Educação

2

Set

Instituto fará lives semanais para professores do Ensino Médio de toda a rede pública estadual brasileira

A partir desta sexta-feira, 3 de setembro, o Instituto Natura promove uma série de quatro lives para oferecer inspirações e ferramentas de comunicação para os professores do Ensino Médio Integral da rede pública estadual de ensino de todo Brasil. A iniciativa “Caminhos da Comunicação” é gratuita e visa promover orientações, conversas e dinâmicas voltadas para facilitar e qualificar a comunicação dos professores com seus estudantes em sala de aula.

As transmissões acontecerão a cada sexta-feira, das 10h às 11h30, pelo canal do Youtube do Instituto Natura (https://www.youtube.com/channel/UCYcG6-zqvQXbSaYD18Titfw).

Programação:

Encontro 1: Ser e reconhecer

O primeiro encontro terá como objetivo, desvendar as dimensões que compõem o ser humano e que dirigem o comportamento, escolhas na aula, na vida e no dia a dia. E assim compreender como aplicar esses saberes na construção de atividades e conexões mais autênticas, criativas e colaborativas com alunos e na vida.

Data: 3/9 (sexta-feira)

Horário: 10h ( horário de Brasília)

Link: https://www.youtube.com/channel/UCYcG6-zqvQXbSaYD18Titfw

Encontro 2: Fazer e descobrir

Vivenciar o aprendizado pode enriquecer a experiência do (a) estudante e abrir outros caminhos para descobertas. Este será o foco deste segundo encontro: compartilhar outras possibilidades de experimentar a aprendizagem, seja presencial ou online, convidando alunos e educadores a um novo olhar para a construção do conhecimento.

Data: 10/9

Horário: 10h (horário de Brasília)

Link: https://www.youtube.com/channel/UCYcG6-zqvQXbSaYD18Titfw

Encontro 3: Facilitar e transbordar

A arte de facilitar boas conversas é a temática do terceiro encontro. Será abordado o que é ser educador (a) -facilitador (a) e como se apropriar deste papel para criar espaços de fala, escuta e trocas significativas em grupo.

Data: 17/9 (sexta-feira)

Horário: 10h (horário de Brasília)

Link: https://www.youtube.com/channel/UCYcG6-zqvQXbSaYD18Titfw

Encontro 4: Criar e amplificar

No quarto e último encontro, será abordado como a criatividade pode promover conexão entre professores e estudantes, criar espaço de inovação e colaboração e gerar mais engajamento em sala de aula. Com jogos e desafios, recursos simples e lúdicos, será despertada a imaginação, a criação e o espírito “mão na massa” dos (as) alunos (as).

Data: 24/09

Horário: 10h (horário de Brasília)

Link: https://www.youtube.com/channel/UCYcG6-zqvQXbSaYD18Titfw

2

Set

UFRN e SEBRAE promovem maratona de empreendedorismo e inovação

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) promovem, no período de 25 a 29 de outubro, a Maratona SEBRAE/UFRN de Empreendedorismo e Inovação. Os encontros, no formato online, acontecem no horário das 18h às 21h.

A maratona será realizada para equipes de três a cinco componentes, obrigatoriamente matriculados em algum curso e contando com o suporte de um professor orientador. As inscrições estão abertas até o dia 30 de setembro e devem ser realizadas por meio deste formulário. Para ser certificado, o componente da equipe deve marcar presença em todos os dias e horários da capacitação escolhida. Haverá premiação para os 1º, 2º e 3º lugares.

Em algum momento da trajetória acadêmica, é natural se questionar como todo o conhecimento vai ser aplicado além da sala de aula. Como ver as ideias se transformando em realidade?

A maratona é uma grande oportunidade. Equipes de 3 a 5 alunos, com o suporte de um professor orientador, são instigadas a desenvolver ideias e gerar soluções criativas nas áreas de educação, saúde, segurança, sustentabilidade e tecnologias.

É um convite para uma aventura dinâmica, utilizando metodologias inteligentes como o Design Thinking e o Canvas, com estratégias visuais em ambiente online, que buscam estimular os participantes a enfrentarem de forma proativa os desafios ou problemas que comprometem o bem-estar das pessoas.

Este evento é uma das iniciativas fruto do acordo de cooperação firmado entre a UFRN e o SEBRAE. Com duração de dois anos, o acordo será executado mediante um plano de trabalho que abrange palestras, oficinas, mentorias online e a Maratona SEBRAE/UFRN de Empreendedorismo e Inovação.

