Educação

10

Out

Educação

Universidade Federal promove cultura do empreendedorismo inovador no RN durante congresso

Congresso de Empreendedorismo Universitário (CEU) acontece, de 16 a 18 de outubro, na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). A iniciativa é realizada pela UFRN em parceria com o Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e a Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), a fim de fomentar a cultura do empreendedorismo inovador no RN.

Com a temática geral Um olhar para o futuro, a programação terá início no dia 16, às 19h, com a mesa-redonda e roda de discussão Cenários futuros e as oportunidades para empreender, no auditório da Reitoria. De 17 a 18 de outubro, serão realizadas palestras e workshop no Instituto Metrópole Digital (IMD).

O evento será finalizado com a premiação da maratona 100 projetos em 100 dias, do Desafio Universitário Empreendedor (Dune), que tem como foco a criação de produtos e serviços que melhorem a vida da população, gerem renda e riqueza.

A programação completa do evento está disponível no site da Pró-Reitoria de Pesquisa (Propesq).

10

Out

Educação

Cursos presenciais têm o melhor desempenho no Enade

Enquanto 6,1% dos cursos presenciais obtiveram o maior Conceito Enade, apenas 2,4% dos cursos a distância obtiveram a avaliação máxima, de acordo com dados divulgados hoje (9) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

O Conceito Enade foi calculado com base no desempenho dos estudantes no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) 2017.

O Enade é um exame feito por estudantes - ao final dos cursos de graduação - para avaliar conhecimentos, competências e habilidades desenvolvidas ao longo do curso. Levando em consideração o desempenho dos estudantes nas provas, os cursos são classificados seguindo uma escala de 1 a 5.   

O conceito 3 reúne a maior parte dos cursos, aqueles que tiveram um desempenho menor que a maioria recebem conceitos 1 ou 2. Já os que tiveram desempenho superior à maioria, recebem 4 ou 5.

Na educação a distância (EaD), 39,4% obtiveram conceito 2 e 6,3%, conceito 1, o que significa que 45,7% obtiveram desempenho menor que a maioria. Apenas 2,4% tiveram conceito máximo, 5, e 12,4%, conceito 4. Ficaram com conceito 3, 39,6% dos cursos avaliados.

Na educação presencial, o resultado foi diferente, 27,6% conseguiram conceito 2 e 4,9% conceito 1, totalizando 32,5%. Na outra ponta, 22,4% ficaram com conceito 4 e 6,1% conceito 5. Ao todo, 39,1% desses cursos ficaram com conceito 3.

Matrículas

O último Censo da Educação Superior mostrou que as matrículas em cursos a distância cresceram 17,6% de 2016 para 2017, o maior salto desde 2008. A maior parte dos estudantes de EaD, 90,6%, está matriculada em instituições de ensino privadas.

O Conceito Enade é um dos indicadores de qualidade do ensino superior. Também com base no desempenho dos estudantes no exame e outros componentes é calculado o Indicador de Diferença entre os Desempenhos Esperado e Observado (IDD) e o Conceito Preliminar de Curso (CPC); e, a partir dos CPCs, o Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC).

Os resultados servem como orientadores das avaliações locais do ciclo avaliativo e são, segundo o Inep, importantes instrumentos de avaliação da educação superior brasileira.

No geral, considerando cursos presenciais e EaD juntos, 5,9% dos cursos conseguiram o conceito máximo, 5; 21,9% ficaram com conceito 4; 39,1%, conceito 3; 28,1% tiveram conceito 2 e 5%, conceito 1.

Como foi a aplicação do Enade

Em 2017, cerca de 451 mil estudantes de 10,6 mil cursos de 1,5 mil instituições de ensino participaram do Enade.

Foram avaliadas as seguintes áreas com cursos de bacharelado e/ou licenciaturas: arquitetura e urbanismo; artes visuais; ciência da computação; ciências biológicas; ciências sociais; educação física; filosofia; física; geografia; história; letras inglês; letras português; letras português e espanhol; letras português e inglês; matemática; música; pedagogia; química e sistema de informação.

Foram analisados também os cursos de engenharia e engenharias ambiental; civil; de alimentos; de computação; de controle e automação; de produção; elétrica; florestal; mecânica e química, além dos cursos superiores de tecnologia nas áreas de análise e desenvolvimento de sistemas; gestão da produção industrial; gestão da tecnologia da informação e redes de computadores.

