Educação

16

Out

Educação

UNI-RN realiza cortejo "A pé com Cascudo" para marcar os 120 anos do historiador

Jornalista, historiador, advogado e antropólogo, Câmara Cascudo foi um natalense que se destacou na cultura norte-rio-grandense e brasileira. Autor de diversos livros, a história desse potiguar será destaque na 18ª edição do Congresso de Iniciação Científica do UNI-RN (CONIC), por meio do cortejo “A Pé com Cascudo”.

O cortejo é alusivo aos 120 anos de Câmara Cascudo e acontece no dia 26 de outubro, dentro da programação do Congresso.  Trata-se de um minicurso interdisciplinar, envolvendo áreas como Direito e Arquitetura, sendo realizado de forma prática por meio de uma caminhada em locais históricos na Cidade Alta (zona leste) e Cidade Baixa (Ribeira), tendo como destino final o Instituto Ludovicus.  

A atividade é voltada a alunos de todos os cursos do UNI-RN e tem o intuito de discutir sobre a figura de Câmara Cascudo, bem como falar da história e memória da cidade de Natal, ressaltando os aspectos arquitetônicos dos lugares visitados. Durante o trajeto, os participantes podem realizar fotos dos ambientes visitados e concorrerem em concurso fotográfico, cujo resultado será divulgado na Semana de Urbanismo, que será realizada entre 6 e 8 de novembro.

O cortejo será coordenado pelo professor do UNI-RN, Haroldo Maranhão e é organizado pelo projeto de extensão Lentes Urbanas em parceria com o grupo Tertúlia Literária, ambos do UNI-RN, e conta com o apoio do Instituto Ludovicus.

Serão disponibilizadas para o cortejo 25 vagas. Os interessados devem realizar inscrições online, que estarão disponíveis em breve nos site do SISUNI.

A caminhada também se insere no projeto de extensão “Filosofia, Direito e Sociedade” e objetiva a valorização da cultura natalese e seus aspectos regionais, constituindo-se em uma atividade multidisclipnar, que congregará elementos das áreas da política, cultura e arquitetura. 

Além da participação no cortejo, esse projeto de extensão também promoverá durante a programação do CONIC, a 1ª Mostra: Filosofia, Direito e Sociedade, onde o grupo de estudo Tertúlia Literária, que integra o projeto, discutirá sobre importantes temas da literatura brasileira e internacional. A mostra acontece no dia 26, às 19h no Espaço Luz, localizado próximo a Biblioteca do UNI-RN.

16

Out

Educação

O futuro é tema de congresso de empreendedorismo inovador hoje na UFRN

Congresso de Empreendedorismo Universitário (CEU) acontece, de 16 a 18 de outubro, na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). A iniciativa é realizada pela UFRN em parceria com o Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e a Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), a fim de fomentar a cultura do empreendedorismo inovador no RN.

Com a temática geral Um olhar para o futuro, a programação terá início hoje, no dia 16, às 19h, com a mesa-redonda e roda de discussão Cenários futuros e as oportunidades para empreender, no auditório da Reitoria. De 17 a 18 de outubro, serão realizadas palestras e workshop no Instituto Metrópole Digital (IMD).

O evento será finalizado com a premiação da maratona 100 projetos em 100 dias, do Desafio Universitário Empreendedor (Dune), que tem como foco a criação de produtos e serviços que melhorem a vida da população, gerem renda e riqueza.

A programação completa do evento está disponível no site da Pró-Reitoria de Pesquisa (Propesq).

Foto: Divulgação

16

Out

Educação

Congresso educacional Expoeduc 2018 discute aprendizagem, formação de professores e gestão em Natal

Aprendizagem, práticas de sala de aula, formação de professores e gestão. O Congresso Educacional EXPOEDUC RN 2018 juntará todos esses conhecimentos em um só lugar: no Holiday Inn, durante os dias 17 e 18 de novembro. Serão dois dias repletos de assuntos modernos e relevantes ao aprendizado, com muito dinamismo e cases de sucesso no mundo educacional.

Na programação estão inclusas atividades diversas, entre congresso e feira de negócios realizados durante todo evento, com a participação de grandes especialistas que irão abordar os temas mais atuais do setor.

