Educação

7

Mar

Educação

Programa de Empreendedorismo Santander Universidades abre editais de seleção incluindo startups

O Programa de Empreendedorismo Santander Universidades está com inscrições abertas para editais de seleção do “Empreenda Santander – 2019”, nas categorias Universidade e Microempreendedor, Startup e Universitário Empreendedor, com o objetivo de dar apoio financeiro, bolsas de estudo e mentoria por até 6 meses.

O programa é a evolução dos Prêmios Santander Universidades, afim de fomentar o empreendedorismo em todo o Brasil e apoiar negócios. Na categoria Universitário Empreendedor, podem participar estudantes matriculados em cursos de graduação e pós-graduação de qualquer Instituição de Ensino Superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), além de alunos de ensino técnico, sob orientação de um professor escolhido. O projeto selecionado receberá aporte financeiro de R$30 mil, bolsa de estudos na Babson College – para professor e aluno – nos Estados Unidos e mentoria de até seis meses.

No Startup, a finalidade é dar suporte a iniciativas com alto potencial de crescimento. Podem participar empreendedores com negócio já constituído no mercado. A startup finalista receberá o valor de R$100 mil, bem como bolsa de estudo na Babson College e mentoria de até seis meses realizada pela Endeavor.

Na esfera do Universidade & Microempreendedor, o foco é capacitar a instituição de ensino para que ela apoie o desenvolvimento do negócio do microempreendedor selecionado, para isso a universidade receberá treinamento exclusivo da Aliança Empreendedora. A instituição de ensino superior selecionada receberá R$15 mil para aplicar no plano de capacitação que apoiará o microempreendedor por até seis meses, e este poderá receber R$5 mil para investir em seu negócio.

Confira os prazos das seleções em cada edital no site do Banco Santander: https://www.santander.com.br/universidades/empreendedorismo.

Foto: Pixabay

7

Mar

Educação

ProUni abre hoje inscrições para lista de espera

O Programa Universidade para Todos (ProUni) abre nesta quinta-feira (7) as inscrições para a lista de espera. Aqueles que se inscreveram no programa, mas ainda não garantiram uma bolsa de estudos nas instituições particulares de ensino, devem manifestar seu interesse, na página do programa,até sexta-feira (8). 

A lista de espera vale apenas para os cursos escolhidos na hora da inscrição. Cada participante pôde escolher até duas opções. 

Podem participar da lista de espera apenas para a primeira opção de curso os estudantes que não foram selecionados na primeira, nem na segunda chamada regular do programa. Aqueles que foram selecionados na segunda opção de curso, mas cuja turma não foi formada, podem também se inscrever apenas para a primeira opção de curso. 

Para a segunda opção de curso podem se inscrever na lista de espera apenas aqueles cuja turma da primeira opção não foi formada, independente de terem sido selecionados nas chamadas regulares.

A relação dos candidatos participantes da lista de espera estará disponível para consulta pelas instituições na próxima segunda-feira (11).

Todos os candidatos participantes da lista de espera terão que comparecer, nos dias 12 e 13 deste mês, às respectivas instituições de ensino nas quais estão pleiteando vaga, para apresentar a documentação para comprovação das informações prestadas na inscrição. 

ProUni

De acordo com o Ministério da Educação, ao todo, 946.979 candidatos inscreveram-se na primeira edição do ProUni deste ano. Como cada candidato podia escolher até duas opções de curso, o número de inscrições chegou a 1.820.446.

Nesta edição estão sendo ofertadas 243.888 bolsas de estudo em 1.239 instituições particulares de ensino. Do total de bolsas, 116.813 são integrais e 127.075, parciais (50% do valor das mensalidades).

O ProUni concede bolsas de estudo integrais e parciais em cursos de graduação e sequenciais de formação específica em instituições privadas de educação superior. Em contrapartida, as instituições que aderem ao programa têm isenção de tributos.

Os estudantes selecionados podem pleitear ainda a bolsa permanência, para ajudar a custear os estudos, e também usar o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para garantir parte da mensalidade não coberta pela bolsa do programa.