Com informações da Agência Brasil / Foto: Pixabay

10

Out

Educação

Incubadora RN Criativo oferece oficinas gratuitas de produção visual e fotografia

A Incubadora RN Criativo, projeto da Secretaria da Economia da Cultura do Ministério da Cultura em parceria com Governo do Estado do Rio Grande do Norte, através da Fundação José Augusto segue com oficinas gratuitas nesse mês de outubro, capacitando agentes do segmento cultural em Natal, Mossoró e Caicó.

Marketing e Empreendedorismo Cultural foi tema da oficina ministrada por Cláudio Machado na primeira semana de outubro, no Solar João Galvão. Nessa semana, acontece a oficina de Produção Visual com a produtora cultural Keila Sena também em Natal. No período de 15 a 19 é a vez de Caicó receber a oficina de fotografia com Ernani Silveira, no Teatro Adjuto Dias.

O Solar João Galvão em Natal receberá ainda este mês, entre os dias 15 e 19, a oficina Atuar e (R) Exitir-O Ator, a Cidade e a Subversão da Dor com José Neto Barbosa. Já de 22 a 26 de outubro, o Fórum das Artes de Mossoró vai receber a oficina de Marketing e Empreendedorismo Cultural com Juliana Furtado e Camila Padrassoli. 

Na última semana do mês, mais duas novas oficinas do RN Criativo. Natal será palco de uma oficina de Fotografia com Ernani Silveira, no período de 29 a 1º de outubro, o Fórum das Artes de Mossoró será sede da oficina Material de Pré-Produção e Rider Técnico com Juliana Furtado e Camila Pedrassoli. As oficinas são gratuitas e as inscrições podem ser feitas através do e-mail: contato.rncriativo@gmail.com.
       
Segundo o diretor geral da Fundação José Augusto, jornalista Amaury Júnior, o RN Criativo tem como objetivo prestar atendimento e assessoria aos agentes e empreendedores criativos, ofertando serviços que englobam formações, capacitações, consultorias e assessorias técnicas, voltadas para a qualificação da gestão de projetos, produtos e negócios de micro e pequenos empreendimentos criativos.

O projeto tem como objetivo principal fortalecer e consolidar a rede de empreendedores e agentes criativos do Estado do Rio Grande do Norte por meio da EconomiaCriativa, fomentando ações que permitam a inovação, inclusão social, sustentabilidade e diversidade cultural.

Foto: Divulgação

9

Out

Educação

Robótica educacional é aplicada como instrumento de aprendizado e ressocialização para adolescentes do Ceduc

Robótica educacional como instrumento de aprendizado e caminho para a ressocialização para adolescentes privados de liberdade. Com essa ideia base, foi realizada a primeira oficina de robótica no Centro Educacional (Ceduc) Pitimbú, por meio de uma parceria entre a Fundação de Atendimento Socioeducativo (Fundase) e a Escola de Programação e Robótica ROBOEDUC. Os socioeducandos foram apresentados ao mundo da robótica e estimulados a, trabalhando em equipe, montarem seus próprios robôs.

Quatro jovens do Ceduc localizado em Parnamirim/RN, participaram da oficina, coordenada pelo professor Aquiles Burlamaqui, fundador do Roboeduc, e os professores Francisco Melo e Alan Jeison. Para o professor Aquiles, a iniciativa da Fundase foi inovadora e de extrema importância no campo da socioeducação.

“Nós acreditamos na robótica como um elemento transformador e defendemos que ela pode despertar noções importantes nos adolescentes. Em doze anos no mercado nunca trabalhamos com o meio socioeducativo, por isso acredito que hoje fizemos história neste segmento e fiz questão de estar presente”, afirma.

O diretor-presidente e interventor da Fundase, Ricardo Cabral, também reforçou a importância da iniciativa. “Nós reconhecemos o papel da inovação como ferramenta importante na educação dos nossos jovens, por isso investimos em um núcleo de tecnologia da informação dentro da própria estrutura da Fundase”, explica.