Mais informações na página da AGIR – Agência de Inovação, no Instagram ou por meio do e-mail contato@agir.ufrn.br.

1

Set

Escola de Natal homenageia Câmara Cascudo com nome em auditório moderno voltado para atividades culturais

O nome do maior folclorista brasileiro, o potiguar Luís da Câmara Cascudo, foi escolhido para batizar o auditório da nova sede do ensino fundamental II da Maple Bear Natal. A inauguração oficial aconteceu ontem, 31 de agosto, mês em que se comemora o Dia do Folclore.

O espaço, amplo e moderno, vai servir para reuniões, seminários, eventos, apresentações culturais e atividades com pais e alunos. A decisão de homenagear um dos maiores estudiosos da cultura popular veio como forma de resgatar a sua memória e eternizar uma das maiores personalidades do Rio Grande do Norte. “É também uma forma das novas gerações conhecerem a grande contribuição que Câmara Cascudo deu para as nossas manifestações culturais”, disse Eduardo Bezerra, diretor de marketing da escola.

A inauguração contou com a presença de duas netas do folclorista: Daliana Cascudo, que é presidente do Instituto que leva o nome do seu avô, e Camilla Cascudo. Daliana agradeceu a homenagem em nome de toda a família.

“Confesso a emoção de minha irmã Camilla, ao ser comunicada pela direção do Maple Bear Natal sobre esta homenagem à memória cascudiana, através da aposição do nome de Luís da Câmara Cascudo, nosso avô, no auditório da escola. Sua emoção foi intensificada pelo fato de suas duas filhas, Cecília e Lavínia, serem alunas da escola. Que Luís da Câmara Cascudo seja uma fonte constante de inspiração para todos os alunos, pais, professores e colaboradores, frequentadores deste espaço de ensino – aprendizagem”, declarou Daliana.

"A intenção é estreitar essa relação da escola Maple Bear Natal com o Instituto Câmara Cascudo, tendo um calendário anual de eventos sobre Câmara Cascudo, promovendo a formação de professores e desenvolvendo novos projetos que enriqueçam culturalmente a nossa escola e o Instituto", disse Eduardo Bezerra.

Também estiveram presentes na inauguração o diretor administrativo, Marcelo Freitas, e as diretoras das unidades do ensino fundamental Carolina Bezerra, e do ensino infantil, Julyana Freitas. Na oportunidade, os pais dos alunos do ensino fundamental II puderam conhecer com mais detalhes as novas instalações, que já estão em funcionamento, mas, por conta das restrições impostas pela pandemia, ainda não haviam sido visitadas. A direção aproveitou para realizar uma apresentação para os pais sobre o planejamento das atividades escolares e sobre a metodologia de ensino canadense.

1

Set

Projeto do IMD realiza seleção para pesquisadores especialistas

O Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN) abriu inscrições, nesta terça-feira, 31, para processo seletivo voltado para pesquisadores especialistas, disponibilizando três vagas, para os perfis de Desenvolvimento WEB, Desenvolvimento Mobile e Desenvolvimento para Internet das Coisas (IoT). As remunerações são de até R$ 4 mil.

Os profissionais selecionados irão atuar no desenvolvimento de soluções para projeto OPDigital: Digitalização da Produção de Medicamentos no Núcleo de Pesquisa em Alimentos e Medicamentos (NUPLAM). As inscrições poderão ser realizadas até o dia 12 de setembro, por meio do preenchimento deste formulário. A lista de documentos exigidos para a inscrição pode ser verificada no Edital 064/2021.

Cada um dos perfis do processo seletivo oferta uma vaga, com as seguintes remunerações: R$ 4 mil, para desenvolvedor WEB e desenvolvedor Mobile; e R$ 3,5 mil, para desenvolvedor IoT. Entre os requisitos, é preciso que o candidato tenha diploma de graduação em Tecnologia da Informação (TI), Engenharia ou áreas correlatas, além de título no mínimo de especialista nas áreas citadas e na de IoT, no caso da vaga do terceiro perfil.

O processo de seleção, que consistirá em análise de currículo e entrevista, será realizado entre os dias 13 e 20 de setembro. Os candidatos aprovados deverão estar aptos a iniciar as atividades de forma presencial. O resultado final será divulgado na data provável de 21 de setembro, na seção de editais no site do IMD.

1

Set

Prazo para reaplicação do Encceja é prorrogado até o próximo sábado

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), ligado ao Ministério da Educação (MEC), prorrogou por um dia, até o próximo sábado (4), o prazo para solicitações de reaplicação do Exame Nacional de Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja).