Fonte: Agência Brasil

5

Mar

Educação

Inteligência Artificial nas escolas: estudo aponta ferramentas surpreendentes que serão usadas até 2030

A educação deve sofrer forte impacto da inteligência artificial nos próximos anos. Estudo do Serviço Social da Indústria (SESI) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) aponta as tendências de uso das tecnologias educacionais baseadas em IA nas escolas até 2030. Uma das apostas é a expansão do uso de sistemas tutores inteligentes para ensino personalizado. A ferramenta identifica se o aluno adquiriu conhecimento sobre o tema ensinado e se está cansado ou feliz por ter conseguido resolver um problema. A partir disso, é capaz de decidir, de forma autônoma, qual a melhor estratégia pedagógica para ser utilizada em cada momento.

Como complemento desse estudo, o SESI e o SENAI reuniram, em um painel, especialistas brasileiros em inteligência artificial para avaliar a difusão dessas tecnologias nas escolas do país, entre os quais pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP), da Universidade Federal Fluminense (UFF) e da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Grande Sul (PUC-RS), além de empresas do setor. A previsão é que, até 2030, quatro das tecnologias listadas no estudo estarão difundidas em até 50% das escolas públicas e privadas do Brasil, e uma delas, computação em nuvem, deve estar presente em até 70% das instituições de ensino.

O SESI já utiliza em suas escolas sistemas de tutores inteligentes para ensino personalizado. O SENAI possui plataforma que oferece orientação profissional por meio de inteligência artificial. A ferramenta analisa 92 características socioemocionais para traçar o perfil do usuário e indicar as profissões da indústria mais adequadas. As duas instituições também são pioneiras no uso de tecnologias educacionais, como realidade aumentada e óculos de realidade mista.

Ferramentas de inteligência artificial

De acordo com o estudo, até 2020, a tendência é o uso cada mais vez mais recorrente de recursos como processamento de língua natural (PLN), no qual um computador é capaz de entender e interpretar a linguagem humana. Com a evolução, a tecnologia permitiria, por exemplo, a um professor na Alemanha dar aula em alemão a estudantes brasileiros sem conhecimento da língua germânica. O levantamento também prevê que a robótica educacional estará mais presente nos currículos das escolas de ensino fundamental e médio em função da diminuição dos custos. As escolas SESI são pioneiras na introdução da robótica no currículo escolar.

Além disso, o SESI é a instituição responsável no Brasil pela operação oficial do Torneio de Robótica da FIRST LEGO League, programa internacional que fortalece a capacidade de inovação e raciocínio lógico por meio de uma experiência criativa.

Criatividade computacional

Já entre 2020 e 2030, a previsão é a utilização, nas escolas, da criatividade computacional, atualmente ligada à produção artística por meio de programação com uso de modelos matemáticos e da ótica. “Nos sistemas de ensino-aprendizagem, espera-se que as aplicações da criatividade computacional permitam, entre outras coisas, a geração de exemplos e exercícios criativos para enriquecer os conteúdos educacionais de forma online”, afirma a professora. No longo prazo, os sistemas poderão até reconhecer e avaliar atividades criativas realizadas pelo alunos.

Ela prevê ainda o contínuo desenvolvimento de ferramentas que consigam avaliar emoções dos estudantes e tomar decisões a partir da análise. O estudo aponta a utilização de óculos inteligentes, que mostram informações e interpretam comandos de voz, e de fones de ouvido capazes de traduzir conversas entre pessoas com línguas diferentes. A previsão é também a evolução dos chamados jogos sérios, técnica que utiliza características típicas dos games como pontuações, premiações e níveis de dificuldade para manter o interesse do aluno.

No Brasil, a projeção dos especialistas reunidos pelo SESI e SENAI é que a computação em nuvem, para acesso a um conjunto compartilhado de dados e conteúdos, deve ter a difusão mais rápida. Até 2020, de 11% a 30% das instituições de ensino já devem utilizá-la. Até 2027, o uso estará difundido em cerca de 31% a 50% das escolas e de 51% a 70% das instituições a utilizarão por volta de 2030.

1

Mar

Educação

Expansão: Sistema Roboeduc aumenta mercado no Nordeste

O diretor executivo da Roboeduc, Cássio Leandro, embarca, na próxima quinta-feira (7), com destino a Recife (PE) para participar de reunião com representantes de 800 escolas particulares, que atuam nos estados do Pernambuco (PE) e Alagoas (AL). O objetivo da reunião é implementar o funcionamento do Sistema Roboeduc, que oferece aulas de programação e robótica, e fechar a entrega dos boxes do Roboeduc  Inbox, primeiro sistema de educação à distância de robótica do Brasil. Unindo os dois sistemas, os alunos das 800 escolas estarão antenados com o que há de mais moderno e atual no ramo da robótica educacional. Hoje, o Inbox está presente em 14 estados brasileiros, além do Distrito Federal, somando mais de 50 cidades.

