolis, do qual faz parte o projeto Smart Campus.

Outra utilidade será a gestão de frota da UFRN, em fase inicial de desenvolvimento. Voltada aos servidores da universidade, essa solução proporcionará o melhor aproveitamento dos veículos disponíveis na garagem e em todos os departamentos da instituição, que poderão dividir o uso e os custos de manutenção dos carros com outras unidades.

Já disponível para os dispositivos Android e nos próximos dias para iOS, o Smart Campus pode ser acessado exclusivamente pelos alunos e servidores da UFRN, mediante login e senha cadastrados para os sistemas integrados. Para fazer o download, acesse a Google Play (para Android) ou a App Store (para iOS).

Foto: Divulgação

13

Fev

Educação

IEL-RN está com inscrições abertas para Pós-Graduação MBA Liderança para Inovação

O IEL-RN está com inscrições abertas para a turma 2019 de Pós-Graduação MBA em Liderança para Inovação. O curso é voltado para profissionais com um perfil dinâmico e inovador, com graduação em qualquer área de conhecimento, que estejam interessados em adquirir conhecimentos e atualização nos temas inerentes à Gestão, Liderança e Inovação. As inscrições podem ser feitas pelo email gedin@rn.iel.org.br.

O MBA Liderança para Inovação busca formar líderes capazes de disseminar a cultura da inovação, gerenciar equipes e executar projetos de elevada complexidade no ambiente industrial, que estimulem a inovação.  E é certificado pela Faculdade da Indústria IEL, que há 16 anos é credenciada no Ministério da Educação e oferta de cursos de graduação, pós-graduação e extensão.

O curso é dado em módulos com estruturação conceitual e prática (70% prática e 30% teoria), metodologias ativas de aprendizagem e focando no desenvolvimento de projetos aplicados para resolver as necessidades das indústrias (Trabalho de Conclusão do Curso TCC). Para isso, conta com professores com vivência nos temas gestão, liderança e inovação e experiência na indústria. Os alunos tem a disposição a biblioteca virtual com literatura atualizada dos temas estudados.

As aulas iniciam no dia 4 de abril de 2019 e serão dadas às quintas e sextas-feiras, no horário das 18h às 22h. Com 360 horas de atividades presenciais; é ofertado ainda 10 horas de coaching individual (opcional) e 80 horas Módulo Internacional Steinbeis University Berlin (opcional) com aplicação do projeto na indústria. O investimento inicial é de R$ 590,00 mensais, com aplicação de política de descontos para pagamento até o vencimento, para industriários e ex-estagiários. Mais informações pelo email  gedin@rn.iel.org.br ou pelo telefone (84) 3204-6231

12

Fev

Educação

Classificado, aluno do SENAI-RN treina para WorldSkills 2019 que será na Rússia

Aluno do SENAI-RN, Raimundo Nonato Luiz Faria está entre os classificados que se preparam para a WorldSkills 2019, maior competição de educação profissional do mundo, que vai ocorrer em Kazan, na Rússia, no mês de agosto. O treinamento já está acontecendo em Brasília, onde ele se prepara com mais 51 alunos de escolas de outros estados, junto com sete jovens do Senac.

Raimundo Novato Luiz Faria, de 19 anos, foi selecionado na ocupação de Instalações Hidráulicas e de Aquecimento, no Centro de Tecnologias do Gás e Energias Renováveis/ Instituto SENAI de Inovação em Energias Renováveis (ISI/CTGAS-ER), localizado em Lagoa Nova.

Para garantir a vaga na delegação brasileira da WorldSkills 2019, mesmo após às Seletivas, todos os competidores precisam manter o índice exigido pelos organizadores, baseado em padrões internacionais de qualidade.

O mundial contará com a participação de 1.500 jovens de 70 países, em 53 ocupações como Manutenção Industrial, Robótica Móvel, Mecatrônica, Refrigeração, Gestão de Sistemas de Rede em Tecnologia da Informação, Enfermagem, Instalações Hidráulicas e de Aquecimento, entre outros.