Os adolescentes presentes na oficina também aprovaram a parceria. “A oficina foi muito boa, aprendi a fazer um robô e na próxima vez vai ser melhor, porque vamos conseguir fazer um ainda maior”, disse um dos jovens, de 16 anos, estudante do 6º ano do ensino fundamental. A oficina ocorreu das 8h às 11h da manhã desta terça, e contou ainda com a presença de Pedro Xavier, coordenador do núcleo de tecnologia e informação da Fundase, e da equipe pedagógica da unidade.

9

Out

Educação

Universidade de Natal une debate acadêmico e científico com Festival de Música

Com o tema: “20 Anos de Inovação: Transformando pessoas, sociedade e meio ambiente”, a Universidade Potiguar promove entre os dias 7 e 9 de novembro o XX Congresso Científico e Mostra de Extensão do Campus Natal. O evento, que em 2018 comemora de 20 anos de promoção à cultura e conhecimento, acontece na Unidade Roberto Freire e está com inscrições abertas até o dia 5 de novembro.

O Congresso é aberto à toda comunidade acadêmica da UnP, estudantes de outras Instituições, profissionais do mercado e ao público externo. O evento apresenta o espaço ideal para o debate acadêmico e científico sobre o tema proposto, agregando alunos e pesquisadores de várias Instituições de Ensino Superior do estado.

Neste ano, uma mega novidade chega para encerrar com chave de ouro o Congresso Científico: o VI Festival de Música da UnP que começa no dia 9 de novembro. O Festival, considerado o maior evento cultural da Universidade, tem o objetivo de valorizar os talentos da música potiguar.

8

Out

Educação

Casa Durval Paiva realiza programação especial na semana da criança

As crianças assistidas pela Casa Durval Paiva terão uma semana repleta de diversão, entretenimento e muita solidariedade. As ações acontecem até o dia 11/10 visando proporcionar o resgate da rotina interrompida pelo tratamento do câncer ou doença hematológica, garantindo também uma ação terapêutica aos pacientes que lutam e superam a cada dia os obstáculos da vida. Na programação, contam dinâmicas recreativas, brincadeiras, passeios, festa, lanches e presentes. Quem quiser ajudar pode entrar em contato pelo 4006-1600.


A Casa Durval Paiva atende a criança e ao adolescente com câncer e doenças hematológicas crônicas e seus familiares, durante e após o tratamento em Natal, buscando a cura, contribuindo para a cidadania, dignidade e a qualidade de vida dos mesmos. Hoje são 539 crianças e adolescentes que recebem o apoio para o tratamento, vindos de 133 municípios do RN, também do Piauí, Ceará, Sergipe e da Paraíba.

8

Out

Educação

Adolescentes do Ceduc Pitimbu terão oficina de robótica e mundo da inovação em comemoração ao dia das crianças

A Fundação de Atendimento Socioeducativo (Fundase), em parceria com a Escola de Programação e Robótica ROBOEDUC, realizam nesta terça-feira (09), das 8h às 11h, uma oficina com socioeducandos do Cento Educacional (Ceduc) Pitimbú, localizado em Parnamirim. É a primeira vez que os jovens terão contato com o mundo da robótica através do meio educativo.

Ao todo serão cinco adolescentes que participarão da oficina, com idade de 13 a 16 anos e cursando do 4º ano do ensino fundamental ao 1º ano do ensino médio. Durante a oficina será apresentado aos meninos o mundo da inovação, que buscar incentivar os alunos a pensarem de forma eficiente, lúdica, prática e criativa para resolverem os problemas e desafios gerados pelo dia-dia.

Para o coordenador do núcleo de tecnologia e informação da Fundase, Pedro Xavier, a oficina colabora com a formação dos adolescentes para além das salas de aula. “Esperamos que esta oficina de Robótica possa proporcionar à cada aluno uma oportunidade única de muito conhecimento, através da inovação e da tecnologia para um mundo novo e com novos desafios, para atender as novas profissões e a gerações do futuro”.

Dinâmica da oficina

Durante a oficina, os alunos terão a oportunidade de participar da montagem e programação de robôs com um conteúdo que faz referência ao que está sendo estudado nos diferentes níveis de ensino, tomando por base disciplinas como matemática, língua portuguesa, biologia, entre outras.