O Inep informou que o motivo para o adiamento é que o sistema foi suspenso no dia de ontem (31), para “ajustes pontuais”. Os candidatos tem até as 23h59m de sábado para fazer o pedido no site do programa.

O Encceja é destinado a jovens e adultos que não concluíram os ensinos fundamental ou médio e desejam ter a certificação da conclusão dessas etapas.

A reaplicação é uma possibilidade para quem não realizou a prova por problemas logísticos no local ou por sintomas de doenças contagiosas previstas no edital no dia ou na véspera. Entre elas foi incluída a covid-19.  

Para solicitar a reaplicação no site, é preciso anexar a documentação e diagnóstico feito por um médico profissional, cadastrado no conselho da profissão. Já para as hipóteses de problemas logísticos, como situações de falta de energia elétrica, é preciso descrever o episódio para justificar o requerimento.

O Encceja foi aplicado no domingo (29). A prova foi feita em 622 cidades nos 26 estados e no Distrito Federal. A reaplicação ocorrerá nos dias 13 e 14 de outubro, juntamente com o Encceja par pessoas privadas de liberdade.

Fonte: Agência Brasil

1

Set

Edital vai selecionar dez jovens cientistas com projetos ousados

O Instituto Serrapilheira lançou hoje (1º) sua quinta chamada pública de apoio a jovens cientistas. Serão selecionados até dez pesquisadores que desenvolvam projetos teóricos e experimentais ousados, a serem financiados com valores que variam de R$ 200 mil a R$ 700 mil por proposta. Os valores serão distribuídos ao longo de três anos, com possibilidade de extensão. As inscrições ficarão abertas de 26 de outubro a 26 de novembro na página da chamada pública, onde o edital completo pode ser conferido.

A diretora de Ciência do Instituto Serrapilheira, Cristina Caldas, disse à Agência Brasil que a instituição segue em busca de jovens que proponham grandes perguntas em suas áreas. “A gente está estimulando as pessoas a pensarem quais são as grandes perguntas que as motivam a entender as ciências, tanto ciências naturais, matemática, quanto ciência da computação, e mesmo que sejam perguntas mais arriscadas”. O edital procura cientistas que pensem em projetos que sejam diferentes dos que vêm sendo feitos, que sejam ousados e que, inclusive, envolvam riscos.

Para Cristina, a chamada pública é um espaço para os jovens cientistas testarem suas ideias, desde que sejam bem fundamentadas cientificamente, mas que tenham certo componente de risco para o qual será mais difícil obter apoio de uma agência pública, por exemplo. O componente novo, que não era pedido anteriormente, é exatamente esse: o candidato explicar o risco e mostrar como ele, ou ela, enxerga esse risco, explicou.

A faixa de valores deve constar das propostas apresentadas. Cristina informou que o Instituto Serrapilheira constatou que dependendo da área da ciência, da região geográfica e da abordagem dos projetos, o valor para sua realização é variável. Em geral, projetos com abordagem teórica demandam menos investimento do que projetos experimentais.

Seleção

O processo de seleção tem duas fases. Na primeira, os jovens cientistas apresentam uma pré-proposta, que será avaliada por revisores internacionais, como vem sendo feito desde a quarta chamada. Os candidatos mostram currículo, carreira acadêmica, artigos já publicados e que consideram relevantes, além de responder a seis perguntas objetivas. “A gente faz um processo que seja mais otimizado tanto para o cientista, quanto para os nossos revisores. O candidato tem que conseguir escrever de maneira bem sólida e argumentada sobre o projeto que quer desenvolver, e tem que dar também um elemento do que já fez como cientista”, explicou Cristina Caldas. Ela acredita que isso permitirá analisar o grau de criatividade e ousadia que o pesquisador está propondo.

A partir daí, alguns jovens serão chamados para submeter a proposta completa e detalhada. A etapa final para os proponentes inclui uma entrevista em inglês com especialistas. A primeira fase da chamada pública apresentará resultado em fevereiro de 2022. A segunda etapa, mais laboriosa, terá conclusões divulgadas em junho do próximo ano. A partir de 15 de agosto de 2022, os jovens cientistas selecionados começarão a desenvolver seus projetos, cuja duração será de três anos.

Para participar do edital, os candidatos deverão ter vínculo permanente com alguma instituição de pesquisa no Brasil e ter concluído o doutorado entre 1º de janeiro de 2014 e 31 de dezembro de 2019. Esse prazo é estendido em até dois anos para mulheres com filhos, devido ao impacto da maternidade na produção acadêmica, disse a diretora.