Nas provas, os jovens são desafiados a executar tarefas do dia a dia do trabalho das profissões, dentro de prazos e padrões internacionais de qualidade. Para estar na delegação brasileira, Raimundo Nonato precisou vencer etapas regionais e nacionais.

Foto: Divulgação SENAI-RN

12

Fev

Educação

UERN terá 22 cursos de graduação avaliados pelo Conselho Estadual de Educação em 2019

A UERN terá 22 cursos de graduação avaliados pelo Conselho Estadual de Educação, neste ano, como parte do processo de renovação de reconhecimento de cursos. As visitas do Conselho acontecerão em cinco campi da Universidade, localizados em Mossoró, Assú, Pau dos Ferros, Caicó e Natal.

O Conselho irá avaliar o Projeto Pedagógico do Curso (PCC), vistoriar in loco a infraestrutura do curso, realizar reuniões e entrevistas com docentes, discentes, coordenação do curso, Pró-Reitoria de Ensino de Graduação, Comissão Própria de Avaliação (CPA), bem como outras tarefas.

Entre a documentação exigida pelo Conselho, está o Relatório de Autoavaliação Institucional do Curso, produzido a partir do resultado da Avaliação Institucional on-line.O relatório deverá ser socializado para a comunidade acadêmica e levado em conta no planejamento estratégico de cada curso, uma vez que mostra suas potencialidades e fragilidades.

11

Fev

Educação

Curso de Design Thinking complementa formação tradicional de servidores em Natal

Entre os dias 21 e 22 de fevereiro, a Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação (Propi) promove, no Campus Natal-Central (Cnat) do IFRN, o curso de Design Thinking através do "Design Bootcamp". "O serviço consiste em uma experiência imersiva de 16 horas com o objetivo de aprender a teoria, o processo, as ferramentas e as técnicas na prática com o desenvolvimento de um projeto do zero ao protótipo", afirmou Renan Lima, secretário-executivo da Pró-Reitoria. As vagas são limitadas e os participantes receberão um certificado digital ao fim do curso.  

 Inscrições

As inscrições seguem até o dia 12 de fevereiro e podem ser realizadas, exclusivamente, através do site do Eventbrite. Ao todo são 25 vagas, sendo 5 restritas à Propri e as demais 20 vagas reservadas para os envolvidos na gestão de incubadoras; servidores vinculados às Coordenações de Pesquisa e Inovação dos Campi e aos demais servidores do IFRN (nessa orem de preferência). As vagas obedecerão a ordem de relevância e de inscrição. Caso não sejam preenchidas, haverá abertura de inscrição para demais interessados. Para se inscrever é necessário que os participantes tenham realizado o curso de Introdução ao Design Thinking. O curso é online e gratuito e pode ser feito por meio do site Trampolim Academy.

Para se inscrever, clique AQUI

Dúvidas e demais informações:

Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação — 4005-0791

11

Fev

Educação

UFRN lança campanha em defesa das instituições de ensino públicas e gratuitas

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) integra a campanha nacional “E se as universidades públicas não existissem?”, com o lançamento de um vídeo produzido pela Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior no Brasil (Andifes).

A iniciativa visa informar a população sobre a missão e importância das universidades brasileiras, no contexto local e nacional, em defesa das instituições de ensino públicas, gratuitas e de qualidade. Dessa forma, a produção audiovisual leva à reflexão do que seria a nossa cidade e o nosso estado sem a universidade pública, mostrando exemplos práticos de ações que beneficiam os municípios do Brasil, nos aspectos socioeconômico e cultural.

De acordo com o assessor de comunicação da Reitoria da UFRN, Wilson Galvão de Freitas Teixeira, o vídeo faz parte de um conjunto de ações que darão sequência à campanha em defesa da universidade pública e gratuita. “É importante reafirmar a relevância das universidades para as sociedades nas quais elas estão inseridas, em diferentes plataformas comunicativas, não só na textual como também na audiovisual, por exemplo”.

Assista ao vídeo no canal oficial do youtube da UFRN clicando aqui.