Os alunos receberão um kit de robótica e serão estimulados a trabalharem em grupo. Será apresentado um desafio onde os socioeducandos irão pensar em estratégias para resolvê-lo, utilizando as ferramentas disponíveis em cada nível. Para estimular ainda mais a criatividade, os robôs precisam ser modificados para resolver os problemas sugeridos, o que favorece a construção do conhecimento de forma eficiente e divertida.

4

Out

Educação

Universidades particulares do Brasil terão disciplina sobre primeira infância

Universidades particulares terão disciplina sobre desenvolvimento infantil em cursos da área de saúde, pedagogia, psicologia e serviço social. O anúncio foi feito pela Associação Nacional das Universidades Particulares (Anup).

A disciplina foi desenvolvida pela Anup em parceria com a Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal e é fruto de acordo firmado entre Anup, Ministério da Educação e Ministério do Desenvolvimento Social. A Anup foi procurada pelo governo para que contribuísse com ações voltadas para a primeira infância.

"A forma mais efetiva [de contribuir] era deixar um legado e colocar dentro dos cursos de formação dos professores de maneira que todos os professores saibam da importância desse período que vai de 0 a 6 anos", diz a vice-presidente da Anup, Elisabeth Guedes.

A Anup reúne atualmente 185 instituições de ensino particulares associadas com mais de 2 milhões de alunos de graduação. Dessas, 166 instituições já declararam interesse em participar da iniciativa. Para estimular a adesão das instituições, a entidade desenvolveu um selo, Programa Instituição Parceira da Primeira Infância, que vai reconhecer iniciativas nas áreas de responsabilidade social.

A intenção é que a disciplina resulte também em serviços de atendimento à comunidade, incluindo as famílias do programa Criança Feliz, promover capacitações e estágios para os visitadores dos municípios participantes do programa.

"Para a solução ser duradoura e definitiva, precisamos investir na primeira infância porque qualquer investimento na primeira infância vai melhorar todos os indicadores da educação básica e a vida daquelas crianças", disse o ministro da Educação, Rossieli Soares, presente no anúncio da nova disciplina.

Com informações da Agência Brasil

3

Out

Educação

UFRN abre inscrições para oficinas e minicursos na Semana de Turismo

A organização da XIV Semana de Turismo da UFRN abriu as inscrições para os minicursos e oficinas que acontecerão na programação do evento. Os interessados devem se inscrever até o dia 17 de outubro através do site www.semanadeturismo.ccsa.ufrn.br. O evento acontece de 17 a 19 de outubro de 2018, na área de eventos da Arena da Dunas.

Em sua 14ª edição, a Semana de Turismo traz o tema Diversidade de gênero, de sexualidade e étnico-religiosa no mercado turístico e tem como objetivo debater os pontos atuais do mercado turístico e da comunidade acadêmica da área. Para isso, serão oferecidas palestras, conferências, oficinas e minicursos, além de apresentação de trabalhos científicos.

A taxa de inscrição é de R$ 25 até o dia 12 de outubro. A partir do dia 13, a taxa será de R$ 35. Os inscritos pagantes poderão participar em mais de um minicurso ou oficina por dia, desde que não haja choque de horários. Clique aqui para ver a programação completa de atividades.

3

Out

Educação

Programa de apoio à inovação na educação superior terá R$ 500 milhões

O governo federal lançou o Programa de Apoio à Inovação em Educação no Ensino Superior, que oferecerá R$ 500 milhões em financiamentos para projetos de inovação de instituições privadas de ensino superior. A nova linha de crédito terá redução de 1 ponto percentual em relação as linhas de crédito já disponíveis pela Financiadora de Inovação e Pesquisa (Finep), órgão vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, que será responsável pelos recursos.

Poderão participar do programa instituições que estejam em funcionamento há pelo menos três anos, com receita operacional bruta superior a R$ 16 milhões. Os projetos devem ser de, no mínimo, R$ 3 milhões.

A verba será viabilizada por meio da Finep e oferecida em parceria com o Ministério da Educação (MEC). “Os juros são os menores que todas as linhas de financiamento que temos com a Finep, não só para prefeituras e governos de estado, como para empresas de pequeno e médio porte”, disse o presidente em exercício da Financiadora, Ronaldo Camargo.