Dependendo da área do conhecimento, a participação feminina é reduzida. Um exemplo até agora tem sido as áreas de matemática e ciência da computação. Já ciências naturais costumam ter boa representatividade de mulheres. Cristina Caldas disse que a média de proponentes tem sido, em geral, de 40% para mulheres e 60%, homens.

Instituto

O Instituto Serrapilheira é a primeira instituição privada, sem fins lucrativos, de fomento à ciência no Brasil. Criado para valorizar o conhecimento científico e aumentar sua visibilidade, além de fomentar uma cultura de ciência no país, a instituição atua com dois focos principais: ciência e divulgação científica. Desde a sua criação, o Serrapilheira já apoiou 139 projetos de pesquisa e 55 projetos de divulgação científica, nos quais foram investidos mais de R$ 50 milhões oriundos de um fundo patrimonial de R$ 350 milhões.

Cristina Caldas esclareceu que, desses projetos, 30 contam com apoios de longo prazo. “Acreditamos que a ciência de qualidade precisa de tempo e liberdade para ser desenvolvida". Ela destacou que o instituto começa a colher os frutos dos primeiros grants (bolsas) de longo prazo que foram oferecidos, observando avanços em áreas importantes como informação quântica, ecologia e neurociências. “Em meio a um cenário pouco favorável para a pesquisa, temos ainda mais certeza de que esse investimento não pode parar”, afirmou a diretora.

Fonte: Agência Brasil

31

Ago

UFRN seleciona pesquisador para projeto de pesquisa; saiba como participar

O Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), abriu processo seletivo para a seleção de pesquisador para o projeto Pesquisa aplicada para integração inteligente orientada ao fortalecimento das redes de atenção para resposta rápida à sífilis. O valor da bolsa é de R$ 4 mil mensais e pode durar até a data final da vigência do projeto. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas até o dia 3 de setembro, por meio da plataforma de processos seletivos do LAIS.

O processo visa à seleção de pesquisadores com formação em Tecnologias da Informação ou Ambientes para Internet, especialista na área de Saúde e, preferencialmente, estudante de mestrado na área de Inovação em Saúde. Os candidatos convocados deverão, no âmbito do projeto, desenvolver atividades de pesquisa alicerçadas na consolidação dos dados produzidos pelas tecnologias utilizadas pelos pesquisadores de pesquisa e intervenção, com foco na integração entre a vigilância e a assistência.

Os candidatos aprovados no processo seletivo comporão uma lista de cadastro de reserva, sendo então convocados conforme a ordem do resultado final do certame, a disponibilidade de eventuais vagas e a validade do edital. Os selecionados devem ter disponibilidade para cumprimento de até 20 horas semanais, conforme plano de trabalho, a ser definido no início das atividades.

O resultado final será divulgado no dia 15 de setembro, por meio da página do LAIS.

Mais informações no Edital 053/2021.

30

Ago

Aulão de Matemática no Teatro Riachuelo será um dos maiores eventos preparatórios para o ENEM do país

A reta final de preparação para o Enem no Rio Grande do Norte vai contar com o maior aulão de revisão de matemática do Brasil. O Aulão André Cury – Lidere seu Futuro, terá capacidade para quase 1.500 alunos e uma megaestrutura no Teatro Riachuelo, em Natal. As inscrições foram abertas para o público neste domingo (28) e já estão no terceiro lote.

A revisão dos principais assuntos para o Exame Nacional do Ensino Médio, que este ano acontece nos dias 21 e 28 de novembro, será liderada por um dos mais reconhecidos professores do RN e vai acontecer no dia 7 de outubro, das 13h às 21h.

A inovação nesse tipo de evento preparatório para as provas será o grande diferencial do aulão, que terá muitas surpresas e atividades especiais, garantindo um dia de muito aprendizado e socialização. O evento vai obedecer aos protocolos de segurança sanitária e será obrigatório o uso de máscaras.

Incentivo ao protagonismo e liderança

Com 23 anos de experiência em sala de aula, acumulando sempre grandes índices de aprovação em vestibulares de várias partes do país e no Enem, o professor André Cury explica o conceito do aulão, que pretende incentivar os alunos a serem protagonistas dos seus próprios sonhos.

“Está sendo tudo preparado com muita dedicação para passar ao aluno a mensagem, a certeza, de que mesmo diante das dificuldades, ele é capaz de batalhar os seus objetivos, de não apenas seguir em frente mas de ir além do que imagina”, afirma o professor André Cury, ao comentar o tema “Lidere seu Futuro”. Ele antecipa um pouco do que o estudante verá no aulão: “vamos trabalhar essa mensagem para que se sintam confiantes e capacitados a alcançar o máximo de resultado e desempenho. O aulão traz ainda uma revisão recheada de dicas preciosas para a prova, será muito especial”.