As conferências contam com grandes nomes do ramo educacional no país, entre eles: o poeta, empreendedor e ativista da cultura nordestina, Bráulio Bessa; o psicólogo e escritor, Dr. Rossandro Klinjey; a psicóloga e doutora, Cristiana Rocca; o pedagogo e músico-educador, Isaque Folha; o economista especializado em arte-educação e processos educativos, Caio Lo Bianco; a fonoaudióloga e psicopedagoga, Telma Pantano e o psicopedagogo e mestre em ciências da educação, Nery Adamy. E Bruno Félix de Araújo, Consultor de Marketing Educacional.

“É a oportunidade para expandir o contato com o público em geral, conquistar potenciais consumidores, apresentar produtos e serviços, ampliar seu mercado, gerar negócios com organizações e instituições de ensino e encontrar novas instituições ou serviços ligados à educação”, afirma o diretor da Idearte Produções, Amaury Jr. As inscrições estão disponíveis no site www.expoeduc.com.br.

Foto: Divulgação

15

Out

Educação

Setembro Cidadão completa meia década e recebe homenagem na Assembleia Legislativa

A terra do Sol e do Sal é também, há cinco anos, a terra da Cidadania. A iniciativa potiguar do Setembro Cidadão, pioneira em todo o País, recebeu homenagem na Assembleia Legislativa na manhã desta segunda-feira (15), em sessão solene por iniciativa do presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB). O parlamentar se comprometeu a que o parlamento continue apoiando o projeto, idealizado pelo juiz Jarbas Bezerra e a advogada e secretária judiciária do TRE, Lígia Limeira. Os deputados Cristiane Dantas (PPL) e Hermano Morais (MDB) também prestigiaram a homenagem.

"Os cinco anos do Setembro Cidadão, hoje comemorados, refletem que, cada vez mais, a iniciativa de criá-lo foi um grande passo para promover contribuições que incidirão na formação de pessoas responsáveis e solidárias, que conheçam e exerçam os seus direitos e deveres em diálogo e em respeito aos outros", destacou o deputado, que fez um resumo das ações desta edição, onde foram realizadas mais de 25 atividades por todo o Estado: educação, inclusão social, esporte, música, literatura, história e muita cultura.

Os ajustes na lei, a criação de um Selo Comemorativo e o apoio ao Memorial, para que, a exemplo deste ano, continue itinerante nos shoppings da cidade e assim dê ainda mais visibilidade ao projeto, foram os pleitos do juiz Jarbas Bezerra, aos quais o presidente externou o total apoio da Casa.

Ezequiel Ferreira ressaltou que uma das premissas da construção das sociedades contemporâneas é de que os indivíduos, na condição de cidadãos, possuam direitos respeitados pelo Estado e pela sociedade, como o de participar politicamente da construção de sua própria sociedade.

"Quanto maior a participação dos cidadãos, maiores as chances de que se produzam melhorias nas condições de vida da população e para atuarmos precisamos somar forças e compartilhar conhecimentos e responsabilidades", disse o deputado.

Em seu pronunciamento, Jarbas Bezerra fez um agradecimento aos poderes Legislativo e Executivo pela aprovação e sanção da lei, respectivamente, e de forma nominal a todos os que, em suas áreas de atuação profissional, contribuíram e vem contribuindo para o fortalecimento do projeto em suas áreas específicas. Além dos idealizadores, foram homenageados na solenidade Arturo Arruda Câmara, João Maria Mendonça de Moura, Lúcia de Fátima de Oliveira Barbosa, Marco Antônio Medeiros, Ricardo Pinto de Araújo e Sâmya Aby Faraj Linhares Bastos.

“Ao agradecer a presença de todos os que estão aqui, amigos, autoridades e pessoas que compõem o nosso programa, destaco que nós precisamos da união, é a conjugação de todos que pode transformar este País numa grande nação”, encerrou o juiz Jarbas Bezerra. Lígia Limeira foi representada, na solenidade, pela promotora do Ministério Público Estadual, Juliana Limeira, que é sua sobrinha.