11

Fev

Educação

Universidade de Portugal lança curso sobre meio ambiente em parceria com a UFRN

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), por meio da Pró-Reitoria de Extensão (Proex) e da Secretaria de Educação a Distância (Sedis), e em parceria com a Universidade Aberta de Portugal, lança o curso online Ambiente e Sustentabilidade: Olhares Diferentes, Questões Globais.

O curso é destinado a estudantes do ensino superior, em especial do Brasil, de Portugal e de países de língua portuguesa, que estejam envolvidos em áreas científicas diretamente relacionadas com ambiente e sustentabilidade, bem como a todos os interessados na construção de um conhecimento reflexivo e atuação mais informada sobre as problemáticas ambientais.

Durante as aulas, serão abordados temas como Energia e Meio AmbienteDesmatamento e DesertificaçãoCaminhos para a Sustentabilidade Ambiental, entre outros. O curso é gratuito e tem duração de seis semanas, com carga horária de 30 horas. As inscrições já estão abertas e devem ser realizadas por meio deste link.

11

Fev

Educação

1ª turma de Design de Moda de Mossoró leva capacitação para mercado

Com um mercado em ascensão no Alto Oeste potiguar e recebendo influências de parte do Ceará, a Moda é um dos segmentos promissores na região. Dentro dessa evolução, a necessidade de profissionais capacitados para atuar na área é cada vez maior. Porém, essa lacuna vem sendo preenchida rapidamente há dois anos e deve se consolidar cada vez com a formação da primeira turma de Design de Moda da UnP no Campus Mossoró.

O curso é pioneiro no Estado e a única Graduação oferecida na área por uma Instituição de Ensino Superior privada, começou a revolucionar o empreendedorismo na Capital do Oeste. “A chegada do Curso de Design de Moda foi um marco importante para a região justamente porque não havia exatamente um perfil de profissionais com esse nível de qualificação”, explica a Profa. Gigi Nascimento.

Por isso, ela lembra que a primeira turma foi formada, principalmente, por profissionais que já atuavam na área, mas que queriam agregar conhecimento ao seu trabalho. “Tínhamos uma turma extremamente atuante e capacitada, com um histórico na área de confecções ou mesmo com empresários da área”. Gigi avalia que o curso ajudou ao aluno aplicar os conhecimentos da sala de aula em suas empresas.

Marcas desenvolvidas pelos próprios alunos, que estavam iniciando na região quando o curso foi aberto, e que hoje já têm uma evolução. O aprendizado acadêmico ajudou os empresários-estudantes a terem uma visão diferenciada, inclusive trazendo ideias do mercado cearense que é forte em produtos locais. A docente cita como exemplo a marca M.Morena confeccionada em Mossoró e que hoje já conta com uma segunda loja no shopping Partage Mossoró.

APERFEIÇOAMENTO
Dentre os 27 concluintes que colaram grau no dia 31 de janeiro, Georgiano Azevedo respira a moda desde que era criança: a mãe foi lojista do ramo por 38 anos e ele sempre se interessou pela área. Com um currículo gigantesco que passa pelos trabalhos com a Tráfego Models, produção, desfile, styling e editorias de moda, ele diz que procurou o curso com o intuito de se aperfeiçoar.

“As pessoas me diziam: ‘mas você já é da moda, para que estudar?’. Mas foi uma experiência incrível para mim. Aprendi muito e passei minha experiência para muitas pessoas, dei a muitos a oportunidade de participar dos backstages de desfiles, trazendo essa prática para mais perto”, conta.

Ele acredita que, embora tenha muitos segmentos, o mercado de Moda na região Oeste deve continuar crescendo com o empreendedorismo local. “Hoje uma das melhores opções é trabalha com seu próprio negócio. Eu mesmo tenho vontade de terminar a coleção que montamos para o Trabalho de Conclusão de Curso e começar a vender através de pedidos”, revela.