As vendas para o Aulão André Cury – Lidere seu Futuro, acontecem no site do Teatro Riachuelo (www.teatroriachuelonatal.com.br), nos totens digitais e na bilheteria do teatro, além do aplicativo UHUU.

30

Ago

IMD abre nova turma da Residência em TI em parceria com TRF5

O Instituto Metrópole Digital (IMD/RN) abriu uma nova turma de sua Residência em Tecnologia da Informação, desta vez em parceria com a Justiça Federal no Rio Grande do Norte (JFRN) e com o Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5). Para tanto, foi lançado um edital para a seleção de estudantes, com inscrições abertas até o dia 7 de setembro.

Podem participar do processo seletivo profissionais graduados em Computação ou áreas afins e também estudantes que estejam na condição de concluintes dos respectivos cursos. Ao todo são ofertadas 40 vagas, e o valor da bolsa dos futuros residentes será de R$ 2 mil. As inscrições, que são gratuitas, devem ser feitas por meio do preenchimento deste formulário eletrônico e da anexação dos documentos exigidos no Edital 063/2021.

A Residência em TI se constitui em pós-graduação lato sensu, com duração de 18 meses, caracterizada pela formação teórica combinada com a formação prática em ambiente de Tecnologia da Informação. O objetivo do curso é, portanto, qualificar profissionais por meio de atividades de capacitação e de sua inserção em ambientes e projetos reais, visando também à integração com o mercado de trabalho e ao fomento à inovação em diferentes setores e organizações.

Os selecionados irão realizar a pós-graduação em regime de tempo integral, com carga horária de seis horas diárias, totalizando 30 horas semanais. As atividades de capacitação serão feitas em formato remoto. Devido à pandemia de covid-19, o mesmo ocorrerá com as atividades de vivência profissional, que serão, a priori, desenvolvidas em regime de teletrabalho, podendo, contudo, ser realizadas presencialmente, de acordo com a disponibilização de infraestrutura física nas capitais das Seções Judiciárias que integram o TRF5 e caso as condições epidemiológicas permitam.

Processo seletivo

O processo seletivo será realizado em duas etapas: homologação das inscrições solicitadas e prova de conhecimentos específicos, a ser aplicada no dia 15 de setembro, em formato eletrônico, por meio do sistema Multiprova da UFRN, acessível através deste site.

Das 40 vagas ofertadas, 25 serão destinadas à Área de Concentração 1 da Residência, de Desenvolvimento de Software. As outras 15 vagas disponibilizadas contemplarão a Área de Concentração 2, Business Intelligence e Analytics. Além disso, é reservado o quantitativo mínimo de 10% (dez por cento) das vagas para pessoas com deficiência.

O programa de conteúdos da prova de conhecimentos específicos é estabelecido no edital da seleção e também se divide de acordo com as áreas de concentração de Desenvolvimento de Software e Business Intelligence e Analytics.

O resultado final da seleção será divulgado no dia 20 de setembro, na seção de editais do site do Instituto Metrópole Digital. O período de matrículas no curso, por sua vez, dar-se-á entre 22 e 24 de setembro. Já o início da Residência está previsto para o dia 4 de outubro.

Mais informações e todos os detalhes sobre o processo seletivo devem ser buscados no Edital 063/2021.

30

Ago

Começa hoje prazo para pedidos de reaplicação do Encceja 2020

Participantes que tiveram problemas logísticos ou sintomas de doenças infectocontagiosas no último sábado (28) ou ontem (29) e não puderam fazer ao Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2020 podem solicitar, de hoje (30) até até a próxima sexta-feira (3/9), a reaplicação da prova, por meio do site do Encceja.

A reaplicação será nos dias 13 e 14 de outubro. Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), será necessário comprovar a condição que motivou a ausência e os casos serão analisados individualmente. A regra vale para pessoas que apresentaram sintomas de covid-19 ou de outra doença infectocontagiosa prevista no edital, como coqueluche, difteria, doença invasiva por Haemophilus influenza, doença meningocócica e outras meningites, varíola, Influenza humana A e B, poliomielite por poliovírus selvagem, sarampo, rubéola ou varicela.