15

Out

Educação

Dia do Professor: pesquisa aponta que apenas 3,3% dos estudantes brasileiros querem ser professores

Neste dia do professor, a Agência Brasil traz um dado desalentador sobre o futuro da profissão, revelando o pouco interesse dos estudantes de hoje em serem os professores do amanhã. De acordo com levantamento feito pelo Interdisciplinaridade e Evidências no Debate Educacional (Iede), com base nos dados do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa) de 2015, apenas 3,3% dos estudantes brasileiros de 15 anos querem ser professores. Quando se trata daqueles que querem ser professores em escolas, na educação básica, esse percentual cai para 2,4%.

O estudo elaborado pelo Iede mostra que a carreira docente não atrai os alunos que têm um melhor desempenho no Pisa. A avaliação internacional da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) é aplicada a estudantes de 15 anos que fazem provas de leitura, matemática e ciências. Entre os 70 países e regiões avaliados, o Brasil ficou na 63ª posição em ciências, 59ª em leitura e 65ª em matemática. Os estudantes que disseram que pretendem ser professores obtiveram 18,6 pontos a menos da média do país em matemática, 20,1 pontos a menos em ciências e 18,5 a menos em leitura.

Os países com os maiores percentuais de estudantes que querem ser professores são Argélia, onde 21,7% dos estudantes querem ser professores, e Kosovo, onde esse percentual chega a 18,3%. Nesses países, no entanto, o desempenho desses alunos não é bom, "mas é muito similar ao desempenho geral dos estudantes do país, que é baixo", diz o estudo. Coreia e a Irlanda estão também entre os países com os maiores percentuais, respectivamente 13,8 e 12,6%. Ao contrário da Argélia e Kosovo, o desempenho dos alunos é bom, chegando, na Coreia, a ser superior à média nacional.

Salário é um dos entraves

“O que o dado brasileiro revela é o fato que a ocupação de professor está com problemas de atratividade. As pessoas que têm notas mais altas escolhem outras profissões”, diz o professor de economia da Universidade Federal Fluminense (UFF) Fábio Waltenberg, um dos autores do estudo Ser ou não ser professor da Educação Básica? Salário esperado e outros fatores na escolha ocupacional de concluintes de licenciaturas. Segundo Waltenberg, o salário é um dos  entraves para a escolha da profissão.

Professores de escolas públicas ganham, em média, 74,8% do que ganham profissionais assalariados de outras áreas, ou seja, cerca de 25% a menos, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Essa porcentagem subiu desde 2012, quando era 65,2%.

Por lei, pelo Plano Nacional de Educação, esse salário deve ser equivalente ao de outros profissionais com formação equivalente até 2020.

De acordo com o diretor do Iede, Ernesto Martins Faria, três aspectos contribuem para a atratividade da profissão. “Planos de carreira para professores e educadores, ações específicas de valorização, que geram estímulo e permanência, e coesão escolar. O funcionamento da escola tem a ver com visão consistente, semelhante de gestor, coordenador pedagógico e educadores”, diz.

Fonte: Agência Brasil / Foto: Pixabay

11

Out

Educação

Sesc RN está com inscrições abertas para cursos gratuitos de novembro

As inscrições para os cursos gratuitos de novembro começam hoje (11) e vão até dia 23 de outubro. A iniciativa do Serviço Social do Comércio do Rio Grande do Norte (Sesc RN), instituição do Sistema Fecomércio, oferecerá 173 vagas distribuídas em turmas em Natal, Mossoró, Caicó, São Paulo do Potengi e Nova Cruz.

As inscrições podem ser feitas nas centrais de relacionamento das unidades Sesc das cidades onde acontecerão os cursos. Na capital potiguar, a unidade é o Sesc Cidade Alta.

Para quem tem habilidade ou se interessa por corte e costura, serão oferecidos cursos de confecção de roupas versáteis, moda jovem e casual e bordados em pedrarias no Sesc Cidade Alta. Além disso, designer de sobrancelhas é outra opção para novembro.

Com o final do ano se aproximando, a busca por itens natalinos se torna cada vez maior. Por isso, quatro dos cursos são voltados para a temática do Natal, tanto para a decoração como para a culinária. Na cozinha pedagógica do Sesc Mossoró, além de bolos natalinos, também será oferecido curso sobre o preparo de palhas italianas.