Foto: Divulgação 

8

Fev

Educação

Campus Party BR: Roboeduc é apresentada como case de sucesso

Criar formas de rentabilizar foi o único caminho para empresas de diversos segmentos durante a crise econômica que o Brasil vive pós 2015. O exemplo da Roboeduc, empresa potiguar do ramo do ensino de robótica educacional, que cresceu em meio a esse cenário, será apresentado na palestra “Como empreender na crise”, ministrada por Cássio Leandro, no dia 14 de fevereiro, dentro da programação da 12ª Campus Party Brasil, realizada no Expo Centro, em São Paulo.

De acordo com Cássio Leandro, diretor executivo da Roboeduc, dentre os temas a serem abordados está como a escola de programação e robótica conseguiu passar pela crise sem mudar o foco da empresa. “A Roboeduc estava consolidada. Porém, com a crise, o setor educacional também foi atingido e isso afetou a empresa. Mas, com criatividade, desenvolvemos o Roboeduc Inbox e conseguimos, sem mudar a direção do que fazemos de melhor, mostrar nossa metodologia para todo Brasil”, adianta.

O produto criado na Roboeduc é o primeiro sistema de Educação a Distância (EaD) que trabalha a robótica educacional no país. Desenvolvido em Natal e com excelente aceitação de mercado, hoje, o Roboeduc Inbox já chegou em 14 estados brasileiros e o Distrito Federal (DF).

EaD de robótica educacional

Composto por aulas virtuais e boxes com peças fabricadas em impressoras 3D, o Inbox conta com quatro boxes e 22 aulas, além de desafios práticos. No mês de março deste ano, outros quatro boxes serão lançados pela marca, concluindo o tema do inbox “Smart City”.

7

Fev

Educação

Prêmio Sesc de Literatura abre inscrições para edição 2019

O Prêmio Sesc de Literatura abre na próxima quarta-feira, 9 de janeiro, as inscrições para a edição 2019. Os autores estreantes podem concorrer nas categorias Romance ou Conto, com obras inéditas. Serão aceitos livros destinados ao público adulto e escritos por maiores de 18 anos. As inscrições gratuitas e feitas online vão até o dia 14 de fevereiro. O edital com o regulamento completo pode ser conferido em www.sesc.com.br/portal/site/premiosesc.

O objetivo da premiação é identificar novos escritores, cujas obras possuam qualidade literária para edição e circulação nacional. Os vencedores têm suas obras publicadas e distribuídas pela editora Record, com tiragem inicial de 2 mil exemplares. O Prêmio Sesc de Literatura promove uma renovação do mercado literário brasileiro ao oferecer uma oportunidade para novos escritores. Desde a sua criação, já teve mais de 12 mil livros inscritos e revelou 27 novos autores”, afirma Henrique Rodrigues, analista de literatura do Sesc.

Reconhecido como uma das mais importantes premiações do gênero no país, o Prêmio Sesc foi criado em 2003 e ganhou importância por ser destinado exclusivamente a novos autores, abrindo as portas do mercado editorial aos estreantes. O processo de curadoria e seleção das obras é criterioso e democrático. Os livros são inscritos pela internet, protegidos por pseudônimos. Ou seja, quem avalia os livros não sabe quem os escreveu.

Na última edição os vencedores foram a carioca Juliana Leite, na categoria Romance com “Entre as mãos”, e Tobias Carvalho, gaúcho, ganhador da categoria Conto, com “As Coisas”. “Há 4 anos, quando comecei a escrever esse romance, a circunstância mais fabulosa que me ocorria, em sonho mesmo, era ganhar o Prêmio Sesc", declara Juliana, que após a premiação do Sesc, ganhou o Prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA). Já Tobias reforça que “vencer o Prêmio Sesc foi a melhor maneira de começar a carreira literária, com um aval importantíssimo”.