1

Mar

Educação

Provas do Enem serão aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano serão aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro, segundo cronograma divulgado na última quarta-feira (27) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Pelo calendário, as inscrições estarão abertas de 6 a 17 de maio.

Entre 1º e 10 de abril os estudantes poderão pedir isenção da taxa de inscrição. Nesse mesmo período, o Inep vai receber as justificativas dos que faltaram às provas em 2018. O edital do Enem, conforme o instituto, será publicado no próximo mês.

No ano passado, 5,5 milhões de pessoas se inscreveram para fazer o Enem, mas 4,1 milhões compareceram aos dois dias de provas. Nos dois domingos de exame, os estudantes precisam desenvolver conhecimentos de linguagens, incluindo redação, ciências humanas, ciências da natureza e matemática.

Os resultados do Enem podem ser usados em processos seletivos para vagas no ensino superior público, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para bolsas de estudo em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni), e para obter financiamento do curso pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Em 2019 o Sisu ofereceu 235,4 mil vagas, distribuídas em 129 universidades públicas de todo o país. Além de universidades brasileiras, os estudantes podem se inscrever em 37 instituições portuguesas que têm convênio com o Inep.

Fonte: Agência Brasil

1

Mar

Educação

UFRN abre processo seletivo para estudantes de Psicologia

O projeto Acolhendo quem acolhe: um projeto de intervenção com os residentes da Maternidade Escola Januário Cicco, do Centro de Ciências da Saúde (CCS), coordenado pela professora Ana Karla Monteiro Santana de Oliveira Freitas, seleciona estudantes de graduação em Psicologia para serem bolsistas. 

Os interessados devem se cadastrar no Sistema Integrado de Gestão Acadêmica (Sigaa), por meio da página pessoal do aluno no Portal do Discente, através do menu Bolsas – Oportunidade de Bolsas – Extensão – marcar a opção Orientador e digitar o nome do coordenador da ação. A seleção acontece nesta sexta-feira, 1º de março, às 11h, no Centro de Estudos da Maternidade Escola Januário Cicco (MEJC).

O projeto Acolhendo quem acolhe: uma intervenção com os residentes da Maternidade Escola Januário Cicco tem como objetivo promover um espaço de acolhimento de demandas individuais e coletivas dos residentes em saúde por meio de uma escuta qualificada. A metodologia do trabalho consiste em grupos operativos de periodicidade mensal, envolvendo dinâmicas coletivas e ferramentas do Teatro do Oprimido (TO), da Teoria do Psicodrama e da educação popular. Já a abordagem individual versa em plantão para escuta ativa de angústias e demandas psíquicas por profissionais da área da saúde mental. O período de realização do projeto é de março a dezembro de 2019. Para mais informações, entre em contato pelo e-mail tony.carlos.queiroz@gmail.com ou pelo telefone (84) 3342-5818.

28

Fev

Educação

Escola de Música da UFRN oferece cursos gratuitos para 11 instrumentos

A Escola de Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (EMUFRN) abre, até 08 de março, inscrições para o Programa de Formação Inicial e Continuada em Música (PROMUSICA). Os cursos são abertos ao público tanto interno quanto externo da UFRN, e são gratuitos, sendo necessário já possuir o instrumento. Para poder participar da seleção, os interessados deverão preencher os pré-requisitos estabelecidos para cada instrumento, tais como idade mínima e renda, se for solicitado.

Os cursos ofertados serão Iniciação ao Piano, Percussão, Trompete, Eufônio, Tuba, Trompa, Trombone, Flauta; Oboé, Clarinete e Fagote. Para alguns dos cursos é necessário que o candidato tenha determinada faixa etária, mas na maioria dos cursos não. As seleções serão realizadas na Escola de Música e as datas variam de acordo com o instrumento escolhido. Para mais informações, formulários de inscrição e detalhes do processo, acesse o site da Escola de Música.