Os cursos integram o Programa de Comprometimento e Gratuidade (PCG) do Sesc. O resultado da seleção será divulgado no site da instituição, o www.sescrn.com.br, no dia 26/10, e as aulas começam em datas especificadas no edital.

Critérios de seleção

Podem se inscrever nos cursos gratuitos os trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo e seus dependentes, além de estudantes de escolas públicas cuja renda familiar mensal não ultrapasse três salários mínimos nacionais.

No ato da inscrição, é preciso levar os documentos originais (com cópias): RG ou certidão de nascimento, CPF do candidato e do responsável legal, comprovante de residência (com emissão inferior a 60 dias) e de escolaridade, e ainda, caso necessário, documento que comprove deficiência física ou mental.
Também deverá ser entregue a autodeclaração de renda familiar e o questionário socioeconômico. Caso o interessado em fazer o curso seja menor de idade, deverá estar acompanhado do responsável.

10

Out

Educação

Universidade Federal promove cultura do empreendedorismo inovador no RN durante congresso

Congresso de Empreendedorismo Universitário (CEU) acontece, de 16 a 18 de outubro, na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). A iniciativa é realizada pela UFRN em parceria com o Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e a Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), a fim de fomentar a cultura do empreendedorismo inovador no RN.

Com a temática geral Um olhar para o futuro, a programação terá início no dia 16, às 19h, com a mesa-redonda e roda de discussão Cenários futuros e as oportunidades para empreender, no auditório da Reitoria. De 17 a 18 de outubro, serão realizadas palestras e workshop no Instituto Metrópole Digital (IMD).

O evento será finalizado com a premiação da maratona 100 projetos em 100 dias, do Desafio Universitário Empreendedor (Dune), que tem como foco a criação de produtos e serviços que melhorem a vida da população, gerem renda e riqueza.

A programação completa do evento está disponível no site da Pró-Reitoria de Pesquisa (Propesq).

10

Out

Educação

Cursos presenciais têm o melhor desempenho no Enade

Enquanto 6,1% dos cursos presenciais obtiveram o maior Conceito Enade, apenas 2,4% dos cursos a distância obtiveram a avaliação máxima, de acordo com dados divulgados hoje (9) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

O Conceito Enade foi calculado com base no desempenho dos estudantes no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) 2017.

O Enade é um exame feito por estudantes - ao final dos cursos de graduação - para avaliar conhecimentos, competências e habilidades desenvolvidas ao longo do curso. Levando em consideração o desempenho dos estudantes nas provas, os cursos são classificados seguindo uma escala de 1 a 5.   

O conceito 3 reúne a maior parte dos cursos, aqueles que tiveram um desempenho menor que a maioria recebem conceitos 1 ou 2. Já os que tiveram desempenho superior à maioria, recebem 4 ou 5.

Na educação a distância (EaD), 39,4% obtiveram conceito 2 e 6,3%, conceito 1, o que significa que 45,7% obtiveram desempenho menor que a maioria. Apenas 2,4% tiveram conceito máximo, 5, e 12,4%, conceito 4. Ficaram com conceito 3, 39,6% dos cursos avaliados.

Na educação presencial, o resultado foi diferente, 27,6% conseguiram conceito 2 e 4,9% conceito 1, totalizando 32,5%. Na outra ponta, 22,4% ficaram com conceito 4 e 6,1% conceito 5. Ao todo, 39,1% desses cursos ficaram com conceito 3.

Matrículas

O último Censo da Educação Superior mostrou que as matrículas em cursos a distância cresceram 17,6% de 2016 para 2017, o maior salto desde 2008. A maior parte dos estudantes de EaD, 90,6%, está matriculada em instituições de ensino privadas.

O Conceito Enade é um dos indicadores de qualidade do ensino superior. Também com base no desempenho dos estudantes no exame e outros componentes é calculado o Indicador de Diferença entre os Desempenhos Esperado e Observado (IDD) e o Conceito Preliminar de Curso (CPC); e, a partir dos CPCs, o Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC).

Os resultados servem como orientadores das avaliações locais do ciclo avaliativo e são, segundo o Inep, importantes instrumentos de avaliação da educação superior brasileira.