Comprovação

No momento da solicitação, a pessoa deverá inserir, obrigatoriamente, documento legível que comprove a condição. É necessário constar o nome completo do participante, o diagnóstico com a descrição da condição, o código da Classificação Internacional de Doença (CID10), além da assinatura e da identificação do profissional que realizou o diagnóstico, com o registro do Conselho Regional de Medicina (CRM), do Ministério da Saúde ou de órgão competente, assim como a data do atendimento. O documento precisa ser anexado em formato PDF, PNG ou JPG, no tamanho máximo de 2 MB.

Os inscritos que comprovaram a condição e tiveram a solicitação aprovada vão participar da reaplicação do exame. 

Problemas logísticos 

No caso de pessoas que não puderam fazer a prova por problemas logísticos, é necessário que a situação esteja enquadrada nas previstas no edital do Encceja 2020. Desastres naturais ou falta de energia elétrica que prejudicaram a aplicação do exame, por exemplo, são alguns dos contextos que permitem a solicitação. Nessas situações, a pessoa deverá descrever o que aconteceu, por meio do sistema Encceja. O Inep também receberá documentos que comprovem o ocorrido e analisará cada caso.

Encceja

O Encceja é um exame destinado a jovens e adultos que não concluíram os estudos na idade apropriada. Mais de 1,6 milhão de pessoas confirmaram a participação nesta edição de 2020; dessas, 297.543 em busca da certificação para o ensino fundamental e 1.310.593, para o ensino médio. A reaplicação ocorrerá nas mesmas datas do exame para Pessoas Privadas de Liberdade ou sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade (Encceja PPL) 2020.

Fonte: Agência Brasil

28

Ago

[ARTIGO] Os jovens brasileiros não falam inglês: mas o mercado de trabalho exige

*Por Fabricio Vargas

Já sabemos que o inglês é o idioma universal, não é mesmo?! Seja para negócios, cultura, tecnologia, networking, dominar o inglês abre inúmeras oportunidades.

Entretanto, algumas pesquisas demonstram que os brasileiros não falam inglês e, na contramão desse cenário, a demanda por vagas que necessitam do domínio da língua só aumenta.

Os jovens não falam inglês. E isso é um problema em um mundo cada vez mais globalizado.  O Portal Universo de Negócios traz um estudo do British Council que revela que apenas 10,3% dos jovens de 18 a 24 anos alegam saber inglês.

E quando analisamos a população como um todo, este percentual é ainda mais assustador: de acordo com outra pesquisa do British Council e do Instituto de Pesquisa Data Popular, apenas 5% da população do país falam a língua, sendo 1% deles realmente fluente.

Mercado de trabalho cada vez mais globalizado

Há algumas décadas, a necessidade do idioma inglês para o ambiente de trabalho era bem limitada a alguns contextos bem específicos:

Diretoria (altos cargos);

Trabalhar em uma multinacional, sendo que o cargo exigia a interação constante com as unidades em outros países;

Oportunidades de trabalho fora do país

Porém, como vimos, com a intensificação da globalização, as interações ampliaram-se e muito: hoje, organizações dos mais diversos tamanhos têm a necessidade de profissionais com domínio da língua inglesa.

Além das oportunidades de trabalho em multinacionais instaladas aqui no Brasil, há ainda a possibilidade de se candidatar para vagas de empresas brasileiras que têm filiais no estrangeiro. Ou, até mesmo, ir para um novo país e se candidatar a uma vaga diretamente lá.

Um outro ponto também fundamental é a questão de treinamento e capacitações que são ministrados, muitas vezes, em inglês, tanto no formato presencial quanto digital, assim como os livros técnicos. Neste caso, dominar o inglês vai possibilitar uma atualização constante.

Por que as pessoas querem aprender inglês?

E isso tem motivado muitas pessoas a aprenderem inglês. O Portal Universo de Negócios revelou que um dos principais motivos para que as pessoas queiram aprender inglês é expandir o conhecimento é para conseguir uma excelente oportunidade de emprego.

Outro insight da pesquisa bem interessante é que 6% dos entrevistados que já estudam o idioma acreditam que terão um aumento salarial por conta do conhecimento da língua.

Já 12% das pessoas que ainda pretendem estudar têm a crença de que o salário vai aumentar em função do curso de inglês.

Ou seja, a pesquisa revela que há uma crença de que aprender inglês (e, consequentemente, adquirir as habilidades decorrentes com o aprendizado desta língua) é fundamental para entrar no mercado de trabalho em posições ainda mais qualificadas.