Dependendo do teor das propostas, Camargo explicou que a taxa de juros vai variar de TJLP (Taxa de Juros de longo Prazo, hoje em 6,56% ao ano) menos 1% a TJLP mais 5,5%, o que em valores atuais é, segundo ele, em torno de 4,5% a 9% ao ano. Projetos que forem voltados para formação de professores que atuarão na educação básica, por exemplo, terão vantagens. O prazo para as instituições começarem a pagar o empréstimo será de até 48 meses, dependendo da linha de ação, e o prazo para pagar o empréstimo, de até 12 anos.

Os projetos deverão envolver personalização e novas metodologias de ensino, utilização de recursos educacionais digitais e criação de ambientes e de estratégias e processos promotores de inovação.

“Setenta e cinco por cento das matrículas no ensino superior estão em instituições privadas. Precisamos dele. Quando olha para a busca por práticas inovadoras no processo de ensino e aprendizagem, é mais importante ainda que trabalhemos em conjunto com universidades privadas porque a grande maioria dos professores brasileiros é formada por essas instituições”, disse o ministro da Educação, Rossieli Soares.

Para solicitar o financiamento, as instituições devem acessar o site da Finep e preencher um formulário. Após a aprovação do cadastro, elas poderão encaminhar o projeto. O tempo para conseguir o financiamento varia de 90 a 120 dias.

Instituições privadas

Segundo o diretor executivo da Associação Brasileira de Mantenedoras do Ensino Superior (Abmes), maior entidade representativa do setor privado de ensino superior no país, Sólon Caldas, a maior parte das instituições privadas atende aos critérios do financiamento. “Estamos em contato com Finep para entender melhor a operação, a construção dos projetos, para incentivar o máximo de instituições possível a entrarem nessa linha de crédito e usufruirem desse benefício”, disse Caldas, acrescentando que a intenção é incentivar sobretudo as pequenas instituições.

De acordo com o último Censo da Educação Superior, a maior parte dos estudantes está matriculada em instituições de ensino privadas, com 75,3% das matrículas.

O Censo mostra que, em 2017, 46,3% das vagas nas instituições privadas de ensino superior eram mantidas ou por financiamentos ou por bolsas pagas por meio de isenções de fiscais públicas. Quase 60% dessas bolsas e financiamentos são referentes ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e ao Programa Universidade para Todos (ProUni), federais.

Com informações da Agência Brasil

3

Out

Educação

Especialista em Relações Internacionais e colunista do El País lança livro em Natal

Autor do livro “O Mundo Pós-Ocidental: Potenciais Emergentes e a Nova Ordem Global”, o prof. Dr. Oliver Stuenkel estará em Natal nesta quinta-feira (04/10) para o lançamento da obra em português. Ele é um dos principais estudiosos sobre política, economia global e relações internacionais.

O evento gratuito será realizado às 9h30 na Unidade Roberto Freire da UnP, integrante da rede Laureate, e aberto ao público. Os interessados devem realizar inscrição prévia em www.unp.br/eventos. O evento é promovido pelo Centro Acadêmico do curso de Relações Internacionais da Universidade.

Sobre Oliver Stuenkel 
Oliver Della Costa Stuenkel é professor adjunto de Relações Internacionais na Fundação Getúlio Vargas (FGV), coordenador da Escola de História e Ciências Sociais (CPDOC-SP) em São Paulo e do MBA em Relações Internacionais. Possui Mestrado em Políticas Públicas pela Kennedy School of Government de Harvard University, onde foi McCloy Scholar, e Doutorado em Ciência Política pela Universidade de Duisburg-Essen, na Alemanha. É também membro não residente no Instituto de Política Pública Global (GPPi) ​​em Berlim e colunista para o EL PAÍS e Americas Quarterly. Já colaborou para jornais como o New York Times (EUA), Financial Times (Inglaterra), Global Times (China), dentre outros.



Ele é o autor do livro IBSA: the rise of the Global South? (Routledge 2014) e The BRICS and the Future of Global Order (Lexington, 2015) e Post-Western World: How emerging powers are remaking world order (Polity, 2016), publicado também em português e mandarim. Sua pesquisa concentra-se na política externa do Brasil, da Índia e da China e do seu impacto na governança global, bem como na política latino-americana. Atualmente coordena um projeto de história oral que envolve gravar depoimentos com ex-presidentes, chanceleres e diplomatas latino-americanos.