Nos últimos anos os vencedores do Prêmio Sesc de Literatura também se destacaram em outras importantes premiações. Entre eles estão Franklin Carvalho, ganhador com o Romance “Céus e Terra”, em 2016, e vencedor do Prêmio São Paulo de Literatura 2017; a paulista Sheyla Smanioto Macedo, vencedora da edição 2015, com o Romance “Desesterro”, conquistou o Prêmio Machado de Assis 2016. Marcos Peres, com “O Evangelho Segundo Hitler”, vencedor do Prêmio SP de Literatura 2014 na categoria estreantes; e Debora Ferraz, autora do livro “Enquanto Deus não está olhando”, vencedora do Prêmio São Paulo de Literatura 2015.

7

Fev

Educação

Começam nesta quinta-feira as inscrições para o Fies

Começam hoje (7) e vão até o dia 14 deste mês as inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). As inscrições são feitas pela internet, no site do programa. Ao todo, serão ofertadas 100 mil vagas na modalidade juro zero e 450 mil na modalidade P-Fies.

Podem participar os estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a partir da edição de 2010, e obtiveram nota média nas provas igual ou superior a 450. Além disso não podem ter zerado a redação.

Na hora da inscrição é possível escolher até três opções de curso entre aqueles com vagas disponíveis dentro do grupo de preferência, que também é escolhido pelo estudante de acordo com o seu perfil e interesse.

Modalidades

O Fies oferece duas modalidades. A primeira é financiamento a juro zero para os estudantes que tiverem renda per capita mensal familiar de até três salários mínimos. Nessa modalidade, o aluno começará a pagar as prestações respeitando o seu limite de renda.

A segunda é a denominada P-Fies, destinada aos estudantes com renda per capitamensal familiar de até cinco salários mínimos. A modalidade funciona com recursos dos fundos constitucionais e de Desenvolvimento e com recursos dos bancos privados participantes.

Os bolsista parciais do Programa Universidade para Todos (ProUni), ou seja, aqueles que têm bolsa de 50% da mensalidade, poderão participar do processo seletivo do Fies e financiar a parte da mensalidade não coberta pela bolsa.

Cronograma

O Fies oferece financiamento para cobrir os custos das mensalidades de instituições privadas de ensino superior. Na página do programa está disponível uma sessão de perguntas e respostas para tirar dúvidas, entre elas como será feito o pagamento do financiamento, quais as taxas que serão cobradas e os benefícios concedidos.

O resultado da pré-seleção referente ao processo seletivo do primeiro semestre de 2019 para as modalidade Fies e P-Fies será divulgado no dia 25 de fevereiro.

Os candidatos pré-selecionados na modalidade Fies deverão acessar o FiesSeleção e complementar a inscrição para contratação do financiamento no sistema, no período de 26 de fevereiro a 7 de março. A pré-seleção dos participantes da lista de espera será de 27 de fevereiro a 10 de abril.

Fonte: Agência Brasil

7

Fev

Educação

Pesquisadora potiguar é premiada em evento anual da Associação Americana de Combate ao Câncer

Por seu trabalho de pesquisa contra o câncer desenvolvido no Rio Grande do Norte, a professora do Departamento de Biologia Celular e Genética da UFRN e coordenadora de Pesquisa Translacional na Liga Norte-Riograndense contra o Câncer Tirzah Braz Petta Lajus foi reconhecida pela Associação Americana para Pesquisa do Câncer (AACR), onde recebeu o Prêmio AACR Global-Scholar-In-Training Awards (GSITA).

Ela integra um seleto grupo de 15 pesquisadores, formado por acadêmicos de vários países, que trabalha para reduzir a incidência, a morbidade e a mortalidade da doença no mundo. Esta é a primeira edição do prêmio, que foi criado em 2018 com o objetivo de reconhecer o comprometimento de estudos que tenham como foco a prevenção e cura de todo o câncer por meio de pesquisa, educação, comunicação, colaboração, financiamento e defesa.

A premiação oferece aos pesquisadores a oportunidade de adquirir interação e treinamentos adicionais que poderão ser aplicados em seus países de origem, além de ter acesso a uma rede internacional de pesquisadores especializados em oncológica através do programa GSITA, voltado para pesquisadores qualificados em início de carreira de todos os países de baixa e média renda. Os ganhadores do prêmio participam ainda de um evento de monitoria e networking pós-conferência em uma importante instituição de pesquisa acadêmica.