28

Fev

Educação

Febracis realiza curso completo em Coaching e forma 64 novos profissionais em Natal

A Febracis, a maior Instituição de Coaching das Américas, realizou em Natal, mais uma Formação Internacional em Coaching Integral Sistêmico, curso voltado para quem busca desenvolvimento pessoal e profissional, ampliação da capacidade de liderança, alta performance e realização de metas e objetivos. Durante quatro dias intensos de formação em Natal, sessenta alunos conheceram as técnicas e ferramentas práticas do Método CIS, o maior curso de inteligência emocional do mundo.

A metodologia criada pelo Master Coach Paulo Vieira, que é a maior referência em Coaching no Brasil e também presidente da Febracis, capacita o aluno a conduzir com excelência, sessões de coaching e palestras na área, além de desenvolver a habilidade de realização de projetos e de estratégias para encarar desafios.

Entre os diferenciais oferecidos aos alunos que fazem a Formação em Coaching da Febracis, estão: certificação Internacional emitida pela Florida Christian University (Orlando, EUA), maior carga horária do mercado, expansível até 472h, módulo de Neurociências ministrado direto da Florida Christian University, módulo de Análise de Perfil Comportamental CIS Assessment, módulo de Mindfulness, técnica de meditação com respaldo das melhores universidades do mundo como Harvard e Oxford, entre outros.

Além de todos estes diferenciais, o Coach Febracis, conta com o respaldo de ser formado pela maior instituição de coaching do mundo, alcançando, ainda em 2019, o número de quarenta sedes em várias cidades do Brasil e três delas no exterior (Orlando, Boston e Luanda). São mais de 30.000 m2 de área construída, mais de 800 colaboradores e cerca de 8.000 alunos que passam todos os meses pelos treinamentos da Febracis.

28

Fev

Educação

Escola de Natal cria programa próprio para desenvolver inteligência emocional dos alunos

Como formar alunos para a vida em sociedade e não somente para ter boas notas? Esse é um grande desafio para as escolas. Dominar disciplinas como matemática, física e geografia é muito importante, mas também para isso, crianças e adolescentes precisam do desenvolvimento socioemocional adequado e que os prepare para os desafios da vida – dos relacionamentos familiares à carreira profissional. Por isso, uma escola de Natal criou o seu próprio programa de inteligência emocional que abrange todo o ensino, inserido em sala de aula desde a primeira infância até o fim da fase escolar.

O projeto “Imagine! Desenvolvimento, Protagonismo e Liderança” foi elaborado pela psicóloga Paloma Melo Dantas para o Complexo Educacional Contemporâneo e já é uma realidade desde o início do ano letivo 2019. Por meio dele, a construção dos valores a partir de 16 habilidades (como autoconhecimento, controle de impulsos e resistência às frustrações) é trabalhada na prática pedagógica com jogos, técnicas e atividades complementares, que promovem uma interação entre escola, estudante e família.

Segundo a psicóloga, como faz parte do processo de aprendizado direto e não é passado de uma maneira isolada, os benefícios já podem ser vistos dia a dia e serão absorvidos de maneira permanente. “Em cada atividade é possível que eles aprendam e se desenvolvam. E a sua repetição e conexão com outras atividades faz eles compreenderem o propósito de uma formação mais ampla e conectada com o desenvolvimento socioemocional. Com os exercícios relacionados às 16 habilidades, aprendem a lidar com suas emoções, melhoram a relação com as pessoas e com os desafios que estão sempre enfrentando no processo de aprendizado”, explica Paloma Dantas.

Tendência e necessidade da educação

Alunos que têm o contato com projetos como o desenvolvido pelo Contemporâneo também apresentam melhorias no desempenho nas disciplinas tradicionais, como mostra uma pesquisa do Departamento de Psicologia da Universidade de Chicago, realizada com 270 mil alunos da Educação Infantil ao Ensino Médio, que apontou que estudantes submetidos ao aprendizado de competências socioemocionais apresentaram uma melhora de 11% em suas notas. 

Ainda de acordo com a psicóloga Paloma Dantas, as questões emocionais aos poucos deixam de ser tabu para a sociedade e começam a ganhar espaço no diálogo social. Por isso, a abordagem da inteligência emocional é uma tendência dos centros de educação inovadores. “A formação integral do ser é entendida hoje como algo muito maior do que apenas aprender as disciplinas tradicionais. É preciso se conectar mais com os desafios dos alunos e passar a contribuir neste fortalecimento emocional”.