3

Out

Educação

Consulte a nota do Ideb da escola do seu filho pela internet; veja como

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou os resultados finais das escolas que participaram do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) 2017 na internet. Pelo Sistema Saeb é possível consultar o desempenho de cada um dos centros de ensino, além dos resultados municipais, estaduais e nacionais. O Saeb avalia estudantes do 5º ano, do 9º ano e do ensino médio em língua portuguesa e matemática.

Segundo o Inep, o Boletim da Escola mostra o desempenho no Saeb de forma contextualizada, permitindo que cada unidade escolar conheça os seus resultados e alguns dados referentes ao cenário estadual, municipal e nacional. O Boletim da Escola é público. O acesso pode ser realizado com o Código Inep da escola ou simplesmente identificando ano, Unidade da Federação, município e dependência administrativa.

Estão disponíveis os dados de escolas que tiveram pelo menos dez estudantes presentes na aplicação das avaliações e que alcançaram a taxa de participação de, pelo menos, 80% dos alunos matriculados, conforme dados declarados pela escola ao Censo Escolar 2017.

Nacionalmente, os resultados de 2017 mostraram que cerca de 70% dos estudantes deixaram a escola com resultados considerados insuficientes em matemática. A mesma porcentagem não aprendeu nem mesmo o considerado básico em português, de acordo com critérios do Ministério da Educação (MEC).

O Saeb foi aplicado, em outubro e novembro do ano passado para mais de 5,4 milhões de estudantes de mais de 70 mil escolas. Dúvidas podem ser encaminhadas pelo e-mail: provabrasil.resultados@inep.gov.br.

Com informações da Agência Brasil

2

Out

Educação

Shopping passa a contar com Ecoponto para coleta de pilhas e materiais recicláveis

Alinhado às preocupações ambientais e com o objetivo de diminuir os impactos do consumo para o meio ambiente, o Natal Shopping inaugura hoje (02), mais uma ação em prol da sustentabilidade. O projeto ‘EcoPonto’ surge para reforçar a importância de se dar destino correto a materiais e substâncias que podem ser reaproveitados ou que, se não tomarmos cuidado com o seu descarte, podem prejudicar a natureza.

O ‘EcoPonto”, que ficará localizado no 2º piso do shopping próximo à loja Granado, foi planejado para receber garrafas plásticas, latas de alumínio, papelão e cápsulas de café, materiais que serão doados para cooperativas de reciclagem. O local também será ponto de coleta de baterias e pilhas, objetos que não podem ser descartados de qualquer forma, sob risco de prejuízo à nossa saúde e à natureza.

Além disso, o local vai coletar óleo de cozinha, que se jogado pelo ralo da pia, por exemplo, pode causar problemas na água, no solo, no ar e até nas estruturas das tubulações, provocando entupimentos. O material, doado por clientes e por lojistas da praça de alimentação, será reaproveitado pela ONG Centro de Promoção à Assistência Social (CEPAS) para a produção de produtos ecologicamente corretos, como o sabão em barra e liquido. Atualmente, cerca de 155 litros de óleo já são doados semanalmente à CEPAS por operações da praça de alimentação, como o YanPin, Divino Fogão, Vinhedos e Loucos por Coxinha.

Os clientes interessados em participar poderão depositar os donativos no ‘EcoPonto’ das 10h às 22h, durante o horário de funcionamento do shopping. Também será possível conferir de perto o trabalho da ONG CEPAS, já que serão expostos os sabões confeccionados pelas mulheres da organização. Os produtos estarão à venda e toda a renda será revertida para as famílias atendidas pela ONG.

Sobre a CEPAS:

A CEPAS é uma ONG sem fins lucrativos, que tem como objetivo principal promover a assistência social, a valorização humana e o combate à pobreza, assim como a defesa do meio ambiente.

O carro-chefe da CEPAS é o projeto Sabão Ecológico, que beneficia cerca de 360 mulheres chefes de família em vulnerabilidade social. A ONG recolhe o óleo, trata-o e entrega às mulheres, que por sua vez, transformam o óleo em sabão e depois vendem em suas próprias comunidades por preços acessíveis. A renda é revertida para as próprias mulheres e suas famílias.