*Fabricio Vargas - Iniciou a sua carreira na área da educação logo após o seu retorno ao Brasil, depois de morar e estudar por mais de cinco anos no continente Europeu. Estudou e trabalhou em diversas áreas durante esse período, inclusive como intérprete dentro das cortes Irlandesas e Inglesas. Logo após a sua chegada ao Brasil, começou a lecionar aulas de inglês dentro de algumas escolas e, portanto, percebeu que o ensino precisava de mais, os alunos mereciam algo diferente e inovador. Fabricio percebeu que as escolas de idiomas estavam muito engessadas ao modo tradicional de ensinar e avaliar os seus alunos. Em 2017, depois de trabalhar muito e conseguir um certo valor para investir, Fabricio abriu a sua própria escola de inglês, a Uniway School, foi um dos anos mais comemorados por ele e também o mais desafiador. Para mais informações, acesse https://uniwayschool.com/ ou pelas redes @uniwayschool

 

28

Ago

Dez dicas para ajudar os pais na hora de fazer a matrícula dos filhos

Escolher a escola ideal para matricular o filho sempre exigiu dos pais atenção redobrada. Além de todas as questões que entraram no radar por conta da pandemia - como proposta de ensino híbrido e segurança sanitária - existem inúmeros fatores que precisam ser considerados na hora de tomar a decisão. 

Professores - A formação dos professores é algo que pesa na escolha da instituição de ensino. 

Conteúdo - Os pais devem avaliar a proposta pedagógica e como ela é aplicada. 

Distância - Se a escola fica perto ou longe de casa e o trânsito que será necessário enfrentar para chegar até ela são questões para analisar. É importante levar em conta que, se a criança for pequena, ela tende a dormir durante o caminho – e isso pode influenciar na atenção, prejudicando inclusive o aprendizado.

Faça as contas - Além do valor da mensalidade é preciso pôr na ponta do lápis outras despesas, como aulas extracurriculares, lanches e refeições. 

Criatividade - O estímulo à criatividade é importante para a família? Se sim, deve-se analisar essa questão quando visitar as dependências da instituição. 

Olhar diferenciado - Independentemente do tamanho da escola, a especialista orienta que é importante entender como é organizado o atendimento ao estudante e a sua família. 

Tamanho da escola - Os pais devem decidir de antemão se preferem uma escola focada em determinada fase da vida das crianças ou se a melhor opção é uma instituição que atenda da Educação Infantil ao Ensino Médio.

Ensino Médio - Se a mudança acontecer durante o Ensino Médio, confira se existe uma programação direcionada ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), formação técnica ou outro tipo de ensino específico e como ele acontece. 

Religião - É importante analisar qual é o peso da religião para a família e se a orientação da escola está alinhada com o que é vivido em casa. 

Exposição de trabalhos - Nem sempre as crianças contam e mostram tudo o que fizeram durante o dia na escola. 

27

Ago

Meninas na Ciência: evento nacional gratuito aproxima meninas em idade escolar do universo científico

Estão abertas as inscrições para a 3ª edição do Projeto Menina Ciência, que busca incentivar jovens alunas a ingressarem no universo científico. Organizado pela Universidade Federal do ABC (UFABC), com o apoio do PROEC (Pró-reitoria de Extensão e Cultura), o evento acontece na modalidade online, entre os dias 8 de setembro e 16 de outubro, e oferece palestras e atividades práticas gratuitas sobre temas como Astronomia, Química, Matemática, Física, Engenharia e Aeronáutica. São 150 vagas para meninas do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental de escolas públicas e particulares de todo o Brasil.

O projeto tem como principal objetivo aproximar as meninas da ciência de forma acessível e gratuita, contribuindo para a humanização da figura do cientista e rompendo com estereótipos. “Percebemos que muitas meninas se interessam pela ciência, mas não encontram estímulo ou oportunidade para se aprofundarem na área. Nesse sentido, a representatividade feminina é importante para que as jovens se sintam mais encorajadas e motivadas a adentrar o mundo da ciência”, afirma a professora da UFABC, Maria Inês Ribas Rodrigues, responsável pela coordenação do projeto.

Neste ano, o Menina Ciência também oferece 50 vagas para professores do Ensino Fundamental das redes pública e particular, que poderão acompanhar as atividades e participar do núcleo voltado para a formação continuada. “Os professores têm um papel fundamental para incentivar as meninas, para isso, precisam estar preparados. Nesse contexto, um dos focos das palestras será a alfabetização científica dos docentes.”

O curso é organizado de maneira voluntária por um comitê de pesquisadoras e professoras, além de graduandas e pós-graduandas da Universidade Federal do ABC, que atuam diretamente com as meninas, como monitoras.