Como explica a diretora do Contemporâneo, a educadora Irany Andrade Xavier, a escola sempre esteve atenta ao tema e implementou diversos projetos com foco no desenvolvimento socioemocional, mas sentiu a necessidade de integrar todo o conhecimento à essa base. “A diferença agora é que o Imagine!, além de ser um projeto exclusivo da escola, desenvolvido e criado pensando em todas as demandas particulares, está estruturado para englobar todas as séries, se comprometendo com uma formação integral dos alunos”, explica a educadora sobre o projeto autoral.

27

Fev

Educação

Processo seletivo aberto para nutricionistas

O UNI-RN abre processo seletivo para o preenchimento de 1 vaga para nutricionista da Clínica de Nutrição do UNI-RN.  As inscrições devem ser feitas entre os dias 26 e 28 de fevereiro, por meio do envio do currículo para rhcurriculo@unirn.edu.br. A seleção contará com análise de currículo e entrevista presencial. Confira o edital completo aqui: edital .  

26

Fev

Educação

MEC pede que escolas toquem hino nacional e filmem alunos cantando

Nesta segunda-feira (25), o Ministério da Educação (MEC) informou que enviou uma carta do ministro Ricardo Vélez Rodríguez a escolas brasileiras. No conteúdo do texto, entre vários pedidos, está a solicitação de que as unidades de ensino toquem o hino nacional diante da bandeira do Brasil e que o momento seja filmado por celular. O MEC considera o conteúdo da carta como “um pedido de cumprimento voluntário”. De acordo o Ministério, a iniciativa “faz parte da política de incentivo à valorização dos símbolos nacionais”. Confira, a seguir, o texto da carta na íntegra:

“Brasileiros! Vamos saudar o Brasil dos novos tempos e celebrar a educação responsável e de qualidade a ser desenvolvida na nossa escola pelos professores, em benefício de vocês, alunos, que constituem a nova geração. Brasil acima de tudo. Deus acima de todos!”.

Segundo o MEC, "no e-mail em que a carta foi enviada, pede-se ainda que, após a sua leitura, professores, alunos e demais funcionários da escola fiquem perfilados diante da bandeira do Brasil, se houver na unidade de ensino, e que seja executado o Hino Nacional".

A mensagem também pede o seguinte: "Para os diretores que desejarem atender voluntariamente o pedido do ministro, a mensagem também solicita que um representante da escola filme (com aparelho celular) trechos curtos da leitura da carta e da execução do hino. E que, em seguida, os vídeos sejam encaminhados por e-mail ao MEC (imprensa@mec.gov.br) e à Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom) da Presidência da República (secom.gabinete@presidencia.gov.br). Os vídeos devem ter até 25 MB e a mensagem de envio deve conter nome da escola, número de alunos, de professores e de funcionários".

Fonte: Portal Leia Já, disponível em: http://m.leiaja.com/carreiras/2019/02/25/mec-pede-que-escolas-toquem-hino-nacional/

26

Fev

Educação

Unale abre inscrições para curso de mestrado em poder legislativo

Estão abertas, até o dia 11 de março, as inscrições para o processo seletivo do curso de Mestrado Profissional em Poder Legislativo, oferecido pela União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale) em parceria com o Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento (Cefor) da Câmara dos Deputados.

O curso é direcionado aos parlamentares estaduais e distritais e também aos servidores das 27 Casas Legislativas brasileiras. Os interessados deverão apresentar, no ato da inscrição para o processo seletivo, uma declaração da Unale para ter direito à vaga, conforme Acordo Técnico de Cooperação firmado anteriormente. O documento pode ser solicitado à entidade através do e-mail unale@unale.org.br.

Estão sendo disponibilizadas 6 vagas e ressalta-se que os interessados em participar do processo de seleção deverão cumprir os requisitos estabelecidos pelas instituições e se inscrever até a data limite do dia 11 de março.

Para mais informações entre em contato com a Unale pelo telefone: (61) 3533-7300 ou através do e-mail: unale@unale.org.br.

26

Fev

Educação

Escola de Música oferta vagas para canto terapêutico

O Projeto Soltando a Voz, da Escola de Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (EMUFRN), inscreve até o dia 28 de fevereiro para turma de canto terapêutico. O projeto apresenta uma proposta alternativa para aprendizado do canto.