Trabalho desenvolvido

Em 2018 a pesquisadora potiguar Tirzah Braz Petta Lajus foi coautora do estudo que confirmou a heterogeneidade molecular dos genes BRCA1 e BRCA2, cuja a função é impedir o surgimento de tumores através de moléculas de DNA danificadas. A pesquisa consiste em encontrar novas formas de combate ao câncer, com pesquisas complementares que indiquem tratamentos mais adequados, assertivos, menos invasivos e com a diminuição considerável de riscos. Os resultados foram publicados na conceituada revista Scientific Reports, do grupo Nature.

Associação global

Com mais de 40.000 membros em 120 países, a Associação Americana para Pesquisa do Câncer (AACR) está comprometida em oferecer oportunidades educacionais e de treinamento para cientistas e médicos, percebendo a mudança que uma pessoa pode fazer na luta contra o câncer.

Com aproximadamente 70% de todas as mortes por câncer ocorrendo em países de baixa renda e apenas 5% dos recursos globais para prevenção e controle do câncer sendo gastos, fica clara a falta de estrutura desses lugares para lidar com o ônus do câncer. A falta de conscientização pública sobre a doença, menos recursos, acesso limitado a serviços acessíveis e de qualidade e sistemas de saúde pública inadequados contribuem para um resultado desigual em comparação com outros países.

Sobre a pesquisadora

Tirzah Braz Petta Lajus é doutora em Biologia Molecular e Genética do Câncer pela Universidade Paris XI e pela Faculdade de Medicina do Kremlin-Bicêtre, ambas na França. Integrante do Departamento de Biologia Celular e Genética da UFRN, onde coordena o grupo de pesquisa em Oncologia Molecular, é Coordenadora de Pesquisa Translacional na Liga Norte-Riograndense contra o Câncer, onde desenvolve pesquisas em Oncologia Molecular e Aconselhamento Genético em oncologia. É coordenadora adjunta do Núcleo de Genômica da UFRN.

5

Fev

Educação

ProUni tem 947 mil inscritos; menor número que nos anos anteriores

A primeira edição do Programa Universidade para Todos (ProUni) deste ano teve 946.979 candidatos inscreitos, informou o Ministério da Educação (MEC). Como cada candidato podia escolher até duas opções de curso, o número de inscrições chegou a 1.820.446.

Apesar de ofertar um número recorde de bolsas de estudo – 243.888 bolsas em 1.239 instituições particulares de ensino –, o ProUni teve menos inscritos do que nos anos anteriores. Em 2018, foram mais de 1 milhão de candidatos e, em 2017, mais de 1,5 milhão. Os resultados da primeira chamada serão divulgados nesta quarta-feira (6) e os da segunda chamada, no dia 20. Do total de bolsas, 116.813 são integrais e 127.075, parciais, de 50% do valor das mensalidades.

O candidato pré-selecionado na primeira chamada deverá comparecer à instituição para comprovar as informações prestadas na inscrição e, se for o caso, participar de processo seletivo próprio da instituição, do dia 6 ao dia 14 deste mês. Para os pré-selecionados na segunda chamada, esse prazo vai do dia 20 ao dia 27.

O registro da aprovação ou reprovação dos candidatos no Sistema Informatizado do ProUni e a emissão dos termos de concessão de bolsa ou termos de reprovação pelas instituições de ensino serão feitos entre os dias 6 a 18 próximos para os selecionados na primeira chamada e entre 20 de fevereiro e 1º de março, para os da segunda chamada. O prazo para participar da lista de espera é de 7 a 8 de março. De 11 a 13 de março será divulgada a lista.