Apoio com o idioma

Desta vez, o projeto terá abrangência internacional: as participantes poderão interagir com estudantes de uma escola no Reino Unido. Para isso, o projeto contará com o apoio da rede de escolas Red Balloon. “Nós seremos responsáveis pela logística e interação entre as meninas brasileiras e inglesas, organizando as aulas síncronas e prestando suporte caso haja necessidade de tradução”, explica Jessica Silazaki, consultora pedagógica da Red Balloon.

As inscrições para o projeto Menina Ciência se encerram no dia 29 de agosto e podem ser feitas por meio do link https://forms.gle/pbsaTFaJ5bMaDbSRA. As alunas e professores serão selecionados a partir de um sorteio, que terá seu resultado divulgado dia 30/08 nas redes sociais e na página oficial do evento. Haverá certificados para as meninas participantes e monitoras que cumprirem pelo menos 70% das atividades previstas.

Mais informações estão disponíveis na página do projeto.

27

Ago

UFRN publica resultado preliminar de concurso para técnico-administrativo

O Núcleo Permanente de Cursos (Comperve) publicou nesta quinta-feira, 26, o resultado final preliminar do edital nº 011/2021. Os cargos estão divididos em nível de classificação E e D. Além disso, também há vagas destinadas para pessoas negras e com deficiência. O resultado pode ser visualizado neste link.

Os cargos da classificação E são: Odontólogo, Enfermeiro, Médico da área da Psiquiatria, Médico da área Ortopédica, Médico da área Pediátrica, Médico da área Anestesiologia, Médico da área de Cirurgia Geral, Contador e Pedagogo. Já os da classificação D são: Técnico em Contabilidade, Técnico de Laboratório da área Biotério, Técnico de Laboratório da área Química, Técnico em Tecnologia da Informação, Assistente em Administração, Técnico em Enfermagem.

A posse nos cargos fica condicionada ao atendimento das condições constitucionais e legais, bem como à aprovação em inspeção médica a ser realizada pela Perícia Oficial em Saúde da UFRN/SIASS ou de outro órgão público federal, momento em que deverão ser apresentados pelo candidato os seguintes exames e documentos: tipo sanguíneo + Fator RH; FTA-ABS (IGM); glicemia em jejum; atestado médico de sanidade mental (emitido por um Psiquiatra); exame oftalmológico completo (acuidade visual, fundoscopia, tonometria, biomicroscopia, campimetria); hemograma completo com contagem de plaquetas, colesterol total e triglicerídeos; dosagem de TGO e TGP; GAMA GT; Uréia e creatinina sanguínea; sumário de urina.

Já perante a Diretoria de Administração de Pessoal da UFRN será condicionada à apresentação destes documentos: laudo médico, emitido pela Perícia Oficial em Saúde da UFRN/SIASS ou de outro órgão público federal, atestando aptidão física e mental do candidato; uma foto 3×4 (recente); carteira de identidade (cópia e original); cadastro de pessoas físicas – CPF (cópia e original); título de eleitor (cópia e original) e certidão de quitação eleitoral; certificado de reservista, quando do sexo masculino (cópia e original); certificado de escolaridade devidamente registrado no órgão competente (cópia e original); certidão de nascimento ou casamento (cópia e original), e, se for o caso, certidão de nascimento dos dependentes (cópia e original); cartão de inscrição PIS/PASEP, caso tenha (cópia e original); registro no conselho ou órgão fiscalizador do exercício profissional se for o caso (cópia e original); declaração de bens e valores (a ser preenchida na Diretoria de Administração de Pessoal – DAP); declaração de acumulação de cargos (a ser preenchida na DAP); e comprovação dos pré-requisitos exigidos no Edital de Abertura de Inscrições.

Confira todas as informações sobre este edital aqui.

27

Ago

Pré-selecionados do Prouni têm até hoje para comprovar dados

Termina hoje (27) o prazo para que candidatos pré-selecionados na lista de espera do Programa Universidade para Todos (ProUni), relativo ao segundo semestre de 2021, comprovem as informações apresentadas durante a inscrição. A lista com os nomes dos selecionados pode ser acessada no site do programa.

No segundo semestre deste ano, o ProUni oferece 134.329 bolsas de estudo, sendo 69.482 integrais e 64.847 parciais, em mais de 10 mil cursos de quase mil instituições particulares de ensino superior.

Critérios

Para obter a bolsa integral, o interessado precisa comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo. No caso de bolsas parciais (50%), é preciso comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa da família, de até três salários mínimos.

Fonte: Agência Brasil