O objetivo do trabalho é que todos os interessados aprendam os conhecimentos básicos da voz para o canto, através de práticas de consciência corporal, exercícios respiratórios e vocais. Ao longo do semestre, o grupo irá trabalhar um repertório livre, popular e em conjunto, desenvolvendo as potencialidades vocais de cada um.

As aulas acontecerão em turma única, uma vez por semana, na segunda-feira, das 19h30 às 21h. São 40 vagas e o valor do investimento é de R$ 600, podendo ser pago através de boleto, integralmente, ou em até duas parcelas. Interessados deverão fazer a inscrição na Coordenação de Extensão da EMUFRN.

26

Fev

Educação

Abertas inscrições para Curso de Mestrado Profissional

A Coordenação do Programa de Pós-graduação em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT) do Campus Mossoró do IFRN, abriu as inscrições para o Processo Seletivo do Curso de Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica em rede nacional 2019. As inscrições seguem até o dia 7 de março, através do site do ProfEPT. O pagamento da taxa de inscrição é de R$ 70,00 (setenta reais).

O Programa

O ProfEPT é um programa de pós-graduação em Educação Profissional e Tecnológica, com um mestrado profissional em Educação Profissional e Tecnológica em rede nacional, da área de Ensino, reconhecido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) do Ministério da Educação.

O curso tem como objetivo proporcionar formação em educação profissional e tecnológica, visando tanto a produção de conhecimento como o desenvolvimento de produtos, por meio da realização de pesquisas que integrem os saberes inerentes ao mundo do trabalho e ao conhecimento sistematizado pertinentes à educação profissional de nível básico ou em espaços não-formais.  

Para mais informações e inscrições, clique AQUI.

25

Fev

Educação

Inscrições para bolsas de pós-graduação na Espanha e no Reino Unido oferecidas pela Neonergia vão até 29 de março

A Neoenergia, controladora da Cosern, está com o Programa de Bolsas para cursos de pós-graduação latu sensu nas áreas de Energia, Meio Ambiente e Tecnologia da Informação e da Comunicação em universidades na Espanha e no Reino Unido aberto. A seleção é dirigida a alunos brasileiros ou residentes no Brasil, com título de graduação ou com graduação prevista até junho de 2019 e as inscrições se encerrarão às 11h (horário de Brasília) do dia 29 de março.

Os alunos selecionados poderão estudar em algumas das mais conceituadas universidades da Europa no ano acadêmico 2019-2020. Fazem parte da lista de instituições do Programa de Bolsas da Neoenergia, entre outras: Universidad Politécnica de Madrid; Universidad Politécnica de Valencia; Universidad de Zaragoza; Imperial College of London; University of Cambridge; University of Glasgow; University of Liverpool.

As bolsas contemplam as seguintes áreas de conhecimento: Energias Renováveis; Sistema Energético Sustentável; Meio Ambiente; Tecnologias limpas de carvão e Gestão de Emissões; Eficiência Energética; Armazenamento de Energia; Veículo Elétrico; Redes de Distribuição Inteligentes; Tecnologia da Informação e da Comunicação; Tratamento de Dados (Big Data) e Cibersegurança.

No processo de seleção, a Neoenergia analisará a documentação enviada, o histórico acadêmico, o currículo, o nível de Inglês e o interesse no projeto de estudos, entre outros itens. Para os candidatos admitidos, a empresa custeará o valor total do curso e uma bolsa auxílio mensal, de 1.580 euros para os bolsistas do Reino Unido, e de 900 euros para os bolsistas da Espanha, destinados a custos com moradia, transporte e materiais. As bolsas têm duração de doze meses, de acordo com o país escolhido pelo candidato.

Os interessados podem consultar todas as regras nos editais do Programa de Bolsas e preencher o formulário de inscrição online, disponíveis em: https://www.iberdrola.com/pessoas-talento/bolsas-internacionais-mestrado-iberdrola

Por meio dessa iniciativa, a Neoenergia pretende promover a excelência na formação de jovens talentos, interessados em se aprofundar em temas como energias renováveis, proteção do meio ambiente e na eficiência do sistema energético, e trabalhar em empresas do grupo no Brasil.

Foto: Cosern/Divulgação