Com informações da Agência Brasil

5

Fev

Educação

Natal sediará bate papo sobre autismo com profissionais e pesquisadores de todo o país

A capital potiguar será palco, no próximo sábado, dia 09, do 1º Vivenciar - uma compreensão cientifica sobre autismo. O evento será realizado no Hotel Vila do Mar, na Via Costeira, das 16h às 20h, e terá a participação de profissionais e pesquisadores da área de todo o país. Diferentemente de outros eventos voltados para discussão do tema, o 1º Vivenciar não seguirá um formato de palestras ou mesa redonda, ele será um grande bate papo entre convidados e participantes.

O objetivo é proporcionar uma troca maior de informações e oferecer aos convidados um contato direto com diversos profissionais. Estarão presentes no evento, a Neurologista Infantil, Dra. Vanessa Van Der Linden; a Analista do Comportamento, Sara Yoshikawa; a Psicóloga-Analista do Comportamento, Meca Andrade; a Psiquiatra da Infância e Adolescência, Dra. Rosa Magaly Morais; a Fonoaudióloga-Analista do Comportamento, Dra. Renata Lima Velloso; e o educador físico, Daniel Souza.

Alguns temas devem ser tratados durante o evento, já que são assuntos sempre pertinentes, como qual a melhor forma de chegar a um diagnóstico de uma criança com TEA. Segundo a Neuropsicóloga e organizadora do evento, Katia Nogueira, temos que estar atentos a intenção da interação da criança com o meio em que ela vive. “Devemos estar atentos se a criança direciona o olhar e o corpo ao outro como intenção de interação ou se busca os estímulos, como brinquedos, por exemplo. É importante ainda analisar se consegue variar o comportamento ou se repete incansavelmente esse mesmo comportamento. Essas são questões que devem ligar o sinal de alerta. As adaptações às mudanças alimentares, às tentativas de troca comunicativa e ainda a comunicação vocal também servem de alerta”, confirma Dra. Kátia Nogueira.

Atualmente, já é possível fazer o diagnóstico de forma segura quando a criança tem com 18 meses, mas é importante manter a atenção desde cedo. Isso porque, aos três e até aos seis meses de idade os pais devem ter indicativos que esta criança não está mostrando um padrão de desenvolvimento dentro do esperado. Quando chega o diagnóstico, a notícia pega muitos de surpresa e alguns ficam sem saber qual o próximo passo a dar.

Segundo a Neuropsicóloga, a melhor opção é iniciar um tratamento com uma equipe de profissionais qualificados para atender e intervir de forma adequada. “Isso garante que a família terá informações e suporte para atender as demandas desse indivíduo. Desta forma, o “caos”, que é gerado pela não compreensão de alguns comportamentos de pacientes com TEA, será cada vez melhor administrado. Uma equipe com profissionais qualificados e experientes dará suporte à casa, escola e em muitos ambientes diferentes, como shopping e aniversários, por exemplo. É preciso entender as características desse indivíduo e dar a ele uma aprendizagem do que ele terá nos diversos ambientes do mundo”, afirma.

É importante que familiares, amigos e profissionais, que cuidam de uma criança com TEA, entendam que aprender não é uma tarefa fácil e os indivíduos com atraso no neurodesenvolvimento sinalizam quando a experiência de trocas ambientais não está sendo suficiente para aprender a responder às demandas do ambiente. “Costumo dizer que se você tem um filho com dificuldade em matemática você o colocará em aulas de reforço diária. Inclusive, atualmente, vemos um número crescente no “Kumon”. É diário, sete dias na semana. Por que seria diferente em indivíduos onde seus déficits não são apenas questões matemáticas, mas habilidades para adequar-se a responder ao mundo?  Eles merecem e têm direito a essas aquisições”, finaliza.

O 1º Vivenciar - uma compreensão cientifica sobre autismo marca um ano de atuação da Focus Intervenções no mercado de Natal e, por isso, é voltado, primeiramente, às famílias já atendidas pela clínica. A sociedade em geral, no entanto, também poderá participar, uma vez que a clínica vê a importância de abranger ao máximo a discussão sobre o tema com educadores, fonoaudiólogos, professores, terapeutas, psicólogos e outros profissionais da saúde. Para esse público, as vagas são limitadas.