No geral, considerando cursos presenciais e EaD juntos, 5,9% dos cursos conseguiram o conceito máximo, 5; 21,9% ficaram com conceito 4; 39,1%, conceito 3; 28,1% tiveram conceito 2 e 5%, conceito 1.

Como foi a aplicação do Enade

Em 2017, cerca de 451 mil estudantes de 10,6 mil cursos de 1,5 mil instituições de ensino participaram do Enade.

Foram avaliadas as seguintes áreas com cursos de bacharelado e/ou licenciaturas: arquitetura e urbanismo; artes visuais; ciência da computação; ciências biológicas; ciências sociais; educação física; filosofia; física; geografia; história; letras inglês; letras português; letras português e espanhol; letras português e inglês; matemática; música; pedagogia; química e sistema de informação.

Foram analisados também os cursos de engenharia e engenharias ambiental; civil; de alimentos; de computação; de controle e automação; de produção; elétrica; florestal; mecânica e química, além dos cursos superiores de tecnologia nas áreas de análise e desenvolvimento de sistemas; gestão da produção industrial; gestão da tecnologia da informação e redes de computadores.

Com informações da Agência Brasil / Foto: Pixabay

10

Out

Educação

Incubadora RN Criativo oferece oficinas gratuitas de produção visual e fotografia

A Incubadora RN Criativo, projeto da Secretaria da Economia da Cultura do Ministério da Cultura em parceria com Governo do Estado do Rio Grande do Norte, através da Fundação José Augusto segue com oficinas gratuitas nesse mês de outubro, capacitando agentes do segmento cultural em Natal, Mossoró e Caicó.

Marketing e Empreendedorismo Cultural foi tema da oficina ministrada por Cláudio Machado na primeira semana de outubro, no Solar João Galvão. Nessa semana, acontece a oficina de Produção Visual com a produtora cultural Keila Sena também em Natal. No período de 15 a 19 é a vez de Caicó receber a oficina de fotografia com Ernani Silveira, no Teatro Adjuto Dias.

O Solar João Galvão em Natal receberá ainda este mês, entre os dias 15 e 19, a oficina Atuar e (R) Exitir-O Ator, a Cidade e a Subversão da Dor com José Neto Barbosa. Já de 22 a 26 de outubro, o Fórum das Artes de Mossoró vai receber a oficina de Marketing e Empreendedorismo Cultural com Juliana Furtado e Camila Padrassoli. 

Na última semana do mês, mais duas novas oficinas do RN Criativo. Natal será palco de uma oficina de Fotografia com Ernani Silveira, no período de 29 a 1º de outubro, o Fórum das Artes de Mossoró será sede da oficina Material de Pré-Produção e Rider Técnico com Juliana Furtado e Camila Pedrassoli. As oficinas são gratuitas e as inscrições podem ser feitas através do e-mail: contato.rncriativo@gmail.com.
       
Segundo o diretor geral da Fundação José Augusto, jornalista Amaury Júnior, o RN Criativo tem como objetivo prestar atendimento e assessoria aos agentes e empreendedores criativos, ofertando serviços que englobam formações, capacitações, consultorias e assessorias técnicas, voltadas para a qualificação da gestão de projetos, produtos e negócios de micro e pequenos empreendimentos criativos.

O projeto tem como objetivo principal fortalecer e consolidar a rede de empreendedores e agentes criativos do Estado do Rio Grande do Norte por meio da EconomiaCriativa, fomentando ações que permitam a inovação, inclusão social, sustentabilidade e diversidade cultural.

Foto: Divulgação

9

Out

Educação

Robótica educacional é aplicada como instrumento de aprendizado e ressocialização para adolescentes do Ceduc

Robótica educacional como instrumento de aprendizado e caminho para a ressocialização para adolescentes privados de liberdade. Com essa ideia base, foi realizada a primeira oficina de robótica no Centro Educacional (Ceduc) Pitimbú, por meio de uma parceria entre a Fundação de Atendimento Socioeducativo (Fundase) e a Escola de Programação e Robótica ROBOEDUC. Os socioeducandos foram apresentados ao mundo da robótica e estimulados a, trabalhando em equipe, montarem seus próprios robôs.