1

Out

Educação

Setembro Cidadão encerra com saldo de mais de 25 atividades de educação, cultura e cidadania realizadas no RN

Educação, inclusão social, esporte, música, literatura, história e muita cultura marcaram o Setembro Cidadão em 2018. Iniciativas que, juntas, contribuem para a consciência cidadã, a formação dos jovens e a paz social. Ao todo, foram cerca de 25 atividades não somente em Natal, por iniciativa do Programa Brasileiro de Educação Cidadã (PROBEC) e seus parceiros, mas em diversos municípios do Estado onde já há lei municipal definindo setembro como mês da cidadania.

“O crescimento do Setembro Cidadão nos alegra, aponta que estamos no caminho certo e, ao mesmo tempo, nos dá a certeza que ainda há muito mais a ser feito por uma sociedade mais cidadã”, afirma o juiz Jarbas Bezerra, um dos idealizadores da iniciativa, ao lado da advogada Lígia Limeira.

O Rio Grande do Norte tornou-se oficialmente o estado cidadão do Brasil, a partir da Lei Complementar 494/2013, e passou a contar com 30 dias dedicados à promoção de uma série de atividades ligadas à educação e cidadania, com a finalidade de levar a crianças e adultos a consciência dos seus direitos e deveres e os meios para participarem mais ativamente dos rumos da cidade, do estado e do país.

Neste ano, entre as várias atividades, foi realizado treinamento para cerca de 200 professores da rede municipal de ensino de Parnamirim, que se capacitaram a tratar, em sala de aula, de temas como cidadania e direitos e deveres. O Setembro Cidadão também esteve presente em debate com estudantes de Direito na UFRN, em ação de apoio aos idosos do Juvino Barreto, em atividades lúdicas em escolas públicas e foi divulgado em mais de uma dezena de entrevistas em veículos de comunicação do estado.

O mês da cidadania é um dos projetos do Programa Brasileiro de Educação Cidadã (PROBEC), idealizado e dirigido pelo juiz Jarbas Bezerra e pela advogada Lígia Limeira, que visa despertar o país para a educação cidadã. Com a finalização das atividades de setembro, o PROBEC dará continuidade ao trabalho de difusão dos conceitos de cidadania entre crianças, jovens e adultos, com iniciativas mensais.

1

Out

Educação

Instituto Metrópole Digital abre vagas para cursos técnicos de Tecnologia da Informação

As inscrições para o processo seletivo dos cursos técnicos de Tecnologia da Informação do Instituto Metrópole Digital (IMD) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte começaram hoje, 1º de outubro. As novas turmas terão ingresso em 2019 e a formação tem caráter semipresencial, sendo a seleção realizada pelo Núcleo Permanente de Concursos (Comperve).

Serão ofertadas 720 vagas, distribuídas entre os pólos de Natal, Mossoró, Caicó, Angicos e Pau dos Ferros. Podem participar do processo candidatos que estejam matriculados no Ensino Médio ou que ainda estejam cursando, divididos nas faixas etárias estabelecidas no edital do processo seletivo. Conheça mais sobre os cursos técnicos do IMD clicando aqui.

Do número total de vagas, 70% delas serão destinadas a alunos que tenham cursado o Ensino Fundamental inteiramente em escolas públicas. Dessa porcentagem, metade será reservada aos candidatos com renda familiar per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio.

As inscrições continuarão abertas até o dia 29 de outubro e devem ser realizadas no site da Comperve, disponível aqui. Além disso, o candidato também precisa imprimir a Guia de Recolhimento da União (GRU) e efetuar o pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 30, até o dia 30 de outubro. As inscrições só serão efetivadas mediante confirmação, pela Comperve, do pagamento efetuado.

O resultado da seleção será divulgado no dia 11 de dezembro, no site da Comperve. A data e o local do cadastramento dos aprovados serão informados no Edital de Cadastramento, Matrícula e Remanejamento, a ser publicado no mesmo dia de publicação do resultado.

Para mais informações a respeito do processo, consulte o edital, disponível neste link.