Quatro jovens do Ceduc localizado em Parnamirim/RN, participaram da oficina, coordenada pelo professor Aquiles Burlamaqui, fundador do Roboeduc, e os professores Francisco Melo e Alan Jeison. Para o professor Aquiles, a iniciativa da Fundase foi inovadora e de extrema importância no campo da socioeducação.

“Nós acreditamos na robótica como um elemento transformador e defendemos que ela pode despertar noções importantes nos adolescentes. Em doze anos no mercado nunca trabalhamos com o meio socioeducativo, por isso acredito que hoje fizemos história neste segmento e fiz questão de estar presente”, afirma.

O diretor-presidente e interventor da Fundase, Ricardo Cabral, também reforçou a importância da iniciativa. “Nós reconhecemos o papel da inovação como ferramenta importante na educação dos nossos jovens, por isso investimos em um núcleo de tecnologia da informação dentro da própria estrutura da Fundase”, explica.

Os adolescentes presentes na oficina também aprovaram a parceria. “A oficina foi muito boa, aprendi a fazer um robô e na próxima vez vai ser melhor, porque vamos conseguir fazer um ainda maior”, disse um dos jovens, de 16 anos, estudante do 6º ano do ensino fundamental. A oficina ocorreu das 8h às 11h da manhã desta terça, e contou ainda com a presença de Pedro Xavier, coordenador do núcleo de tecnologia e informação da Fundase, e da equipe pedagógica da unidade.

9

Out

Educação

Universidade de Natal une debate acadêmico e científico com Festival de Música

Com o tema: “20 Anos de Inovação: Transformando pessoas, sociedade e meio ambiente”, a Universidade Potiguar promove entre os dias 7 e 9 de novembro o XX Congresso Científico e Mostra de Extensão do Campus Natal. O evento, que em 2018 comemora de 20 anos de promoção à cultura e conhecimento, acontece na Unidade Roberto Freire e está com inscrições abertas até o dia 5 de novembro.

O Congresso é aberto à toda comunidade acadêmica da UnP, estudantes de outras Instituições, profissionais do mercado e ao público externo. O evento apresenta o espaço ideal para o debate acadêmico e científico sobre o tema proposto, agregando alunos e pesquisadores de várias Instituições de Ensino Superior do estado.

Neste ano, uma mega novidade chega para encerrar com chave de ouro o Congresso Científico: o VI Festival de Música da UnP que começa no dia 9 de novembro. O Festival, considerado o maior evento cultural da Universidade, tem o objetivo de valorizar os talentos da música potiguar.

8

Out

Educação

Casa Durval Paiva realiza programação especial na semana da criança

As crianças assistidas pela Casa Durval Paiva terão uma semana repleta de diversão, entretenimento e muita solidariedade. As ações acontecem até o dia 11/10 visando proporcionar o resgate da rotina interrompida pelo tratamento do câncer ou doença hematológica, garantindo também uma ação terapêutica aos pacientes que lutam e superam a cada dia os obstáculos da vida. Na programação, contam dinâmicas recreativas, brincadeiras, passeios, festa, lanches e presentes. Quem quiser ajudar pode entrar em contato pelo 4006-1600.


A Casa Durval Paiva atende a criança e ao adolescente com câncer e doenças hematológicas crônicas e seus familiares, durante e após o tratamento em Natal, buscando a cura, contribuindo para a cidadania, dignidade e a qualidade de vida dos mesmos. Hoje são 539 crianças e adolescentes que recebem o apoio para o tratamento, vindos de 133 municípios do RN, também do Piauí, Ceará, Sergipe e da Paraíba.

8

Out

Educação

Adolescentes do Ceduc Pitimbu terão oficina de robótica e mundo da inovação em comemoração ao dia das crianças

A Fundação de Atendimento Socioeducativo (Fundase), em parceria com a Escola de Programação e Robótica ROBOEDUC, realizam nesta terça-feira (09), das 8h às 11h, uma oficina com socioeducandos do Cento Educacional (Ceduc) Pitimbú, localizado em Parnamirim. É a primeira vez que os jovens terão contato com o mundo da robótica através do meio educativo.

Ao todo serão cinco adolescentes que participarão da oficina, com idade de 13 a 16 anos e cursando do 4º ano do ensino fundamental ao 1º ano do ensino médio. Durante a oficina será apresentado aos meninos o mundo da inovação, que buscar incentivar os alunos a pensarem de forma eficiente, lúdica, prática e criativa para resolverem os problemas e desafios gerados pelo dia-dia.

Para o coordenador do núcleo de tecnologia e informação da Fundase, Pedro Xavier, a oficina colabora com a formação dos adolescentes para além das salas de aula. “Esperamos que esta oficina de Robótica possa proporcionar à cada aluno uma oportunidade única de muito conhecimento, através da inovação e da tecnologia para um mundo novo e com novos desafios, para atender as novas profissões e a gerações do futuro”.

Dinâmica da oficina

Durante a oficina, os alunos terão a oportunidade de participar da montagem e programação de robôs com um conteúdo que faz referência ao que está sendo estudado nos diferentes níveis de ensino, tomando por base disciplinas como matemática, língua portuguesa, biologia, entre outras.

Os alunos receberão um kit de robótica e serão estimulados a trabalharem em grupo. Será apresentado um desafio onde os socioeducandos irão pensar em estratégias para resolvê-lo, utilizando as ferramentas disponíveis em cada nível. Para estimular ainda mais a criatividade, os robôs precisam ser modificados para resolver os problemas sugeridos, o que favorece a construção do conhecimento de forma eficiente e divertida.

4

Out

Educação

Universidades particulares do Brasil terão disciplina sobre primeira infância

Universidades particulares terão disciplina sobre desenvolvimento infantil em cursos da área de saúde, pedagogia, psicologia e serviço social. O anúncio foi feito pela Associação Nacional das Universidades Particulares (Anup).

A disciplina foi desenvolvida pela Anup em parceria com a Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal e é fruto de acordo firmado entre Anup, Ministério da Educação e Ministério do Desenvolvimento Social. A Anup foi procurada pelo governo para que contribuísse com ações voltadas para a primeira infância.

"A forma mais efetiva [de contribuir] era deixar um legado e colocar dentro dos cursos de formação dos professores de maneira que todos os professores saibam da importância desse período que vai de 0 a 6 anos", diz a vice-presidente da Anup, Elisabeth Guedes.

A Anup reúne atualmente 185 instituições de ensino particulares associadas com mais de 2 milhões de alunos de graduação. Dessas, 166 instituições já declararam interesse em participar da iniciativa. Para estimular a adesão das instituições, a entidade desenvolveu um selo, Programa Instituição Parceira da Primeira Infância, que vai reconhecer iniciativas nas áreas de responsabilidade social.

A intenção é que a disciplina resulte também em serviços de atendimento à comunidade, incluindo as famílias do programa Criança Feliz, promover capacitações e estágios para os visitadores dos municípios participantes do programa.

"Para a solução ser duradoura e definitiva, precisamos investir na primeira infância porque qualquer investimento na primeira infância vai melhorar todos os indicadores da educação básica e a vida daquelas crianças", disse o ministro da Educação, Rossieli Soares, presente no anúncio da nova disciplina.

Com informações da Agência Brasil

3

Out

Educação

UFRN abre inscrições para oficinas e minicursos na Semana de Turismo

A organização da XIV Semana de Turismo da UFRN abriu as inscrições para os minicursos e oficinas que acontecerão na programação do evento. Os interessados devem se inscrever até o dia 17 de outubro através do site www.semanadeturismo.ccsa.ufrn.br. O evento acontece de 17 a 19 de outubro de 2018, na área de eventos da Arena da Dunas.

Em sua 14ª edição, a Semana de Turismo traz o tema Diversidade de gênero, de sexualidade e étnico-religiosa no mercado turístico e tem como objetivo debater os pontos atuais do mercado turístico e da comunidade acadêmica da área. Para isso, serão oferecidas palestras, conferências, oficinas e minicursos, além de apresentação de trabalhos científicos.

A taxa de inscrição é de R$ 25 até o dia 12 de outubro. A partir do dia 13, a taxa será de R$ 35. Os inscritos pagantes poderão participar em mais de um minicurso ou oficina por dia, desde que não haja choque de horários. Clique aqui para ver a programação completa de atividades.